Luan Polli assume a difícil missão de substituir o lesionado Maílson
Luan Polli assume a difícil missão de substituir o lesionado MaílsonFoto: Anderson Stevens/Sport Clube do Recife

Clube com melhor desempenho no returno da Série B 2019 e invicto há seis partidas, o Sport, vice-líder do torneio, com 52 pontos, está com certa folga no G4. A ambição dos rubro-negros, porém, não se resume à conquista do acesso à Série A. O Leão está de olho no título. A diferença para o líder Bragantino é de seis pontos. Faltando nove jogos para o término da temporada, os pernambucanos engataram a última marcha em busca do topo da Segundona. Caminho que pode ficar mais curto em caso de vitória no duelo da tarde deste domingo, às 16h, contra o Brasil de Pelotas/RS, no Bento de Freitas.

Leia também: 
Guto confirma Luan Polli como titular no gol do Sport
Mailson se lesiona e não joga mais pelo Sport neste ano
Evolução na defesa coincide com melhora do Sport 

O Sport entrará em campo após a conclusão de todos os outros jogos da rodada. Não corre o risco de perder a segunda colocação, mas pode entrar em campo com uma distância de seis, sete ou nove pontos para o Bragantino, que pega um dia antes a Ponte Preta, no Moisés Lucarelli. Tais cálculos, contudo, não são tratados como prioridade pelos atletas."Temos que vivenciar jogo a jogo. Dependendo da conta feita, você pode precisar refazê-la se o resultado não for o esperado", afirmou o volante Willian Farias.

O desempenho como visitante é um dos trunfos do Sport para se aproximar da liderança. A equipe é a terceira melhor no quesito na Série B, com cinco vitórias, sete empates e duas derrotas (52,3%). Os pernambucanos não perdem longe do Recife há sete rodadas, com três vitórias e quatro empates.

"Estamos fazendo uma bela campanha fora de casa. Sabemos da dificuldade de enfrentar o Brasil, mas podemos conseguir um grande resultado", apontou o zagueiro Rafael Thyere, reforçando ainda o bom retrospecto defensivo do Leão - o time não foi vazado nos dois jogos mais recentes. "Isso é um mérito de toda a equipe. Assim como quando um faz gol não é só por conta do ataque, mas também do meio e da defesa. Quando está tudo ajustado, nós conseguimos fazer belos jogos, não sofrendo gols. Quando o coletivo vai bem, o individual aparece também", completou.

Para o confronto, o técnico Guto Ferreira não terá o goleiro Maílson, de fora do restante da Série B por conta de uma lesão no joelho direito, e do atacante Yan, com dores na coxa esquerda. No lugar do camisa 1, o Leão terá Luan Polli, que fará sua primeira partida pelo clube. Na frente, os pernambucanos contarão com o trio formado por Guilherme, Marquinhos e Hernane Brocador. Contra o Brasil de Pelotas, o Sport tentará também acabar com o tabu de não conseguir três triunfos seguidos na competição. 

Ficha técnica:

Brasil de Pelotas/RS
Carlos Eduardo; Ednei, Nirley, Heverton e Willian Formiga; Carlos Jatobá (Eduardo Person), Washington, Murilo Rangel e Diogo Oliveira; Rodrigo Alves e Guilherme Queiroz. Técnico: Bolívar

Sport
Luan Polli; Norberto, Rafael Thyere, Adryelson e Sander; Charles, Willian Farias e Leandrinho; Marquinho, Guilherme e Hernane Brocador. Técnico: Guto Ferreira

Local: Bento de Freitas (Pelotas/RS)
Horário: 16h
Árbitro: William Machado Steffen (SC). Assistentes: Éder Alexandre e Eli Alves Sviderski (ambos de SC)
Transmissão: Globo, Premiere FC, SporTV

veja também

comentários

comece o dia bem informado: