Potente, o Jeep Compass Trailhawk não deixa a desejar quando se fala de motor. O SUV ainda carrega itens tecnológicos, câmbio automático e uma das direções mais leves da categoria
Potente, o Jeep Compass Trailhawk não deixa a desejar quando se fala de motor. O SUV ainda carrega itens tecnológicos, câmbio automático e uma das direções mais leves da categoriaFoto: Divulgação

 

Desempenho, conforto e tecnologia. Pode parecer muito pedir tudo isso de um utilitário nacional, mas o Compass Trailhawk não peca em nenhum desses quesitos. Equipado com motor 2.0 turbodiesel e tração nas quatro rodas, o SUV da Jeep tem força de sobra e não requer esforço para chegar a altas velocidades. Afinal, deixa o motorista bem acomodado no seu amplo espaço interno e oferece uma gama de dispositivos tecnológicos que tornam ainda mais fácil a condução.

Versão mais sofisticada do Compass, a Trailhawk mostra seu conforto até de longe. Afinal, até a chave do modelo é eletrônica. O motorista pode, portanto, entrar e até dar partida no veículo sem tirar a chave do bolso. Ele também não perde tempo para acionar o freio de mão ou regular o banco, já que esses comandos também são automáticos. E, assim como os passageiros, não corre o risco de se sentir apertado nos espaçosos e confortáveis bancos de couro do automóvel.

Com o SUV da Jeep dá para ficar tranquilo até na hora de dirigir. Afinal, o veículo tem câmbio automático e uma das direções mais leves da categoria. Com sensores nos retrovisores, o modelo ainda conta com um sistema que alerta para a presença de outros automóveis ou de obstáculos nos pontos cegos do motorista, o que ajuda, entre outras coisas, a trocar de faixa e a evitar acidentes com os motociclistas que teimam em costurar por entre os carros. Não bastasse isso, dá para conferir até a calibragem do pneu no computador de bordo.

Se não peca em termos de conforto e tecnologia, o Compass Trailhawk também não deixa a desejar quando se fala de motor. Afinal, é ainda mais potente que o Renegade e não tarda a mostrar a sua disposição. Com seus 170 cavalos e 35,7 kgfm de torque, apresenta respostas e evoluções rápidas, tanto que, segundo a Jeep, atinge 100 km/h em apenas 10 segundos.

Quando testado pela reportagem, o carro mostrou que realmente não demora para alcançar e manter a velocidade desejada. E mostrou boa estabilidade até nas curvas mais fechadas. Apesar de normalmente ser mais ruidoso por conta do diesel, o motor não falou tão alto a ponto de incomodar os passageiros mesmo nos momentos de aceleração.

É, portanto, um carro ideal para quem quer força e conforto para encarar o trânsito das cidades e ainda viajar no final de semana. Afinal, para a família oferece um porta-malas de 388 litros e para os motoristas mais aventureiros, tração 4x4.

O Compass só poderia ter uma suspensão mais estável e um consumo melhor nas ruas do Recife. É que, mesmo movido a diesel, só fez 7,5 quilômetros por litro nos dez dias em que esteve sob o comando da Folha de Pernambuco.

 

veja também

comentários

colabore com a folha

comece o dia bem informado: