Tiago Costa é forte candidato a integrar possível “pacote” de mudanças do comandante
Tiago Costa é forte candidato a integrar possível “pacote” de mudanças do comandanteFoto: Anderson Stevens/arquivo folha

A insatisfação do técnico Vinícius Eutrópio com a derrota do Santa Cruz para o Náutico, por 1x0, no último domingo, na Arena Pernambuco, o motivou a ameaçar mudanças na equipe titular tricolor. “Se a gente sentir que precisa mudar, nós vamos fazer, sem problema algum”, disse o comandante. De fato, o futebol apresentado pelos corais justifica tamanha revolta, pois peças destoaram na partida. Vale lembrar que Eutrópio não deu pistas sobre os nomes que podem ser trocados. Mas é possível apontar futuras alterações para o restante deste primeiro semestre. 

O Santa Cruz atua no esquema 4-3-3, com dois volantes e apenas um homem de criação, no meio de campo, além de dois ponteiros no ataque e um centroavante. Apesar de prometer mudanças, Vinícius Eutrópio costuma trabalhar a mesma formação tanto com titulares quanto com os reservas. Este fato, então, garante que o esquema não deve ser alterado. Da equipe que entrou em campo contra o Náutico, é possível observar dúvidas em quatro posições.
Vinícius Eutrópio não divulgou a escalação antes do Clássico das Emoções. Havia algumas dúvidas. Na defesa, duas. A dupla de zaga foi formada por Jaime e Anderson Salles, mas existia a possibilidade de Bruno Silva ser acionado. Já nas laterais, enquanto na direita Vítor parece ser o dono da posição, na esquerda Roberto e Tiago Costa brigam pela posição. O primeiro acabou sendo o titular, mas os elogios ao reserva após a partida contra o Salgueiro o colocam em vantagem no momento. Vale lembrar que Tiago Costa voltou a atuar após uma lesão que o afastou dos gramados por mais de seis meses.

O meio de campo tricolor pode ser considerado o setor em que o técnico Eutrópio tem menos dúvidas. Diante dos alvirrubros, o volante uruguaio Federico Gino fez a segunda partida como titular. Na primeira, contra o Salgueiro, quando os reservas foram acionados, atuou os 90 minutos. Em ambos os jogos, o seu futebol agradou. Gino e Léo Costa devem permanecer formando o tridente de meio coral.

No setor de ataque do Santa Cruz, as principais dúvidas estão concentradas na dupla de pontas. Contra o Náutico, Everton Santos e Thomás foram os titulares. Os atletas não agradaram, no entanto. Lutam por uma vaga André Luís e William Barbio. Jogadores que também não tem desempenhado o melhor futebol quando acionados. O primeiro, inclusive, é um dos únicos do setor que ainda não anotou gols na temporada. O outro é Facundo Parra, que estreou apenas contra o Náutico. No quesito centroavante, a lua de mel com o artilheiro Pitbull parece permanecer intacta com a torcida. 

veja também

comentários

colabore com a folha

comece o dia bem informado: