Camilo Simões teria sido vítima de um infarto fulminante
Camilo Simões teria sido vítima de um infarto fulminanteFoto: Clemilson Campos/Folha PE

O secretário de Turismo do Recife, Camilo Simões, 31 anos, faleceu na tarde deste domingo (16). Informações dão conta de que ele foi encontrado morto no apartamento da sogra, onde estava morando temporariamente enquanto o seu apartamento estava sendo reformado.  A suspeita é que tenha sido vítima de um infarto fulminante. 

No próximo 10 de novembro, Camilo faria quatro anos de casado com Rebeca Duque, com quem namorava desde a adolescência. Deixa esposa, que está fora do Recife, e dois filhos.

Amigos próximos afirmaram que no sábado à noite, ele estava conversando num grupo de WhatsApp e da campanha de Geraldo Julio quando parou repentinamente de interagir. Algumas pessoas estranharam, mas acreditaram que ele poderia ter dormido.

A ausência dele na carreata deste domingo deixou a todos em alerta. Um grupo foi ao apartamento em que ele estava. Ao abrirem, na tarde deste domingo, constataram que ele havia falecido.  

Formado em Publicidade e Propaganda, Camilo Simões atuou como executivo de contas em agências de publicidade. Foi chefe de gabinete do deputado estadual Waldermar Borges e coordenador da Juventude na campanha de Geraldo Julio, em 2012. Em janeiro de 2013, incorporou-se à equipe de Felipe Carreras, ocupando a Gerência-Geral de Lazer e Eventos e a Secretaria-Executiva, até assumir a pasta, em abril de 2014.

comece o dia bem informado: