Responsável pela transformação da Comuna 13, uma das comunidades mais violentas de Medellín no passado, Carlos Mario Rodriguez
Responsável pela transformação da Comuna 13, uma das comunidades mais violentas de Medellín no passado, Carlos Mario RodriguezFoto: Divulgação

Compaz Ariano Suassuna recebe nesta terça-feira (17), às 15h, o arquiteto urbanista Carlos Mario Rodriguez, para palestra “Urbanismo Social: Medellín 20 anos. De transformação e inovação urbana”. O colombiano vai falar da sua experiência, tendo como destaque projetos de grande impacto na cidade. Leva assinatura dele, por exemplo, o projeto de mudança da Comuna 13, favela mais violenta na cidade nas décadas de 80 e 90, que passou a ter escadas rolantes, área de convivência e lazer na comunidade. O encontro é aberto ao público, até atingir a capacidade máxima do auditório, que são de 80 lugares.

Com vasto domínio na área de Planejamento Urbano, o profissional vai apresentar as possibilidades –técnicas e de integração entre setores– que é possível mudar realidades e oferecer espaços que geram melhor qualidade de vida para população carente.
Carlos Mario Rodriguez já ganhou vários prêmios nacionais e internacionais. Entre eles, “Ex Aequo”, na Bienal de Arquitetura de São Paulo-Brasil; do projeto urbano integral da Zona Nordeste da cidade de Medellín, na XXI Bienal de Arquitetura da Colômbia e da medalha de ouro na categoria Design Urbano, da XVI Bienal de Arquitetura de Quito, Equador.

SERVIÇO

Pauta: palestra com premiado arquiteto colombiano Carlos Mario Rodriguez
Data: terça, 17/09
Hora: 15h
Local: auditório do Compaz Ariano Suassuna
Endereço: Avenida General San Martin, 1208 – Cordeiro (esquina com a Abdias de Carvalho)

Vereador Samuel Salazar
Vereador Samuel SalazarFoto: Divulgação

Preocupado com o meio ambiente, Samuel Salazar tem atentado às pautas verdes
O vereador do Recife, Samuel Salazar (sem partido), promoverá audiência pública para debater a proibição da distribuição de sacolas plásticas aos consumidores em todos os estabelecimentos comerciais da cidade. O encontro será realizado na terça-feira (17), às 9h, no Plenarinho da Casa José Mariano. O objetivo é fazer um debate democrático, despertar a participação popular e os órgãos públicos envolvidos no processo de decisão.

Salazar é autor do projeto de lei 158/2019 que versa sobre o mesmo tema. Segundo o Ministério do Meio Ambiente, entre 500 bilhões e 1 trilhão de sacolas plásticas são consumidas em todo o mundo anualmente. No Brasil, cerca de 1,5 milhão de sacolinhas são distribuídas por hora. De acordo os dados da organização não governamental sem fins lucrativos que trabalha pela conscientização e mobilização da sociedade para o consumo consciente, Instituto Akatu, revelam que no Brasil, aproximadamente 9,7% de todo o lixo é composto por sacolas plásticas, e sua produção é ambientalmente nociva.

Conforme os números da Associação Brasileira de Supermercados (Abras), o consumo de sacolas plásticas tradicionais chega a 12 bilhões de unidades por ano. A decisão de fazer uma audiência pública veio da vontade de realizar um debate que contemple todos os envolvidos possíveis. “A ideia é que seja um projeto de lei feito com várias mãos envolvidas, que todos assumamos a responsabilidade de cuidar do meio ambiente.

Queremos realizar uma ampla discussão entre os vários setores da sociedade e as autoridades públicas. Devido às várias possibilidades sociais e ambientais, os setores da sociedade civil podem divergir, sendo importante mantermos um debate democrático”, esclarece Salazar.

A audiência pública é uma forma de promover a participação popular no processo de decisão sobre a coisa pública. Com isso, pode se atribuir à coletividade a responsabilidade de decidir sobre aquilo que é de interesse de todos. Para o debate, foram convocados: Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade; Promotoria de Justiça de Defesa do Meio Ambiente do Ministério Público; Secretaria de Educação da Cidade do Recife; Câmara de Dirigentes Lojistas do Recife; coletivo Recife sem Plástico; Ecoe Sustentabilidade, Sindicato da Indústria de Material Plástico do Estado de Pernambuco); Sindicato do Comércio Varejista de Gêneros Alimentícios do Recife e a Fecomércio.

SERVIÇO:
Tema: Audiência Pública sobre a distribuição de sacolas plásticas aos consumidores em todos os estabelecimentos comerciais do Recife.
Data: 17 de setembro de 2019, terça-feira
Hora: 9h
Local: Plenarinho da Câmara Municipal do Recife

Evento teve abertura oficial na sexta-feira e contou com vários debates durante este sábado (14)
Evento teve abertura oficial na sexta-feira e contou com vários debates durante este sábado (14)Foto: Divulgação

A Prefeitura de Caruaru, através da Secretaria de Políticas para Mulheres, realizou neste fim de semana a III Conferência Municipal de Políticas para Mulheres. O evento contou com a participação de mais de 600 mulheres e começou na noite da sexta-feira (14), com a abertura de oficial. Neste sábado (15), foi a vez de discutir os eixos temáticos e votar as propostas de políticas públicas que podem ser constituídas nos próximos anos.

Estiveram presentes autoridades de algumas instituições, como Disque-Denúncia e OAB Caruaru; além de integrantes do Conselho Municipal da Mulher. A deputada estadual Priscila Krause (DEM) também esteve no evento e destacou a importância da ocasião.

"Temos que fortalecer esta participação da mulher na política. As mulheres precisam ocupar esses espaços e transformar a sociedade. Estar aqui é muito gratificante." A deputada Gleide Ângelo (PSB) também participou da ocasião.

Para a prefeita Raquel Lyra, abrir a Conferência enquanto primeira mulher eleita para o Poder Executivo de Caruaru tem um grande significado. "Um momento para discutir a necessidade de participação, engajamento e decisão das mulheres em relação às políticas públicas. Para mim é uma alegria especial poder estar recebendo essas mulheres como prefeita e poder, também, inspirar e instigar aquelas que podem ocupar espaços de poder em suas comunidades", pontuou.

"A mulher não é tão ouvida na sociedade. Aqui nós fomos ouvidas e, juntas, podemos nos unir para fazer a força, para ter voz", disse a participante Kamila Pereira. A agricultura Geraldina Helena, de 62 anos, também participou da Conferência e falou do que mais aprendeu no evento. "Somos mulher e podemos fazer tudo. Não importa a idade".

"As mulheres participaram com muita vontade. Tivemos seis pré-conferências antes e agora elas elegeram propostas de políticas públicas para as mulheres, nos próximos quatro anos, que vão compor o Plano Municipal de Políticas para Mulheres de Caruaru", explicou a secretária Juliana Gouveia.

Prefeito colocou a necessidade da valorização do setor não apenas pela importância econômica para a região
Prefeito colocou a necessidade da valorização do setor não apenas pela importância econômica para a regiãoFoto: Andréa Rêgo Barros/ PCR

Lideranças políticas, empresários e setores da sociedade civil ligados ao setor sucroalcooleiro e a causa da energia limpa se reuniram na manhã desta segunda-feira (16), para o Fórum Nordeste 2019 - os desafios e oportunidades nos setores de biocombustíveis e energias limpas. O prefeito Geraldo Julio (PSB) participou da abertura desta que é a 11ª edição do evento e destacou a importância do momento para a defesa do etanol brasileiro.
  
“O mundo inteiro está debatendo a questão das mudanças climáticas e a necessidade de diminuir o uso de combustíveis fósseis. O uso de etanol, por exemplo, reduz em 70% as emissões de carbono, por isso ela deve ser valorizada aqui no Brasil, para que a gente possa cada vez mais usar os combustíveis renováveis e diminuir as emissões. O planeta já disse ‘basta’ há muito tempo”, destacou o prefeito Geraldo.

O prefeito, que é presidente para a América do Sul do ICLEI – Rede de Governos Locais Pela Sustentabilidade, organização ligada à ONU, colocou a instituição à disposição do Fórum para levar uma pauta tirada do evento para a Conferência Nacional do Clima, que acontece no Recife de 6 a 8 de novembro, como preparação para COP 25, no Chile.

O governador Paulo Câmara também destacou a relevância do debate "É uma honra nosso Estado sediar este encontro. Tenho consciência da relevância e urgência de todos esses temas sensíveis”, afirmou. “Esperamos que as discussões de hoje possam criar uma agenda que olhe os aspectos atuais voltados para o meio ambiente, mas que também dialoguem para a melhoria da produtividade e da geração de emprego, isso é fundamental. O Brasil precisa retomar o crescimento e com isso gerar emprego e renda para a população”, pontuou o governador.

Pernambuco é um dos principais produtores de etanol no Brasil. De acordo com o Sindicato da Indústria do Açúcar e do Álcool em Pernambuco (Sindaçúcar-PE), a produção de etanol na safra 2018/2019 aumentou em quase 35% em relação a 2017/2018, o que corresponde a 59% da colheita. Para este ano, a projeção para o estado, é de 420 milhões de litros de etanol para a safra 2019-2020. Em Pernambuco, das 12,5 milhões de toneladas de cana de açúcar estimadas para a próxima safra, serão produzidos 430 milhões de litros de etanol e 800 mil toneladas serão empregadas na produção de açúcar.

Representantes da iniciativa privada e pública, especialistas e autoridades participaram do Fórum. Além do prefeito Geraldo Julio e do governador, o evento recebeu o diretor-geral da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e biocombustíveis, Décio Oddone, Eduardo Sampaio, secretário de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, Helvio Guerra, secretário-adjunto de Planejamento e Desenvolvimento Energético do Ministério de Minas e Energia e Efraim Morais, secretário de Desenvolvimento da Agricultura e Pesca da Paraíba, foram algumas das autoridades presentes no evento.

O grupo possui cerca de 2/3 dos delegados do Congresso Estadual do PT que devem escolher, nos próximos dias 19 e 20 de outubro, o nome que comandará a legenda
O grupo possui cerca de 2/3 dos delegados do Congresso Estadual do PT que devem escolher, nos próximos dias 19 e 20 de outubro, o nome que comandará a legendaFoto: Kelvin Maciel

Com a presença do líder do PT no Senado, Humberto Costa, lideranças de diferentes tendências do PT no Estado declararam apoio ao nome do deputado Doriel Barros (PT) à presidência do partido. Junto, o grupo possui cerca de 2/3 dos delegados do Congresso Estadual do PT que devem escolher, nos próximos dias 19 e 20 de outubro, o nome que comandará a legenda.

“Obtivemos um resultado importante desse conjunto de forças. O PED (Processo de Eleição Direta) foi muito expressivo e participativo no Estado. Agora é preciso que o partido se aglutine e após o Congresso a legenda comece a debater os municípios prioritários onde o PT quer ter candidato, onde é possível se fazer aliança. Vamos também abrir nacionalmente uma conversa com outros partidos de esquerda para discutir eleições municipais e ver onde é possível estar junto e onde não é", disse Humberto.

Além do senador, participaram do ato o deputado federal Carlos Veras, os deputados estaduais Doriel Barros e Ducicleide Amorim, o secretário de Desenvolvimento Agrário de Pernambuco, Dilson Peixoto, o secretário de Saneamento da Prefeitura do Recife, Oscar Barreto e o ex-vereador Osmar Ricardo.

Para Doriel, a prioridade para o próximo mandato será fortalecer a legenda aproximando-a, especialmente, da base. “Na disputa do próximo ano, os partidos terão um peso importante. O nosso objetivo é ampliar o número de prefeitos e vereadores do PT no Estado, ouvindo os diretórios, mas também a Direção Nacional. A partir desses debates, vamos identificar onde é necessário fazer alianças com forças que integram o nosso campo político”, afirmou.

O espaço substituirá uma casa que era alugada e com menos estrutura
O espaço substituirá uma casa que era alugada e com menos estruturaFoto: Jonas Santos

Um espaço humanizado, equipado e com diversos profissionais para atendimento a dependentes químicos já está em funcionamento no bairro da Vila Mocó. O prefeito Miguel Coelho inaugurou, na última sexta-feira (13), o novo prédio do Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) AD III. O equipamento teve mais de R$ 1,2 milhão de investimento e será uma referência em tratamento público de dependentes de álcool e outras drogas.

O espaço substituirá uma casa que era alugada e com menos estrutura. Já na entrada do novo CAPS, chama a atenção a ambientação humanizada feita a partir de desenhos nos muros e paredes pelo artista de graffiti, Alexandre Esteves. Além do cuidado com o aspecto da humanização, o Centro tem estrutura moderna, com diversos ambientes para acolhimento, tratamento, integração e lazer. Também estará disponível uma equipe multidisciplinar de profissionais para acompanhar dependentes de álcool e outras drogas.

No ato de inauguração, o prefeito ressaltou o tamanho do investimento na nova estrutura como um exemplo de que o serviço público precisa incentivar o resgate e a valorização de vidas. "Todo mundo merece uma segunda chance para ser inserido na sociedade. Todos enfrentam algum tipo de problema, alguns mais difíceis de superar e não devemos aqui fazer julgamentos, mas dar as condições para resgatar vidas. Esse novo centro é uma estrutura de excelência que nos traz orgulho e enche de esperança pelas condições de recuperar pessoas, famílias, a nossa gente", defendeu Miguel.

O novo CAPS AD III funcionará em regime de 24h, atendendo até 300 pessoas, a partir de 18 anos, com transtornos decorrentes do uso abusivo de álcool e outras drogas. A unidade presta serviços de saúde de caráter individual e coletivo, através de uma equipe formada por psicólogos, psiquiatra, enfermeiros, farmacêutico e assistente sociais.

Deputado estadual Antônio Coelho (DEM)
Deputado estadual Antônio Coelho (DEM)Foto: Divulgação

A Feira e Exposiçao de Caprinos e Ovinos do distrito de Rajada (ExpoRajada), em Petrolina, no Sertão do São Francisco, foi incluída no calendário oficial de eventos e datas comemorativas do Estado. A iniciativa partiu de um projeto de lei do deputado estadual Antonio Coelho (DEM), que agora virou lei sancionada pelo governador em exercício e presidente da Assembleia Legislativa, deputado Eriberto Medeiros (PP). De acordo com o texto, o evento ocorrerá anualmente, nas semanas do dia 22 de abril.

“A semana começa com uma ótima notícia, que é a sanção da lei que inclui a ExpoRajada no calendário oficial do estado. Trata-se de um evento muito importante, onde a Prefeitura de Petrolina tem garantido o fomento à caprinocultura regional, estimulando assim os negócios desse setor e mantendo a qualidade da carne e dos produtos derivados”, destacou Antonio Coelho.

Em 2019, a ExpoRajada realizou sua oitada edição, em comemoração aos 86 anos do distrito de Rajada. O evento contou com exposição de animais em 102 baias, estandes com produtos regionais, shows de artistas locais e premiações para os expositores. A Prefeitura ofertou uma série de serviços gratuitos nas áreas de saúde, educação, cidadania e empreendedorismo. Cerca de cinco mil pessoas participaram dos dois dias de evento.

Governador prestigiou a abertura do Fórum Nordeste, evento que tem como foco o setor de biocombustíveis e energias limpas
Governador prestigiou a abertura do Fórum Nordeste, evento que tem como foco o setor de biocombustíveis e energias limpasFoto: Hélia Scheppa/SEI

O governador Paulo Câmara (PSB) participou, nesta segunda-feira (16), da abertura da 11ª edição do Fórum Nordeste, no Arcádia Paço Alfândega, no Recife. O evento reúne, anualmente, representantes do setor sucroalcooleiro, com o objetivo de discutir os desafios e oportunidades no setor de biocombustíveis e energias limpas. A iniciativa é promovida pelo Grupo EQM e pelo Sindicato da Indústria do Açúcar e do Álcool de Pernambuco (Sindaçúcar-PE). No evento, o governador destacou a preocupação da sua gestão com o meio ambiente e as mudanças climáticas.

“Ao lado da educação, a questão ambiental é a agenda que assume mais relevância em Pernambuco. Independentemente de razões econômicas ou ideológicas, priorizar o meio ambiente diz respeito, acima de tudo, à necessidade de preservarmos nossa existência neste planeta e de garantirmos um lugar seguro e agradável para os nossos descendentes”, afirmou Paulo Câmara.

O governador destacou ainda o trabalho que vem sendo realizado no Estado em parceria com as cooperativas do setor. “Temos em Pernambuco uma câmara discutindo permanentemente ações que podem melhorar a produtividade no setor da cana de açúcar e do álcool. Além disso, estamos constantemente realizando discussões importantes com as cooperativas, em um ambiente muito saudável, sempre buscando planejar melhor a geração de emprego e renda na Zona da Mata pernambucana”, finalizou.

“Estamos hoje aqui para dar continuidade a esse debate tão qualificado, que já acontece há 11 anos. A discussão é sobre o futuro do planeta e sobre a importância de substituir os combustíveis fósseis pelos biocombustíveis, principalmente pelo etanol brasileiro. Se alguém um dia pensou que a indústria sucroalcooleira não era a indústria do futuro, estamos mostrando o contrário, promovendo esse encontro de hoje”, afirmou o prefeito de Recife, Geraldo Júlio (PSB).

Presidente do Grupo EQM, o empresário Eduardo de Queiroz Monteiro ressaltou a atuação do Governo de Pernambuco no constante auxílio ao desenvolvimento do setor. “Apostamos que daqui surjam luzes e diretrizes que possam guiar a nossa valorosa bancada nordestina e brasileira do setor. Gostaria de agradecer ao governador Paulo Câmara, que nunca nos faltou na política fiscal e na presença de reestruturação de arranjos produtivos importantes de Pernambuco, como na Usina Cruangi (Coaf) e na Pumaty (Agrocan)”, disse Monteiro.

Parlamentares federais e estaduais; o secretário de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, Eduardo Sampaio; o secretário-adjunto de Desenvolvimento e Planejamento Energético do Ministério de Minas e Energia, Aldo Guerra; o secretário de Desenvolvimento da Agricultura e da Pesca, Efraim Morais; o diretor-geral da Agência Nacional de Petróleo e Gás, Décio Oddone; o presidente do Sindaçucar-PE, Renato Cunha; e o presidente da Associação de Fornecedores de Cana, Alexandre Andrade Lima.

Luciano Bivar
Luciano BivarFoto: Arthur Mota/Folha de Pernambuco

A 11ª edição do Fórum do Nordeste, realizada nesta segunda-feira (16), no Arcádia Paço Alfândega, no Bairro do Recife, aproximou o empresariado do setor sucroalcoleiro com diversos parlamentares pernambucanos, de diferentes orientações ideológicas. Os deputados federais Luciano Bivar (PSL), João Campos (PSB), Silvio Costa Filho (Republicanos), Fernando Monteiro (PP), Augusto Coutinho (SD), Raul Henry (MDB) marcaram presença no evento, que também foi prestigiado pelo governador Paulo Câmara (PSB), pelo prefeito do Recife, Geraldo Julio (PSB) e pelo líder do governo no Senado, Fernando Bezerra Coelho.

Além dos parlamentares pernambucanos, o Fórum também contou com a presença do deputado federal Arnaldo Jardim (Cidadania-SP), coordenador da Frente Parlamentar pela Valorização do Setor Sucroenergético e do deputado alagoano Isnaldo Bulhões (MDB). Para o presidente nacional do PSL, Luciano Bivar, o evento é uma oportunidade para desenvolver a economia da região. "Essa iniciativa da Folha de de Pernambuco já é uma tradição. É fundamental para nossa região porque é a base de nossa economia. É até histórico. São esses fatores bioenergéticos pelos quais estamos sempre brigando para o desenvolvimento do país. O Nordeste é muito propício para isso por conta de suas condições climáticas. Eu acho que esse Fórum aqui hoje faz parte do calendário nacional para que a gente possa não só levantar os problemas, mas apresentar as soluções", disse.

Por sua vez, João Campos abordou uma preocupação do setor, também externada na abertura do evento pelo presidente do Sindaçúcar, Renato Cunha. "Esse evento é muito importante não só para Pernambuco, mas para todo o Nordeste. Discutir os desafios da produção de energia da nossa região e a indústria sucroalcoleira num momento desafiador. Não só pela crise que o Brasil passa, mas a gente viu decisões recentes, por exemplo, a ampliação da importação do álcool dos EUA o que pode impactar diretamente no emprego, tendo em vista que estamos começando agora um período de safra e de colheita onde grande parte da população nordestina vai ter oportunidade de trabalho e pode sofrer diante disso. E um ambiente como esse permite que o setor produtivo da região esteja em sintonia com os atores políticos, seja do executivo ou do legislativo, para construir as soluções que visam o melhor para o Estado e para o Nordeste", destacou João Campos.

O senador Fernando Bezerra Coelho (MDB) destacou a importância do evento promovido pelo grupo EQM com apoio do Sindaçucar. "O setor sucroalcoleiro é um importante segmento econômico e responsável por milhares de empregos e eu sempre faço questão de prestigiar o Fórum Nordeste. Esse ano uma pauta importante. Pernambuco e o Nordeste será responsável nos próximos 10 anos por mais de 80% de energia eólica, solar e biomassa e o setor sucroalcoleiro tem muito a ver com isso. Então vamos ver aqui ouvir as contribuições, indicações e sugestões para a formulação de políticas públicas, sobretudo do governo federal e dos governos estaduais para que através da energia alternativa a gente possa ter uma matriz de sustentabilidade no nosso paós e, ao mesmo tempo, ampliar a lucratividade e a competitividade do setor sucroalcoleiro do Nordeste", comentou.

O senador Fernando Bezerra Coelho participou do evento Fórum Nordeste
O senador Fernando Bezerra Coelho participou do evento Fórum NordesteFoto: Rafael Furtado/Folha de Pernambuco

O líder do governo no Senado, Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE), apontou, durante a 11ª edição do Fórum Nordeste 2019, realizada nesta segunda-feira (16), no Arcádia Paço Alfândega, no Bairro do Recife, o início de um diálogo do Governo Federal com o Estado para planejar um grande projeto de geração de energia. Segundo o senador, ele trará toda a equipe do Ministério de Minas e Energia no próximo dia 30 de setembro, para uma reunião com o governador Paulo Câmara (PSB).

"Nós vamos ter a oportunidade de desenvolver um projeto de quase 3 gigawatts. Para se ter uma ideia do que é isso, representa quase três sobradinhos ou metade da produção do sistema Paulo Afonso e vai gerar cerca de 15 mil empregos. Pernambuco precisa se preparar porque as placas solares mais de 80% serão instaladas em território pernambucano. E nós precisamos nos organizar para aqui produzir as placas, todos os equipamentos, componentes e insumos e será, portanto, uma grande oportunidade", apontou.

Leia também:
Fórum Nordeste busca descentralizar debate e lançar olhar sobre energias limpas
Desafios do setor sucroenergético no foco da discussão do Fórum Nordeste
Empresários e autoridades reunidos no Fórum Nordeste 2019

Além da energia solar, também há interesse do Governo Federal, de acordo com Fernando Bezerra, de investir no projeto de energia nuclear em Itacuruba, que foi iniciado ainda no Governo de Eduardo Campos, do qual foi secretário. O governo vai apresentar seu plano decenal de 2020 a 2030 e será discutida a localização das novas usinas nucleares em Itacuruba.

"Estamos falando de investimentos expressivos, mais de 30 bilhões de reais. Com as usinas nuclear e solar, Pernambuco será um grande produtor de energia. Imagine a geração de receita com ICMS que poderá ser investido em áreas como educação e saúde. É através dessa pegada da energia que Pernambuco poderá dar um grande salto de desenvolvimento.

comece o dia bem informado: