Joaquim de Paula ressalta a importância da percepção sonora na infância
Joaquim de Paula ressalta a importância da percepção sonora na infânciaFoto: Caixa Cultural/Divulgação

É uma unanimidade entre especialistas que o hábito da leitura ajuda meninos e meninas a desenvolverem a criatividade, a imaginação e a comunicação verbal. No entanto, paira sobre a cabeça dos pais a pergunta: como fazer meu filho gostar de ler? Neste domingo (16), um projeto de vivência artística promete “dar uma forcinha” aos adultos, ajudando a despertar o interesse pelo universo das palavras através do contato entre eles e as crianças. A oficina-espetáculo “Cantando histórias para ler o mundo” ocorre na Caixa Cultural Recife, das 14h às 16h, com Joaquim de Paula, artista e pesquisador mineiro radicado no Rio de Janeiro.

A atividade parte do princípio de contar histórias. Joaquim criou um enredo baseado em material de domínio público do folclore brasileiro, promovendo interação por meio de ilustrações, jogos de músicas e criação textual. “A partir de uma história narrada com a ajuda de uma sanfona, os participantes são convidados a construir uma casa, que eu chamo de Morada das Histórias. Cada um vai colando nessa casa suas ideias, seja através de desenhos ou de textos. No final, observamos tudo o que foi colado lá e criamos, juntos, uma música”, explica.
A percepção sonora é a principal ferramenta utilizada pelo pesquisador para conquistar os novos leitores. “A audição é o primeiro sentido que o ser humano desenvolve. Ainda na barriga da mãe, o bebê já escuta os sons que vem de fora. Por isso, é tão importante que, antes de conhecer as palavras, as crianças conheçam a sonoridade que elas têm”, afirma.
O projeto conta ainda com outros dois momentos. O primeiro, que termina hoje, é voltado para alunos do ensino fundamental. O segundo ocorre amanhã, com participação de profissionais das áreas de educação, arte, psicologia e assistência social.

 O terceiro momento, realizado no domingo, é centrada na interação entre pais e filhos, evocando a importância do papel do adulto no processo infantil de aprender brincando​.
De acordo com Joaquim, o envolvimento emocional é uma das chaves para estimular o gosto pela leitura nos pequenos. “Os pais transmitem uma base para os filhos crescerem.

 São eles o principal exemplo. Quando a criança vê os pais lendo, elas criam uma imagem positiva sobre esse hábito. Além disso, ler com os filhos e contar histórias cria uma relação de afetividade, tornando a leitura mais prazerosa”, defende o pesquisador.

 

veja também

comentários

comece o dia bem informado: