Associação Brasileira se reuniu com o governador no Palácio do Campo das Princesas
Associação Brasileira se reuniu com o governador no Palácio do Campo das PrincesasFoto: Hélia Scheppa

O governador Paulo Câmara (PSB) fez a abertura da 91ª reunião da Associação Brasileira de Entidades Estaduais de Meio Ambiente (Abema), no Salão das Bandeiras do Palácio do Campo das Princesas. O gestor estadual deu as boas vindas aos participantes e ressaltou a importância da discussão sobre o tema durante esta semana em que se realiza a Conferência Brasileira do Clima, e após o desastre ambiental que ocorreu no litoral nordestino com o derramamento de óleo nas praias.

“Muito bem pensado fazer essa discussão aqui em Pernambuco, diante do desafio que é a questão do meio ambiente e da agenda da sustentabilidade, e dos desafios do desenvolvimento da humanidade, do desenvolvimento econômico e da clara necessidade de preservação do meio ambiente. Nossa discussão é em favor do Brasil, do nosso planeta, uma discussão que, com certeza, poderá surtir frutos para as futuras gerações de brasileiros”, afirmou Paulo Câmara.

Ao lado do secretário estadual de Meio Ambiente e Sustentabilidade, José Bertotti, Paulo Câmara falou ainda sobre os desafios atuais e futuros na área. “Discussões que envolvem o clima, acordos internacionais, planejamento das próximas décadas, a questão do carbono zero, os gases do efeito estufa, tudo isso é uma agenda que nós precisamos priorizar. Vemos exemplos como esse das manchas de óleo que chegaram e podem ainda chegar às nossas praias e aos nossos estuários. São questões que tiveram condições de avançar quando houve a capacidade de se discutir uma ação conjunta que envolvesse todos os autores”, comentou o governador.

Sobre as ações que estão sendo desenvolvidas pelo Governo do Estado, após o desastre ambiental no litoral nordestino, Bertotti afirmou que o monitoramento segue sendo feito, mesmo sem nenhuma identificação concreta da origem do óleo. “Mesmo depois de 60 dias, ainda não se sabe a fonte causadora desse vazamento. Existe um trabalho específico sendo feito na entrada dos estuários, inclusive com mergulhadores atuando para retirar óleo que ficou preso pela densidade no fundo. Há também o monitoramento dos nossos arrecifes, que são as áreas mais sensíveis”, argumentou o secretário, que falou sobre outras preocupações do Estado, como a situação dos pescadores já cobrada ao Governo Federal.

Bertotti lembrou que desde o início do mês de setembro, quando a primeira mancha surgiu, o governo do Estado vem atuando. “Ainda existem muitas questões a serem esclarecidas que nos mantém em alerta, sob a coordenação do governador, mas atuando junto com os órgãos federais, que coordenam essa ação de contenção e de identificação”, finalizou.



Pernambuco é um dos 18 estados com municípios participantes do Selo UNICEF
Pernambuco é um dos 18 estados com municípios participantes do Selo UNICEFFoto: Jorge Farias

A busca por melhorias na área de saúde para crianças e adolescentes será o foco do encontro que acontecerá em Caruaru, nesta quinta (07) e sexta-feira (08), entre o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) e gestores municipais de Pernambuco. O município de Caruaru será representando por integrantes da Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos (SDSDH). O encontro será no Caruaru Park Hotel, das 08h às 16h.

Entre os temas abordados estão a prevenção da obesidade a partir de uma alimentação saudável, o acesso a informações e serviços de saúde para adolescentes como forma de prevenir infecções sexualmente transmissíveis, além da importância de um pré-natal de qualidade para garantir o pleno desenvolvimento da 1ª Infância. Estratégias para interiorização de crianças e adolescentes migrantes também farão parte da agenda.

As formações fazem parte da iniciativa Selo UNICEF e são voltadas, neste ciclo, à melhoria das políticas públicas voltadas à saúde das crianças e adolescentes. Pernambuco é um dos 18 estados com municípios participantes do Selo UNICEF - são 1.924 municípios na atual edição (2017-2020), distribuídos na Amazônia e no Semiárido.

Palestra de Olavo de Carvalho na abertura do encontro de conservadores
Palestra de Olavo de Carvalho na abertura do encontro de conservadoresFoto: Rafael Furtado/Folha de Pernambuco

A primeira edição do Fórum dos Conservadores do Nordeste foi aberto na manhã desta quinta-feira (7) no Recife. Alinhado à direita, o fórum tem como tema “Muda Nordeste” e deve reunir até sexta-feira (8), no Hotel Grand Mercure, em Boa Viagem, militantes conservadores, jornalistas, empresários e simpatizantes da ideologia. A abertura da conferência contou com a participação do escritor Olavo de Carvalho, que, em vídeo, apresentou um discurso centrado no “combate ao comunismo”. Atualmente, o líder conservador mora na Virgínia, nos Estados Unidos.

O discurso de abertura, feito por Olavo de Carvalho, pregou uma “rejeição ao comunismo sem nenhum respeito às pessoas que o defendem”. “Qual o mérito de ser moderado quando o que está contra nós é o regime mais assassino, genocida e cruel de todos os tempos?”, questionou Olavo. "Qualquer moderação nesse cenário é sinônimo de covardia e mal-caráter", completou.

No vídeo, Olavo não falou sobre questões relacionadas diretamente à região Nordeste, tema central da Conferência. “Completamente alinhada ao governo Jair Bolsonaro”, a organização do evento espera debater temas como a “preservação da moral, da família e do conservadorismo”. De acordo com Alexandre Carvalho, um dos organizadores do evento, “o movimento surge da necessidade de se resgatar conceitos que fizeram parte da nossas vidas”. “Ao contrário do que muitos pensam, o conservadorismo não é uma visão arcaica e antiquada”, disse Alexandre.

 "Durante décadas o termo 'conservadores' era praticamente proibido. O máximo do antipetismo e do anticomunismo era o liberalismo, uma postura que se apresenta como moderada", afirmou Olavo de Carvalho na gravação. Ele também questionou a existência de um regime democrático no Brasil. Para sustentar a tese, argumentou que "há uma ausência de teses 'anti-comunistas' nas universidades brasileiras".

Ao falar sobre o regime militar, o escritor fez referência ao deputado federal Ivan Valente (PSOL/SP) e afirmou que os militantes oposicionistas "não eram vítimas de uma ditadura, mas representante da ditadura mais ferozs de um continente, a cubana". "Era pra essa ditadura que seus 'Ivans valentes' trabalhavam". Na época do regime, Ivan Valente era militante do Movimento de Emancipação do Proletariado (MEP) e chegou a ser preso em 1977.

O grupo navegou pelos principais rios da cidade, viu o mangue e os animais que precisam desse ecossistema
O grupo navegou pelos principais rios da cidade, viu o mangue e os animais que precisam desse ecossistemaFoto: Divulgação/ PCR

Alunos da Escola Municipal Bola na Rede tiveram, na tarde desta quarta-feira(6), uma aula ambiental a bordo do Barco Escola Águas do Capibaribe. A atividade faz parte da Conferência Brasileira de Mudança do Clima, que acontece de 6 a 8 de novembro, no Recife. A embarcação partiu do Porto do Recife, passando pela Boca da Barra e navegou por entre as Pontes da cidade retornando ao Marco Zero.

No percurso os estudantes passaram pelos mais importantes rios da cidade Beberibe e Capibaribe e viram os animais que vivem na área, garças, peixes, caranguejos e a riqueza do mangue. Foram sensibilizados e provocados a refletirem sobre como as ações do homem como desmatamento e jogar lixo nos rios e mares podem impactar na vida das populações. O desmatamento provoca ilhas de calor nas cidades, desconforto térmico, o lixo, o plástico descartado de forma irresponsável já afeta a vida marinha e o planeta.

Essa foi a primeira viagem do Barco Escola após sua requalificação, informou o secretário de Educação do Recife, Bernardo D’Almeida, que acompanhou o passeio. De acordo com ele, essas atividades são importantes para formar um aluno com visão crítica. “Eles serão, num futuro próximo, responsáveis pelo desenvolvimento da cidade e, conhecendo a realidade poderão proteger o patrimônio ambiental local”.

Ágatha Gabriele, 11 anos, do 5º ano, da Escola Bola na Rede (localizada na Guabiraba) elogiou a aula e disse que não sabia que o Recife já teve uma ponte giratória. “Aprendi sobre história e meio ambiente. Vi peixes, garças e pássaros diferentes, uma riqueza que deve ser preservada”.

A obra está estimada em R$ 914 mil reais e o certame ocorrerá no dia 22 deste mês
A obra está estimada em R$ 914 mil reais e o certame ocorrerá no dia 22 deste mêsFoto: Divulgação

Nesta quarta-feira (6), o deputado estadual Diogo Moraes, vice-líder do Governo na Alepe, subiu à tribuna para evidenciar novos investimentos do Governo de Pernambuco para o Polo de Confecções do Agreste. O parlamentar repercutiu o anúncio da licitação da construção da superestrutura da ponte de Santa Cruz do Capibaribe, em substituição à Ponte Velha, que dá acesso ao centro comercial do município. A obra está estimada em R$ 914 mil reais e o certame ocorrerá no dia 22 deste mês.

De acordo com Diogo Moraes, ainda no primeiro semestre deste ano ele esteve reunido com a secretária de Infraestrutura e Recursos Hídricos Fernandha Batista e o secretário executivo da pasta, Tarcísio Ribeiro, onde trataram da questão da Ponte Velha. “A Gestão Estadual mostra que tem compromisso com nossa cidade e com a região. Mesmo sem ser de responsabilidade do governo, pleiteamos e conquistamos a licitação da construção da superestrutura no local da Ponte Velha da cidade. A estrutura foi construída por volta da década de 50 e não recebeu manutenção, chegando ao estado crítico atual, oferecendo riscos à população”, disse.

Diogo afirmou que esteve na Secretaria de Infraestrutura para pedir a análise atenta do governo e, se sendo possível, que fosse incluída uma ação duradoura nesta ponte que dá acesso ao município e ao centro comercial. “O Governo não reconheceu “paternidade” sobre a ponte, mas sim responsabilidade para com a vida dos santa-cruzenses. Como se não bastassem as obras da Adutora do Alto Capibaribe, a duplicação da BR-104 e reestruturação da PE-160, a implantação do esgotamento sanitário em 100% do município - tudo ao mesmo tempo acontecendo em nossa cidade, santa cruz conquista mais esta vitória”, comemorou o deputado.

Operação Têxtil 2019 – Ainda na tribuna, Diogo Moraes reforçou o convite da Secretaria de Defesa Social de Pernambuco para a coletiva de lançamento da 3ª edição da Operação Têxtil, que envolve 600 policiais no Polo de Confecções do Estado, intensificando o policiamento em Santa Cruz, Toritama e Caruaru, além das principais rodovias de acesso até o final do ano, período de mais movimento nas feiras. A coletiva acontece nesta quinta-feira, 7 de novembro, às 14h, na delegacia móvel do Moda Center Santa Cruz, com a presença do secretário executivo Humberto Freire.

Deputado federal Eduardo da Fonte
Deputado federal Eduardo da FonteFoto: Brizza Cavalcante/Sefot-Secom

A Comissão de Defesa do Direito do Consumidor da Câmara aprovou, nesta quarta-feira (6), pedido do deputado federal Eduardo da Fonte que requer uma auditoria nas tarifas de energia de todo o Brasil que cobraram valores adicionais por meio do sistema de bandeiras tarifárias.

O pedido requer que o próprio colegiado, com o auxílio do Tribunal de Contas da União (TCU), realize um ato de fiscalização e controle sobre o valor pago a mais pelos consumidores brasileiros, na conta de luz, com a implementação da bandeira vermelha pela Agência nacional de Energia Elétrica (ANEEL).

“Essas bandeiras são abusivas, porque beneficiam apenas as distribuidoras, já que elas podem aumentar o preço da conta de luz mensalmente. Por que essa antecipação tem que ser paga pelo consumidor?”, questionou Eduardo da Fonte.

Em 2018, o TCU realizou — a pedido do próprio Eduardo da Fonte — um levantamento no sistema de bandeiras, criado em 2015. O tribunal afirmou que, através do sistema, as distribuidoras já arrecadaram da população cerca de R$ 21,6 bilhões desde fevereiro de 2018.

Segundo ainda o parecer, o sistema de bandeiras foi desvirtuado pela ANEEL.

Por se tratar de uma Proposta de Fiscalização e Controle, a matéria não será submetida a outra comissão na Câmara. O pedido segue para o Tribunal de Contas da União.

Os imóveis do PNHR têm mudado a vida das famílias do campo com a oferta de moradias dignas
Os imóveis do PNHR têm mudado a vida das famílias do campo com a oferta de moradias dignasFoto: Janaina Pepeu

Na manhã desta quarta-feira (6), mais 11 famílias da zona rural de Caruaru puderam celebrar a realização do maior sonho de suas vidas: a aquisição da casa própria. Os beneficiários receberam as moradias no 1º e 2º distritos rurais. Agora, a soma de casas entregues pelo Programa Nacional de Habitação Rural em Caruaru (PNHR) chega a 161. Ao final serão 416 casas construídas.

“A gente está trabalhando para poder fazer essas entregas para muito mais pessoas daqui de Caruaru. Abraçamos esse projeto, fomos atrás do recurso e estamos construindo as casas e conseguindo entregar para a população”, destacou a prefeita Raquel Lyra ao fazer a terceira entrega do dia no Sítio Santa Maria. O beneficiário Deginaldo Heleno da Silva celebra a conquista junto com a gravidez de oito meses da esposa Jaciara Injhon da Silva.

A vida conjugal começa cheia de esperança e fortes emoções para o jovem casal que antes morava numa casa de um único cômodo. “É uma emoção inexplicável, porque eu não tinha condições de fazer uma casa dessas. A gente só tem a agradecer à Prefeitura de Caruaru e à prefeita Raquel Lyra”, enfatizou Deginaldo. “É aqui que eu quero que meu filho seja muito feliz”, destacou Jaciara, emocionada. Os dois aguardam a chegada do filho Nicolas na nova moradia.

Hoje, foram três casas entregues no Sítio Santa Maria, uma em Malhada de Barreiras Queimadas, duas no Sítio Caldeirão, duas no Sítio Reinaldo, uma no Baixio de Itaúna, uma no Sítio Carneirinho e a última no Sítio Itaúna. Os imóveis têm dois quartos, sala, cozinha, banheiro e área de serviço.

O PNHR foi criado pelo Governo Federal no âmbito do Programa Minha Casa Minha Vida, através da Lei 11.977/2009, com a finalidade de possibilitar ao agricultor familiar, trabalhador rural e comunidades tradicionais o acesso à moradia digna no campo, seja construindo uma nova casa, reformando, ampliando ou concluindo uma já existente.

Deputado federal Fernando Rodolfo (PL-PE)
Deputado federal Fernando Rodolfo (PL-PE)Foto: Divulgação / Câmara Federal

O deputado federal Fernando Rodolfo (PL-PE) integrou a comitiva de deputados que entregou hoje (quarta, 6) à noite ao presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, manifesto pela manutenção da prisão em segunda instância, cujo julgamento será retomado amanhã (quinta, 7) no STF.

“Um dos compromissos inabaláveis do meu mandato é o combate sem trégua à corrupção, exercido em projetos de lei de minha autoria que tramitam na Câmara. A revogação da prisão em segunda instância, que espero não venha a ocorrer, significará um grave retrocesso na luta contra a corrupção”, declarou Rodolfo.

Apenas 87 dos 513 deputados federais, incluindo o parlamentar pernambucano, assinaram o manifesto entregue há pouco ao presidente do STF, o que representa 17% da Casa. 

Toffoli recebeu, na terça-feira, manifesto de igual teor assinado por 43 dos 81senadores – 53% do Senado. O placar no STF pela manutenção da prisão em segunda instância está 4 x 3. Faltam votar quatro ministros e com a tendência do empate em 5 x 5, o voto decisivo deve ficar a cargo do presidente do Supremo.

Fachada do Palácio da Justiça, no Recife
Fachada do Palácio da Justiça, no RecifeFoto: Reprodução/ TJPE

O Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE), através do Centro de Estudos Judiciários (CEJ), promove o lançamento do livro “Memória Judiciária de Pernambuco – Desembargador Thomaz de Aquino Cyrillo Wanderley”. O evento acontece nesta quinta-feira (7/11), às 17h, no Salão Nobre do Palácio da Justiça, no Recife.

A obra é a décima de uma série com previsão para mais três lançamentos ainda neste ano. Todos os livros foram feitos pelo CEJ/TJPE, contanto com a pesquisa e edição. Esse volume aborda a biografia do desembargador Thomaz de Aquino, em 257 páginas, dividido em sete partes que contam sua trajetória no Judiciário, doutrina, discursos em sua homenagem, notícias de destaque e artigos publicados na imprensa, sua condecoração e memorial fotográfico.

Thomaz de Aquino foi uma das figuras mais importante do Judiciário Pernambuco, conseguindo se destacar pela sua conduta e ética. Recebeu como homenagem de reconhecimento a intitulação de um dos prédios mais famosos de Recife com o seu nome, o Fórum Thomaz de Aquino, e também o Salão de Sessões das Câmaras Criminais do Tribunal.

Os volumes anteriores da coleção contam com biografias de outros desembargadores e possuem duas edições especiais. O evento de lançamento contará com servidores, magistrados, demais autoridades e seus familiares. Ele será aberto ao público e terá a distribuição gratuita de exemplares do novo livro.

O secretário estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação, Aluísio Lessa, foi quem declarou aberta a Ciência Jovem 2019
O secretário estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação, Aluísio Lessa, foi quem declarou aberta a Ciência Jovem 2019Foto: Divulgação

Está aberta a 25ª edição da Ciência Jovem. Na tarde desta quarta-feira (6), a cerimônia de abertura reuniu alunos, professores, membros da academia, científica, representantes do Governo do Estado e empresários. Todos emanados em prol do conhecimento, cientes do quanto a ciência é valiosa.

Coube ao diretor do Espaço Ciência, museu vinculado à Secretaria Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação, as primeiras palavras. Ele ressaltou a grande proporção que o evento tomou. "A Ciência Jovem é uma revolução pedagógica, que é preparada durante todo o ano letivo. Temos aqui trabalhos de todos os estados e de todas as regiões de Pernambuco. Ficamos muito satisfeitos por chegar a 1/4 de século com este volume. Aproveitem toda a feira", declarou.

O presidente da Academia Pernambucana de Ciências (APC) José Aleixo, exaltou o evento e criticou a postura da União, que tem cortado verbas de bolsas e pesquisas. "É uma honra para a academia participar da Ciência Jovem. Quem atualmente ocupa o Governo Federal tem feito ataques à Ciência, mas esse povo está com os dias contados. Enquanto eles dizem que somos todos Paraíba, somos todos Ciência Jovem", afirmou.

O secretário estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação, Aluísio Lessa, foi quem declarou aberta a Ciência Jovem 2019. O gestor da SECTI destacou a importância que é dada pelo Governo do Estado à feira. "O Governo de Pernambuco trata educação, a ciência e o acesso ao conhecimento como prioridade. O professor Pavão está de parabéns por conduzir a iniciativa, que é de alcance nacional e internacional, para a sua 25ª edição. A Ciência Jovem é a prova de que a ciência move o mundo", concluiu.

assuntos

comece o dia bem informado: