Inaldo Sampaio
Inaldo SampaioFoto: Arthur Mota

O deputado Rogério Rosso (DF), líder do PSD na Câmara Federal, lançou-se ontem candidato à presidência da Casa, por meio de um vídeo postado em seu facebook, momentos após ser recebido em audiência, no Recife, pelo governador de Pernambuco, Paulo Câmara. Rosso é um dos mais simpáticos e comunicativos integrantes do Congresso Nacional e só decidiu entrar na disputa por estar convencido da inelegibilidade do atual presidente, Rodrigo Maia, cuja candidatura à reeleição estaria vedada pelo Regimento Interno e a Constituição Federal, que proíbem a recondução dos membros da mesa diretora. Rosso teria um acerto de cavalheiros com o líder do PTB, Jovair Arantes, mediante o qual um apoiará o outro num eventual 2º turno. Caso Rodrigo Maia seja excluído da disputa, ele pode até ter chance de manter-se no páreo. Mas para isto precisará, pelo menos, de conquistar o apoio dos 38 membros de sua bancada.

No mínimo, a equiparação
Albérisson Carlos, presidente da Associação de Cabos e Soldados da PM, considera “antidemocrático” o artigo da Constituição que veda aos militares o “direito à sindicalização e à greve”. Ele está impedido pela Justiça de transformar sua Associação num Sindicato, mas desde logo avisa a quem interessar possa: a PM não aceitará, em hipótese nenhuma, ganhar menos que a Polícia Civil.

Adeus > Michel Temer viajou ontem para Lisboa, a fim de participar do velório e sepultamento do ex-presidente Mário Soares, em companhia do ex-senador José Sarney e do ministro Gilmar Mendes. Este último, presidente do TSE, atualizou o peemedebista sobre o processo que pede a cassação da chapa Dilma/Temer.

Medo > A reitora da UFRPE, Maria José de Senna, ordenou que fossem retirados os caixas eletrônicos que existem no local temendo que a Universidade seja um dos próximos alvos das explosões.

Presença > Geraldo Júlio (PSB) confirmou sua participação no seminário que o TCE realizará hoje, a partir das 8h30, sobre gestão pública, tendo como público alvo os 184 prefeitos pernambucanos.

Jucepe > Chama-se Taciana Coutinho Bravo, e não Camila, que saiu erroneamente publicado, o nome da nova presidente da Junta Comercial de Pernambuco que substituiu Terezinha Nunes (PSDB).

Revés > Ângelo Ferreira (PSB), novo prefeito de Sertânia, pediu ao Banco do Brasil, uma semana antes de sua posse, que bloqueasse os cheques assinados pelo ex-prefeito Guga Lins (PSDB). Mas a gerência local indeferiu seu pedido porque o mandato do antecessor só se encerraria em 31/12.

Verde > Raquel Lyra (PSDB), nova prefeita de Caruaru, confiou a área de meio ambiente e sustentabilidade de sua gestão ao ex-vereador Diogo Cantarelli, que deverá se inspirar nos dois ex-prefeitos que mais arborizaram a “capital do agreste” nos últimos 70 anos: Celso Galvão e Henrique Pinto.

À luta > Autorizado pelo deputado Ossésio Silva, um dos líderes regionais do PRB, o partido vai concorrer à prefeitura de Ipojuca com chapa própria. O candidato será o empresário Arlindo Capitani, conhecido como “Gaúcho”. Ele já queria concorrer em 2016 mas foi convencido pelo senador Armando Monteiro a apoiar Romero Sales (PTB) em nome da unidade das oposições. Sales ganhou mas não levou porque a Justiça anulou a eleição.

veja também

comentários

colabore com a folha

comece o dia bem informado: