Com gol anulado por tecnologia, Portugal e México ficam no empate
Com gol anulado por tecnologia, Portugal e México ficam no empateFoto: Yuri Cortez/ AFP

Portugal e México empataram em 2 a 2, neste domingo (18), pelo fechamento da primeira rodada do Grupo A da Copa das Confederações, disputada na Rússia, em partida com decisão importante do árbitro de vídeo, utilizada pela primeira vez num grande torneio internacional entre países.

Ricardo Quaresma abriu o placar aos 34 minutos do primeiro tempo, mas "Chicharito" Hernández conseguiu o empate, aos 42. No segundo tempo, Cédric recolocou os portugueses na frente, aos 40 minutos, mas Héctor Moreno empatou, aos 46.

Antes da partida começar, as duas seleções celebraram um minuto de silêncio em homenagem às 62 pessoas mortas no incêndio que atingiu o centro de Portugal, na região de Leira.

Depois do apito inicial, foi o México que começou a dominar a partida e buscar as primeiras jogadas de ataque. Mas foi Portugal que chegou com perigo pela primeira vez.

- VAR anula gol -
Cristiano Ronaldo carimbou a trave em chute de fora da área, aos 20 minutos. Na sequência da jogada, Nani arriscou, Pepe tentou desviar e a bola balançou as redes. O gol foi muito comemorado, mas o árbitro Néstor Pitana consultou a vídeo-arbitragem (VAR) e anulou o lance por impedimento.

A consulta ao VAR demorou apromixadamente 45 segundos, tempo excedente aos 20 segundos recomendados pela Fifa. No entanto, os portugueses não contestaram a decisão e a partida continuou normalmente, agora com Portugal dominando as ofensivas.

Depois de furada espetacular de Carlos Salcedo, CR7 puxou contra-ataque totalmente livre e ficou cara a cara com Ochoa. O craque se enrolou com a bola e perdeu o tempo do chute, mas se reencontrou ao chamar a marcação e tocar para Ricardo Quaresma sozinho no outro lado da área. O camisa 20 limpou o goleiro e tocou para abrir o placar, aos 34 minutos do primeiro tempo.

O gol acordou o México, que chegou duas vezes de cabeça com Chicharito Hernández. Na primeira, o atacante parou nas mãos de Rui Patricio, na segunda Vela encontrou o atacante dentro da área e dessa vez ele não perdoou, empatando aos 42 minutos.

- Roteiro se repete -
O final intenso da primeira etapa indicava que o tempo complementar seria aberto, com os dois times buscando a vitória a todo custo. No entanto, assim como no primeiro tempo, a volta do intervalo começou com os times mais lentos e trocando passes sem ímpeto ofensivo.

A primeira jogada de perigo só veio aos 39 minutos, com André Silva colocando Ochoa para buscar uma cabeçada no cantinho direito. No lance seguinte, Gelson apareceu pelo lado direto e cruzou para trás. A bola sobrou para Cédric, que bateu firme, contou com desvio e colocou Portugal outra vez na frente, aos 41.

O trio de arbitragem VAR confirmou o gol em um minuto e dez segundos.

Com o roteiro parecido com o da primeira etapa, a partida melhorou nos minutos finais. Portugal teve a chance de matar o jogo com Gelson, mas aos 46 minutos, depois de cobrança de escanteio, Héctor Moreno subiu mais alto e cabeceou para empatar o jogo.

Na próxima rodada, Portugal vai enfrentar a Rússia em Moscou, enquanto o México encara a Nova Zelândia em Sochi. As duas partidas serão realizadas na quarta-feira (21).

Os anfitriões lideram o grupo A com três pontos, seguidos de Portugal e México, com 1 ponto. A Nova Zelândia é a lanterna sem nenhum ponto.

veja também

comentários

comece o dia bem informado: