Foram encontrados 267 resultados para "Janeiro 2020":

Pela primeira vez visitando uma unidade prisional, Carlinhos Bala saiu satisfeito, apesar de ter perdido a partida
Pela primeira vez visitando uma unidade prisional, Carlinhos Bala saiu satisfeito, apesar de ter perdido a partidaFoto: Divulgação Seres

Com passagens pelos três grandes clubes de Pernambuco, Santa Cruz, Náutico e Sport, o atacante Carlinhos bala e seu time Balax foram os convidados especiais para jogar contra o time do CRA, formado pelos reeducandos do Centro de Ressocialização do Agreste (CRA), localizado em Canhotinho, no Agreste pernambucano. O amistoso é iniciativa da Secretaria Executiva de Ressocialização (Seres) e é um das apostas para driblar o ócio e a violência na unidade prisional.

Na disputa, que ocorreu no campo do CRA e contou com a calorosa torcida de outros detentos, os reeducandos levaram a melhor e o jogo terminou com o placar de 3 a 0. O atacante Betinho (ex-Náutico) também participou da partida. A prática de esportes é comum no CRA que também conta com equipes que lutam judô. O gerente prisional Marcos Braga incentiva. “O esporte é capaz de proporcionar um ambiente tranquilo e melhora as relações na unidade prisional”, ressaltou o gestor.

Pela primeira vez visitando uma unidade prisional, Carlinhos Bala saiu satisfeito, apesar do resultado. “Ganhamos a feliz sensação de motivar as pessoas com o futebol que é paixão nacional e, apesar de ser visto com um ídolo por muitos, jogamos com a mesma emoção. Com dedicação e o apoio da família, todos são capazes de retomar a vida longe da vida errada”, destacou o artilheiro.

No total, 37 mães e gestantes receberam os kits com materiais de trabalho e os certificados de conclusão
No total, 37 mães e gestantes receberam os kits com materiais de trabalho e os certificados de conclusãoFoto: Inaldo Lins/ PCR

Os minicursos de qualificação profissional do programa Chegando Junto concluíram, nesta sexta (31), as primeiras turmas de mulheres atendidas pelo Mãe Coruja Recife, iniciativa que oferece atenção integral às gestantes, antes e depois do nascimento de seus filhos.

No total, 37 mães e gestantes receberam os kits com materiais de trabalho e os certificados de conclusão nas áreas de manicure/pedicure e corte de cabelo masculino. Além delas, outras 12 pessoas também concluíram as aulas, totalizando 49 formados no mês de janeiro. Os minicursos são realizadas pela Prefeitura do Recife, por meio da Secretaria de Trabalho, Qualificação e Empreendedorismo (STQE).

Uma das beneficiadas foi Cleciane Vidal, mãe do pequeno Arthur, de sete meses, que fez o curso de manicure na Creche-Escola Governador Eduardo Campos, no Ibura. “O curso foi importante para melhorar minha qualificação profissional. Quero trabalhar em casa para não precisar ficar longe do meu filho. Estou muito feliz com mais essa oportunidade que o Mãe Coruja me proporcionou”, afirmou a moradora da UR-5, acompanhada pelo programa desde o início da gestação.

Para a supervisora do Mãe Coruja Recife, Ângela Arcoverde, a parceria com o Chegando Junto é fundamental. “Mudar a situação social das comunidades tem um impacto positivo na saúde. Com os kits que receberam, as mulheres poderão começar a trabalhar imediatamente e gerar sua própria renda. É um ganho muito importante para o programa”, afirma.

Além das mães e gestantes, a turma formada na Creche-Escola Governador Eduardo Campos teve também uma aluna muito especial: a venezuelana Iliana Nieves. Ela concluiu o curso de manicure e pedicure e agora tem mais chances de conseguir emprego e gerar sua própria renda. “Arrisquei a vida quando saí do meu país. Não sabia o que ia acontecer no Brasil. Mas encontrei pessoas, verdadeiros anjos, que me ajudaram e continuam ajudando. Estou começando uma nova vida e aprendi muito com todo mundo aqui”, afirma.

Ação ficará permanentemente no equipamento municipal e retrata a forma digna como as mulheres trans são tratadas no Presídio de Igarassu
Ação ficará permanentemente no equipamento municipal e retrata a forma digna como as mulheres trans são tratadas no Presídio de IgarassuFoto: Antônio Tenorio/ PCR

Com o intuito de promover a visibilidade do movimento trans, o Centro de Referência LGBT, equipamento de cidadania da Prefeitura do Recife, recebeu, nesta sexta-feira (31), a exposição fotográfica "Transformar e Libertar", da fotógrafa Poline Aguiar. A ação foi uma das atividades realizadas pela Secretaria Executiva de Direitos Humanos na 7º Semana Nordestina de Visibilidade Trans, promovida pela Articulação e Movimento de Transexuais e Travestis de Pernambuco (Amotrans-PE), em parceria com a PCR e outros órgãos e entidades, desde a última segunda-feira (27).

A exposição "Transformar e Libertar" traz imagens de mulheres travestis e transexuais que estão reclusas no Presídio de Igarassu (PIG), localizado na Mata Norte de Pernambuco. Trata-se de um presídio masculino que conta com um pavilhão destinado às pessoas trans. Além da exposição fotográfica, o Centro LGBT recebeu a presença da policial penal Maria das Graças Silva, coordenadora geral da unidade de Igarassu.

"O objetivo do pavilhão exclusivo não é segregar, mas amparar, proteger e dar dignidade às reeducandas trans. O pavilhão conta com espaço cultural, onde elas têm acesso a ações profissionalizantes para que, ao término da pena, sejam capazes de voltar a viver em sociedade e ter uma vida digna", afirmou Maria das Graças.

De acordo com Wellington Pastos, gerente de Livre e Orientação Sexual (Glos), a iniciativa finaliza as ações promovidas em alusão à Semana da Visibilidade Trans. "Nossa ideia é mostrar uma experiência exitosa que acontece no sistema penitenciário aqui no Estado. Reforçamos a visibilidade do trabalho realizado e torcemos para que ele se torne referência para outras instituições penitenciárias", disse o gestor. As imagens das reeducandas do Presídio de Igarassu ficarão permanentemente no Centro LGBT.

A exposição no Centro de Referência LGBT contou com o apoio da Secretaria da Mulher do Recife. Participaram da roda de conversa com a policial penal Maria das Graças profissionais da rede de serviços de instituições LGBT, representando a sociedade civil.

CENTRO LGBT - Ligado à Gerência de Livre Orientação Sexual (Glos), da Secretaria de Desenvolvimento Social, Juventude, Políticas sobre Drogas e Direitos Humanos do Recife, o Centro LGBT é um espaço de promoção da cidadania e garantia de direitos de gays, lésbicas, bissexuais, travestis e transexuais, habilitado a fornecer orientações sobre direitos humanos e prestar atendimento especializado a vítimas de discriminação e violência homofóbica. Implantado em 29 de agosto de 2014, é o primeiro Centro de Referência Municipal do Estado de Pernambuco.

Com equipe multiprofissional formada por agente de direitos humanos, psicólogo, advogado e assistente social, o equipamento tem cerca de dois mil usuários cadastrados e já realizou mais de oito mil atendimentos. O Centro LGBT funciona na Rua dos Médicis, nº 86, no bairro da Boa Vista, das 8h às 12h e das 13h às 17h. O telefone de lá é o 3231-1553.

A equipe multiprofissional formada por agente de direitos humanos, psicólogo, advogado e assistente social

A equipe multiprofissional formada por agente de direitos humanos, psicólogo, advogado e assistente social - Crédito: Antônio Tenorio/ PCR

A exposição no Centro de Referência LGBT contou com o apoio da Secretaria da Mulher do Recife

A exposição no Centro de Referência LGBT contou com o apoio da Secretaria da Mulher do Recife - Crédito: Antônio Tenorio/ PCR

O Pleno do TCE acatou, nesta terça-feira (29), um recurso (embargos de declaração) interposto pelo Ministério Público de Contas
O Pleno do TCE acatou, nesta terça-feira (29), um recurso (embargos de declaração) interposto pelo Ministério Público de ContasFoto: Divulgação TCE

O Pleno do TCE acatou, nesta terça-feira (29), um recurso (embargos de declaração) interposto pelo Ministério Público de Contas contra a decisão do Tribunal sobre uma Consulta formulada pela Procuradoria Geral do Estado em 2018.

A Consulta (n° 1852774-7), com relatoria do conselheiro Carlos Porto, questionava sobre a necessidade de contabilização de algumas parcelas, como o abono de permanência, no limite legal de gastos com pessoal no âmbito da Lei de Responsabilidade Fiscal.

Os Embargos de Declaração (n° 1859165-6), instrumento que torna possível pedir, em forma de recurso, esclarecimentos ao TCE sobre decisões, foi assinado pela procuradora geral do MPCO, Germana Laureano, e pelo procurador Gilmar Severino Lima. Ao acatar o recurso, o Tribunal adotou um novo entendimento à Consulta, fixando que os valores pagos pela Administração a título de abono de permanência em serviço, possuem natureza remuneratória, razão pela qual deverão ser considerados na apuração da despesa total com pessoal.

Por proposição do conselheiro Valdecir Pascoal, para evitar o efeito surpresa aos jurisdicionados, ficou decidido que o novo entendimento relativo ao cálculo da despesa com pessoal passará a ser exigido pelo TCE a partir do segundo semestre de 2020, ficando a critério dos órgãos a aplicação em qualquer momento, nos termos já regulamentados pela Secretaria do Tesouro Nacional.

O recurso foi acolhido por cinco votos a um. Votaram a favor os conselheiros Valdecir Pascoal, Adriano Cisneiros (em substituição a Carlos Porto), Carlos Pimentel (em substituição a Marcos Loreto), Ranilson Ramos e Teresa Duere, sendo do conselheiro Carlos Neves o voto divergente.



--

Deslizamento deixou cinco pessoas mortas
Deslizamento deixou cinco pessoas mortasFoto: Rafael Furtado/ Folha de Pernambuco

Nota do Governo do Estado:

O Governo de Pernambuco recebeu, ontem (quinta-feira), o laudo preliminar das empresas contratadas para realizar os estudos que vão subsidiar a identificação das causas do deslizamento de terra que vitimou sete pessoas, no mês passado, em Dois Unidos, Zona Norte do Recife. No documento, foram identificadas ligações clandestinas ao longo da tubulação rompida e a presença significativa de água no solo.

No entanto, os técnicos deixam claro que para chegar a uma conclusão definitiva é necessário um aprofundamento das análises com a realização de 18 ensaios geotécnicos e geológicos, em conformidade com os padrões da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT).

Independente do resultado final do laudo, o Governo do Estado está em contato com as famílias das vítimas do acidente e já definiu assistência psicológica, ajuda financeira mensal e a viabilização de novas moradias. Esse trabalho está sendo conduzido pela Secretaria de Desenvolvimento Social.

Além disso, a Compesa já iniciou um investimento de R$ 38 milhões na manutenção e melhoria da rede de abastecimento das áreas de risco dos morros do Recife. Em 2020, esse trabalho será ampliado e contará com mais recursos para toda a Região Metropolitana.

Coletivo Transparência quer criar tendência "mais à esquerda" no PT
Coletivo Transparência quer criar tendência "mais à esquerda" no PTFoto: Divulgação

A criação de uma nova tendência dentro do Partido dos Trabalhadores sendo discutida após encontros de um grupo de de filiados da legenda no final do ano passado. O Coletivo Trânsparência discute a fundação de uma corrente com orientação mais à esquerda no partido.

Ao contrário da resolução da executivas municipal do PT, o grupo defende a candidatura de Marília Arraes no Recife e que o partido tenha nomes nas disputas municipais das principais cidades pernambucanas. O Blog da Folha recebeu um material de divulgação do coletivo, que deve oficializar a criação dessa nova tendência após discussões internas do PTna legenda.

"Coletivo Transparência

Filiados e militantes do Partido dos Trabalhadores reunidos em quatro encontros entre o final de 2019 e início de 2020, fundaram o Coletivo Transparência em Pernambuco. Norteado pelo socialismo e orientado pelas raízes ideológicas do partido, o coletivo estará alinhado com os macrocampos posicionados à esquerda do espectro partidário.

Estruturação organizacional, princípios e visão do mais novo coletivo, foram debatidos, alinhados e definidos. Palestras com especialistas sobre as regras eleitorais 2020 e Direitos Humanos foram os temas técnicos disponibilizados para os convidados no período. O coletivo irá apoiar e colaborar com candidatos do PT as câmaras municipais e a prefeitura do Recife, Olinda, Jaboatão do Guararapes, Paulista, Cabo de Santo Agostinho e outras cidades da RMR.

A ata de fundação do Coletivo Transparência foi assinada e formaliza por Joaquim Araújo, Giovani Morais, Heraldo Botelho, Rosângela Gomes, Maurício Soriano, Lene Lima, Paulo Soriano, Marise Morais, Gabriela Costa, Rejane Lopes, Ana Patrícia, Jenner Nascimento, Leonardo Araújo, Francisco Ilo, Luciana Arantes, Ronaldo Couto, Passarinho Gomes, Lívio Silva e Fernando Coelho".

pt

Carlos Veras foi eleito deputado federal pelo PT-PE.
Carlos Veras foi eleito deputado federal pelo PT-PE.Foto: Germano Rodrigues


Em meio às divergências internas sobre a candidatura de Marília Arraes no Recife, o deputado federal Carlos Veras (PT) comentou sobre o assunto, em entrevista à Rádio Folha (FM 96,7), nesta sexta-feira (31). "Eu não vejo um projeto da Marília. Não podemos ter um projeto individual, precisamos de um projeto partidário", afirmou.

Segundo o parlamentar, a decisão deve respeitar as intâncias no Recife e no diretório estadual e deve ser feita depois de muito diálogo. Ele disse, no ento, que a exemplo de 2018, quando defendia a candidatura de Marília ao Governo do Estado e respeitou a decisão da executiva nacional, vai acatar o que foi decidido. "Vou estar do lado do PT, do meu partido. Esse é um debate que vamos fazer nas instâncias municipal, estadual e nacional para construir o que for melhor para o povo de Recife e de Pernambuco", disse.

Na entrevista ele evitou dizer sua posição pessoal sobre a candidatura de Marília. "Nosso mandato é um mandato popular. A posição individual de carlos veras não pode se sobrepor", ponderou. Ele cobrou de seus colegas de partido que as discussões internas não sejam feitas por meio da imprensa, para preservar a unidade. "O pt sairá unido ou não na campanha de 2020? Esse é um debate que precisamos fazer internamente e falar menos na imprensa", comentou Carlos Veras.

Veras discorda do termo usado para definir a decisão do PT em 2018. "Marília não foi rifada, não aceitamos esse termo pejoirativo. Houve uma decisção nacional sobre o que era o melhor caminho. Isso faz parte da construção partidária. Marpília era veradora, não foi candidata a governadora mas saiu como a deputada mais votada do PT. Marília saiu grande desse processo", avaliou, criticando a cobertura de seotores da imprensa sobre a disputa no PT. "Eu não aceito que fiquem me jogando contra a deputada Marília Arraes ou contra o senador Humberto Costa. Internamente vamos fazer esse debate para construir melhor para o PT", frisou.

"A gente tem que se preocupar mais com os direitos da classe trabalhadora que estão sendo atacados e destruídos. Somos o parto que mais faz esse debate interno. O que eu tenho pedido aos meus companheiros e companheiras do partido é que precisamos debater sobre as decisções tomadas. Não dá para tomar uma decisão sem dialogar", concluiu.

Ouça a entrevista:


Ex-governador Joaquim Francisco (PSDB)
Ex-governador Joaquim Francisco (PSDB)Foto: Zé Britto / Folha de Pernambuco

Cotado como um dos possíveis candidatos da oposição à Prefeitura do Recife, sendo ventilado, inclusive, como o postulante que seria apoiado pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido), o ex-governador Joaquim Francisco (PSDB) colocou fim às especulações e refutou a possibilidade de concorrer ao Executivo municipal.

Entretanto, ele não excluiu a possibilidade de atuar ao lado de algum candidato oposicionista. "O fato de não apresentar candidatura a prefeito do Recife não me impede de exercer uma cidadania ativa, vigilante e, sobretudo, comprometida com os caros valores cívicos da tradição pernambucana", afirmou, por meio de nota em rede social.
Na texto, o ex-governador enumera os postos políticos que já ocupou ao longo da sua vida pública e agradece por ter sido "mencionado" em "manifestação de generosos simpatizantes" como um dos possíveis postulantes. "Atento à serena percepção decorrente da experiência acumulada na atividade política e ao dialogar com a minha consciência, fui naturalmente levado a permanecer onde sempre estive: pronto para apoiar uma candidatura politicamente sólida e pragmaticamente consistente, capaz de mudar o rumo de um processo que não vem atrelando aos interesses do Recife", sublinhou.

A posição definitiva publicada nas redes sociais, no final da tarde, porém, foi precedida por um entendimento distinto manifestado durante entrevista à Rádio Folha 96,7 FM, no programa Folha Política, pela manhã. Na ocasião, Joaquim deixou aberta a possibilidade de ser candidato, admitindo, inclusive, uma possível troca de legenda. Neste cenário, ele deixaria o PSDB e iria para o PL para viabilizar uma candidatura apoiada pelo presidente da República. Na entrevista, Joaquim ponderou que ainda não tinha discutido a possibilidade com o presidente do PL em Pernambuco, o prefeito de Jaboatão dos Guararapes, Anderson Ferreira.

À tarde, em entrevista à Rádio CBN, a mudança de posicionamento foi sinalizada, com o ex-governador frisando que já cumpriu uma missão. “Existem pessoas que podem muito bem representar esse papel (candidato da oposição) e eu estarei engajado no campo da oposição junto com o presidente Bolsonaro, com seus membros da equipe que trabalham no Recife, motivados pela eleição”, afirmou.

Ouça a entrevista:

Marília Arraes na Rádio Folha
Marília Arraes na Rádio FolhaFoto: Paullo Allmeida

Após a reunião com o diretório nacional do PT com a presidente nacional da legenda Gleisi Hoffmann, o ex-presidente Lula, e as lideranças petistas nos diretórios municipal e estadual, e com a sinalização da direção nacional de que será candidata no Recife, Marília Arraes adotou um tom conciliador, em entrevista à Rádio Folha (FM 96,7), nesta sexta-feira (31).

"Minha intenção nunca foi sair de reunião ou discussão nenhuma com vencedores ou vencidos. Principalmente falando do mesmo partido. Temos muito mais convergências do que divergências, ponderou. "Saí bem tranquila e bem animada. Estamos fechados de que todas as capitais do Nortdeste terão candidatura e no Recife não seria diferente, até porque temos chances reais de ganhar a eleição", disse.

Marília defendeu o diálogo interno para promover a unidade do PT nas eleições. "O importante é que a gente pare com picuinha e de briga, isso não está na pauta das pessoas. O povo do Recife não gosta disso. Precisamos debater um projeto para cidade do Recife. É tranquilo. Quem tem prazo não tem pressa, já dizia Marco Maciel", comentou, concordando que abril é um bom cronograma para fehcar essa questão, apesar de que "vai botar o bloco na rua" desde já.

Sobre a conversa particular com Gleisi e Lula, Marília contou que foi para coordenar o processo eleitoral no Recife. "Eu fiquei mais para receber orienações para conduzir essa questão da melhor maneira. Foi um acompanhamento deles nessa condução para que não haja mais problemas nem divisão interna no partido", frisou. Marília destacou que o presidente Lula e a presidente Gleisi estão fazendo um esforço para convencer as instâncias do PT em Pernambuco sobre sua candidatura.

A deputada voltou a minimizar o embate com o senador Humberto Costa. "Ele pé uma peça fundamental e é importante que a gente ressalte isso. Merece respeito e ter suas opiniões respeitadas. Tem sido um líder importante no parlamento", elogiou.

Em entrevista, Humberto se mostrou ressentido por Marília não ter votado nele para senador e som em Silvio Costa. Marília minimizou o problema e criticou a escolha da frente Popular para a outra vaga ao senado. "Eu converso isso com Humberto sem ser pela imprensa. Se há cicatriz, gatranto que de minha parte não há alguma. E o senador da Frente Popular era Jarbas Vasconcelos que está aí votando nas pautas do governo Bolsonaro", disse.

Marília voltou a criticar o PSB e as declarações de João Campos. "O PSB fala mais de mim do que eu mesma. Se precisa ir para a impresa para falar que não tem medo de mim, é para ficar com medo mesmo porque a gente vai vir com tudo. Não me interessa o que João Campos pensa do PT, ele tem que discutir o partido dele", alfinetou.

Ouça a entrevista:

Parceria da Prefeitura de Petrolina e Governo Federal, que garantiu um investimento de R$ 2,5 milhões na localidade.
Parceria da Prefeitura de Petrolina e Governo Federal, que garantiu um investimento de R$ 2,5 milhões na localidade.Foto: Jonas Santos

O prefeito Miguel Coelho inaugurou 16 ruas pavimentadas na Vila Eduardo. A solenidade de entrega ocorreu no bairro na noite desta quinta (31). A reestruturação da comunidade foi garantida através de parceria da Prefeitura de Petrolina e Governo Federal, que garantiu um investimento de R$ 2,5 milhões na localidade.

O volume de recursos mudou a cara de uma parte do bairro que estava em terra batida. Foram calçadas as ruas Monteiro Lobato, Cabrobó I, Rachel de Queiroz, Janete Clair, Dr. Obertiol, Glauber Rocha, Padre Cícero, Estácio de Sá, Alagoas, Floresta, Anita Malfatti, Ulisses Guimarães, Dantas Barreto e as travessas Doutor Orbetiol, Tiradentes e Rachel de Queiroz.???

No ato de inauguração, Miguel antecipou a chegada de mais obras para o município sertanejo. "Petrolina passou 10 anos vivenciando o atraso, a falta de força política e de visão para o futuro que ela merece. A Vila Eduardo é um símbolo do novo tempo que nossa cidade vive agora, com os investimentos chegando pelo apoio do senador Fernando Bezerra e dos deputados Fernando Filho e Antonio Coelho. E vem muito mais, nossa meta aumentou, queremos deixar garantidas, este ano, 500 ruas pavimentadas, algo que não se vê em nenhum lugar de nosso estado", afirmou em tom de compromisso o prefeito.

Morador da Rua Floresta, onde ocorreu o evento, o aposentado João Diniz Nogueira recebeu uma placa comemorativa da entrega das obras. Habitando na comunidade há exatos 50 anos, o popular contou a transformação que vivenciou na Vila Eduardo. "Não tinha água encanada, energia, era tudo de terra. Primeiro, veio Fernando e fez uma parte do calçamento e saneamento. E agora Miguel conclui a pavimentação da Vila Eduardo. É um grande dia para nós", registrou João Diniz.

assuntos

comece o dia bem informado: