Diego Souza comemora gol
Diego Souza comemora golFoto: Anderson Stevens/Folha de Pernambuco

Foi sem emoção, praticamente sem público - pouco mais de dois mil espectadores -, e com apenas um golzinho. Na segunda e decisiva partida da Terceira Fase da Copa do Brasil, o Sport voltou a bater o Boavista/RJ, desta vez por 1x0 e na Ilha do Retiro, nesta quarta-feira (15). Com o resultado, o Leão carimbou o passaporte à etapa seguinte da competição, embolsando uma cota de cerca de R$ 900 mil.

O adversário leonino será conhecido em sorteio a ser realizado nesta sexta-feira (17), às 14h30, na sede da CBF. De antemão, os pernambucanos já sabem que entrarão em campos nos dias 12 e 19 de abril, com o sorteio definindo, além do oponente, os mandos de campo também.

Quanto ao jogo, a excelente vantagem construída no 3x0 aplicados no Rio de Janeiro serviu como um sonífero para o Sport, que conseguia controlar as ações, ter posse de bola, mas não parecia muito interessado em chegar ao gol. Para piorar, o Boavista, que veio sem sete titulares, também se mostrava satisfeito com o 0x0, chegando a utilizar uma inimaginável catimba para um time no prejuízo.

Tamanha era a falta de interesse que as duas primeiras chances do Leão vieram de confusões na entrada da área. Na primeira, aos 12 minutos, André aproveitou bobeira da zaga e bateu para a boa defesa de Rafael. Cinco minutos depois, a zaga rebateu mal e Rogério mandou uma linda sapatada que parou no travessão.

Com pouca movimentação, o Boavista apenas se defendia e pouco se arriscava no ataque. Quando o jogo atingia o seu estado mais gélido, Diego Souza aproveitou novo corte errado da zaga e mandou uma bomba cruzada, abrindo placar e acordando a Ilha do Retiro. Ainda deu tempo de André perder chance clara após linda jogada de Rogério.

Na segunda etapa, sem alterações na escalação, o Sport parece ter voltado com outra atitude. Com apenas dois minutos André perdeu outra boa chance de ampliar. Mesmo sem fazer muito esforço, os leoninos chegavam perto do gol. Aos 14, Leandro Pereira arriscou de fora e a bola passou raspando a trave, rasteira. Aos 19, o Verdão do Bacaxá teve a sua melhor, em cabeçada na pequena área, mas Magrão mostrou que ainda está em forma. Nem mesmo todas as três alterações feitas por Daniel Paulista antes do 30 minutos do segundo tempo conseguiram chacoalhar o Sport e o placar ficou inalterado na etapa final.

Ficha do jogo

Sport 1

Magrão; Samuel Xavier, Ronaldo Alves, Durval e Mena; Ronaldo, Rodrigo e Diego Souza; Rogério (Fábio), André (Paulo Henrique) e Leandro Pereira (Everton Felipe). Técnico: Daniel Paulista.
Boavista/RJ 0
Rafael; Léo Cunha, Lucas Rocha, Renato Silva (Gustavo) e Pedro Botelho; Júlio César, Felipe Gomes, Tiaguinho (Vitor Faísca) e Mateus Paraná (Robert); Tiago Amaral e Leandrão; Técnico: Joel Santana.
Local: Ilha do Retiro (Recife).
Árbitro: Edmar Campos Encarnaçao (AM).
Assistentes: Marcos Santos Vieira e Alexsandro Lira de Alexandre (ambos do AM). Gol: Diego Souza (aos 31 do 1ºT)
Cartões amarelos: Leandro Pereira e Ronaldo Alves (Sport). Tiaguinho (Boavista). Público: 2.014.
Renda: R$ 29.560,00.

Diego Souza comemora gol
Diego Souza comemora golFoto: Anderson Stevens/Folha de Pernambuco
Rubro-negros comemoram gol
Rubro-negros comemoram golFoto: Anderson Stevens/Folha de Pernambuco
Sport x Boavista
Sport x BoavistaFoto: Anderson Stevens/Folha de Pernambuco
Sport x Boavista
Sport x BoavistaFoto: Anderson Stevens/Folha de Pernambuco
Daniel Paulista
Daniel PaulistaFoto: Anderson Stevens/Folha de Pernambuco

veja também

comentários

comece o dia bem informado: