Lance de Brasil de Pelotas 0x0 Sport
Lance de Brasil de Pelotas 0x0 SportFoto: Jonathan Silva / GEB

Beneficiado pelos resultados da rodada, o Sport entrou em campo, neste domingo (20), com a chance de diminuir a distância para o líder Bragantino/SP - que empatou em 1x1 com a Ponte Preta/SP. A diferença, que já foi de 12 pontos, caiu para sete e tinha a oportunidade de chegar a quatro pontos, mas o Leão não aproveitou a chance ao empatar sem gols com o Brasil de Pelotas/RS, fora de casa. A partida encerrou a 30ª rodada da Série B do Nacional.

Embora não tenha conseguido chegar mais perto do líder, o Sport conseguiu abrir mais um ponto de distância para o América/MG, primeiro time fora do G4, ficando em situação cada vez mais confortável em relação ao acesso à Série A de 2020. Fora isso, o time aumentou a série invicta fora de casa para oito jogos, sendo três vitórias e, agora, cinco empates.

O time pernambucano entrou em campo com uma postura retraída, optando por impor uma defesa sólida e investir em contra-ataques rápidos. A intenção, contudo, não funcionou na prática, uma vez que o jogo de transição rubro-negro não fluiu. O Leão até chegou a abrir o placar, com Leandrinho, mas a arbitragem marcou impedimento de Marquinho no início da jogada.

Os donos da casa, aos poucos, se soltaram e, tocando a bola, chegaram algumas vezes com perigo à meta do estreante Luan Polli, que teve boa atuação. O futebol apresentando por ambos os times, porém, não foi dos mais bonitos. Com muitas faltas, o jogo ficou preso no meio de campo. Um dos que mais sentiu essa “caça” foi o artilheiro do Sport e da Série B, Hernane Brocador.

O Brasil voltou melhor para o segundo tempo, com duas finalizações perigosas em sequência, de Juba e Diogo Oliveira, que pararam em boas intervenções de Luan Polli. No entanto, foi o Sport quem teve o maior domínio da bola na etapa complementar. Na altura dos 10 minutos, o Rubro-negro passou a jogar mais próximo da área gaúcha, pressionando mais no campo ofensivo. O problema do time pernambucano foi a dificuldade para encaixar as finalizações, a maioria sem muito perigo real de gol.

A melhor chance do Sport saiu já perto dos 40 minutos, quando Guilherme roubou a bola em saída atrapalhada do Brasil de Pelotas e tocou para Elton. O substituto de Hernane Brocador ajeitou e chutou forte, para boa defesa de Carlos Eduardo. No rebote, o mesmo Elton, com o gol livre, chutou para fora. Detalhe que Norberto estava livre pela direita e em melhor condição para finalizar. Na sequência, o time gaúcho ainda desceu com perigo pela esquerda, mas ninguém chegou para aproveitar o bom cruzamento de Maicon Assis.

O próximo compromisso do Sport será em casa, contra o Paraná, na quarta-feira (23). O jogo acontece às 19h15. O Brasil de Pelotas, por sua vez, só entra em campo na 31ª rodada no sábado (26), novamente em casa, contra o Cuiabá/MT.

Ficha do jogo
Brasil de Pelotas/RS 0

Carlos Eduardo; Ednei (Ricardo Luz), Nirley, Heverton e Willian Formiga; Eduardo Person, Washington, Cristian e Diogo Oliveira; Guilherme Queiroz (Rodrigo Alves) e Juba (Maicon Assis). Técnico: Bolívar

Sport 0
Luan Polli; Norberto, Rafael Thyere, Adryelson e Sander; Charles, Willian Farias e Leandrinho (Pedro Carmona); Marquinho (Hyuri), Guilherme e Hernane Brocador (Elton). Técnico: Guto Ferreira

Local: Bento de Freitas (Pelotas/RS)
Árbitro: William Machado Steffen (SC)
Assistentes: Éder Alexandre e Eli Alves Sviderski (ambos de SC)
Cartões amarelos: Ednei, Nirley (B); Elton (S)

veja também

comentários

comece o dia bem informado: