Gilmar Mendes, ministro do STF
Gilmar Mendes, ministro do STFFoto: Antonio Cruz/ Agência Brasil

O ministro Gilmar Mendes, presidente do TSE, marcou para 6 de junho a retomada do julgamento da ação em que o PSDB pede a cassação do registro a chapa Dilma-Temer, que venceu as eleições de 2014. A cobrança para que o julgamento fosse retomado foi feita pelo relator, Herman Benjamin, cujo voto será favorável aos tucanos. O Ministério Público Eleitoral, através do procurador Nicolau Dino, defende a cassação da chapa e a inelegibilidade de Dilma Rousseff por 8 anos, porém é pouco provável que a maioria da Corte acompanhe este parecer. Cassar o presidente Michel Temer no exato momento em que o governo dele começa a acertar o passo na economia seria crime de lesa pátria, sem contar o fato de que um novo presidente da República teria que ser escolhido, indiretamente, pelo Congresso Nacional. O Brasil já sofreu demais com instabilidade e não merece esse presente de grego. Eleições, sim, mas só em 2018.

Armando x Mendonça
Unidos no plano estadual, o senador Armando Monteiro (PTB) e o ministro Mendonça Filho (DEM) podem estender esta aliança para a eleição suplementar de Belo Jardim, cujo prefeito, João Mendonça (PSB), foi cassado pelo TSE. O que se discute é qual dos dois vai indicar o candidato. Já o PSB indicou o vice, Luiz Carlos, porque a ex 1ª dama Isabele Mendonça está inelegível.

Pressa : Ao marcar para 20/6 a data para que os advogados de Luiz Inácio Lula da Silva apresentem suas “alegações finais” no processo do tríplex do Guarujá, o juiz Sérgio Moro dá a entender que quer condenar logo o ex-presidente para se livrar desse “abacaxi”. Se a sentença for confirmada pelo TRF da 4º região (Porto Alegre), Lula ficará inelegível para 2018.

Pressão : Nem todos os deputados pernambucanos que votaram a favor da reforma trabalhista votarão favoravelmente à reforma previdenciária, mas quem aprovou as mudanças na CLT terá seu rosto estampado em outodoors como se fossem traidores da Pátria.

Marcha : Os prefeitos pernambucanos que foram a Brasília participar da XX Marcha em Defesa dos Municípios não irão voltar com as mãos abanando. No mínimo, vão poder parcelar em até 200 meses a dívida que porventura tiverem com o INSS, o que os impedia de receber recursos da União.

Delegacias : É compromisso do governador Paulo Câmara, segundo o deputado Ricardo Costa (PMDB), nomear delegados para todos os municípios pernambucanos até o final deste ano. Hoje, segundo dados do Sinpol (Sindicato dos Policiais Civis), há 80 cidades sem delegado.

Paulistas : Se depender do senador Fernando Bezerra Coelho (PSB), o próximo presidente nacional do PSB será o vice-governador Márcio França (SP) e, da vontade do ministro Bruno Araújo, o candidato a presidente da República pelo PSDB será o prefeito João Dória (SP).

Ceia : Após fechar a programação junina de Caruaru, a prefeita Raquel Lyra (PSDB) vai começar a cuidar, a partir de agora, da tradicional ceia junina do sítio Macambira, de propriedade dos seus familiares. O evento costuma reunir políticos do governo e da oposição.

veja também

comentários

comece o dia bem informado: