O ator José Mayer foi acusado de assédio
O ator José Mayer foi acusado de assédioFoto: Divulgação

José Mayer, 69, parece ter decidido encerrar a carreira. Acusado de ter abusado de uma figurinista nos bastidores da Globo, em 2017, durante a novela "A Lei do Amor". Mayer foi afastado das produções de dramaturgia da emissora e, em janeiro deste ano, ambos chegaram a um acordo.

Globo e José Mayer deram fim à parceria após mais de 35 anos. Na ocasião, o ator pediu desculpas pelo ocorrido. "Mesmo não tendo tido a intenção de ofender, agredir ou desrespeitar, admito que minhas brincadeiras de cunho machista ultrapassaram os limites do respeito com que devo tratar minhas colegas", dizia trecho de carta enviada pelo ator.

Em recente entrevista à RedeTV!, Regina Duarte também se pronunciou sobre a demissão de José Mayer da Globo. "Aquilo foi uma covardia, uma canalhice, um absurdo!", afirmou. Mayer deixou a emissora carioca em janeiro deste ano. Ele estava afastado da TV desde abril de 2017.

Leia também:
Ator José Mayer deixa a TV Globo após mais de 35 anos de trabalho e um caso de assédio
'Fui criado por uma sociedade machista' não é desculpa, diz figurinista que acusou José Mayer
José Mayer recebe alta após 30 dias internado em hospital

Em entrevista ao colunista Alessandro Lo-Bianco, do A Tarde É Sua (RedeTV!), Mayer contou que não quer mais trabalhar. "Já trabalhei demais e agora só quero vida mansa", disse ele. Antes de encerrar contrato com a Globo, o ator disse ao programa vespertino que gostaria de voltar a atuar e que faltavam convites.

O ator José Mayer também negou que esteja doente novamente. Em 2018, Mayer teve de enfrentar uma doença rara e autoimune, chamada granulomatose de Wegener, que não tem causa conhecida e pode atingir o pulmão, os rins ou as vias aéreas superiores.

Segundo ele, imagens do personagem Tião Bezerra, que ele interpretou em "A Lei do Amor" (2016), são divulgadas em mídias sociais para enganar o público. "Digo a todos que se preocupam comigo que essa eterna 'fake news' sobre minha doença já está ficando chata e ela vem sempre ilustrada por fotos do Tião Bezerra no hospital. Estou ótimo, vivendo com as pessoas que amo e, graças a Deus, super saudável."

Em entrevista ao F5, à época, Fausto Nakandakari, otorrinolaringologista do Hospital Sírio-Libanês, disse que granulomatose de Wegener é uma doença respiratória, e o mais difícil é chegar ao diagnóstico. "Ela pode ser confundida com muitas doenças, desde uma sinusite crônica até câncer ou tuberculose. É preciso descartar uma série de hipóteses antes", afirmou o médico na ocasião.

veja também

comentários

comece o dia bem informado: