Com entrevistadas especiais: Mariana Lindoso, do Blog Turma da Tia Mari, e as gêmeas Ana Alice e Ana Tereza, do Blog Anas Bacanas, Mariane Bigio e Cláudia Bettini comandaram o programa ao vivo, em homemangem as crianças e aos professores, com muita música, com história e com muitas curiosidades. Você sabe como surgiu as comemorações do Dia das Crianças e dos Professores? Então é só dá o play para conferir!  

 

Já ouviu falar na família Schurmann, em Amyr Klink, curte viajar e conhecer novos lugares? Nosso programa Viagem ao Mundo vai te levar a conhecer muita coisa, com música, história, entrevista e dicas!

 

Na Mancha Ninguém Me Pega
Na Mancha Ninguém Me PegaFoto: Gustavo Bettini/ Divulgação

"Crianças não brincam de brincar, brincam de verdade" Mário Quintana

A Em Cena Arte e Cidadania estreia neste sábado (19/11), as 16h, no Teatro Marco Camarotti, no Sesc Santo Amaro, o espetáculo "Na Mancha Ninguém Me Pega", uma releitura da primeira apresentação feita pelo grupo em 2002. Quinze anos depois, e o tema central continua cada dia mais necessário: as brincadeiras infantis são colocadas em palco de forma envolvente e divertida. Na Mancha Ninguém Me Pega provoca o entusiasmo pelo universo do brincar, pela liberdade e alegria que as crianças precisam ter.

As 19 bailarinas são crianças e adolescentes que fazem parte da Associação Em Cena Arte e Cidadania, no bairro dos Coelhos. Na apresentação, parlendas, charadas e brincadeiras de rua se entrelaçam aos movimentos da dança. Para a releitura, o espetáculo, que tem duração de 50 minutos, ganhou novos cenário, figurino, plano de luz e trilha sonora.

Batatinha 1 2 3, passa anel, cabra-cega, estrelinha, adoleta, guerreou, estátua, boca de forno, esconde-esconde, pega-pega, lagarta pintada, amarelinha, cama de gato, roda, bambolê, são algumas das brincadeiras que o espetáculo traz em cena, com direção e coreografia de Maria Paula Costa Rêgo, figurino e cenário criados por Walther Homes, trilha sonora de Berna Vieira, Gabriel Melo e Irandê Naguê.

Para promover a inclusão social, duas apresentações do espetáculo serão feitas com tradução em libras. No sábado (26/11), as 16h e no domingo (27/11), as 10h.

Na Mancha Ninguém Me Pega tem incentivo do Funcultura PE (Fundo Pernambucano de Incentivo à Cultura), e a associação Em Cena Arte e Cidadania tem apoio de pessoas físicas, empresas, e do Conselho Municipal de Defesa e Promoção dos Direitos da Criança e do Adolescente.

Os ingressos estão à venda no site https://www.eventic.com.br/na-mancha-ninguem-me-pega (cartão) e na bilheteria do Teatro, uma hora antes do espetáculo (pagamento em dinheiro).

A Em Cena Arte e Cidadania é uma associação civil sem fins lucrativos, com sede no bairro dos Coelhos, em Recife, e que desde 1998 atua no ensino de dança para crianças e adolescentes. Entre os espetáculos já montados estão Na Mancha Ninguém Me Pega (2002-2004), Estações: Uma História de Amor Impossível (2003), O Quebra Nozes no reino do meio dia (2005)-2008), Amanhã é Depois, hoje é brinquedo (2011-2012) e Disse Me Dança (2013, 2014, 2015).


Serviço:

Local: Teatro Marco Camarotti (Sesc Santo Amaro, na Rua Treze de Maio, 455, Santo Amaro - Recife)

Programação:

19/11 - sábado | 16h
20/11 - domingo | 10h e 16h

26/11 - sábado | 16h
27/11 - domingo | 10h e 16h

04/12 - domingo | 10h e 16h

Informações: (81) 3216.1728
Ingressos: R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia)
Apresentações com Tradução em Libras (26/11, as 16h), e 27/11 (as 10h).

Ficha Técnica
Realização: Em Cena Arte e Cidadania
Direção e coreografia: Maria Paula Costa Rêgo
Assistentes de Direção e Ensaios: Mieja Chang e Ketully Leal
Elenco: Alana Luiza, Ana Clara Kirsten, Andreline Evangelista, Anna Terra, Dênia Delany, Eduarda Lima, Emilly Flávia, Emylin Lopes, Geovana Nascimento, Gersanita Gomes, Jamilly Rayssa, Ketully Leal, Lara Rafaelly, Miriam Santana, Naise Nascimento, Rebecka Helena, Rebeka Thamilis, Suely Vicente e Thâmara Lima.
Cenário e Figurino: Walther Holmes
Trilha sonora: Berna Vieira, Gabriel Melo e Irandê Naguê
Operação de som: Marcelo Nascimento
Iluminação: Luciana Raposo

Cada sábado a Rádio Matraquinha traz um tema diferente para a criançada se divertir e aprender. No programa mais recente, foi a a vez de viajar para o Japão . Uma cultura super interessante e que provoca muito interesse nas crianças, por causa dos desenhos animados, dos games.

Entre as dicas que o Matraquinha trouxe, está a música e o clipe do Cocoricó, da série Cocoricó na Cidade da TV Cultura. A música é de Fernando Salém. Vamos conferir?

Banda Cordelândia
Banda CordelândiaFoto: Jonas Araujo/Divulgação

A Banda infantil Cordelândia está com um novo espetáculo circulando pela cidade: “Minha Pequena África”, que apresenta influência da cultura de matriz africana sobre nós.

Leve e lúdico, o espetáculo é autoral, da Cordelândia, e mostra o legado africano através da música afro-brasileira, contos, lendas e cordéis. Agora em novembro, o Minha Pequena Africa será apresentado no Paço do Frevo, nA Casa do Cachorro Preto e no Centro Cultural Grupo Bongar - Nação Xambá.

Quantos de nós já chegamos a pensar que a África era apenas um país? Quantos de nós concebemos uma África povoada apenas por tribos e repleta de histórias tristes? A verdade é que sabemos muito pouco ou quase nada deste continente lindo e cheio de histórias incríveis. Histórias que narram a vida, o pensamento e que nos brindam com mitos que nunca imaginamos existir. Para comemorar este lugar abençoado, raro e belo, nasceu o “Minha Pequena África”. O espetáculo foi feito para toda a família. A realização é da Banda Cordelândia e do AfroKoletivo.

Em novembro, o espetáculo será apresentado no Paço do Frevo (Bairro do Recife), no dia 13/11 (domingo), às 16h; nA Casa do Cachorro Preto (Olinda), no dia 20/11 (Domingo – Dia Nacional da Consciência Negra), às 16h; e no Centro Cultural Grupo Bongar - Nação Xambá (Olinda), no dia 27/11 (domingo), às 16h.

Criado e desenvolvido pela musicista Camila Ribeiro e pelo produtor e educador social Danilo Carias, o “Minha Pequena África” tem como uma de suas propostas suprir as necessidades referentes à Lei no 9.394, que inclui no currículo oficial da Rede de Ensino a obrigatoriedade da temática “História e Cultura Afro-Brasileira”. Assim, durante uma hora de duração, o espetáculo apresenta o Brasil que herdou da Mãe África uma infinidade de costumes, sons, palavras, comidas, danças, instrumentos, religiões que necessitam ser difundidos para permanecerem vivos.

De forma leve, lúdica e educativa, o legado africano é apresentado no “Minha Pequena África” pela Banda Cordelândia, que é formada pelas musicistas Camila Ribeiro, Joannah Luna, Susana Morais e Viviane Oliveira. A música afro-brasileira, os contos, as lendas e os cordéis convidam a família a descobrir um novo jeito de interagir com a nossa ancestralidade. Todo o repertório musical e de contação de histórias foi criado especialmente para o espetáculo.

Assim, o espetáculo traz como pressuposto temas como o preconceito, a intolerância religiosa e as diversas formas de exclusão social, que no espetáculo ganham uma reflexão leve e propositiva. Com isso, o “Minha Pequena África” evidencia a cultura afro como constituinte e formadora do patrimônio cultural brasileiro, onde os negros são considerados sujeitos históricos de extrema relevância na construção do país.

Sob a direção musical e arranjos de Camila Ribeiro as músicas são executadas por Rafael Peixoto e Viviane Oliveira na percussão, Toinho Japa no contrabaixo e Kassio Farias na bateria. A contação de histórias fica a cargo da cordelista Susana Morais e de Joannah Luna, que também é a cantora do espetáculo. A consultoria pedagógica é de Luciene Ciciliani. Coreografia de Anderson Nogueira. A produção executiva é da Criativo Soluções e Produção Cultural. A Produção comercial é da ZaraTempo Produções.

O projeto “Minha Pequena África” foi contemplado no Edital de Bolsa de Fomento aos Artistas e Produtores Negros da Fundação Nacional de Artes (Funarte) 2014. A classificação etária é livre.

Serviço:
“Minha Pequena África” – Espetáculo da Banda Cordelândia
Agenda de Novembro

Quando: 13/11 (domingo), às 16h
Onde: Paço do Frevo (Praça do Arsenal da Marinha, s/n, Bairro do Recife)
Entrada: dentro da programação do local

Quando: 20/11 (Domingo – Dia Nacional da Consciência Negra), às 16h
Onde: A Casa do Cachorro Preto (Rua Treze de Maio, 99, Cidade Alta, Olinda)
Entrada: gratuita

Quando: 27/11 (domingo), às 16h
Onde: Centro Cultural Grupo Bongar - Nação Xambá (Rua Severina Paraíso da Silva, 65, Portão do Gelo, Olinda)
Entrada: gratuita


Ficha Técnica | “Minha Pequena África”

Classificação etária | Livre
Duração | 60 minutos
Concepção | Camila Ribeiro e Danilo Carias
Direção Musical | Camila Ribeiro
Direção de Cena | Danilo Carias
Músicos Convidados | Rafael Peixoto (Percussão), Viviane Oliveira (Percussão), Toinho Japa (Contrabaixo) e Kassio Farias (Bateria)
Cordelista e Contadora de Histórias | Susana Morais
Cantora e Contadora de Histórias | Joannah Flor
Coreógrafo e Bailarino | Anderson Nogueira
Coordenadora de Pesquisa e Apoio Pedagógico | Luciene Ciciliani
Cenário | Leo Luna
Figurino | Joannah Flor, Anderson Nogueira, Joana Lima
Design | João Paulo Monteiro
Assessoria de Comunicação | Feed Comunicação
Produção Executiva| Criativo Soluções e Produção Cultural
Produção Comercial | ZaraTempo Produções
Redes Sociais | facebook.com/minhapequenaafrica |instagram.com/minhapequenaafrica

Bandalelê
BandalelêFoto: Gabi Vitória/ Divulgação

Vinícius de Moraes para crianças é a inspiração do repertório da Bandalelê que se apresenta no dia 13 de novembro, às 17h, no Shopping Tacaruna. Esta é a segunda apresentação da banda que foi pensada para divertir pais e filhos com uma produção delicada e minuciosa desde a escolha do repertório, passando pelo figurino e coreografia. Entrada gratuita.

O show de será um tributo a Vinícius de Moraes que tem suas canções revisitadas com arranjos vibrantes da cultura popular, além de grandes clássicos de domínio público em frevo, baião, maracatu e forró. Os personagens do universo infantil de Vinícius como a Galinha de Angola, o Pato e o Gato ganham vida nas performances dos bailarinos que encantam os pequenos.

Idealizado por Juliana Martins, da Libre Promo, a banda reúne um time de primeira de músicos e bailarinos em um espetáculo pensado para pais e filhos curtirem juntos. A direção artística e figurino é de Luciano Pontes e a vocalista do projeto é a cordelista Mariane Bigio.

Serviço:
Show Bandalelê
Loca: Shopping Tacaruna
Data: 13 denovembro, as 17h
GRATUITO

Livro Chico Cesar
Livro Chico CesarFoto: divulgação

No programa da Rádio Matraquinha sobre frutas, o livro do músico, poeta e escritor Chico César foi destaque no quadro de Dicas. Chico tem uma carreira de ampla repercussão internacional, é conhecido pelo encanto linguístico em suas letras de músicas, e esteve em Olinda, em abril deste ano, para lançar "O agente laranja e a maçã do amor", voltado para o público de 6 a 12 anos. Ser fiscal de alguma coisa parece uma profissão muito severa, carrancuda, mas o Agente Laranja, imaginado por Chico César, é fiscal de frutas numa festa popular. Ele passeia por entre rodas-gigantes, carrosséis e outros brinquedos. Tudo são cores e luzes e formas e cheiros e sabores – e as palavras são tratadas como se suas sílabas fossem peças de Lego, que é possível juntar, separar, misturar umas com as outras. A Festa das Neves, na Paraíba, é o lugar, onde o rapaz se diverte e vai descobrindo, a cada passo, um sabor diferente, uma cor que nunca tinha visto... É o mundo dos adultos visto por olhos de criança. Na parceria entre o menino Chico César e a menina Fernanda Lerner, a festa das máquinas de brinquedo cede lugar à festa das frutas de verdade, e é no meio delas que o “nosso herói” descobre a Maçã do Amor e tudo que ela traz consigo. Conhecido no Brasil e no mundo como compositor e cantor, Chico César é também poeta (Cantáteis) e, como este livro mostra, um contador de histórias imaginosas e simples.

Circo Zanni
Circo ZanniFoto: Divulgação

04 Novembro



CIE SÔLTA (BRA/FRA)
Local: teatro de santa isabel
Horário: 20h
Censura: Livre
Duração: 50 minutos
Espetáculo: APESAR - É uma peça de circo que explora a relação entre dois personagens que decidiram viver juntos, APESAR de tudo. Em cena, Alluana Ribeiro e Tom Prôneur interpretam um velho casal que esqueceu como se comportar “normalmente” e o circo se tornou seu modus operandis.Marcados por eventos passados e na iminência de um porvir, eles estão confinados em um universo fantástico, no qual o movimento pendular do mastro marca o ritmo do tempo, que não para nunca. Mastro pendular, acrobacia, malabares e equilíbrios sobre as mãos são as (in)disciplinas circenses presentes na peça. APESAR confronta o homem com seus limites, lá onde ele se perde, onde é levado ao encontro do seu íntimo e, face à ele, se depara com o outro.
INGRESSOS: R$ 20 (Inteira) e R$10 (Meia)
Obs.: Criança até 2 (dois) anos não paga, devendo permanecer durante o espetáculo no colo dos responsáveis, ocupando o mesmo assento.

————————————————————
05 Novembro

CIA SUNO (SP)
Local: Parque da Jaqueira
Horário: 16h30
Censura: Livre
Duração: 50 minutos
Espetáculo: CARPINTEIROS EM DOMICÍLIO - Um espetáculo de estética híbrida e lúdica, que mistura teatro e circo e traz beleza e leveza traduzidas na interpretação, números de riscos, mágica, malabarismos e acrobacias. Neste espetáculo, dois palhaços chegam com um monociclo carregando madeiras para iniciarem uma obra. Ao identificarem o espaço iniciam uma divertida e inusitada reforma, repleta de palhaçadas, números de rola-rola e acrobacias diversas, sempre interagindo com o público. Em “Carpinteiros em Domicílio”, a Cia Suno se propõe a demonstrar habilidades técnicas de circo utilizando uma roupagem diferente: realizam malabares com trenas, contorção em escada, percussão em marmitas e mágica com elementos do dia a dia. GRATUITO!


CIE SÔLTA (BRA/FRA)
Local: Teatro de Santa Isabel
Horário: 19h
Censura: Livre
Duração: 50 minutos
Espetáculo: APESAR - É uma peça de circo que explora a relação entre dois personagens que decidiram viver juntos, APESAR de tudo. Em cena, Alluana Ribeiro e Tom Prôneur interpretam um velho casal que esqueceu como se comportar “normalmente” e o circo se tornou seu modus operandis.Marcados por eventos passados e na iminência de um porvir, eles estão confinados em um universo fantástico, no qual o movimento pendular do mastro marca o ritmo do tempo, que não para nunca.
Mastro pendular, acrobacia, malabares e equilíbrios sobre as mãos são as (in)disciplinas circenses presentes na peça. APESAR confronta o homem com seus limites, lá onde ele se perde, onde é levado ao encontro do seu íntimo e, face à ele, se depara com o outro.
INGRESSOS: R$ 20 (Inteira) e R$10 (Meia)
Obs.: Criança até 2 (dois) anos não paga, devendo permanecer durante o espetáculo no colo dos responsáveis, ocupando o mesmo assento.


ESIO MAGALHÃES (SP)
Local: Teatro de Santa Isabel
Horário: 16h
Censura: Livre
Espetáculo: CIRCO DO SÓ EU - O majestoso Circo do Sol, com todas as suas atrações fenomenais, aceitou prazerosamente o convite para se apresentar nesta cidade, até que recebe outra proposta muito mais lucrativa e decide cancelar, de última hora, a apresentação do espetáculo.
Zabobrim, o palhaço, vem ate vocês para tentar apresentar sozinho o grande espetáculo com números de equilíbrio de pratos, macacos em monociclo, hipnose, mágica, acrobacia, música!!!
INGRESSOS: R$ 20 (Inteira) e R$10 (Meia)
Obs.: Criança até 2 (dois) anos não paga, devendo permanecer durante o espetáculo no colo dos responsáveis, ocupando o mesmo assento.

—————-


06 Novembro



CARAVANA TAPIOCA (SP)
Local: II Jardim de Boa Viagem
Horário: 16h30
Censura Livre
Espetáculo: CIRCO CARAVANA - O excêntrico casal de artistas viajantes, Cavaco e Nina, apresentam um espetáculo de variedades circenses com as melhores atrações que encontraram em suas apresentações pelo mundo. O grande faquir encantador de serpentes, a mulher mais forte do mundo e a foca equilibrista são alguns dos números que prometem surpreender e encantar pessoas de todas as idades.Música ao vivo, malabarismo e comicidade embalam essa fantástica viagem ao mundo mágico do circo! GRATUITO!

ESIO MAGALHÃES (SP)
Local: Teatro de Santa Isabel
Horário: 16h
Censura: Livre
Espetáculo: CIRCO DO SÓ EU - O majestoso Circo do Sol, com todas as suas atrações fenomenais, aceitou prazerosamente o convite para se apresentar nesta cidade, até que recebe outra proposta muito mais lucrativa e decide cancelar, de última hora, a apresentação do espetáculo.
Zabobrim, o palhaço, vem ate vocês para tentar apresentar sozinho o grande espetáculo com números de equilíbrio de pratos, macacos em monociclo, hipnose, mágica, acrobacia, música!!!
INGRESSOS: R$ 20 (Inteira) e R$10 (Meia)
Obs.: Criança até 2 (dois) anos não paga, devendo permanecer durante o espetáculo no colo dos responsáveis, ocupando o mesmo assento.


———————-

07 Novembro



CIA SUNO (SP)
Local: Abreu e Lima (Praça)
Horário: 18h
Censura: Livre
Duração: 50 minutos
Espetáculo: CARPINTEIROS EM DOMICÍLIO - Um espetáculo de estética híbrida e lúdica, que mistura teatro e circo e traz beleza e leveza traduzidas na interpretação, números de riscos, mágica, malabarismos e acrobacias. Neste espetáculo, dois palhaços chegam com um monociclo carregando madeiras para iniciarem uma obra. Ao identificarem o espaço iniciam uma divertida e inusitada reforma, repleta de palhaçadas, números de rola-rola e acrobacias diversas, sempre interagindo com o público. Em “Carpinteiros em Domicílio”, a Cia Suno se propõe a demonstrar habilidades técnicas de circo utilizando uma roupagem diferente: realizam malabares com trenas, contorção em escada, percussão em marmitas e mágica com elementos do dia a dia. GRATUITO!

——————————

08 Novembro


DUAS COMPANHIAS (PE)
Local: Teatro Santa Isabel
Horário: 20h
Censura: 12 anos
Espetáculo: CAETANA - As atrizes e palhaças pernambucanas Lívia Falcão e Fabiana Pirro fundam a DUAS companhia e realizaram a montagens de “Caetana” em 2014. É uma forma poética de denominar a morte no Sertão. A encenação resgata elementos do teatro das tradições. Na peça, Benta, uma rezadeira que, depois de indicar o caminho do além para várias almas perdidas, se vê diante de seu próprio encontro com a CAETANA, a morte. Chegando ao Reino do Invisível, Benta reencontra as almas anteriormente encomendadas por ela que aparecem em forma de bonecos. É um espetáculo experimental que renova-se a cada encontro com o espectador, que fala nas imagens, nas palavras, nos sons e no imaginário, a linguagem poética do humano, o Nordeste renovado na cena.
INGRESSOS: R$ 20 (Inteira) e R$10 (Meia)
Obs.: Criança até 2 (dois) anos não paga, devendo permanecer durante o espetáculo no colo dos responsáveis, ocupando o mesmo assento.

CARAVANA TAPIOCA (SP)
Local: Alto Santa Terezinha (ComPaz)
Horário: 16h30
Censura: Livre
Espetáculo: CIRCO CARAVANA - O excêntrico casal de artistas viajantes, Cavaco e Nina, apresentam um espetáculo de variedades circenses com as melhores atrações que encontraram em suas apresentações pelo mundo. O grande faquir encantador de serpentes, a mulher mais forte do mundo e a foca equilibrista são alguns dos números que prometem surpreender e encantar pessoas de todas as idades.Música ao vivo, malabarismo e comicidade embalam essa fantástica viagem ao mundo mágico do circo! GRATUITO!

—————-

09 Novembro

CARAVANA TAPIOCA (SP)
Local: Camaragibe
Horário: 10h
Censura: Livre
Espetáculo: CIRCO CARAVANA - O excêntrico casal de artistas viajantes, Cavaco e Nina, apresentam um espetáculo de variedades circenses com as melhores atrações que encontraram em suas apresentações pelo mundo. O grande faquir encantador de serpentes, a mulher mais forte do mundo e a foca equilibrista são alguns dos números que prometem surpreender e encantar pessoas de todas as idades.Música ao vivo, malabarismo e comicidade embalam essa fantástica viagem ao mundo mágico do circo! GRATUITO!


CIRCO VARIETÉ
Local: Teatro Santa Isabel
Horário: 20h
Censura: Livre
Circo Varieté reúne o melhor das artes circenses em benefício da Fundação Altino Ventura. O Circo Varieté é um espetáculo divertido e interativo de palhaçaria e números circenses, reunindo no mesmo palco artistas dos grupos Cia Suno (SP), Giullari (ITA), Caravana Tapioca (PE), Sobrevoltas e Vizinhos (SP), todos participantes do Festival de Circo do Brasil, que acontece entre 4 e 13 de novembro no Recife. Toda esta trupe estará no palco do Teatro de Santa Isabel no dia 9 de novembro, a partir das 20h, para a encenação do Circo Varieté, uma montagem exclusiva e inédita, realizada especialmente para esta edição do Festival, com a renda inteiramente revertida para a Fundação Altino Ventura.
Circo Verieté leva para o público uma incrível oportunidade de assistir a uma apresentação que reúne grandes artistas de circo do Brasil e do exterior no mesmo palco, em diferentes números e brincando com a platéia. Além disto, a peça, com duração de uma hora, irá ajudar os trabalhos da Fundação Altino Ventura, que há mais de trinta anos oferece tratamento médico oftalmológico a pacientes de baixa renda. Em três décadas de atividade, mais de 11 milhões de procedimentos já foram realizados, beneficiando milhares de pessoas que não teriam como pagar pelos tratamentos.
INGRESSOS: R$ 20 (inteira) e R$10 (meia)
obs: Criança até 2 (dois) anos não paga, devendo permanecer durante o espetáculo no colo dos responsáveis, ocupando o mesmo assento.

————————————————-

10 Novembro



CIA SUNO (SP)
Local: Teatro Apolo
Horário: 15h
Censura: Livre
Espetáculo: CARPINTEIROS EM DOMICÍLIO - Um espetáculo de estética híbrida e lúdica, que mistura teatro e circo e traz beleza e leveza traduzidas na interpretação, números de riscos, mágica, malabarismos e acrobacias. Neste espetáculo, dois palhaços chegam com um monociclo carregando madeiras para iniciarem uma obra. Ao identificarem o espaço iniciam uma divertida e inusitada reforma, repleta de palhaçadas, números de rola-rola e acrobacias diversas, sempre interagindo com o público. Em “Carpinteiros em Domicílio”, a Cia Suno se propõe a demonstrar habilidades técnicas de circo utilizando uma roupagem diferente: realizam malabares com trenas, contorção em escada, percussão em marmitas e mágica com elementos do dia a dia.
INGRESSOS: R$ 20 (Inteira) e R$10 (Meia)
Obs.: Criança até 2 (dois) anos não paga, devendo permanecer durante o espetáculo no colo dos responsáveis, ocupando o mesmo assento.


COLETIVO NOPOK (RJ)
Local: Campo do onze
Horário: 16h30
Censura: Livre
Espetáculo: CARRILHÃO - É uma fusão das linguagens do circo e do teatro. A dupla de artistas se desdobra entre diversos personagens e narrativas, trazendo alegorias de diferentes culturas e épocas. Carrilhão fala dos mercadores de todos os tempos e lugares, Mascates de ontem e hoje, o encantamento pelas palavras, o feitiço inerente a um bom vendedor.
Pontua o valor das trocas e dos encontros que se estabelece nas negociações. Alguns números circenses ganham destaque, como a Parada de Mão, o Rola Rola e os Monociclos Altos. GRATUITO!


ARTINERANT’S (SP)
Local: Teatro Santa Isabel
Horário: 20h
Censura: 10 anos
Espetáculo: VIZINHOS - É um espetáculo que mostra o cotidiano de um homem e uma mulher em que os objetos se tranformam e assumem novos usos - flertam com o surrealismo. Assim, um sofá engole o homem que lê e é também é um trampolim para que ele salte e se solte no ar. O varal de roupas passa a ser o arame no qual a mulher equilibra-se passo a passo: o dia a dia por um fio. Criado pelos artistas Daniel Pedro e Maíra Campos, integrantes do Circo Zanni - que completou 10 anos de estrada, Vizinhos é o primeiro espetáculo do projeto da Cia. Artinerant´s -, que tem como objetivo divulgar a arte e cultura através da itinerância. Dirigido por Lu Lopes (a Palhaça Rubra), “Vizinhos” mistura cenas de acrobacia e equilíbrio com toques humorísticos e poéticos. O espetáculo, descritivo e metafórico, apresenta um jogo com cenas acrobáticas e de equilíbrio em um cenário comum, onde um casal vive situações insólitas, escapando da mesmice e repetição. Neste universo paralelo, nada é o que o que parece ser.
INGRESSOS: R$ 20 (Inteira) e R$10 (Meia)
Obs.: Criança até 2 (dois) anos não paga, devendo permanecer durante o espetáculo no colo dos responsáveis, ocupando o mesmo assento.

——————-

11 Novembro


CIA SUNO (SP)
Local: Teatro Apolo
Horário: 15h
Censura: livre
Espetáculo: CARPINTEIROS EM DOMICÍLIO - Um espetáculo de estética híbrida e lúdica, que mistura teatro e circo e traz beleza e leveza traduzidas na interpretação, números de riscos, mágica, malabarismos e acrobacias. Neste espetáculo, dois palhaços chegam com um monociclo carregando madeiras para iniciarem uma obra. Ao identificarem o espaço iniciam uma divertida e inusitada reforma, repleta de palhaçadas, números de rola-rola e acrobacias diversas, sempre interagindo com o público. Em “Carpinteiros em Domicílio”, a Cia Suno se propõe a demonstrar habilidades técnicas de circo utilizando uma roupagem diferente: realizam malabares com trenas, contorção em escada, percussão em marmitas e mágica com elementos do dia a dia.
INGRESSOS: R$ 20 (Inteira) e R$10 (Meia)
Obs.: Criança até 2 (dois) anos não paga, devendo permanecer durante o espetáculo no colo dos responsáveis, ocupando o mesmo assento.

GIULLARI DEL DIAVOLO (BRA/ITA)
Local: Poço da Panela
Horário: 19h
Censura: Livre
Espetáculo: Nas Nuvens - Dois personagens incríveis entram em cena e instantaneamente te envolvem, provocando, instigando e distribuindo sorrisos, surpresa e encantamento.Assistir ao espetáculo é como entrar em um mundo irreal onde os protagonistas se transformam e o público envolvido é arrastado em uma atmosfera mágica.Espetáculo cômico de notável impacto cênico, com números de alto nível técnico e um final de dança contact e equilíbrio com bolas de cristal. GRATUITO!


ARTINERANT’S (SP)
Local: Teatro Santa Isabel
Horário: 20h
Censura: 10 anos
Espetáculo: VIZINHOS - É um espetáculo que mostra o cotidiano de um homem e uma mulher em que os objetos se tranformam e assumem novos usos - flertam com o surrealismo. Assim, um sofá engole o homem que lê e é também é um trampolim para que ele salte e se solte no ar. O varal de roupas passa a ser o arame no qual a mulher equilibra-se passo a passo: o dia a dia por um fio. Criado pelos artistas Daniel Pedro e Maíra Campos, integrantes do Circo Zanni - que completou 10 anos de estrada, Vizinhos é o primeiro espetáculo do projeto da Cia. Artinerant´s -, que tem como objetivo divulgar a arte e cultura através da itinerância. Dirigido por Lu Lopes (a Palhaça Rubra), “Vizinhos” mistura cenas de acrobacia e equilíbrio com toques humorísticos e poéticos. O espetáculo, descritivo e metafórico, apresenta um jogo com cenas acrobáticas e de equilíbrio em um cenário comum, onde um casal vive situações insólitas, escapando da mesmice e repetição. Neste universo paralelo, nada é o que o que parece ser.
INGRESSOS: R$ 20 (Inteira) e R$10 (Meia)
Obs.: Criança até 2 (dois) anos não paga, devendo permanecer durante o espetáculo no colo dos responsáveis, ocupando o mesmo assento.
————-

12 de Novembro

CIA SUNO (SP)
Local: Teatro Apolo
Horário: 16h
Censura: livre
Espetáculo: CARPINTEIROS EM DOMICÍLIO - Um espetáculo de estética híbrida e lúdica, que mistura teatro e circo e traz beleza e leveza traduzidas na interpretação, números de riscos, mágica, malabarismos e acrobacias. Neste espetáculo, dois palhaços chegam com um monociclo carregando madeiras para iniciarem uma obra. Ao identificarem o espaço iniciam uma divertida e inusitada reforma, repleta de palhaçadas, números de rola-rola e acrobacias diversas, sempre interagindo com o público. Em “Carpinteiros em Domicílio”, a Cia Suno se propõe a demonstrar habilidades técnicas de circo utilizando uma roupagem diferente: realizam malabares com trenas, contorção em escada, percussão em marmitas e mágica com elementos do dia a dia.
INGRESSOS: R$ 20 (Inteira) e R$10 (Meia)
Obs.: Criança até 2 (dois) anos não paga, devendo permanecer durante o espetáculo no colo dos responsáveis, ocupando o mesmo assento.



CIRCO ZANNI (SP)
Local: Teatro Luiz Mendonça
Horários: 16h30 e 18h30
Espetáculo CIRCO ZANNI - Um espetáculo de variedades, que reúne o que há de melhor dos artistas que integram a companhia, formada por diferentes grupos circenses atuantes na cidade de São Paulo, tem a direção artística de Domingos Montagner e direção musical de Marcelo Lujan. Elegância, romantismo, humor, citações, paródias e auto-ironia são aspectos presentes no novo espetáculo, que possui números aéreos, de acrobacia, equilíbrio e magia, além, é claro, de palhaço. Destaque para os novos números como arame cômico musical, quick change e o número de lira, que assumiu nova abertura do espetáculo. A dinâmica do espetáculo aprofunda a ideia do Zanni tratar o circo como sua casa, em um novo cenário, de uma casa aberta a visão do público cujo palco é sua extensão, o seu quintal, esses circenses contemporâneos celebram a convivência com a Arte em seu cotidiano, de forma simples. A banda formada por todo elenco é um dos grandes destaques do show, imprimindo o ritmo das cenas, executam ao vivo as músicas de todos os números, pontuam as gags e reforçam as piadas, permanecendo todo o tempo em cena.
INGRESSOS: R$20 (inteira) e R$10 (meia)
Obs.: Criança até 2 (dois) anos não paga, devendo permanecer durante o espetáculo no colo dos responsáveis, ocupando o mesmo assento.


COLETIVO NOPOK (RJ)
Local: Parque da Macaxeira
Horário: 16h30
Censura: Livre
Espetáculo: CARRILHÃO - É uma fusão das linguagens do circo e do teatro. A dupla de artistas se desdobra entre diversos personagens e narrativas, trazendo alegorias de diferentes culturas e épocas. Carrilhão fala dos mercadores de todos os tempos e lugares, Mascates de ontem e hoje, o encantamento pelas palavras, o feitiço inerente a um bom vendedor.
Pontua o valor das trocas e dos encontros que se estabelece nas negociações. Alguns números circenses ganham destaque, como a Parada de Mão, o Rola Rola e os Monociclos Altos. GRATUITO!



LUIS E PEDRO SARTORI DO VALE (BRA/FINLÂNDIA)
Local: Teatro Santa Isabel
Horário: 20h
Censura: Livre
Espetáculo: DOIS - Luis e Pedro: dois artistas, dois irmãos, juntos no mesmo palco pela primeira vez. Pesquisando temas como cumplicidade, fraternidade, intimidade e rivalidade, exploram a profunda simbologia de um interesse em comum: o arco e flecha. Inspirados por contos clássicos, performance e experiências pessoais, Luis e Pedro combinam circo, teatrovisual e o arco e flecha, criando interpretações sutis, bem humoradas, inteligentes e poéticas da relação entre irmãos. Trabalhando com noções de risco, surpresa, fragilidade, criando cenas que transitam do cômico ao trágico, da poesia à virtuose.
INGRESSOS: R$ 20 (Inteira) e R$10 (Meia)
Obs.: Criança até 2 (dois) anos não paga, devendo permanecer durante o espetáculo no colo dos responsáveis, ocupando o mesmo assento.
——————-


13 de Novembro

CIA SUNO (SP)
Local: Teatro Apolo
Horário: 16h
Censura: livre
Espetáculo: CARPINTEIROS EM DOMICÍLIO - Um espetáculo de estética híbrida e lúdica, que mistura teatro e circo e traz beleza e leveza traduzidas na interpretação, números de riscos, mágica, malabarismos e acrobacias. Neste espetáculo, dois palhaços chegam com um monociclo carregando madeiras para iniciarem uma obra. Ao identificarem o espaço iniciam uma divertida e inusitada reforma, repleta de palhaçadas, números de rola-rola e acrobacias diversas, sempre interagindo com o público. Em “Carpinteiros em Domicílio”, a Cia Suno se propõe a demonstrar habilidades técnicas de circo utilizando uma roupagem diferente: realizam malabares com trenas, contorção em escada, percussão em marmitas e mágica com elementos do dia a dia.
INGRESSOS: R$ 20 (Inteira) e R$10 (Meia)
Obs.: Criança até 2 (dois) anos não paga, devendo permanecer durante o espetáculo no colo dos responsáveis, ocupando o mesmo assento.



CIRCO ZANNI (SP)
Local: Teatro Luiz Mendonça
Horários: 16h30
Espetáculo CIRCO ZANNI - Um espetáculo de variedades, que reúne o que há de melhor dos artistas que integram a companhia, formada por diferentes grupos circenses atuantes na cidade de São Paulo, tem a direção artística de Domingos Montagner e direção musical de Marcelo Lujan. Elegância, romantismo, humor, citações, paródias e auto-ironia são aspectos presentes no novo espetáculo, que possui números aéreos, de acrobacia, equilíbrio e magia, além, é claro, de palhaço. Destaque para os novos números como arame cômico musical, quick change e o número de lira, que assumiu nova abertura do espetáculo. A dinâmica do espetáculo aprofunda a ideia do Zanni tratar o circo como sua casa, em um novo cenário, de uma casa aberta a visão do público cujo palco é sua extensão, o seu quintal, esses circenses contemporâneos celebram a convivência com a Arte em seu cotidiano, de forma simples. A banda formada por todo elenco é um dos grandes destaques do show, imprimindo o ritmo das cenas, executam ao vivo as músicas de todos os números, pontuam as gags e reforçam as piadas, permanecendo todo o tempo em cena.
INGRESSOS: R$20 (inteira) e R$10 (meia)
Obs.: Criança até 2 (dois) anos não paga, devendo permanecer durante o espetáculo no colo dos responsáveis, ocupando o mesmo assento.

COLETIVO NOPOK (RJ)
Local: Praça do Arsenal
Horário: 16h30
Censura: Livre
Espetáculo: CARRILHÃO - É uma fusão das linguagens do circo e do teatro. A dupla de artistas se desdobra entre diversos personagens e narrativas, trazendo alegorias de diferentes culturas e épocas. Carrilhão fala dos mercadores de todos os tempos e lugares, Mascates de ontem e hoje, o encantamento pelas palavras, o feitiço inerente a um bom vendedor.
Pontua o valor das trocas e dos encontros que se estabelece nas negociações. Alguns números circenses ganham destaque, como a Parada de Mão, o Rola Rola e os Monociclos Altos. GRATUITO!


LUIS E PEDRO SARTORI DO VALE (BRA/FINLÂNDIA)
Local: Teatro Santa Isabel
Horário: 19h
Censura: Livre
Espetáculo: DOIS - Luis e Pedro: dois artistas, dois irmãos, juntos no mesmo palco pela primeira vez. Pesquisando temas como cumplicidade, fraternidade, intimidade e rivalidade, exploram a profunda simbologia de um interesse em comum: o arco e flecha. Inspirados por contos clássicos, performance e experiências pessoais, Luis e Pedro combinam circo, teatrovisual e o arco e flecha, criando interpretações sutis, bem humoradas, inteligentes e poéticas da relação entre irmãos. Trabalhando com noções de risco, surpresa, fragilidade, criando cenas que transitam do cômico ao trágico, da poesia à virtuose.
INGRESSOS: R$ 20 (Inteira) e R$10 (Meia)
Obs.: Criança até 2 (dois) anos não paga, devendo permanecer durante o espetáculo no colo dos responsáveis, ocupando o mesmo assento.

Nos países principalmente de origem inglesa hoje 31 de outubro é comemorado o Dia das Bruxas, mas aqui no Brasil, hoje é dia de celebrar um personagem importante do nosso Folclore: o Saci!!! O escritor Monteiro Lobato deixou essa lenda ainda mais famosas com os pequenos, nas histórias do Sítio do Pica-Pau-Amarelo. O Saci Pererê é um danadinho, peralta, que adora brincar na floresta com seus amigos Curupira, Iara e Caipora do Folclore Brasileiro.

Que tal mostrar as crianças um pouco deste personagem?! 

 

Fernanda Mélo
Fernanda MéloFoto: Clarissa Dutra

A Contadora de Histórias Fernanda Mélo, da Cia Agora Eu Era, ministra o curso de extensão “A arte brincante de contar histórias (na sala de aula)!”. O Curso faz parte das atividades do projeto ESTUDOS E REFLEXÕES PARA PRÁTICA DOCENTE, coordenado pelo Núcleo de Pesquisa, Extensão e Cultura do Colégio de Aplicação da UFPE. O Projeto oferece cursos, minicursos, oficinas e palestras nas diversas áreas do conhecimento, dirigidos aos licenciandos e professores da Educação Básica.


Serviço:

Curso: A arte brincante de contar histórias (na sala de aula)!

Professora: Fernanda Mélo | Teatro| CE CAp UFPE

Público: Licenciandos e Professores da Educação Básica

Datas: 3, 10, 17 e 24 de novembro e 1º de dezembro – às quintas-feiras

Horário: 14h às 18h Total: 20h

Local: Colégio de Aplicação da UFPE (Sala de dança- quadra)

Vagas: 20


Conteúdos:

· A contação de histórias no mundo contemporâneo e no contexto educacional;

· Que histórias contar?

· Noções de tempo e espaço ao contar uma história;

· Ritmo e energia corporais para contar histórias ;

· Improviso, criação de personagens e relação com a plateia.


Obs.: Os participantes receberão certificação, contabilizando-se 20h de curso, considerando as atividades presenciais e as não presenciais.


Inscrições até o dia 01 de novembro, ou até o encerramento das vagas, através do Formulário Online: https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSdTUT0o7ypM0HqQb7XuZA_Hn_tuUGDg4r0fF8XXeuElbMONow/viewform?c=0&w=1

Para mais informações contacte: nupexc.cap.ufpe@gmail.com

Núcleo de Pesquisa, Extensão e Cultura

Colégio de Aplicação (CAp /CE-UFPE)



comece o dia bem informado: