FGTS
FGTSFoto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Começa nesta sexta-feira (13) a liberação do saque imediato de até R$ 500 por conta – limitado ao saldo da conta – do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). Conforme calendário divulgado pela Caixa Econômica Federal, os primeiros a receberem serão os trabalhadores que têm conta poupança no banco, de acordo com o mês de aniversário.

Em Pernambuco, a quantidade de trabalhadores habilitados para realizar o saque é de três milhões, o que deve injetar R$ 1,04 bilhão na economia. No Brasil, a quantidade é de 96 milhões, que deve injetar R$ 39,87 bilhões na economia do País.

Leia também:
Menos da metade dos brasileiros com conta do FGTS quer sacar R$ 500, diz Datafolha
Confira o que você precisa saber para sacar o dinheiro do FGTS

A partir da sexta-feira, poderão sacar os contribuintes que têm conta poupança na Caixa e fazem aniversário de janeiro a abril. O segundo grupo, que faz aniversário entre maio a agosto, poderá sacar a partir do dia 27 deste mês. E, por último, poderão sacar a partir de 9 de outubro os trabalhadores que fazem aniversário de setembro a dezembro.

O trabalhador que não desejar sacar os recursos precisará pedir ao banco o cancelamento do crédito automático, assim, será feita a devolução do dinheiro às contas do FGTS. Será possível pedir isso pelo aplicativo, pelo site ou pelo internet banking, até 30 de abril de 2020.

Já para quem não tem conta poupança na Caixa, um público estimado em 63 milhões de pessoas, o cronograma muda. Nascidos em janeiro poderão sacar a partir de 18 de outubro. Os aniversariantes de fevereiro, a partir de 25 de outubro. Os de março, em 8 de novembro. Nascidos em abril poderão sacar a partir de 22 de novembro, em maio, 6 de dezembro, e junho, 18 de dezembro. Os aniversariantes de julho, 10 de janeiro de 2020, de agosto, poderá ser em 17 de janeiro.

Já para os nascidos em setembro, a partir 24 de janeiro, em outubro, 7 de fevereiro, em novembro, 14 de fevereiro. E, por último, os aniversariantes de dezembro, poderão sacar a partir de 6 de março. A expectativa é que cada faixa, correspondente ao aniversário, contemple em torno de 5,5 milhões de trabalhadores.

O trabalhador que desejar o valor depositado em outra conta poderá pedir a transferência à Caixa pelo valor de R$ 22, ou optar por sacar o dinheiro na boca do caixa e levar, em espécie, para o outro banco. Nada muda para quem não tem conta na estatal e não quiser sacar o dinheiro. Tanto para poupadores, correntistas da Caixa quanto para quem não tem conta poupança no banco, o pagamento vai até 31 de março de 2020.

veja também

comentários

comece o dia bem informado: