Um verdadeiro teste de paciência
Um verdadeiro teste de paciênciaFoto: Mano Lee/Folha de Pernambuco

“Sinais vermelhos! Malditos!” Esbravejava Sílvio mentalmente enquanto dirigia sozinho de volta para casa após um dia estressante no trabalho. Estava estafado. Sentia-se massacrado pelos clientes que teve de enfrentar. “A gente perde a saúde por esses contratos e depois pode até perder a família. Mas de hoje ele não me escapa.” Sílvio falava de Heitor, seu filho de 25 anos, mas que estava dando um trabalho como se tivesse ainda na adolescência. Chegou em casa e foi entrando logo passando a real:

- Heitor, de hoje você não me escapa. Vamos ter um papo sério!
- Vamos lá, papai! Desperte o tigre que há em você!
- Heitor, eu não estou de brincadeira! Pare de falar assim!
- Mas eu vivo sem fronteiras...
- Olha aqui, eu vou te levar em um psicólogo ou até psiquiatra, viu? Não é possível! Há um mês você só sabe falar como se estivesse em um comercial de televisão. O que está acontecendo?
- Estou fazendo a sua vida mais doce!
- Heitor, meu filho, olha, sua mãe, se estivesse viva, iria ser até mais paciente com você, mas eu, como pai, preciso ser mais enérgico porque nós só temos um ao outro e...
- Amo muito tudo isso...

O pai continuou, procurando ser mais ameno:

- Você sabe o doutor Freitas? Aquele psicólogo da escola onde você estudava?
- Você conhece? Você confia!
- Falei com o doutor Freitas e ele que conversar com você, sem compromisso, ok?
- Bons momentos pedem um bom café!

E lá foi Heitor na cozinha preparar dois cafés. O pai, ainda pacientemente, esperava na sala para retomar a conversa. Pelo jeito, ia ser longa. Volta Heitor segurando uma bandeja e soltando mais uma:

- O sabor da nova geração!
- Como você faz na faculdade, filho? Fala assim o tempo todo? Como é a sua rotina lá?
- Sou mil e uma utilidades!

Sílvio resolveu adotar outra estratégia. Ia falar também por slogans com o filho. ‘Quem sabe isso não quebraria o encanto?’, pensou ele. Depois de dois dias pesquisando, foi pra pista:

- E aí, filho? Sempre cabe mais um?
- Conhece-te a ti mesmo!

A obsessão de Heitor tinha mudado o alvo.
E lá se foi Sílvio pesquisar sobre Sócrates, Filosofia...

veja também

comentários

colabore com a folha

comece o dia bem informado: