Foram encontrados 22 resultados para "Economia":

A Comissão de Assuntos Sociais do Senado Federal (CAS) vai encaminhar, para o Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG), um pedido de autorização para o preenchimento de 697 vagas, por meio de concurso público para a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). O anúncio foi feito nesta quarta-feira (20 de março).

A última seleção da agência ocorreu em 2013, quando foram oferecidas 314 vagas. A distribuição das oportunidades pelos respectivos cargos depende da autorização do MPOG.

Seleção oferece 1.300 vagas para curso de 17 semanas
Seleção oferece 1.300 vagas para curso de 17 semanasFoto: Marinha/Divulgação

Quem ainda não finalizou a inscrição do concurso da Marinha para admissão ao Curso de Formação de Soldados Fuzileiros Navais (C-FSD-FN) para as turmas I e II de 2018 precisa correr. O prazo de inscrição termina nesta quinta-feira (30).

A seleção oferece 1.300 vagas destinadas a homens com idade entre 18 e 21 anos (em 1º de janeiro de 2018) com ensino médio completo. De acordo com o edital do concurso da Marinha para fuzileiro naval, as chances no CIAMPA são destinadas, preferencialmente, a concorrentes das regiões Sul e Sudeste, enquanto as do CIAB para candidatos do Centro-Oeste, Norte e Nordeste. Curso terá duração de 17 semanas e será ministrado no Rio de Janeiro e em Brasília.

Corra que ainda há tempo. Acesse o link: https://www.inscricao.marinha.mil.br/marinhafn/form_inscricao.jsp?id_processo=53


A Universidade Federal da Paraíba (UFPB) abriu concurso com oferta de 11 vagas para contratação temporária de professores substitutos que poderão trabalhar em João Pessoa, Areia e Rio Tinto.

Os candidatos terão que ter curso superior e, em alguns casos, mestrado, para as áreas de matemática, língua francesa, política social, teoria econômica, fundamentos em terapia ocupacional/saúde funcional, biotecnologia de alimentos, relações públicas, radialismo, fotografia, diagnóstico por imagem e semiologia veterinária e organização do trabalho pedagógico, com uma vaga para cada especialidade. Os salários vão de R$ 2.236,29 (graduação) a 3.305,07 (doutorado).

As inscrições custam R$ 50 e serão recebidas presencialmente nas unidades de origem de cada vaga ou via postal. Os prazos variam conforme o cargo pretendido, encerrando-se entre 31 de março e 15 de abril. Os contratos terão duração de até um ano, com possibilidade de renovação.

O Conselho Regional de Educação Física da 5ª Região (CREF 5) lançou edital de concurso público com vagas para nível médio (Agente Administrativo) e superior (Agente Fiscal). Este é o primeiro concurso do órgão desde 2011.

Além dos salários, os convocados terão direito a vale-transporte, vale-alimentação e plano de saúde.

Inscrições
O período de inscrições será de 5 de abril a 8 de maio, através do site www.idecan.org.br. A taxa é de R$ 50 para Agente Administrativo e R$ 60 para Agente Fiscal.

Provas
As provas estão previstas para 28 de maio, em Fortaleza (CE). Das 9h às 13h, para os candidatos a Agente Administrativo; e das 14h30 às 18h30, para os candidatos a Agente Fiscal. Será seguido o horário oficial de Brasília.

Informações:
0800-033-2810
atendimento@idecan.org.br
www.idecan.org.br

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) confirmou, por meio de publicação em diário oficial, nesta quinta-feira, 30 de março, que a organizadora vencedora de licitação para o concurso público anunciado será a Fundação Getúlio Vargas (FGV). O objetivo é o preenchimento de 26.440 vagas temporárias em seleção autorizada pelo Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG) no último dia 17 de março.

Com isto, a expectativa é de que o edital de abertura de inscrições seja publicado já no decorrer da próxima semana.

Do total de oportunidades, 19.013 são para o cargo de recenseador, que pede apenas ensino fundamental, 7.161 para cargos de ensino médio e 266 para nível superior.

As remunerações para as vagas, que vão de exigência de ensino fundamental a nível superior, vão de R$ 3 mil a até R$ 7.624. Fique de olho nas próximas datas!

Professores indígenas e seus líderes enviaram ao Governo do Estado um documento com alternativas para viabilizar o reconhecimento da categoria e a abertura do concurso
Professores indígenas e seus líderes enviaram ao Governo do Estado um documento com alternativas para viabilizar o reconhecimento da categoria e a abertura do concursoFoto: Úrsula /Arquivo Folha

Esta quarta-feira (29) foi o último dia do Seminário Sobre Categoria e Concurso para Professor Indígena, que aconteceu desde a última segunda-feira (27) na cidade de Pesqueira, Agreste do Estado. O evento reuniu representantes das 12 etnias indígenas de Pernambuco, representantes da Secretaria Estadual de Educação (SEE), do Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Pernambuco (Sintepe), da Procuradoria Geral do Estado (PGE), da Secretaria de Administração de Pernambuco (SAD) e da Fundação Nacional do Índio (Funai).

O Seminário discute a categoria e a criação de um concurso público para professor indígena. Ao final do evento, as dezenas de professores indígenas presentes, acompanhadas de seus líderes, enviaram ao Governo do Estado um documento em que apresentam alternativas que possam viabilizar o reconhecimento da categoria e a abertura do concurso. “Nós, agora, enquanto governo, vamos montar uma comissão de entendimento constitucional e discutir todos os pontos deste documento a partir do mês de abril”, acrescentou Caetano Bezerra, superintendente de Política Educacional Indígena da SEE.

Segundo Caetano, Pernambuco pode se tornar o segundo estado brasileiro a criar concurso para professor indígena. “O seminário foi muito bom, muito proveitoso para a questão de reconhecimento do trabalho desses professores. Demos um passo importante na valorização da nossa educação e podemos, sim, reconhece-los assim como Roraima fez”, disse.

Ainda de acordo com o superintendente, a rede estadual de ensino de Pernambuco é a única que atende a educação indígena desde o ensino infantil ao ensino médio. Ao todo, 1.222 professores indígenas lecionam nas 142 escolas indígenas da rede estadual.

Modelos de provas e gabaritos já podem ser vistos no site da organizadora
Modelos de provas e gabaritos já podem ser vistos no site da organizadoraFoto: EBC/Arquivo

O gabarito preliminar das provas do concurso do Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE-PE) foi divulgado nesta terça-feira (21) à noite, pelo site da organizadora, Cespe/Cebraspe (www.cespe.unb.br).

A aplicação da prova objetiva ocorreu no último domingo (19). Mais de 50 mil pessoas participaram. Quatro vagas serão preenchidas imediatamente. Os outros aprovados formarão cadastro reserva para os cargos de Técnico Judiciário e Analista Judiciário, de níveis médio e superior, respectivamente.

O prazo recursal contra as respostas ficará aberto das 9h do dia 22 de março, até as 18h do dia 23, através do preenchimento do formulário disponibilizado no site da organizadora.

Concurso visa o preenchimento de quatro vagas imediatas e formação de cadastro reserva
Concurso visa o preenchimento de quatro vagas imediatas e formação de cadastro reservaFoto: FolhaPE/Arquivo

O gabarito preliminar das provas do concurso do Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE-PE), aberto em 2016, será divulgado nesta terça-feira (21), a partir das 19 horas, pelo site da organizadora, Cespe/Cebraspe (www.cespe.unb.br).

A aplicação da prova objetiva ocorreu no último domingo (19). O concurso visa o preenchimento de quatro vagas imediatas e formação de cadastro reserva para os cargos de Técnico Judiciário e Analista Judiciário, de níveis médio e superior, respectivamente. Mais de 50 mil pessoas realizaram as avaliações.

O prazo recursal contra as respostas ficará aberto das 9h do dia 22 de março, até as 18h do dia 23, através do preenchimento do formulário disponibilizado no site da organizadora.

Cargos são de assistente administrativo, fiscal de fisioterapia e fiscal de terapia ocupacional
Cargos são de assistente administrativo, fiscal de fisioterapia e fiscal de terapia ocupacionalFoto: Divulgação

O Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional da 1ª Região (CREFITO-1) anunciou a abertura de concurso público para a autarquia. O certame foi anunciado através do Diário Oficial da União. As inscrições serão aceitas até o dia 8 de abril e custam de R$ 60 (nível médio) a R$ 80 (nível superior).

Os aprovados atuarão nos cargos de Assistente Administrativo, Fiscal de Fisioterapia e Fiscal de Terapia Ocupacional em Pernambuco, Paraíba, Rio Grande do Norte e Alagoas. Os salários iniciais vão de R$ 1.479,95 a R$ 4.438,35.

A prova objetiva está prevista para 4 de junho, e deverá ter 40 questões de múltipla escolha, sendo 10 de português, cinco de informática, cinco de matemática e 20 de noções de administração, conhecimentos específicos e legislação. Apenas os cargos de nível superior responderão a questão discursiva, que será apresentada na forma de problemas e/ou casos práticos.

A ficha de cadastro está disponível no endereço eletrônico do Instituto de Seleção (www.institutodeselecao.org.br).

Município terá que suspender imediatamente todos os processos seletivos simplificados em curso
Município terá que suspender imediatamente todos os processos seletivos simplificados em cursoFoto: Reprodução/Internet

O Ministério Público de Pernambuco (MPPE) recomendou ao prefeito de Itaquitinga, Geovani Melo Filho, a homologação, no prazo de 30 dias, do resultado do no concurso público do município - aberto pelo Edital nº 001/2016 - que teve a lista de aprovados publicada em julho de 2016 e foi suspenso em janeiro deste ano. Em 30 dias após a homologação, o gestor deverá nomear e empossar os candidatos aprovados para os cargos em que existirem contratados temporários, além de rescindir os contratos temporários de pessoal para todos os cargos para os quais foram disponibilizadas vagas no concurso público.

Segundo texto publicado no Diário Oficial do Estado desta quinta-feira (16), o MPPE ainda recomendou que Geovani Melo Filho cumpra a decisão judicial obtida em 29 de julho de 2015, por meio da qual a Vara Única de Itaquitinga determinou ao município que suspenda imediatamente todos os processos seletivos simplificados em curso, abstenha-se de realizar contratações temporárias para cargos de natureza permanente e não renove os contratos temporários firmados até a data da decisão.

Isso porque a realização de contratações temporárias em detrimento da homologação do concurso público, com a consequente nomeação dos aprovados, fere a Constituição Federal e configura ato de improbidade administrativa.

comece o dia bem informado: