Victor Range, centroavante do Santa Cruz
Victor Range, centroavante do Santa CruzFoto: Léo Malafaia/Folha de Pernambuco

O Santa Cruz fez valer o mando de campo e bateu o Freipaulistano por 3x1, na noite desta quarta-feira (26), na Arena de Pernambuco. Em jogo bastante movimentado, o Tricolor não se intimidou com a fama de ‘time indigesto’ do Touro e carimbou a segunda vitória na Copa do Nordeste, em partida válida pela quinta rodada da competição. Com o resultado, o Santa Cruz entrou, temporariamente, na zona de classificação do Grupo B, com sete pontos. Enquanto o Freipaulistano segue na lanterna do Grupo A, com dois pontos.

Precisando da vitória para entrar no G4 do Grupo B, o Santa Cruz começou tentando quebrar as linhas do adversário através de jogadas construídas na transversal do campo. Logo aos sete minutos, Victor Rangel fez o arremate colocado de fora da área, mas o chute saiu fraco e o goleiro Andrade defendeu sem grandes dificuldades. As investidas ofensivas continuaram pelo lado coral. Em troca de passes entre Patrick e Paulinho, aos 14, o centroavante Tricolor foi acionado, mirou o gol, mas a bola esbarrou na defesa. Na sobra, Didira tirou do zagueiro, mas mandou para fora, nessa que foi a melhor oportunidade do Santa na primeira etapa.

As jogadas agressivas continuaram passando pelos pés do camisa nove, que em sua terceira participação tirou tinta da trave direita do goleiro adversário, depois de soltar uma bomba de fora da área. Quando a insistência tricolor pareceria colher bons frutos, William Alves se adiantou e teve o gol anulado pelo bandeira.

Na segunda etapa, o jogo continuou movimentado e aos 9 minutos, Luciano se atrapalhou e abraçou a bola na sua área. Imediatamente, o juiz assinalou a penalidade e, de sobra, mostrou o segundo amarelo ao jogador do Toro. Didira, que não fazia boa partida foi para a batida e mandou para o fundo das redes. O duelo, no entanto, não ficou fácil para o Santa. Pelo contrário. Dois minutos depois, Luan foi lançado e cabeceou. Maycon Cleiton reboteou e Acássio igualou o placar.

Os pernambucanos reagiram e aos 22, Célio lançou na área, Rangel subiu para desviar, mas quem tocou na bola foi o zagueiro Alyson Baby, que marcou contra. Próximo da etapa complementar, Mayco Félix cruzou, já embalado com o bom momento na partida, e Didira se deslocou bem para empurrar e fechar o marcador.


Ficha técnica

Santa Cruz 3

Maycon Cleiton; Toty, Danny Morais, William Alves, Célio (Feliphe Gabriel); Bileu, Paulinho e Didira; Mayco Félix (Felipe Cabeleira), Patrick (Jeremias) e Victor Rangel. Técnico: Itamar Schulle

Freipaulistano 1

Andrade; Rhuan, Alyson Baby, Eron, Luciano; Ramalho, Daniel (Kiko), Acássio (Vitor), Diogo; Neto (Baianinho) Oliveira e Luan. Técnico: Betinho

Local: (Arena de Pernambuco/PE)
Árbitro: Ricarle Gustavo Gonçalves Batista (BA)
Assistentes: José dos Santos Amador e Ledes José Coutinho
Gols: Didira (aos 9 do 2º T), Acássio (aos 11 do 2º T), Alyson Baby (aos 22 do 2ºT) e Didira (aos 32 do 2º T)
Cartões amarelos: Rhuan (FREI), Danny Morais (STA), Paulinho (STA), Didira (STA)
Cartão vermelho: Luciano (FREI)

Leia também:
Setor defensivo vira escudo do Santa no início de 2020
Santa se posiciona sobre Assembleia Geral para votação da Reforma do Estatuto
CBF confirma alteração no local de jogo entre Santa x Freipaulistano

Victor Range, centroavante do Santa Cruz
Victor Range, centroavante do Santa CruzFoto: Léo Malafaia/Folha de Pernambuco
Comemoração de um dos gols do Santa Cruz
Comemoração de um dos gols do Santa CruzFoto: Léo Malafaia/Folha de Pernambuco
Comemoração do gol coral
Comemoração do gol coralFoto: Léo Malafaia/Folha de Pernambuco
Didira correndo para o abraço após marcar o terceiro gol do Santa Cruz
Didira correndo para o abraço após marcar o terceiro gol do Santa CruzFoto: Léo Malafaia/Folha de Pernambuco

veja também

comentários

comece o dia bem informado: