Goleiro diz que “fase de testes” passou e time precisa embalar
Goleiro diz que “fase de testes” passou e time precisa embalarFoto: Anderson Stevens

 

O Santa Cruz tem alternado momentos de altos e baixos neste início de temporada. As duas competições em que está envolvido, a Copa do Nordeste e o Campeonato Pernambucano, estão chegando em suas respectivas retas decisivas, com a aproximação das fases de mata-mata. Ou seja, decisões aguardam os corais, e o equilíbrio se faz necessário.

Um dos lideres do atual elenco tricolor, o goleiro Julio Cesar fez questão de alertar para a necessidade de diminuição dos erros cometidos até aqui. “Não tem mais margem para erro. A partir de agora vai ser tudo ou nada.”

Em 11 jogos oficiais, o Santa Cruz acumulou cinco vitórias, quatro empates e duas derrotas. Números suficientes para o encaminhamento das classificações no Nordestão e no Pernambucano. Apenas uma partida separa a equipe da fase mata-mata do regional.

Ela será protagonizada na próxima quarta-feira, contra o Campinense, no Arruda. Uma vitória se faz necessária caso a equipe queira terminar a primeira fase na liderança do Grupo A. Já o Estadual necessitará de mais quatro jogos até as semifinais.
“O nosso time se formou agora, e acredito que seja normal ter essa oscilação. A gente alternou bastante, com bons e maus jogos. Mas, a partir deste momento, não podemos cometer os mesmos erros de antes. Já se foi o tempo de teste, de conseguir o nosso entrosamento. Não tem mais espaço para isso”, disse o goleiro tricolor, que ao lado do lateral Vítor, atuou em todos os jogos do Santa Cruz na temporada.

Apesar do grito de alerta, Júlio César vê evolução na equipe. “O time está no caminho certo. Acho que o nosso time já mostrou que em momentos de adversidade consegue se superar. Foi assim contra o Salgueiro, contra o Sport e contra Central”, afirmou o arqueiro, que até consegue apontar onde as falhas precisarão ser corrigidas. “Tem que ter um padrão. Quando joga mata-mata muito mal e toma dois ou três gols, dificilmente você consegue reverter essa desvantagem. Vai ter que ser um time bem no setor defensivo e que mate jogo quando puder, na frente”, completou.

No treino de ontem, algumas das alterações prometidas após a derrota para o Náutico foram promovidas pelo técnico Vinícius Eutrópio. O lateral-esquerdo Tiago Costa e o volante Elicarlos foram acionados nas vagas de Roberto e Federico Gino, respectivamente. Caso as alterações sejam confirmadas para o jogo contra o Central, sábado, no estádio do Arruda, pelo Campeonato Pernambucano, Elicarlos pode retornar após quatro partidas sem atuar devido à lesão na coxa direita. Já Tiago Costa participou de apenas um jogo no ano. Foi na partida contra o Salgueiro, no Cornélio de Barros.
Essas duas mudanças não foram as únicas promovidas no trabalho de ontem. Uma espécie de dança das cadeiras foi promovida entre os centroavantes da equipe. Durante a movimentação, o centroavante Halef Pitbull chegou a sair para ceder a posição para o argentino Facundo Parra e depois para Júlio Sheik.

 

veja também

comentários

colabore com a folha

comece o dia bem informado: