Fernanda Gentil
Fernanda GentilFoto: Divulgação

Da TV para os livros, para o teatro, para o cinema, para o entretenimento. Assim é a jornalista Fernanda Gentil, que traz ao Recife, neste sábado (5), às 21h, e no domingo, às 17h, o espetáculo "Sem Cerimônia", um monólogo sobre sua vida pessoal e profissional, que a introduz nos palcos do teatro com a proposta de bate-papo. O evento acontece no Teatro RioMar, com entradas custando entre R$ 40 e R$ 140, com venda na bilheteria do teatro e online pelo site Uhuu.

Como em toda estreia, Fernanda experimenta várias sensações borbulhantes ao mesmo tempo e sente o friozinho na barriga de todo bom desafio. “O teatro é a menor distância que eu já vi entre mim e o público, isso pra mim dá uma adrenalina muito diferente, um desejo muito grande de fazer acontecer. Ter o texto de minha autoria, e, portanto, ter responsabilidade pelas mensagens que eu estou passando, é maravilhoso”, justifica.

O texto, que se trata de uma conversa, mostra uma Fernanda, como diz o título, “Sem Cerimônias”. A profissional promete falar, com bom humor, sobre sua própria história, momentos difíceis e prazerosos. Em entrevista à Folha de Pernambuco, a jornalista revela que a peça fala de tudo um pouco, mas, principalmente, sobre o ser humano. “Falamos muito de respeito, igualdade, ação social. Tem muita dinâmica com o público. [...] Tem cantoria, momentos muito delicados da minha vida pessoal, fake news, enfim, é um apanhado geral, mas principalmente tem muito valor humano nisso tudo. Falamos muito de ser humano e do que podemos fazer para ser um humano melhor”, explica.

Leia também:
Fernanda Gentil divide apresentação de novo programa com Fabiana Karla e Érico Brás
Abertura do Festival VOX tem apresentação da jornalista Fátima Bernardes


Com monólogo intimista, Fernanda abre as páginas da própria história, mas também busca ouvir quem está na plateia e suas trajetórias de vida. “Eu procuro ouvir as histórias das pessoas, o que elas já passaram. Entender um pouco mais de quem está ali, não só por fora, mas principalmente por dentro. Procuro fazer com que eles se encontrem em lugares especiais também, pelo o que já passaram e viveram”, e acrescenta que a proposta é trocar experiências sem formalidades e com sinceridade, adianta. “O objetivo é participar sem cerimônia!”, sentencia.

Versátil

Mãezona, Fernanda vive um misto de sensações e emoções diante da carreira e vida pessoal. “Na vida profissional, sempre idealizando e realizando sonhos. E na vida pessoal, vivendo literalmente o meu maior sonho; casada, feliz, e com crianças saudáveis. Só posso agradecer”, celebra Fernanda. Autora do livro “Gentil Como a Gente”, Fernanda conta que adorou a experiência, mas espera um novo propósito que considere importante para mergulhar em uma segunda obra.

“Amei a experiência, mas, no momento, não é a prioridade”, pontua. Longe dos programas de esportes, mas ainda sim presente na TV, a apresentadora já está sendo vista nas tardes da Globo no Se Joga, ao lado de Fabiana Karla e Érico Brás. Programa de entretenimento que tira Fernanda do habitual tema do mundo esportivo.

Outro sinal de sua inserção no entretenimento é no cinema, com o filme "Ela Disse, Ele Disse", que entrou em cartaz ontem. Fernanda estreou nas telonas como mãe de uma adolescente de 14 anos no filme que é uma adaptação do livro de Thalita Rebouças, sua grande amiga: "Sou movida a desafios, se sentir que posso acrescentar o mínimo que seja, me desenvolver como pessoa, me colocar num lugar diferente que nunca tive, eu quero fazer. Foi uma delícia a experiência, um desafio muito novo. Foi um clima muito gostoso e a equipe foi maravilhosa, o que me ajudou muito. Não tenho a menor experiência, mas me senti muito à vontade e isso faz toda a diferença".

veja também

comentários

comece o dia bem informado: