Foram encontrados 285 resultados para "Dezembro 2016":

Por Tauan Saturnino
Da Folha de Pernambuco

O vereador e possível candidato à Presidência da Câmara do Recife para o biênio 2017-2018, Carlos Gueiros (PSB), se queixou nesta segunda-feira (26) da intervenção de secretários da Prefeitura do Recife, no cotidiano da Casa. Sem citar o nome do prefeito do município, Geraldo Julio (PSB), o legislador teceu críticas duras ao secretariado, bem como à possibilidade de candidatura do vereador Eduardo Marques (PSB), tido como postulante “oficial” do chefe do Executivo Municipal na Casa.

As declarações foram dadas após reunião com os secretários Alexandre Rebêlo, Planejamento e Gestão, e Antônio Alexandre, Planejamento Urbano, que discutiram a reforma do secretariado da cidade.

“Acho que a Prefeitura não devia ter candidato. O candidato devia ser escolhido livremente na Casa. Todos dizem que Marques é candidato da prefeitura. Isso sequer é velado. Nada contra meu companheiro, mas discordo de vir uma candidatura do Executivo. Com a minha candidatura já começa a haver a mudança, pois não sou oposição", afirmou Gueiros.

"Se me elegerem presidente da Casa serei presidente de um poder e não de meu partido ou da bancada de liderança do governo. Serei presidente da Casa, sabendo que preciso dar apoio do governo como membro do partido, mas com altivez. Com respeito. Que não venham secretários aqui para dentro dar ordens. A casa está cheia de secretários que vem para cá, casam, batizam, dão ordens. Isso não pode continuar, pois o poder fica diminuído”, disse.

Apesar de acreditar que existe uma postura de subserviência do Legislativo ao Executivo municipal, assim como pensa a candidata da oposição para a Presidência da Câmara, Marília Arraes (PT), Gueiros fez questão de falar que não pensa em se contrapor politicamente a Geraldo Julio. “A política da oposição é outra. Eles tem uma conotação política que não é meu caso. Não quero me contrapor à Prefeitura”, afirmou.

Voto aberto

Por sua vez, a vereadora Marília Arraes (PT) afirmou que se a eleição para a Mesa Diretora para a Câmara do Recife fosse aberta, o candidato apoiado pelo Executivo não ganharia conseguiria a Presidência da Casa. Esta será a primeira eleição da Mesa Diretora com voto aberto na Câmara do Recife. Arraes conta com o voto de quatro vereadores oposicionistas, incluindo a si própria, mas acredita na possibilidade de aumentar sua votação para 6 ou 7 vereadores, número insuficiente para garantir a vitória, uma vez que a Casa é composta por 39 vereadores.

“É difícil aumentar os votos. Para quem sabe como funciona nos bastidores, a perseguição que a Prefeitura exerce contra quem discorda é muito grande. Votar na oposição seria uma afronta muito grande. Existe um debate sobre o voto aberto na Casa pois, se tratando de eleição de Mesa Diretora e votação de vetos, é importante preservar o parlamento. Provavelmente, se o voto fosse secreto o governo não conseguiria eleger seu candidato e nós da oposição elegeríamos o presidente”, afirmou.

Autor da proposta que resultou na abertura de todas as votações na Câmara do Recife, incluindo as eleições para a Mesa Diretora e vetos do prefeito, o vereador Jayme Asfora (PMDB) disse que o voto secreto é “anacrônico”.

“Não concordo com Marília Arraes. A eleição da Mesa, um dos momentos mais importantes da Casa, tem que ser aberta para a sociedade observar. Independente de quem esteja no poder, a sociedade precisa acompanhar. O voto secreto é um anacronismo”, disse Asfora.

Silvio Costa Filho teme pelo aumento da insegurança no Estado
Silvio Costa Filho teme pelo aumento da insegurança no EstadoFoto: Henrique Genecy/Divulgação

Líder da Bancada de Oposição na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), o deputado Silvio Costa Filho (PRB) cobra ações do Governo do Estado para enxugar sua estrutura administrativa. A exemplo do que foi anunciado na Prefeitura do Recife, na última semana, e implantado em cidades como Curitiba e Salvador.

Para Silvio, a redução é fundamental para equilibrar as contas e recuperar a capacidade de investimento de Pernambuco. A proposta fez parte do programa de Governo do PRB nas últimas eleições municipais, elaborado pelo próprio deputado, e apresentada em fóruns de debate como o Lide Pernambuco.

“O que propomos agora é que o Estado siga o mesmo caminho do Recife, enxugando sua estrutura, que hoje conta com 22 secretarias”, defendeu o parlamentar.

Para Silvio, a Secretaria de Habitação do Estado (Sechab), criada na gestão Paulo Câmara, é um exemplo da margem do Governo para cortar gastos.

Em 2016, o orçamento da pasta foi de R$ 2,38 milhões, dos quais R$ 2,18 milhões foram destinados ao pagamento de pessoal.

“Em 2016, a Secretaria destinou apenas R$ 28 mil para investimentos. A maior parte coube à Cehab (Companhia Estadual de Habitação). Se os investimentos são tocados pela Cehab, como em outros governos, qual a real necessidade da secretaria?”, questionou.

Além da redução das secretarias, o deputado propõe também a redução do quadro de cargos comissionados do Estado, hoje com 2.600 pessoas, e de contratação de consultorias, entre outras despesas.

“Nossa preocupação é evitar que as nossas conquistas continuem ficando para trás, como tem acontecido hoje. Por isso, peço que o governador encaminhe um projeto de lei para a Assembleia promovendo a redução do Estado e preservando as áreas essenciais para a população”, sugeriu.

Marcelo Santa Cruz foi acusado de ter apoiado Luciana Santos em detrimento a Teresa Leitão
Marcelo Santa Cruz foi acusado de ter apoiado Luciana Santos em detrimento a Teresa LeitãoFoto: Reprodução

Vereador pelo PT em Olinda, Marcelo Santa Cruz divulgou em sua conta no Facebook que a Comissão Executiva do partido no município instaurou um Procedimento Ético Disciplinar para averiguar se ele apoiou a candidatura de Luciana Santos (PCdoB) à Prefeitura local. O colegiado pode decidir pela sua expulsão da sigla. Na cidade, o Partido dos Trabalhadores teve como postulante ao pleito a deputada Teresa Leitão (PT).

Segundo Santa Cruz, em agosto deste ano, ele foi convencido a integrar a chapa proporcional do partido.

Indignado, o vereador ironizou a atitude do diretório municipal.

“Imaginava que essa prática de perseguir e punir companheiros (as) em Comissão de Ética E Disciplina por divergências políticas havia sido sepultada com o amadurecimento do Partido dos Trabalhadores” , disse Santa Cruz.

“Assim sendo, não reconheço legitimidade desse procedimento ético disciplinar, meu posicionamento ocorrerá sempre de maneira publica e transparente, fazendo em
conjunto com a militância e dirigentes responsáveis desse partido”, relatou

Nas eleições deste ano, Marcelo Santa Cruz não conseguiu os votos necessários para ser eleito novamente à Câmara municipal.

O Blog da Folha tentou entrar em contato com a presidente do PT de Olinda, Iolanda Silva, mas não obteve retorno.

Ex-prefeito de Jaboatão dos Guararapes, Elias Gomes (PSDB)
Ex-prefeito de Jaboatão dos Guararapes, Elias Gomes (PSDB)Foto: Jedson Nobre/Folha de Pernambuco

O prefeito de Jaboatão dos Guararapes, Elias Gomes (PSDB), fez um balanço dos seus oitos anos de governo em entrevista à Rádio Folha FM 96,7, nesta segunda-feira (26). Além de enumerar as intervenções realizadas em sua administração, o tucano destacou que a primeira grande conquista de sua gestão foi “moralizar a cidade”.

“A cidade era uma fábrica de escândalos, tomada por um completo abandono. Resgatamos a credibilidade de Jaboatão, tiramos Jaboatão de uma situação caótica para hoje uma vanguarda dentre os municípios pernambucanos”, relatou Elias.

O tucano citou que o município de Jaboatão está em primeiro lugar em várias áreas no Estado.

“Se olhar qualquer indicador que mensure o desempenho de um município Jaboatão está entre os primeiros lugares. Esta nos primeiros lugares nos anos iniciais e nos anos finais em educação; no Portal da Transparência primeiro aparece Recife e segundo Jaboatão. (...)No Brasil, na questão da gestão, fomos premiados em primeiro lugar em relação ao planejamento, ética e transparência”, relatou.

Na questão orçamentária Elias comentou que o município possui recursos suficientes para tocar obras em andamento.

“Vamos deixar mais de 100 milhões de reais para a execução de obras, que são recursos da fonte dois. Da fonte um os recursos, evidentemente, serão suficientes para pagar os compromissos do mês, que já é muita coisa”, afirmou o gestor.

Transição

De acordo com Elias Gomes, o processo de transição entre seu governo e do prefeito eleito Anderson Ferreira (PR) está ocorrendo sem nenhuma dificuldade. Segundo o tucano, todas as informações estão sendo repassadas para a nova gestão.

“Tudo encaminhado de forma regular: informando do orçamento da prefeitura, da sua situação, dos recursos disponíveis, dos encargos da contrapartida. Isso na mais absoluta normalidade”, informou.

O deputado federal Danilo Cabral (PSB) aproveitou o recesso parlamentar para viajar ao Sertão do Pajeú nesta segunda (26) e terça-feira (27), onde cumpre agenda de compromissos e presta contas das ações do mandato em 2016. Ele também deve tratar sobre os projetos do próximo ano.

Na noite desta segunda, o parlamentar estará em Flores para uma reunião com o prefeito eleito do município, Marconi Santana (PSB). Na manhã seguinte, Cabral acompanha o anúncio do secretariado do prefeito eleito Anchieta Patriota (PSB), em Carnaíba.

Danilo Cabral ainda segue para Tuparetama, onde participa de inaugurações ao lado do prefeito Dêva Pessoa (PSD). No município serão entregues à população a ampliação do Hospital Severino Souto de Siqueira, a Casa da Cultura e a quadra poliesportiva Eduardo Campos. As duas primeiras obras receberam recursos do Fundo Estadual de Apoio ao Desenvolvimento Municipal (FEM). Durante a visita, também serão entregues 40 títulos de posse e um kit para o Conselho Tutelar.

Daniel Coelho voltou a tecer criticas ao Partido dos Trabalhadores
Daniel Coelho voltou a tecer criticas ao Partido dos TrabalhadoresFoto: Ed Machado/Folha de Pernambuco

O deputado federal Daniel Coelho (PSDB) afirmou que a campanha de financiamento coletivo para ajudar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, não passa de um "jogo de cena" do PT. Em 17 dias, a “vaquinha” arrecadou R$ 270 mil dos R$ 500 mil pretendidos.

“Esses movimentos que o PT tem feito são muito mais para jogar para a plateia e fingir que não há dinheiro do que qualquer outra coisa. Não acredito que o cidadão comum, de bem, o trabalhador vá doar dinheiro para defender alguém que cometeu crimes tão graves quanto os cometidos por Lula e o PT", afirmou o tucano.

"Uma pessoa que ganhou dinheiro trabalhando não vai defender alguém que está envolvido em tantos atos de corrupção. Isso é muito mais um jogo de cena do que qualquer outra coisa e, mesmo assim, eles não conseguiram arrecadar o suficiente”, disse.

De acordo com Daniel, o pouco alcance da campanha de financiamento coletivo demonstrou a importância da Lava Jato e da própria Justiça. Na operação comandada pelo juiz Sérgio Moro, Lula responde por cinco ações penais.

“A Lava Jato é aprovada pela maioria da população. As pessoas querem que os casos sejam finalizados, que se tenha respostas de quem tem culpa e quem não tem. E esse apoio nesse momento é muito importante. Foi um processo que se iniciou e precisa terminar para que as pessoas tenham o direito de saber o que de fato ocorreu nos últimos anos no país”, explicou o parlamentar.

Vereadora mais votada no Recife para a legislatura 2017-2020, Michele Collins (PP) presidirá a sessão solene de posse dos 39 parlamentares eleitos, que acontece no próximo domingo (1º), às 15h, na Câmara Municipal do Recife. Michele será a primeira mulher a presidir a cerimônia.

Logo após a posse, os vereadores farão a eleição da nova Mesa Diretora da Casa. Em seguida, os parlamentares dão posse ao prefeito reeleito da Capital, Geraldo Julio (PSB).

Deputado federal visitou a cidade e concedeu entrevista
Deputado federal visitou a cidade e concedeu entrevistaFoto: Divulgação

Em visita ao município de Serra Talhada, no Sertão, o deputado federal Kaio Maniçoba (PMDB) anunciou recursos para melhorias da cidade. O parlamentar informou que conseguiu, junto ao Ministério do Turismo, recurso no valor de R$ 1 milhão para executar a reforma da Praça Matriz do município.

Além disso, Maniçoba também garantiu, por meio de emenda parlamentar de sua autoria, o montante de R$ 300 mil para a reforma do estádio local e para a aquisição de dois tratores para a Zona Rural.

"Tenho certeza que esses recursos vão proporcionar uma melhor qualidade de vida para a população da minha querida Serra Talhada. E sei também que em breve, junto ao prefeito Luciano Duque, estarei trazendo ainda mais benfeitorias para esta cidade", enfatizou, em entrevista à rádio local.

Prefeito eleito anunciou equipe de secretários na manhã desta segunda
Prefeito eleito anunciou equipe de secretários na manhã desta segundaFoto: Clemilson Campos/Folha de Pernambuco

O prefeito eleito de Olinda, Professor Lupércio, anuncia, na manhã desta segunda-feira (26), os nomes dos secretários que integrarão o seu governo, a partir de janeiro de 2017. A princípio, o futuro gestor deve manter a mesma estrutura da atual gestão, com 14 secretarias. Nos últimos dias, o Blog da Folha e o repórter da Folha de Pernambuco Marcelo Montanini fizeram uma lista com os prováveis nomes que assumirão cada pasta. Os nomes foram antecipados na edição desta segunda (26) da Folha

O anúncio ocorreu no Hotel Sete Colinas, no Carmo. Além de Lupércio, marcaram presença na coletiva de imprensa o deputado federal e presidente estadual do Solidariedade, Augusto Coutinho, o deputado federal Cadoca (PDT), e o secretário de Saneamento do Recife, Alberto Feitosa (PR), além do futuro vice-prefeito, Márcio Botelho (SD).

Leia também:
Lupércio anuncia secretariado. Confira possível lista

"Sou deputado estadual até o dia 31 de dezembro e logo estaremos assumindo aqui essa cidade. Essa cidade é a mais importante não só do Brasil, mas por que não dizer do mundo? Marins dos Caetés. Nossa querida cidade Olinda, e eu sou filho dela. Com muito orgulho", arrancando risos dos presentes. Durante a campanha, o debate sobre a naturalidade dos candidatos dominou o segundo turno.



Confira a lista oficial dos secretários:

Serviços Públicos
Será comandada por Evandro Avelar. Ele é engenheiro civil graduado pela Universidade de Pernambuco (UPE). Foi secretário estadual das Cidades e esteve à frente da Secretaria da Micro e Pequena Empresa, Trabalho e Qualificação do Estado de Pernambuco (Sempetq). Também atuou como diretor geral da Agência de Desenvolvimento do Nordeste (Adene) e diretor-presidente da antiga Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos (EMTU). Atualmente, é vice-presidente do Complexo Portuário de Suape.

Fazenda e Administração
Terá como titular Janaína Cardoso, que é bacharel em Direito pela Unicap, pós-graduanda em Direito (UFPE) e Gestão Pública (FCAP/UPE). Auditora Fiscal do Estado, foi gerente de contratos do Estado de Pernambuco na Secretaria de Administração e gerente geral do Programa Pernambucano de Controle de Gastos e Superintendente Administrativa e Financeira.

Saúde
Terá como secretário Luiz Araujo. O futuro titular da pasta possui formação em Medicina pela Universidade de Pernambuco (UPE) e especialização em Ortopedia e Traumatologia e Cirurgia de Joelho. As últimas qualificações foram feitas na Clínica Ortopédica de Acidentados. É membro titular da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia (SBOT).

Educação
O professor Paulo Roberto assumirá. Ele é graduado em Biologia pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE) e em Filosofia pela Faculdade de Filosofia do Recife (Fafire). Professor Paulo Roberto foi vereador do Recife, diretor regional de Educação do antigo Departamento Regional de Educação (DERE Recife Sul) e assessor da Secretaria de Educação da PCR.

Comunicação
Patrícia Cunha. A futura secretária é jornalista formada pela Universidade Federal de Pernambuco, especialista em Assessoria de Comunicação pela Escola Superior de Relações Públicas e mestre em Comunicação (UFPE), com foco em Políticas Públicas. Foi selecionada pela Unesco como consultora suplente na área de Políticas Públicas de Comunicação na América Latina. Coordenou o setor de Comunicação da Câmara dos Vereadores do Ipojuca e foi assessora de imprensa do Professor Lupércio na Assembleia Legislativa de Pernambuco.

Assuntos Jurídicos
Terá a frente Eduardo Porto. Ele é especialista nos Direitos Constitucional, Administrativo e Tributário. Eduardo Porto foi procurador do Estado de Roraima e atuou como assessor jurídico no Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE).

Patrimônio e Cultura
Afonso Oliveira: produtor cultural e consultor de Políticas Culturais, Afonso Oliveira foi criador do Método Canavial de Ensino de Produção Cultural. Ganhador dos Prêmios Economia Criativa, Patativa do Assaré e Tuxauá, concedidos pelo Ministério da Cultura, coordenou mais de 100 projetos nas áreas de Cultura Popular, Música, Dança, Cinema, Museu, Pontos de Cultura e Patrimônio, entre outras.

Segurança Urbana
Será comandada por Coronel Pereira Neto. O secretário é pós-graduado em Gestão Pública pela Faculdade de Administração de Pernambuco (FCAP/UPE). Antônio Francisco Pereira Neto é coronel da Reserva Remunerada da Polícia Militar. Foi chefe do setor de inteligência da PMPE e comandante geral da instituição. Também atuou como secretário de Governo e Segurança Comunitária em São Lourenço da Mata.

Obras
Simone Lucchese estará no comando da pasta. A engenheira civil é formada pela Universidade de Pernambuco (UPE). Simone Lucchese foi secretária de Obras do município de Goiana, atuou como gestora de obras na Secretaria das Cidades (Secid-PE) e na Companhia Estadual de Habitação e Obras (Cehab).

Relações Institucionais
Mirella Almeida assume a pasta. Ela é pós-graduanda em Gestão Pública, possui atuação nas áreas financeira e de gestão de pessoas. Atualmente, é assessora do Professor Lupércio na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe).

Desenvolvimento Social, Cidadania e Direitos Humanos
Wolney Queiroz. Homônimo do deputado federal, o advogado Wolney Queiroz possui especialização nos Direitos Público, da Criança e do Adolescente, Administrativo, Cível e Criminal. Compõe a equipe de transição do Professor Lupércio.

Transporte e Trânsito
Coronel Gustavo Lira comandará a pasta. O coronel da Polícia Militar de Pernambuco (PMPE) Gustavo Lira é pós-graduado em Ciências Jurídicas. Foi o fundador da CiaTur – Companhia Independente de Apoio ao Turista – e comandante do Batalhão Duarte Coelho (1º BPM), ambos com sede em Olinda. Também foi diretor de Finanças da Polícia Militar.

Meio Ambiente Urbano e Natural
André Botelho assumirá a pasta em janeiro. O advogado e consultor jurídico André Botelho é pós-graduado em Direito Penal e Processo Penal pela Escola Superior da Magistratura de Pernambuco (Esmape).

Turismo, Desenvolvimento Econômico e Tecnologia
O futuro secretário João Luiz é auditor Fiscal (SEFAZ-PE). Ele é graduado em Direito pela Universidade Católica de Pernambuco (Unicap). Pós-graduado em gestão pública e administração de projetos sociais. Foi secretário de Transportes, Controle Urbano e Ambiental de Olinda; secretário executivo da Secretaria de Juventude do Recife e secretário de Desenvolvimento Urbano em Paulista.

Com informações de Tauan Saturnino, da Folha de Pernambuco.

Prefeito de Olinda, Professor Lupércio (SD)
Prefeito de Olinda, Professor Lupércio (SD)Foto: Felipe Ribeiro/Folha de Pernambuco

O prefeito eleito de Olinda, Professor Lupércio (SD), anuncia, na manhã desta segunda-feira (26), no Hotel Sete Colinas, no Carmo, a sua equipe de governo. A princípio, o futuro gestor deve manter a mesma estrutura da atual gestão, com 14 secretarias. Nos últimos dias, o Blog da Folha e o repórter da Folha de Pernambuco Marcelo Montanini fizeram uma lista com os prováveis nomes que assumirão cada pasta.

O professor Paulo Roberto (SD) deve ser anunciado na Secretaria de Educação, Esportes e Juventude; o coronel Pereira Neto na Secretaria Urbana; o advogado Eduardo Porto Filho nos Assuntos Jurídicos; Janaína Cisneiros deve ir para a Fazenda e Administração.

A lista continua com o ex-secretário estadual Evandro Avelar que deverá assumir a pasta de Serviços Públicos; Mirella Almeida ocupará a Secretaria de Relações Institucionais; Luís Marcos na Saúde; Simone Maia em Obras; João Luiz deverá assumir Turismo, Desenvolvimento Econômico e Tecnologia; e Afonso Oliveira, Patrimônio e Cultura.

Ainda integram a relação André Botelho, em Controle Urbano; Wolney Queiroz em Desenvolvimento Social, Cidadania e Direitos Humanos; Coronel Alves em Transporte e Trânsito. Já Patrícia Cunha vai para Comunicação.

assuntos

comece o dia bem informado: