IFPE- Campus Recife
IFPE- Campus RecifeFoto: ASCOM/ IFPE

Começam, nesta segunda-feira (14), as inscrições para o vestibular 2020.1 do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco (IFPE). São ofertadas, ao todo, 4.715 vagas para 62 cursos de níveis médio, técnico e superior em 16 campi no Grande Recife, Zona da Mata, Agreste e Sertão. O edital de seleção está disponível no site da Comissão de Vestibular (www.cvest.ifpe.edu.br). As provas serão aplicadas no dia 15 de dezembro, e o listão dos aprovados está previsto para 9 de janeiro.

A inscrição deve ser feita pela internet até 13 de novembro. Depois de preencher o formulário no site, o candidato deve gerar o boleto para pagamento da taxa, que custa R$ 30 para quem deseja fazer o ensino técnico e R$ 55 para o nível superior. Alunos de baixa renda ou a partir de 50 anos de idade terão direito à isenção. A oferta de vagas cresceu 4% em comparação com o ano passado, quando foram abertas 4.538. “Faz parte da nossa função social ampliar as oportunidades para os jovens e adultos porque somos uma política de desenvolvimento”, comenta a reitora da instituição, Anália Ribeiro.

Leia também:
Concurso do IFPE tem abstenção de quase 40%
Universidade Soka e Universidades Federais do Nordeste criam rede para a promoção da tecnologia social
Plataforma oferece cursos gratuitos para profissionais da educação


Entre as novidades deste ano, está a inclusão de seis novos cursos superiores: gastronomia e engenharia ambiental no campus do Cabo de Santo Agostinho; engenharia civil em Afogados da Ingazeira; tecnologia em análise e desenvolvimento de sistemas em Jaboatão; administração e sistemas para internet, em Igarassu. Além disso, o campus Ipojuca contará com técnicos integrados em mecânica e em segurança do trabalho, enquanto Palmares passa a ter o técnico em informática para internet.

Do total de vagas, 60% são destinados ao sistema de cotas para candidatos egressos de escolas públicas. Dessas, uma parte é distribuída entre alunos com renda familiar per capita de até 1,5 salário mínimo. Também há reserva para autodeclarados negros, pardos ou indígenas, além de pessoas com deficiência.

Uma mudança diz respeito aos candidatos que se inscreveram para as cotas. Aqueles que não conseguirem comprovar que atendem aos critérios estabelecidos, mas apresentarem nota suficiente para aprovação, poderão ser classificados na ampla concorrência. Além disso, 25% das vagas da livre concorrência são reservadas para filhos de agricultores ou moradores da zona rural.

Isenção
Podem requerer a isenção da taxa de inscrição os candidatos com renda familiar igual ou inferior a 1,5 salário mínimo e participantes do Bolsa Família e Benefício de Prestação Continuada (BPC). Também é beneficiado quem tenha cursado todo o ensino fundamental ou médio em escola pública ou como bolsista de colégio particular.

Além disso, podem solicitar isenção pessoas a partir de 50 anos e moradores de comunidades indígenas, quilombolas, trabalhadores rurais, ciganos, marisqueiros e pescadores, entre outras categorias, que tenham estudado em instituição pública. O prazo para solicitação vai de 14 a 24 de outubro pelo site do CVest. Depois disso, entre os dias 22 e 25 deste mês, é preciso fazer a entrega da documentação comprobatória no campus para onde o candidato se inscreveu.

veja também

comentários

comece o dia bem informado: