Murilo Guimarães
Murilo GuimarãesFoto: Alfeu Tavares/Folha de Pernambuco

 

Assim que eu idealizei esse título, me veio à mente e bateu saudade de um programa de notícias, apresentado na rádio e na televisão do nosso país. Se você é antigo como eu, deve estar lembrado do “Repórter Esso”. Atração diária, obrigatória, do brasileiro, ansiosamente aguardada - lembrando que naquela época não havia internet, nem rede social - imperou, soberana, até o final de 1970. O som de abertura até hoje ecoa nos meus ouvidos. Não, leitor, não sou presunçoso. Longe de mim fazer paralelo entre este meu simples “repórter” e o “Esso”. Mas não posso conter as divagações de minha memória. Porém, numa coisa o meu pode ser melhor. Nesse espaço só haverá tema ameno e gostoso, noticiário de boas bebidas e comidas; nada de tragédias, guerras ou crises financeiras. Assim posto, mãos à obra.

- No artigo passado mencionei os elogios que o afamado crítico de vinhos James Suckling fez ao vinho Vinhas Velhas, da Quinta Maria Izabel. Pois nos últimos dias foram divulgadas outras boas notícias sobre produtos desta vinícola portuguesa, de propriedade dos conterrâneos João Carlos e Reginaldo Paes Mendonça. A primeira vem do João Paulo Martins, autor do mais famoso guia de vinhos de Portugal e articulista da Revista de Vinhos e da Exame Portugal. Onde publicou nota a respeito do Maria Izabel Branco: “o vinho está muito bem feito e mostra um grande equilíbrio. Quem pensa que o Douro é só tintos, este branco está aqui para contrariar”. Haja elogios! A outra diz respeito à comemoração dos 50 anos do vôo TAP, Recife-Lisboa-Recife. Durante todo mês de abril, neste trajeto, serão servidos vinhos da Maria Izabel. Se você for voar por esta companhia aérea, vai passar bem!

- Outra vinícola do Douro que ganhou alto destaque na recente Prova da Revista de Vinhos foi a Quinta do Crasto. Entre os três mais pontuados, o Quinta do Crasto Reserva Vinhas Velhas, que pode ser encontrado na Casa dos Frios.

- Permanecendo na “terrinha”, até o dia 17/04 a cadeia Pão de Açúcar promove o Festival do Vinho Verde, oferecendo 18 rótulos de seis produtores desta região, a noroeste de Portugal. Reporta-se à boa harmonização deste tipo de vinho com o bacalhau, comida típica da páscoa, que se avizinha.

- Dois recentes concursos de vinhos na Europa, um na Grécia, com três rótulos de espumantes, e outro na França, com oito espumantes, dois tintos e um branco, conferiram medalhas de ouro e de prata a produtos gaúchos. Também no Guia Descorchados, publicado no Chile, brilharam os espumantes da Famiglia Valduga, com destaque para o 130. Comprovando o que sempre ressalto aqui: o borbulhante brasileiro tem qualidade! Restando dizer que a safra 2017 prenuncia-se muito boa. Assim que sair, faça então um bom estoque.

Viu, amigo? Como eu disse antes, aqui só tem coisa gostosa e notícia pra cima. Mas se você é masoquista, ligue a TV e veja o noticiário político-econômico do Brasil. Porque eu vou ficar com meu tim, tim, brinde à vida.

 

veja também

comentários

comece o dia bem informado: