Saúde e Bem-Estar

Rafael Coelho

ver colunas anteriores
Rafael Coelho, e-mail: contato@rafaelcoelho.med.br | Instagram: @drrafaelcoelho | Facebook: /rafaelcoelho
Rafael Coelho, e-mail: [email protected] | Instagram: @drrafaelcoelho | Facebook: /rafaelcoelhoFoto: Divulgação

Olá leitores e internautas que acompanham a coluna Saúde e Bem-Estar!

Julho é um mês de férias escolares e muitas pessoas também tiram férias do emprego para viajar com os pequenos. O destino mais escolhido é o interior do estado. Também é uma época de cuidar da saúde antes e durante a viagem.

Antes de viajar e entrar de férias faça um check-up geral, inclusive também nos dentes. Você não quer ter aborrecimento com um dente careado, não é? Como o carro precisa de ajuste para pegar a estrada, nosso corpo também. Vá a um médico para ele verificar as suas taxas com um exame hemograma, aproveite para aferir a pressão. Se você tem labirintite, procure um especialista otorrinolaringologista.

Não coma em qualquer lugar durante o deslocamento. Evite frituras, gorduras e embutidos. Leve frutas, frutas secas e castanhas. Hortaliças devem ser bem lavadas e acondicionadas em bolsa térmica. Com a época mais fria, tomamos menos água. É um erro agir assim, mantenha o cardápio hídrico também: água potável, sucos cítricos e chás.

Use roupas e sapatos adequados para a região. Em lugares mais frios se agasalhe bem. Caso você sofra de má circulação, faça alongamentos e fique se movimentando, isso em ônibus ou em avião. Caso você esteja de carro, a cada três horas pare o veículo em lugar seguro e também se movimente. Antes da viagem procure um angiologista para passar uma meia de compreensão adequada para você. Curtas as férias e lembre-se tomar as vacinas indicadas pelo Ministério da Saúde em algumas regiões do Brasil e do mundo.

Busque sempre a sua melhor versão. Siga-me nas redes sociais e fique sempre atualizado com informações sobre saúde e bem-estar. Obrigado e até o próximo encontro!

Rafael Coelho (CRM: 23943/PE) é médico.
Pautas para Jademilson Silva – Jornalista - DRT: 3468 Email: [email protected]


Pílulas

Prêmio para prefeitura de Caruaru

A prefeitura de Caruaru, através da secretaria de saúde, participou do XXXV Congresso Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems), em Brasília. A implantação do aplicativo VICONSUS para o acompanhamento dos agendamentos de consultas e exames dos pacientes da rede municipal de saúde foi premiado na categoria Regulação em Saúde. O prêmio foi recebido pelo secretário de Saúde, Francisco Santos, e pela gerente de Regulação do município, Tamine Mota.

Prêmio para Viconsus

Prêmio para Viconsus - Foto: Divulgação

Encontro sobre problemas digestivos
Será realizado, na sexta (12), às 09h, no Galo Pedreiro, em Santo Amaro, o encontro com o médico Décio Chinzon, professor da Universidade de São Paulo e presidente eleito da Federação Brasileira de Gastroenterologia, para apresentação dos resultados da pesquisa “Mapa dos problemas digestivos do Brasil”.

Radioterapia no tratamento do câncer
De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), cerca de 60% dos pacientes com câncer precisam realizar radioterapia em algum momento do seu tratamento. Para Diego Rezende, radio-oncologista da Oncoclínicas Radioterapia, a relevância da radioterapia se confirma diante dos claros benefícios que a mesma proporciona, sendo parte integrante de muitos tratamentos curativos ou paliativos.

Radioterapia

Radioterapia - Foto: Divulgação

FPS realiza vestibular para 1ª turma de odontologia da instituição
A Faculdade Pernambucana de Saúde ampliou sua lista de cursos e agora oferece Odontologia. As inscrições para o vestibular já estão abertas e ficam disponíveis até o dia 23 de julho. Já a prova está marcada para os dias 27 e 28 do mesmo mês, no campus da FPS, localizado na Avenida Marechal Mascarenhas de Morais, 4861 – Imbiribeira. Serão 60 vagas. Os interessados deverão se inscrever através do site www.curseltec.com.br/fps.

Fique por Dentro

Cuidados de rotina garantem saúde ocular

Dados do Conselho Brasileiro de Oftalmologia (CBO) atestam que 6,6 milhões de brasileiros têm deficiência visual e 582 mil são cegos. A Organização Mundial da Saúde alerta que 60% desses casos poderiam ser evitados com o diagnóstico e tratamento precoce. Por isso, alguns cuidados de rotina são essenciais para manter a saúde ocular em dia.

O mais importante é consultar o oftalmologista regularmente. Logo que o bebê nasce, ele deve fazer o teste do olhinho. Na infância e adolescência é muito comum o aparecimento dos chamados erros de refração, tais como miopia, astigmatismo e hipermetropia, que se não forem corrigidos a tempo podem causar danos irreversíveis à visão. Pessoas com diabetes mellitus, hipertensão arterial, doenças oculares ou que usam lentes corretivas devem combinar a frequência das consultas com seu médico.

Manter uma alimentação rica em nutrientes antioxidantes, zinco, peixe ou ácidos graxos ômega-3 também ajuda no bom funcionamento do organismo e na preservação da saúde dos olhos. Indica-se ainda a prática de esportes ou atividades ao ar livre para diminuir o uso constante da visão de perto, proporcionando descanso da musculatura ocular. Deve-se evitar fumar, pois o tabagismo está associado a doenças oculares, como a Degeneração Macular Relacionada à Idade (DMRI). O cigarro diminui os níveis no sangue de agentes antioxidantes, afetando de forma indireta o metabolismo da retina.

Outros cuidados básicos envolvem o uso de óculos escuros com filtro para raios ultravioleta, para evitar o aparecimento de cataratas e doenças da superfície ocular, como o pterígio e a DMRI. Quem usa óculos de grau deve atualizá-los regularmente para evitar dores de cabeça e cansaço visual. Lavar sempre as mãos também é indispensável, pois elas são a principal fonte de disseminação de doenças como a conjuntivite.

Quem tiver alergias ou irritações não deve coçar os olhos porque, além de piorar o quadro alérgico, pode causar danos à superfície ocular que vão desde uma abrasão da córnea até patologias de desenvolvimento progressivo, como o ceratocone. Para quem usa lentes de contato não é bom tomar banho ou dormir com elas, pois há risco de infectar os olhos com vírus, bactérias, fungos ou protozoários.

Aos que costumam fazer leituras prolongadas ou uso excessivo de celulares, tablets, televisão, videogame e outros aparelhos, recomendam-se pautas curtas, a cada vinte minutos. Nessas atividades, tende-se a diminuir a frequência do piscar dos olhos e isso pode afetar a distribuição adequada do filme lacrimal na superfície ocular, podendo provocar a síndrome do olho seco.

Outra dica é evitar compartilhar maquiagem para evitar infecções como conjuntivite ou herpes ocular. É recomendado usar sempre produtos dentro da validade, para não contaminar os olhos com fungos ou bactérias, bem como retirar a maquiagem antes de dormir. Esses resíduos podem causar inflamações nas pálpebras como blefarite e terçol.

Por fim, é bom eliminar práticas como a automedicação e o uso indiscriminado de corticosteroides tópicos, que podem causar glaucoma e catarata. Os colírios clareadores oculares merecem ser usados com atenção, pois pode gerar o aumento da pressão arterial e taquicardia. O ideal é consultar sempre o oftalmologista para verificar qual a solução mais indicada para cada caso.

 

 

Patrícia Mendonça, oftalmologista

Patrícia Mendonça, oftalmologista - Foto: Divulgação

Patrícia Mendonça - A médica é oftalmologista especializada em catarata no Instituto de Olhos do Recife (IOR). Facebook: https://www.facebook.com/patricia.mendonca.524

*A Folha de Pernambuco não se responsabiliza pelo conteúdo da coluna

 

veja também

comentários

comece o dia bem informado: