Carol Botelho
Carol BotelhoFoto: Cortesia

Ainda não será possível ver concluídas todas as obras de arte pensadas para a Usina de Arte, nas terras do antigo Engenho Santa Terezinha, distrito de Água Preta, na Zona da Mata Sul do Estado. O espaço inédito e necessário vem sendo pensado para abrigar obras de arte de grande porte ao ar livre, nos moldes do Instituto Inhotim, em Minas Gerais. Mas espera-se que no início do próximo ano já seja possível conferir as primeiras produções. O artista Paulo Meira fará a “Rádio Catimbó”, utilizando a questão da performance radiofônica. Além da rádio em si, várias orelhas de cobre vão compor a instalação interna do espaço físico. Já o artista Márcio Almeida criará o “Eremitério Tropical #1”, uma espécie de labirinto feito de paredes de alvenaria criadas não com tijolos de barro, mas de secreção vaginal de ninfas originárias de cigarras saídas de túneis dos morros do engenho. Nesse lugar realista e fantástico reservado à reflexão, talvez seja possível sentir a ficcional presença do eremita que pregava a desobediência civil. Marcelo Silveira, por sua vez, reproduzirá em tamanho real o pátio interno da casa grande do engenho, sem portas, janelas, grades, nem mobiliário, e com iluminação natural. “A ideia é transformar uma área privada em pública”, explica o artista. O projeto tem como ponto alto o Festival Arte na Usina, que começa amanhã, como já havíamos noticiado em matéria nesta Folha de Pernambuco, semana passada.

Espera-se que no início do próximo ano já seja possível conferir as primeiras produções

Catálogo > Será lançado hoje, a partir das 18h, na galeria Amparo 60, no Pina, o catálogo da exposição “3 Cidades”, do artista José Paulo, que será distribuído gratuitamente. Durante 2015, José Paulo viajou por três municípios do Interior do Estado (Belo Jardim, Petrolina e Garanhuns) e fez uma mostra em cada uma delas.

 

veja também

comentários

colabore com a folha

comece o dia bem informado: