Fabrício
FabrícioFoto: Anderson Stevens/Folha de Pernambuco

A maratona de jogos cobrou um preço caro na Praça da Bandeira. Aliás, antes mesmo de receber os "boletos", o Sport resolveu seguir a máxima de que é melhor prevenir do que remediar e vai poupar quatro atletas para a decisão contra o Joinville nesta quarta-feira (19), às 21h45, na Arena Joinville, em Santa Catarina.

No jogo de ida, na quarta-feira da semana passada, os pernambucanos bateram os catarinenses por 2x1, na Ilha do Retiro. Com esta vantagem, os leoninos jogam por qualquer empate para se classificar às oitavas de final da Copa do Brasil. Como na disputa há o chamado "gol qualificado", marcado fora de casa, uma vitória simples garante a classificação do JEC, que anotou um tento na casa do adversário. Caso devolva o placar de 2x1, a decisão sairá nos pênaltis. Derrotas por 3x2, 4x3, 5x4 favorecem os rubro-negros.

Disputando quatro competições, todas elas em estágio de mata-mata atualmente, o Sport sofre com o desgaste físico. Nessas situações, o Departamento Médico ganha uma função fundamental na escalação, decidindo praticamente quem vai para o jogo ou não, ao lado do treinador. Nesta "junção", os profissionais decidiram pelos vetos de Rithely, Diego Souza, Rogério e André. Eles se juntam ao zagueiro Ronaldo Alves, que já estava fora por conta de uma lesão na coxa esquerda, que já está em fase final de tratamento. No caso do quarteto, há uma diferença, já que eles foram apenas poupados devido ao alto nível de desgaste muscular detectados pelos médicos.

Na vaga do volante, o treinador Ney Franco pode optar por um esquema com três volantes, onde Ronaldo e Fabrício teriam vaga cativa e Neto Moura disputaria com Rodrigo o terceiro posto. Porém, o mais provável é que opte pelos dois primeiros fazendo a proteção, puxando Everton Felipe para atuar como armador centralizado.

No trio ofensivo, Leandro Pereira aberto na direita, Lenis na esquerda e Juninho como homem de referência, mantendo assim um esquema bastante leve para conseguir sair em velocidade nos contra-ataques. "No que a gente treinou devemos esperar um pouco mais para saber usar o contragolpe de uma maneira inteligente. Eles devem vir para cima por conta da desvantagem", analisou Fabrício, garoto de apenas 18 anos e que vem se tornando titular absoluto no meio de campo do Sport.

Provável companheiro no meio de campo, Ronaldo, outro prata-da-casa garante que não há ressentimentos na concorrência por um espaço no meio de campo leonino. "Não tem clima ruim com isso. A disputa será a melhor possível. Do mesmo jeito que eu vinha aproveitando meu momento e me machuquei, ele soube aproveitar o momento dele, foi bem e deu conta do recado. Levo isso numa boa", garantiu Ronaldo.

FICHA DO JOGO


Joinville

Matheus; Caique, Danrlei, Max e Fernandinho; Roberto, Tinga, Breno, Bruno Rodrigues e Alex Ruan; Marlyson. Técnico: Fabinho Santos.

Sport
Magrão, Samuel Xavier, Henriquez, Durval e Mena; Fabrício, Ronaldo e Everton Felipe (Neto Moura); Juninho, Leandro Pereira e Lenis. Técnico: Ney Franco.

Local: Arena Joinville (Santa Catarina). Horário: 21h45. Árbitro: Dewson Fernando Freitas (PA). Assistentes: Helcio Araujo Neves e Jose Ricardo Guimarães Coimbra (ambos do PA). Transmissão: TV Globo e SporTV.

veja também

comentários

comece o dia bem informado: