Acontece

O magnata americano figurou várias vezes a lista de bilionários da Forbes e representava uma era em que banqueiros importantes trabalhavam lado a lado de políticos
O magnata americano figurou várias vezes a lista de bilionários da Forbes e representava uma era em que banqueiros importantes trabalhavam lado a lado de políticosFoto: Divulgação

O patriarca de uma das famílias americanas mais tradicionais americanas, o bilionário David Rockefeller morreu aos 101 anos, nesta segunda-feira (20), em decorrência de falência cardíaca, enquanto dormia em casa. A fortuna do ex-presidente do Chase Manhattan Corp é estimada em US$ 3,3 bilhões, entre investimentos imobiliários e outros patrimônios.

O magnata americano representava bem uma época em que banqueiros importantes trabalhavam ao lado de políticos de destaque. Em 1979, inclusive, Rockefeller envolveu-se em escândalo internacional: ele e seu amigo Henry Kissinger convenceram o presidente americano da época, Jimmy Carter, a admitir a visita do xá iraniano aos Estados Unidos para o tratamento de um linfoma, o que resultou em 52 americanos mantidos reféns por 444 dias após militantes islâmicos tomarem a embaixada americana em Teerã, em apoio à Revolução Islâmica.

comentários