Castanha
CastanhaFoto: Ed Machado/Folha de Pernambuco

Os dias não estão fáceis. E não é por pouco. Ainda assim, não se pode entregar os pontos e contribuir para a tristeza e a ansiedade que tanto diminuem as defesas do organismo. Sabe como? Indo à cozinha e abrindo a sua despensa! Nela você encontra alguns alimentos capazes de dar aquela mãozinha para o sorriso pintar novamente.

Claro que não existe uma receita milagrosa responsável por virar a chave do bom humor. Mas, sim, alimentos indicados na produção de hormônios que despertam os efeitos de relaxamento. Tudo devidamente combinado com outros hábitos saudáveis. A lista inclui itens que aumentam a produção de quatro neurotransmissores, sendo dopamina, serotonina, endorfina e ocitocina.

“Essas são substâncias químicas produzidas pelos neurônios que auxiliam o cérebro na realização de suas funções, transmitem os impulsos nervosos e causam as sensações de prazer e bem-estar”, afirma a nutricionista clínica Fabiana Freire. Na rotina alimentar, é importante consumir proteínas, como carnes, ovos, leites e seus derivados, porque possuem grandes quantidades de triptofano, um aminoácido que atua na formação da serotonina. “Aveia também é rica em triptofano e selênio, além de mel, frutas ricas em vitamina C e peixes ricos em ômega 3, como sardinha , cavala e salmão”, detalha a especialista.

Mas aqui também vale uma dica dos profissionais de saúde. Dietas restritivas, principalmente aquelas que diminuem drasticamente carboidratos, tendem a afetar diretamente o humor. É que esse nutriente é responsável por produzir glicose e fornecer energia. Mas tudo na sua medida e dentro das necessidades individuais.

Leia também:
Nutrição: mandioca é saúde no prato do dia a dia
Desnutrição e obesidade

O que escolher?
De acordo com a nutricionista Larissa Vilanova, uma boa lista de compras deve ter abacate, agrião, aipo, aspargo, aveia, amêndoas, avelãs, banana, castanha de caju, cacau em pó, cogumelo, cúrcuma, feijões, frutas vermelhas, laranja, tomate entre outros itens. Nesse período de confinamento deve ser dispensado produtos industrializados ricos em calorias e aditivos alimentares. “Pois diminui a imunidade e aumentam os riscos de desenvolvimento de doenças crônicas não transmissíveis, como obesidade, diabetes e hipertensão”, resume. O ideal é que o consumo seja através dos alimentos naturais, que passam longe de qualquer processamento.

“Podemos também fazer receitas com esses alimentos. As sobremesas estão liberadas. Devemos optar por receitas saudáveis e consumir em quantidade moderada. Uma sugestão para melhorar a saúde mental é o consumo de 20g de chocolate com 70% de cacau ou mais. Isso é nutrição baseado em empatia e evidência científica”, completa.

Receita
Brownie de chocolate
(pela nutricionista Larissa Vilanova)


Ingredientes
150g de chocolate 70% cacau
1/2 xícara de manteiga
1/2 xícara de farinha de aveia
1/2 xícara farinha de castanha de caju
2 ovos
4 colheres de adoçante em pó
1 tablete pequeno de chocolate

Preparo
Derreta o chocolate em banho-maria e reserve. Bata os ovos com adoçante na batedeira. Incorpore as duas farinhas e bata novamente. Acrescente o chocolate e bata delicadamente. Quebre a barrinha de 20g de chocolate e coloque por cima da massa. Unte uma forma. Leve ao fogo de 180º por 30minutos

veja também

comentários

comece o dia bem informado: