Foram encontrados 260 resultados para "Janeiro 2019":

Os deputados estaduais eleitos participaram, nesta terça (29), do Seminário Bem-Vindos à Casa Joaquim Nabuco.
Os deputados estaduais eleitos participaram, nesta terça (29), do Seminário Bem-Vindos à Casa Joaquim Nabuco.Foto: Heluizio Almeida

Os deputados estaduais eleitos participaram, nesta terça (29), do Seminário Bem-Vindos à Casa Joaquim Nabuco. O objetivo foi fazer uma apresetação sobre a estrutura e o funcionamento administrativo do Poder Legislativo. O evento, que se encerra nesta quarta (30), é voltado principalmente aos 25 novatos que ainda não ocupam mandato na Alepe e a dois suplentes, Sivaldo Albino e Professor Paulo Dutra, ambos do PSB. Estes últimos deverão ser convocados na 19ª Legislatura, que tem início na próxima sexta (1º), para as vagas de parlamentares licenciados para assumir cargos no Poder Executivo. Deputados da atual legislatura e assessores também participam das atividades.

O presidente da Alepe, deputado Eriberto Medeiros (PP), que abriu o seminário, sublinhou a importância da atuação dos novos deputados para que o Legislativo pernambucano possa corresponder às cobranças da sociedade. “Sabemos da dificuldade que a classe política enfrenta a partir da deflagração de uma crise ética em nosso País nos últimos anos, mas a nossa missão é demonstrar, em respeito à nossa história, com trabalho diário e transparência, que a Casa tem participação central na mudança da vida dos pernambucanos.”

Leia também:
[Giro de Notícias] Confira os destaques desta quarta-feira
Disputa pela terceira-secretaria da Alepe
Governador apresenta secretariado na 1ª Assembleia da Amupe


Superintendente da Escola do Legislativo, órgão que realiza o evento, Sebastião Rufino frisou a necessidade de receber “de portas abertas” os novos integrantes. “É fundamental que os deputados iniciem os seus mandatos já tendo tomado conhecimento sobre as atividades do Poder Legislativo e também recebido todas as informações indispensáveis para o bom exercício das suas funções, além de saber quem são as pessoas que compõem o quadro da Alepe, com quem irão lidar nos próximos quatro anos”, observou.

O primeiro dia de seminário tratou dos pontos mais importantes do Regimento Interno da Assembleia, assim como do funcionamento de setores administrativos responsáveis por organizar o processo legislativo, oferecer apoio jurídico, prestar consultoria técnica aos parlamentares, receber reclamações da população e proporcionar assistência de saúde ocupacional aos deputados e servidores.

Na quarta-feira (30), entre outros temas, foram abordados assuntos referentes à gestão interna da Casa, à Previdência complementar, à segurança patrimonial e à comunicação institucional.

Governador entregou novas viaturas para combater crime organizado no interior
Governador entregou novas viaturas para combater crime organizado no interiorFoto: Hélia Scheppa/PSB

Para reforçar o combate ao narcotráfico e roubos a bancos no Interior do Estado, nesta quarta-feira (30), o governador entregou 37 novas viaturas do modelo S-10 4x4. Os veículos vão ajudar no combate à violência em quatro unidades do Batalhão Especializado de Policiamento do Interior (Bepi), destacados principalmente para as áreas de patrulhamento rural de alto risco, serão distribuídos entre as unidades de Custódia e Salgueiro (Sertão), Toritama (Agreste) e Palmares (Zona da Mata).

“São 37 novas viaturas que serão muito importantes no nosso trabalho de combate ao crime organizado, ao tráfico de drogas e às quadrilhas especializadas em roubo a banco que atuam no nosso Estado. E esse trabalho vai ter um olhar cada vez mais presente das nossas equipes para que a gente tenha mais condições de continuar avançando no combate à criminalidade e no aumento da sensação de segurança em Pernambuco”, destacou o governador, ratificando o compromisso contínuo da gestão com os investimentos na área.

leia também:
[Giro de Notícias] Confira os destaques desta quarta-feira
PT negocia espaço na Prefeitura do Recife
Disputa pela terceira-secretaria da Alepe

“Temos muito o que fazer, mas essas ações de implemento que a gente está dando na parte de infraestrutura, com mais viaturas, ajudam muito o trabalho da Polícia Militar”, complementou Paulo. Criado em 2015, o Bepi conta, atualmente, com mais de 300 policiais, divididos em 10 equipes. O batalhão reformulou e fortaleceu a antiga Companhia Independente de Operações de Sobrevivência na Caatinga (Ciosac), criada em março de 2004, com sua base no município de Custódia, no Sertão do Moxotó.

As unidades que irão receber os veículos contemplam as três regiões do Interior do Estado. São elas: 2ª e a 3ª companhias do Bepi, localizadas, respectivamente, nos municípios de Toritama, no Agreste do Estado, e Palmares, na Mata Sul pernambucana; assim como as operações em Petrolina e Salgueiro, neste último que conta com base do Bepi.

Foram entregues 70 viaturas para reforçar combate ao crime organizado no interior

Foram entregues 70 viaturas para reforçar combate ao crime organizado no interior - Crédito: Hélia Scheppa/PSB



Senador Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE) com o diretor-geral do  DNIT, general Antônio Leite dos Santos Filho.
Senador Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE) com o diretor-geral do DNIT, general Antônio Leite dos Santos Filho.Foto: Divulgação

Retornando as atividades legislativas em Brasília, o senador Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE) se reuniu, nesta terça-feira (29), com o diretor-geral do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), general Antônio Leite dos Santos Filho. Como resultado da audiência, o parlamentar teve a garantia de R$ 16 milhões para obras em Petrolina (PE) .

Deste total, R$ 9 milhões serão destinados à construção de um segundo viaduto na Avenida Sete de Setembro, uma das principais vias do município e da região. Os outros R$ 7 milhões serão direcionadas às obras de remodelação e duplicação da BR-428 – saída para a capital Recife.

Leia também:
[Giro de Notícias] Confira os destaques desta quarta-feira
Disputa pela terceira-secretaria da Alepe
Rodrigo Maia tenta acordo cruzado com PT e PSB para neutralizar oposição


“Foi uma reunião bastante produtiva, com resultados concretos e prazos céleres para a conclusão destas importantes obras, que vão melhorar o tráfego e a qualidade de vida dos petrolinenses”, avaliou Bezerra Coelho, ao final da audiência. O encontro também contou com a participação dos diretores de Infraestrutura Rodoviária do Dnit, Euclides Souza Neto; e de Planejamento e Pesquisa, Luiz Guilherme de Mello.

De acordo com Fernando Bezerra, a estimativa é que os dois viadutos da Sete de Setembro estejam concluídos até o final deste ano. O senador também estima que o projeto para as obras de duplicação da Avenida Honorato Viana (BR-428) seja finalizado até o próximo mês de setembro.

FILIAÇÃO – Nesta manhã, Fernando Bezerra Coelho participou da filiação do senador eleito Eduardo Gomes (TO) ao MDB. Ele deixou o Solidariedade (SD) para integrar a maior bancada no Senado.

Mila Aguiar assume a Secretaria Executiva de Articulação e Prevenção Social ao Crime e  à Violência
Mila Aguiar assume a Secretaria Executiva de Articulação e Prevenção Social ao Crime e à ViolênciaFoto: Carlos Lima

A Secretaria Executiva de Articulação e Prevenção Social ao Crime e à Violência, que integra a estrutura da recém-criada Secretaria de Políticas de Prevenção às Drogas iniciou os trabalhos em Pernambuco. Após atuar no comando da Secretaria Executiva de Articulação Social (Seart) no último ano, Mila Aguiar assumiu o comando do novo órgão.

"Tenho como meta aperfeiçoar o trabalho voltado para a atenção aos segmentos mais vulneráveis, com foco nos jovens, fortalecer a implementação da Política de Prevenção Social ao Crime e à Violência de forma inovadora em todo o Estado e avançar no diálogo com a sociedade civil, coletivos e instituições dos territórios ", destacou Mila Aguiar.

Leia também:
[Giro de Notícias] Confira os destaques desta quarta-feira
Disputa pela terceira-secretaria da Alepe


Currículo - Mila Aguiar acumula experiência na Gestão Pública, além de ter ocupado o cargo de secretária executiva de Articulação Social, na Secretaria de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude do Estado, também atuou na Secretaria de Desenvolvimento Social, Juventude, Políticas Sobre Drogas e Direitos Humanos do Município do Recife.

Além disso, teve participação efetiva no Grupo de Trabalho que elaborou a Lei nº14.561, de 26 de dezembro de 2011, instituindo a Política Estadual sobre Drogas e ainda contribuiu diretamente na elaboração do Pauta Brasil, Pauta Pernambuco e Pauta Recife de Políticas sobre Drogas. Mila Aguiar também atuou como gestora de Projetos Sociais em Organizações não governamentais.

Confira as principais manchetes de hoje
Confira as principais manchetes de hojeFoto: Divulgação

Giro de manchetes nos principais jornais do país, nesta quarta (30):


Folha de Pernambuco: "Presos funcionários da Vale e engenheiros"

Jornal do Commercio: Prisões, mais mortes e ação contra a Vale"

Diario de Pernambuco: "Engenheiros vão responder por homicídio"

Folha de S. Paulo: "Vale tem 56 barragens com elevado potencial de estrago"

O Estado de S. Paulo: "Vale vai fechar barragens; engenheiros são presos"

O Globo: "Vale promete eliminar barragens mais perigosas"

Estado de Minas: "Tarde demais"

O Tempo: "Vale vai extinguir dez barragens após causar 2º tragédia em MG"

Correio do Povo: "Cinco responsáveis por segurança de brumadinho são presos"

Zero Hora: "Vale diz que a acabará com barragens como a de Brumadinho"

Valor Econômico: "Governo cogitou intervenção, mas não vai 'satanizar' a Vale"

Correio* : "Pressão sobe cpontra a Vale após tragédia"

Correio Brasiliense: "Depois de 84 mortes, as primeiras prisões"

Projeto é de autoria do Executivo, chefiado pelo prefeito do Recife, Geraldo Julio (PSB).
Projeto é de autoria do Executivo, chefiado pelo prefeito do Recife, Geraldo Julio (PSB).Foto: Paullo Allmeida/Folha de Perambuco

Depois de garantir uma pasta no Governo do Estado (Secretaria de Desenvolvimento Agrário, com Dilson Peixoto), o PT, agora, articula-se para ocupar espaços na Prefeitura do Recife. Nos bastidores, fala-se que o partido ocupará a Secretaria de Saneamento. Os nomes de João da Costa (PT) e Oscar Barreto (PT) - primeiro e segundo suplentes da deputada federal eleita Marília Arraes (PT) - são cotados para a assumir a vaga.

Presidente da sigla em Pernambuco, Bruno Ribeiro, pondera que a discussão sobre os espaços na gestão municipal não terminou. “Ainda está em processo de debate", disse. Sobre os nomes postos, Ribeiro afirma que trata-se de uma “especulação”. Em entrevista à Rádio Folha FM 96,7, Bruno afirmou que, "mais do que uma questão de ocupar espaços, há uma questão maior que é a articulação das forças de centro-esquerda".

O ex-prefeito do Recife, João da Costa, confirmou que teve uma conversa com o Geraldo Julio (PSB), mas ponderou que a reunião "foi um prolongamento das discussões do partido com o PSB", com um cárater político e que não foram discutidos cargos. No entanto, ele ressalta que uma corrente “majoritária do partido, acha que não tem como estar no Governo do Estado e continuar sendo oposição na Prefeitura”.

Questionado sobre a possibilidade de assumir uma secretaria, ele assegurou que “essa discussão não existe” e que assumirá a vaga na Câmara dos Vereadores na próxima sexta-feira (início da próxima legisltatura municipal e posse dos suplentes). De acordo com ele, "essa hipótese de vaga não foi posta em discussão ainda no PT”. Caso assuma uma secretaria, Oscar Barreto fica com a vaga na Casa de José Mariano. Procurado pela reportagem, Barreto não quis comentar o assunto.

Sobre a possível indicação do PT para a pasta de Saneamento, Marília comentou, em entrevista à coluna digital No Cafezinho, que o espaço do partido na composição do governo foi tomada de maneira antidemocrática. "Não é questão de ser contra ou não. Eu sou contra qualquer discussão tomada arbitrariamente, principalmente num partido que sempre teve como marca a democracia interna", disse.

A deputada estadual Teresa Leitão (PT), por sua vez, avalia que o "mais importante neste momento seria o debate sobre as relações do PT com o governo e com o próprio PSB".

"O PT teve um candidato a prefeito que levou a disputa para o segundo turno e colocou o partido na oposição a Geraldo Julio. Uma mudança desta posição, a meu ver, não pode ficar restrita à ocupação de uma nova secretaria", disse.

Posse
Os trabalhos legislativos da Câmara Municipal do Recife serão retomados nesta sexta-feira, 1º de fevereiro, com o fim do recesso parlamentar. A reabertura ocorrerá numa reunião solene de instalação do período legislativo, às 10h, com a presença do prefeito Geraldo Júlio (PSB). A volta significa, na prática, o reinício dos trabalhos no plenário, das comissões permanentes, audiências e reuniões públicas, pois durante o mês de janeiro ocorrem apenas as atividades administrativas da Casa.

Na reunião solene, quatro novos vereadores assumem as vagas deixadas por parlamentares que foram eleitos para outras esferas do poder: João da Costa (PT) assumirá a vaga deixada por Marília Arraes, eleita deputada federal. Os outros três parlamentares que deixam a Casa assumem como deputados estaduais. Por isso, Goretti Queiroz (PSC) ocupará a cadeira de Wanderson Florêncio; Samuel Salazar (PRTB) assumirá no lugar de Marco Aurélio Medeiros; Wilton Brito (PP), a vaga deixada por Romero Albuquerque.

Teresa Leitão (PT), em entrevista à Rádio Folha
Teresa Leitão (PT), em entrevista à Rádio FolhaFoto: Julya Caminha/Folha de Pernambuco

A disputa pela terceira-secretaria na eleição da mesa diretora da Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) ganhou novos capítulos, na tarde de ontem. Em tese, tudo se encaminhava para não ter um bate-chapa, com o PT indicando o nome da deputada Teresa Leitão (PT) para ocupar a cadeira. Entretanto, o deputado estadual Rogério Leão (PR) presidente da Comissão de Negócios Municipais e integrante do bloco PR/PSL composto por ele próprio, Henrique Filho e Fabrizio Ferraz, decidiu que disputará a terceira-secretaria da Alepe. O nome do deputado é visto como uma alternativa competitiva pela sua relação com os demais integrantes da Casa Joaquim Nabuco, mas o nome da deputada ainda é visto como o mais cotado para vencer a disputa.

Reeleita para o seu quinto mandato consecutivo, e presidente da Comissão de Educação e Cultura, a deputada Teresa Leitão se mostrou surpresa em relação ao possível bate-chapa, mas garantiu que seguirá na disputa até o final. “Fiquei sabendo pela imprensa. Não falei com ele (Rogerio Leão) ainda. Para mim fica difícil recuar agora. Desde o ano passado que me apresento e converso com os colegas para sentir a receptividade.

Como houve boa acolhida, segui em frente e já conversei com quase todos os colegas”, disse. Teresa também confirmou que “pretende concluir as conversas amanhã”.
Sobre o critério de proporcionalidade, a parlamentar afirmou que mesmo o PR tendo menos parlamentares, é possível que a sigla indique um possível nome.

Robeyoncé Lima
Robeyoncé LimaFoto: Reprodução/Facebook

Apesar de não ser o nome no registro da Justiça Eleitoral que oficialmente tomará posse do mandato na Alepe, na próxima sexta (1º), a advogada Robeoncé é personagem importante no mandato coletivo das Juntas, como representante das mulheres trans e da comunidade LGBT no grupo de feministas eleito pelo PSOL. No Dia Visibilidade Trans (29 de janeiro), ela conversou com o Blog da Folha sobre as pautas prioritárias que defenderá nos próximos quatro anos.

Apesar de apenas uma das Juntas assinar o termo de posse no Plenário - a ambulante Jô Cavalcanti será oficialmente empossada na Alepe - todas participarão tanto da solenidade oficial quanto do ato simbólico organizado por elas, a "posse popular", com concentração marcada para as 13h, em frente ao shopping Boa Vista. Inclusive, uma programação político-cultural foi pensada para marcar esse início de mandato das parlamentares.

Leia também:
Juntas quebram protocolo e realizam 'posse popular'


A respeito do Dia da Visibilidade Trans, Robeyoncé esclareceu que não se trata de uma data comemorativa. "É um dia de visibilidade que não é de comemoração, mas de reinvindicação de direitos. A gente está tendo uma retirada sistemática dos nossos direitos trans e dos nossos direitos LGBTs de uma maneira geral", denunciou.

Robeyoncé avaliou com preocupação o atual cenário da política nacional. "Estamos vivendo um momento de avanço do conservadorismo, onde a retirada de direitos está sendo latente. O principal direito que está sendo retirado de nós é o direito à vida. O Brasil lidera as estatísticas de país que mais mata transsexuais no mundo. Então, a prioridade da gente é combater essa estatística", antecipou.

Segundo ela, o atual Governo Federal agravou a falta de representatividade e de políticas públicas inclusivas. "Se já tinha uma prioridade fraca, pequena e rudimentar em termos de políticas públicas para os LGBTs, nesse novo governo a gente percebe explicitamente que a prioridade é praticamente zero", disse.

Bandeiras na Alepe - Robeyoncé falou sobre como as Juntas vai pautar as questões LGBTs no legislativo estadual. "Levando em consideração que a gente vive o extermínio da população LGBT, das mulheres trans, principalmente as meninas que fazem programa durante a madrugada, a prioridade é a valorização da vida dessas pessoas. Elas são pessoas mais vulneráveis. Vamos cobrar pautas de segurança pública, de educação inclusiva. As pessoas hoje nos vêem como anormais porque nunca tiveram aula de orientação sexual nas escolas.", afirmou.

Para a parlamentar, o mandato feminista espera encontrar preconceito no cotidiano da Alepe. "A gente já imagina que vai sofrer resistência, porque já tinham pessoas que se incomodaram quando a gente era candidata. Aí, depois que a gente ganha, esse incômodo fica maior ainda para determinados setores. A gente imagina que não vamos ser recebidas apenas com flores na Alepe. Vai ter gente que vai mandar flores, mas vai ter gente querendo puxar o nosso tapete o tempo todo, a diferença é que agora essa puxada de tapete é institucional, previu.

"É nesse ambiente que a gente está. Essa tentativa de querererm o tempo todo nos prejudicar e deslegitimar anda comigo o tempo todo. O tempo todo eu sou deslegitimada pelo fato de não ter uma vagina, por exemplo", contou.

As “Juntas” realizarão programação de

As “Juntas” realizarão programação de "posse popular"



Wyllys e Marielle - Sobre fatos recentes envolvendo políticos do PSOL, como a desistência do mandatyo e exílio do deputado federal reeleito Jean Wyllys e o assassinato da vereadora Marielle Franco, Robeyoncé foi solidária. "Eu compreendo a decisão de Jean Wyllys, que foi de âmbito pessoal. Até porque a gente como LGBT só pode militar enquanto tiver vivo. Morto a gente não milita. E ele estava sendo ameaçado de morte. Essas pessoas que incomodam na política são ameaçadas de morte. A morte de Marielle não foi por acaso. A única diferença entre a gente e Marielle é que a gente das Juntas estamos vivas ainda, mas não vai demorar muito para que esses incômodos comecem a surgir aqui na Assembleia de Pernambuco.

Outros mandatos trans - Pela primeira vez nasua história, a Assembleia Legislativa de São Paulo terá duas deputadas transgênero: Erica Malunguinho, eleita pelo PSOL, com mais de 50 mil votos, e Erika Hilton, uma das nove integrantes da Bancada Ativista, que chega à Alesp com quase 150 mil votos. O mandato coletivo de Erica se assemelha ao modelo proposto pelas Juntas, eleitas com 39.175 votos para a Alepe.

Breve perfil - Robeyoncé Lima, nascida e criada na comunidade do Alto Santa Terezinha, Zona Norte do Recife, é bacharela em direito pela UFPE, e atualmente é técnica administrativa pela mesma universidade. Como primeira advogada trans do Estado de Pernambuco, se tornou militante nas pautas LGBT, negra e feminista. Membra da Comissão de Diversidade Sexual e de Gênero, e da Comissão de Direito de Família, ambas da OAB-PE, é também dançarina amadora. 30 anos.




Bruno Ribeiro anunciou renúncia à presidência do PT-PE
Bruno Ribeiro anunciou renúncia à presidência do PT-PEFoto: Brenda Alcântara/ Folha de Pernambuco

O presidente estadual do PT, Bruno Ribeiro, esteve no Folha Política, desta terça-feira (29), para defender a aliança dos partidos de centro-esquerda. Segundo o petista, a aliança refeita entre as legendas pode se estender por mais tempo. "Foi o nacional que nos reaproximou e eu acho que é o nacional que impõe para o PSB e o PT continuar juntos com suas autonomias", disse.
  
Bruno Ribeiro afirmou que ainda deve sentar com a deputada federal Marília Arraes (PT), mas adiantou que a procura por espaço ainda perdura. "Escutei as forças políticas, procurei Marília, mas não nos encontramos. O PT tem a marca da diversidade, da pluralidade de opiniões, do convívio de opiniões que, às vezes, são consensuais das mesmas pessoas ou que, às vezes, são bastante diferentes", afirmou.

Ouça e Compartilhe:

Deputada federal eleita (PT) Marília Arraes em entrevista ao No Cafezinho #94
Deputada federal eleita (PT) Marília Arraes em entrevista ao No Cafezinho #94Foto: Anderson Stevens / Folha de Pernambuco

Em entrevista à coluna digital No Cafezinho, a deputada federal Marília Arraes (PT) fala sobre a expectativa para assumir o mandato e a posição do PT no cenário político em Pernambuco. A legisladora critica a aproximação da agremiação petista com o PSB e a falta de diálogo interno no PT. A parlamentar também promete uma oposição forte ao Governo Bolsonaro e resistência na Câmara Federal.

Leia também
Gleide Ângelo questiona Túlio Gadêlha sobre combate à violência contra a mulher
Túlio Gadêlha: 'Ainda não defini meu candidato'
Renato Antunes"Queremos formar uma oposição de centro-direita no Recife"



Confira a entrevista completa: 

assuntos

comece o dia bem informado: