Pneumologista Murilo Guimarães explica que os sinais de alerta do câncer de pulmão podem ser confundidos com os de outras doenças
Pneumologista Murilo Guimarães explica que os sinais de alerta do câncer de pulmão podem ser confundidos com os de outras doençasFoto: Alfeu Tavares

Se fosse louro, no masculino, você teria toda razão de suspeitar que eu me referia ao Trump. Boa ou ruim, seja qual for sua opinião, foi surpresa pra valer. Afoito que só ele, esse galegão! Mas o tema é no feminino, leitor. Não, também não é sobre a Melania, que também surpreendeu porque estava muito vestida. Ih, já estou falando demais! Pois bem, nem um nem outra. Nessa coluna, loura é cerveja.

Pouco antes do réveillon escrevi sobre espumante, dizendo que era a bebida típica daquele evento. Fiz até sugestões de consumo. Acho que só pra me contrariar, a E.life, autodenominada “consultoria especializada em inteligência de mercado e gestão de relacionamento digital” - se eu tivesse uma titulação dessa, ninguém me segurava! - resolveu fazer uma pesquisa no Brasil, durante a virada de ano. Conforme publicação, por meio de uma tecnologia especial, “a E.life analisou 48.049 imagens publicadas pelo Instagram entre as 23h00 do dia 31/12/2016 e a 01h00 do dia 01/01/2017 buscando por logotipos de empresas de bebidas em fotos da rede e descobriu que cerveja é a bebida mais consumida na virada, com números maiores do que espumantes”. Tendo em mente que cada imagem pode exibir mais de um logotipo de bebida, os números foram estes: cerveja foi campeã com 40.139, seguida de vinho (12.765), refrigerantes (8.609) e só depois espumante (7.329). A loura ganhou de lavagem, amigo! Bem, é claro que pode haver viés nessa análise. Os que gostam de borbulhas talvez usem menos Instagram, por exemplo. Será? Acho não, viu? O povo se mostra demais nessa rede social! Quem sabe as lojas se estocaram mal para a festa e não tinha... Tá bom, também sei que não foi isso. Eu errei mesmo no meu prognóstico e pronto. Mas, cá entre nós, a crise de Dilma deve ter pesado, leitor. E muito. Sem demérito das louras, claro, grande preferência nacional. Aliás, falando nisso, sabe qual foi a sequência de logotipos, depois dos espumantes? Uísque (6.246), energético (votes!) com 4.454, vodca (3.632), tequila (2.729), catuaba (1.289)... Como assim? Catuaba, o elixir baratinho da saliência? Como diria aquela personagem, brasileiro é safadinho!!! Faltando passar um dado: dentre as marcas de cerveja, a que mais apareceu foi a Heineken (4.629). Que, por sinal, a partir de 02 de fevereiro, estará fazendo uma bela exposição no Museu de Arte Contemporânea de São Paulo, denominada The Art of Heineken. São várias atrações, filmes, shows, festas, aliando música, arte, tecnologia e diversão. Pelo que li, um evento riquíssimo. Se você, cervejeiro, estiver em São Paulo nos meses de fevereiro e março, não perca essa grande oportunidade de fazer um feliz tim, tim, brinde à vida.

veja também

comentários

comece o dia bem informado: