Modelo italiano tem uma grade frontal com duas entradas de ar que ajudam na aerodinâmica. Na traseira, as lanternas redondas fazem parte da linha lateral alargada.
Modelo italiano tem uma grade frontal com duas entradas de ar que ajudam na aerodinâmica. Na traseira, as lanternas redondas fazem parte da linha lateral alargada.Foto: Divulgação

 

Você já deve ter sonhado em comprar ou até mesmo ganhar uma Ferrari e ter se imaginado dirigindo o possante com todas as pessoas na calçada e nos outros carros normais o olhando. Porém uma coisa que quase nunca se pensa na hora de adquirir um veículo é o preço do Imposto sobre Propriedade de Veículo Automotor (IPVA), e no caso da Ferrari FF 2016, o tributo é o mais caro em Pernambuco: R$ 131.906,88.

Esse foi o valor mais alto encontrado na lista disponível no site do Departamento Estadual de Trânsito (Detran), que conta com o valor do IPVA de todos os modelos registrados no órgão. Ao todo, são 2.429.237 unidades que compõem a frota, dos quais, 1.040.905 são automóveis e 1.044.765 são motos.
Mas voltemos ao sonho. Ainda em 2016, a Ferrari FF foi reestilizada e passou a se chamar GTC4Lusso. O modelo de quatro lugares estreou em fevereiro no Salão de Genebra, na Suíça, e tem o mesmo motor V12 6.2, porém com 690 cavalos a 8 mil rotações por minuto (rpm).

A velocidade máxima é 335 quilômetros por hora, e a marca de 100 km/h pode ser atingida em 3,4 segundos. O carro conta com o sistema de tração 4RM Evo, que é integrado com a roda traseira e entrega uma tração nas quatro rodas e incorpora o diferencial eletrônico (E-Diff) e os amortecedores SCM-E. O objetivo é permitir que o motorista conduza sem esforço mesmo em estradas cobertas de neve, molhadas ou de baixa aderência.

A alma esportiva é sublinhada pelas formas e estilo da traseira, onde a curva do teto foi rebaixada. As luzes traseiras em formato redondo adornam a tampa da mala e fazem parte das linhas laterais que enfatizam ombros musculares sobre as rodas, alargando o carro horizontalmente. Os canos de escape trabalham visualmente para dar uma sensação de poder imponente para a retaguarda. Na frente, a grade dianteira conta entradas de ar integradas, ajudando na aerodinâmica.

No interior, o carro tem bancos que envolvem os ocupantes com o objetivo de promover uma experiência semelhante à do motorista. O console central conta com uma tela de alta definição de 10,25 polegadas com tecnologia touch. O volante é compacto graças a um airbag menor, e os comandos integrados são ergonómicos, com o objetivo de proporcionar uma experiência de condução ainda mais desportiva.

 

veja também

comentários

comece o dia bem informado: