Foram encontrados 323 resultados para "Maio 2019":

Visita do colegiado ao TCE aconteceu nesta terça-feira (28).
Visita do colegiado ao TCE aconteceu nesta terça-feira (28).Foto: Genarks Oliveira

Em busca de subsídios para elaboração de um relatório sobre os impactos que Pernambuco sofrerá com a Reforma da Previdência, os membros da Comissão Especial para o assunto visitaram, na manha da terça-feira (28), o Tribunal de Contas de Pernambuco. A comissão segue um cronograma para extrair o máximo de informações sobre todos os setores envolvidos com a reforma previdenciária.

Para o deputado Rogério Leão, um dos membros do colegiado, os dados apresentados pelo TCE colaboram para formar uma posição sólida diante a reforma previdenciária. "Essas informações subsidiarão o relatório, que está sendo produzido por esse Colegiado, com um posicionamento sobre a Proposta de Emenda à Constituição (PEC 6/2019), que será votada no Congresso. Estamos empenhados em observar os impactos que a Reforma da Previdência trará para os brasileiros, em especial para os pernambucanos e defender os interesses da população", foi enfático o Leão.

O presidente do TCE, o conselheiro Marcos Loreto, elogiou a iniciativa da Alepe em criar uma comissão dizendo que "a reforma previdenciária é um assunto de interesse de todos os brasileiros." Em seguida o técnico José Iramar Rocha que fez uma exposição para os parlamentares sobre a situação previdenciária do Estado e dos municípios pernambucanos.

Pernambuco - Segundo Rocha, Pernambuco tinha no final do ano passado 56.112 servidores civis aposentados, ante 81.281 servidores ativos, numa relação de 1,45 ativo para 01 aposentado. Esta relação, acrescentou, representa um “potencial explosivo” para as contas estaduais, dado que os servidores atualmente vinculados ao FUNAFIN “pertencem a um sistema sem quaisquer condições de sustentabilidade” porque as contribuições necessárias para o pagamentos dos benefícios são insuficientes para bancar as despesas. A mesma situação se verifica, disse ele, em relação aos servidores militares, cuja relação é de 1,66 ativo para cada inativo, “padecendo esse sistema da mesma condição de inviabilidade dos demais servidores vinculados ao FINAFIN”.

Municípios

Sobre os municípios, afirmou que existe no momento uma “visível descapitalização” desses entes federativos, assinalando o risco financeiro crescente dos regimes próprios com menos de R$ 50 milhões acumulados até o final do exercício de 2018. O relatório do TCE revela também que apenas seis dos 184 municípios pernambucanos apresentam equilíbrio previdenciário: Recife, Cabo, Camaragibe, Ipojuca, Jaboatão dos Guararapes e Petrolina. Na grande maioria dos municípios, ressalta, “há um aumento explosivo” do déficit previdenciário, que dobrou em apenas quatro anos, sendo que isto não pode ser debitado apenas à crise econômica, “visto que a redução na reposição dos servidores não teria condições de explicar tudo isso, e sim o aumento do número de inativos e pensionistas”. Dos 184 municípios pernambucanos, apenas 36 são vinculados ao Regime Geral de Previdência Social (RGPS), ao passo que 148 mantêm seus fundos próprios, a grande maioria deles em situação de insolvência.

Cronograma

Essa é a quarta atividade prevista dentro da agenda estratégica organizada por essa Comissão. As três primeiras etapas foram a escuta de organizações e movimentos sociais e sindicais, uma palestra com o economista Eduardo Moreira, que vem se destacando, em nível nacional, no debate desse tema, e uma Audiência Pública sobre os Impactos da Reforma da Previdência na Vida das Mulheres.

Sylvana Lellis, gestora do Draco e Diego Pinheiro, presidente da operação
Sylvana Lellis, gestora do Draco e Diego Pinheiro, presidente da operaçãoFoto: Divulgação/ PCPE

A Polícia Civil de Pernambuco deflagrou operação contra fraudes em licitações alimentícias públicas no valor de R$ 600 mil em Paulista, na Região Metropolitana do Recife. Na execução, foram presas três pessoas - dois empresários e um pregoeiro. Os documentos fraudados se relacionavam ao fornecimento de duas casas de acolhimento vinculadas à Secretaria de Políticas Sociais da Prefeitura de Paulista. O secretário de Políticas Sociais, José Augusto da Costa, e mais três servidores foram afastados das funções.

A operação, desencadeada na manhã dessa terça-feira (28), foi detalhada pela polícia em entrevista coletiva nesta quarta-feira (29). As investigações começaram em janeiro deste ano após requisição do Ministério Público. Denominada ‘Convescote’, o nome da operação policial significa ‘piquenique’, alusão à forma como os envolvidos no caso trabalhavam - cada um era responsável por um setor alimentício. O presidente da investigação, delegado Diego Pinheiro, informou que cinco empresas foram investigadas por envolvimento nas licitações fraudulentas, sendo três delas pagas para desistir na etapa final do processo, criando uma falsa competição entre as duas empresas restantes. 

A delegada Sylvana Lellis, gestora do Departamento de Repressão ao Crime Organizado (Draco), comentou que os "indícios corroboram deque havia um conluio entre empresários". "Esses empresários abordavam outras empresas para que elas desistissem da licitação, oferecendo dinheiro. Isso é uma prática comum para maquiar a concorrência, que, na verdade, não existia”.  Para desarticular esse esquema de fraude, a PCPE e o Draco expediram dois mandados de prisão preventiva, cinco afastamentos das funções públicas e 15 mandados de busca e apreensão.

O Ministério Público pediu a investigação pelo fato de os alimentos contratados não serem entregues como o combinado. “Além de não ser entregue todo o material contratado, foi verificado pelo Tribunal de Contas que alguns gêneros alimentícios eram entregues com a data de validade vencida", contou a delegada.

Ao realizar os mandados de busca e apreensão, a Polícia Civil de Pernambuco realizou a prisão em flagrante de Marcos Veríssimo de França, pregoeiro responsável por avaliar as licitações. Não havia mandado de prisão para ele, contudo, segundo a polícia, evidências encontradas na casa dele, no bairro da Tamarineira, Zona Norte do Recife, desencadearam a prisão. Lá, foram encontrados R$ 140 mil em espécie, distribuídos entre os cômodos da casa.

Também na residência do pregoeiro foi apreendido um veículo SUV no valor do R$ 90 mil, configurando, segundo a polícia, lavagem de dinheiro, ação que “dissimula a origem ou oculta dinheiro de crime”, definiu o delegado Pinheiro. Além dos bens, o pregoeiro tinha em sua casa uma Winchester .44, e ele foi acusado de posse ilegal de arma. A audiência de custódia de Veríssimo acontece na tarde desta quarta (29).

Os dois mandados de prisão foram expedidos contra os empresários Noberto Pessoa Brito e Aluízio Mendes de Araújo, proprietários da Kaluah e da Araújo e Dantas, respectivamente. As duas empresas eram as que competiam entre si na etapa final das licitações, que era de aproximadamente R$ 600 mil, valor dividido entre as
firmas.

Os empresários foram acusados de fraude em licitações, corrupção ativa e associação criminosa. O dono da Araújo e Dantas ainda foi acusado de falsidade ideológica - segundo a polícia, ele usava nome de laranjas para assinar os documentos. Os dois foram encaminhados ao Centro de Observação e Triagem Professor Everardo Luna (Cotel), em Abreu e Lima, na Região Metropolitana do Recife.

Deputado federal Fernando Monteiro (PP)
Deputado federal Fernando Monteiro (PP)Foto: Divulgação

Diante do impasse para aprovação da Medida Provisória 868, bem como do relatório oferecido pelo senador Tasso Jereissati (PSDB-CE), o deputado Fernando Monteiro (PP-PE) apresentou nesta terça-feira (28) um Projeto de Lei que pretende contribuir para levar saneamento básico à população.

O projeto toma como base o relatório de Jereissati, que não teve consenso na Câmara e, na opinião de Fernando Monteiro, não contemplou pontos importantes levantados na discussão. O projeto procura dar mais segurança aos municípios para expandir os serviços.

Um dos pontos em destaque do projeto de Fernando Monteiro é estabelecer critérios para captação de recursos públicos e de uso do FGTS por empresas privadas concessionárias de serviços de saneamento, água e esgoto.

O projeto também permite a continuidade dos contratos de programa, que são a forma das prefeituras e estados, por exemplo, se organizarem para prestarem o serviço de comum acordo, o que dá autonomia e agilidade aos entes federativos.

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, já sinalizou que uma comissão geral deve ser formada para discutir a matéria e que o projeto de Fernando Monteiro pode ser uma boa alternativa para a questão. A previsão é de que seja votado um requerimento de urgência já na próxima semana.

Defensoria Pública da União no Recife.
Defensoria Pública da União no Recife.Foto: Divulgação

Para unificar o atendimento à população em situação de vulnerabilidade que precisa do atendimento jurídico gratuito da Defensoria Pública da União (DPU) no Recife e da Defensoria Pública do Estado de Pernambuco (DPPE), os dois órgãos vão atender em um único endereço a partir do mês de junho. A inauguração da sede conjunta está prevista para acontecer na noite dessa quinta-feira (30).

A sede conjunta DPU e DPPE fica na Avenida Manoel Borba, número 640, Edifício Empresarial Progresso, bairro da Boa Vista. No endereço já funcionava a sede da Defensoria Pública da União no Recife desde o início de 2017. A diferença agora é que a DPU vai compartilhar o térreo e alguns andares com a Central de Atendimento Cível da Capital (CACC), setor da Defensoria Pública do Estado de Pernambuco.

“É um momento muito importante de unificação de dois órgãos que atendem à população. A concentração das duas Defensorias Públicas, da União e do Estado, em um único prédio com vistas principalmente a melhorar o atendimento da população. Esperamos que essa unificação facilite a resolução das questões jurídicas da população, possibilitando o diálogo, a articulação e a resolução das demandas”, destacou o defensor público chefe da DPU no Recife, Guilherme Ataide Jordão.

A redução de custos pela Defensoria Pública da União vem ocorrendo desde o final de 2018 em todo o país. A economia das contas da DPU visa o cumprimento do teto de gastos imposto pelo Governo Federal e mostra para o país a responsabilidade fiscal do órgão. “Essa junção também colabora com a redução de custos da DPU no Recife e torna a administração da unidade mais eficiente”, complementou Jordão.

Além da manutenção dos serviços da DPU, o prédio passa a contar com os seguintes setores da DPPE: Coordenadoria de Planejamento e Gestão, Núcleo Cível, Núcleo de Mediação e Conciliação, Núcleo do Consumidor, Subdefensoria de Recursos Cíveis e Criminais, Núcleo da Fazenda Pública, Núcleo da Família e Núcleo da Saúde e da Pessoa Idosa. Esses núcleos antes ficavam localizados em bairros como Afogados, Casa Amarela, Cabanga e Cordeiro.

De acordo com o defensor público-geral da DPPE, José Fabrício Silva de Lima, a readequação da área cível da capital fortalecerá mais ainda a instituição. “Com o novo modelo, os assistidos recifenses contarão com a Central de Atendimento, que funcionará em espaço adequado, acessível e confortável”, afirmou. José Fabrício ressaltou, ainda, que é uma honra a Defensoria Pública do Estado de Pernambuco compartilhar o mesmo endereço com a Defensoria Pública da União no Recife, que assim como a DPPE tem a missão de atender aos vulneráveis de recursos e promover cidadania.

O atendimento ao público da Defensoria Pública da União no Recife permanece de segunda a sexta-feira, das 8h às 15h. Segundo a Defensoria Pública do Estado de Pernambuco, o atendimento da DPPE continua sendo agendado através do telefone 08000810129 e, futuramente, será feito também via whatsapp e pelo site da Defensoria Estadual.

Deputado Danilo Cabral (PSB) é autor do projeto de Lei.
Deputado Danilo Cabral (PSB) é autor do projeto de Lei.Foto: Sérgio Francês / Divulgação

O deputado federal Danilo Cabral (PSB-PE) protocolou, nesta quarta-feira (29), um projeto de lei que estabelece mecanismos e critérios para o processo de escolha de dirigentes das instituições de ensino superior. A proposta foi criada após o governo sinalizar que a indicação de reitores seria feita pelo presidente da República.

O PL do parlamentar estabelece, entre outras diretrizes, que será feita uma consulta à comunidade escolar da universidade, com votação uninominal. A nomeação deverá ser decorrente do processo de consulta, organizado pelo colegiado máximo da instituição, criado especificamente para este fim, no qual será declarado vencedor o candidato mais votado.

“É preciso reconhecer que essa consulta à comunidade, nos termos da legislação federal, não vincula juridicamente o colegiado para a elaboração da lista tríplice. Chegou a hora de atualizar essa legislação e dar regularidade formal aos processos eleitorais diferenciados que já ocorrem nas instituições", explica Danilo Cabral.

A escolha dos reitores é feita de forma que os professores têm 70% do peso de escolha e os técnicos-administrativos e discentes possuem 15% cada. "Atualmente, algumas instituições procuram respeitar os processos democráticos internos conquistados por docentes, técnico-administrativos e estudantes, que passaram a realizar consulta à comunidade universitária com paridade no peso do voto entre os três segmentos", ressalta o parlamentar.

O parlamentar acredita que a proposta apresentada traz avanços normativos para esse tema ao vincular a nomeação do reitor ao resultado da consulta à comunidade, com eliminação da lista tríplice e da instância indireta do conselho máximo da IFES, bem como estabelecendo a diretriz de votação paritária no processo eleitoral. "Precisamos fortalecer a autonomia das universidades. Esse é mais um passo para a melhoria da educação superior no país. A escolha da reitoria deve ser feita de forma democrática e justa", conclui.

Confira as principais manchetes de hoje
Confira as principais manchetes de hojeFoto: Divulgação

Folha de Pernambuco: "Planalto, Congresso e STF acertam pacto pelas reformas"

Jornal do Commercio: "Recife bate meta de vacinas contra a gripe"

Diario de Pernambuco: "Massacre em Manaus deixa 57 presos mortos"

Folha de S. Paulo: "Bolsonaro discute com Poderes novo "pacto republicano"

O Estado de S. Paulo: "Após protestos, Poderes ensaiam "pacto pelas reformas"

O Globo: "Presidentes dos três Poderes prometem firmar pacto"

Estado de Minas: "Um novo pacto nacional"

O Tempo: "Renova já recebeu R$ 5,7 bi de Vale e BHP sem realojar vítimas"

Correio do Povo: "PLanalto, Congresso e Supremo acertam pacto pelas reformas"

Extra: "Que bola fora, Crivela"

Zero Hora: "Pacto por reformas"

Valor Econômico: "Maia e Guedes acertam pautas de corte de gastos"

Correio*: "Pacto entre os poderes"

O Dia: "Previdência: servidor civil quer mesma regra de transição de militares"

Correio Braziliense: "Líderes de massacre em Manaus vão ficar no DF"

Paulo Câmara pretende melhorar a qualidade de vida de quem mora na RMR
Paulo Câmara pretende melhorar a qualidade de vida de quem mora na RMRFoto: Heudes Régis/ SEI

O governador Paulo Câmara (PSB) comandou a reunião do Conselho de Desenvolvimento Metropolitano (CDM), na tarde desta terça-feira (25). O encontro teve como objetivo a articulação para a elaboração do Plano de Desenvolvimento Urbano Integrado da Região Metropolitana do Recife – PDUI-RMR. Segundo determinação da Lei Federal 13.089/2015, o plano é um instrumento que visa a estabelecer as diretrizes para o desenvolvimento territorial estratégico e os projetos estruturantes da região metropolitana e da aglomeração urbana.

Após assinar a resolução 001/2019, que aprova os termos, recomendações e diretrizes para elaboração do PDUI-RMR, Paulo Câmara ressaltou a importância da participação e do comprometimento na construção do documento, que pretende melhorar a qualidade de vida de quem mora nesses municípios. “O intuito dessa reunião de hoje é darmos início as ações do PDUI. É importante fazermos isso de forma ordenada, pensando no desenvolvimento efetivo das cidades e no futuro que a gente quer nessa área tão adensada que é a Região Metropolitana. Esse trabalho tem um caráter participativo", afirmou.

De acordo com o governador, os eixos do plano estão definidos e são necessários, a exemplo do ordenamento, mobilidade e saneamento. "A melhoria desses serviços é essencial para que haja o desenvolvimento. A gente quer ter condições de melhorar a vida nas cidades”, acrescentou, lembrando que os municípios da RMR praticamente não têm divisas, por isso considera a articulação entre eles fundamental.

O secretário de Desenvolvimento Urbano e Habitação, Marcelo Bruto, foi o responsável pela abertura da reunião. “O encontro de hoje permite que a gente faça uma prestação de contas, uma apresentação sobre o atual estágio de desenvolvimento de todas as etapas de implantação do sistema gestor metropolitano, e também para propor o início e o cronograma de realização das audiências referentes ao desenvolvimento do Plano Integrado, para validação deste conselho”, explicou.

A diretora-presidente da Agência Estadual de Planejamento e Pesquisas de Pernambuco CONDEPE-FIDEM, Sheilla Pincovsky, que coordenará o trabalho, apresentou o cronograma e indicou o município que sediará a próxima ação. “A ideia é que a gente avance nisso até dezembro, quando teremos um grande seminário de validação e de divulgação do que foi desenvolvido ao longo do período todo. Dentro do que temos que realizar agora, a próxima etapa serão as audiências municipais, que devem começar na primeira quinzena de junho, em Moreno, e a partir daí a gente espera fazer outras intensivamente”, disse.

Além disso, o grupo prevê realizações de seminários temáticos, por eixo, e audiências regionais, sendo uma na Região Metropolitana Norte, outra na Sul e uma no Centro. Segundo Sheilla, o prazo para fechamento do documento é no final de novembro. Além do secretário Marcelo Bruto e da diretora-presidente do CONDEPE-FIDEM, participaram da solenidade os secretários Nilton Mota (Casa Civil), Alexandre Rebêlo (Planejamento e Gestão), José Bertotti (Meio Ambiente e Sustentabilidade) e a procuradora-adjunta do Estado, Giovana Ferreira.

Também marcaram presença os prefeitos Geraldo Julio (Recife), Vavá Rufino (Moreno), Joamy Alves (Araçoiaba), Júnior Matuto (Paulista), Marcos José (Abreu e Lima); o secretário municipal César Vasconcelos, representando o prefeito Mário Ricardo (Igarassu); a diretora de projetos especiais Terezinha Uchôa, representante da prefeita Célia Salles (Ipojuca); Yaritan Ribeiro, secretário de Planejamento de Itapissuma, que representou Zé de Irmã Teca; e o secretário de Governo e Planejamento de São Lourenço da Mata, Felipe Lemos, representando o prefeito Bruno Pereira; entre outros convidados.

Tendo obtido votações expressivas no município, o deputado Eriberto Medeiros nutre por Barra de Guabiraba laços políticos e pessoais
Tendo obtido votações expressivas no município, o deputado Eriberto Medeiros nutre por Barra de Guabiraba laços políticos e pessoaisFoto: Marcos Henrique/ Divulgação

O presidente da Assembleia Legislativa de Pernambuco, deputado estadual Eriberto Medeiros (PP), recebeu, na noite da última segunda-feira (27), o título de cidadão de Barra de Guabiraba, no Agreste central. A autoria da homenagem partiu da vereadora Cleubya Maria de Oliveira (SD). Na solenidade, ao todo, nove personalidades foram agraciadas e prestigiadas pela população que compareceu, lotando a sede da Câmara Municipal. Marcaram presença o prefeito dr. Wilson Madeiro (SD), o vice-prefeito Valdinho Amorim (PTC), o presidente da Câmara, vereador Gentil Jerônimo (PRP), além de lideranças políticas da região, familiares e amigos.

Tendo obtido votações expressivas no município, o deputado Eriberto Medeiros nutre por Barra de Guabiraba laços políticos e pessoais. “O sentimento é de muita felicidade, muita alegria, de poder ser escolhido no meio de tanta gente, nos deu a oportunidade de receber esta comenda. Só temos a agradecer pela honraria, pelo momento que me propiciou. Dizer que nosso sentimento pelo povo de Barra de Guabiraba é muito grande, pela convivência de anos”, afirmou o presidente.

No seu discurso de agradecimento, o parlamentar lembrou a ocasião da enchente que atingiu a cidade em 2017 e que participou ativamente buscando soluções para ajudar aqueles que ficaram desabrigados. “Passamos a noite acordados trabalhando, convivendo com o povo com os pés na lama, buscando as soluções para um momento de muita aflição. Esse foi um momento de tristeza lá atrás, mas hoje é um momento de alegria”, pontua o deputado.

Acompanhado de seus familiares - boa parte nascida em Barra de Guabiraba - Eriberto também foi prestigiado por parceiros políticos, como a prefeita de Cumaru, Mariana Medeiros, o vereador do Recife, Eriberto Rafael, os vereadores de Bezerros, Gabeira, Eliel Vieira e Tititi, o ex-vereador de Bonito, Ronaldo do Inhame. Além do presidente da Alepe, também estiveram entre os homenageados o ex-deputado federal Kaio Maniçoba e o juiz da comarca de Bonito, Valdelício Francisco da Silva.

Deputado federal Fernando Monteiro disse não ao texto-base da Previdência
Deputado federal Fernando Monteiro disse não ao texto-base da PrevidênciaFoto: Divulgação

A Câmara dos Deputados realizou, nesta terça-feira (28), sessão solene alusiva ao Dia Livre de Impostos. Organizado pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e coordenado pela Câmara de Dirigentes Lojistas Jovem (CDL Jovem), o Dia Livre de Impostos, comemorado na próxima quinta-feira (30), é uma ação realizada com o objetivo de conscientizar a população sobre o tema, além de apoiar as discussões em torno do assunto.

“A reforma mais urgente para o Brasil é a tributária. Pagamos taxas altíssimas. Alguns produtos chegam a 70% de seu valor só em impostos, que atingem em escala toda a cadeia produtiva, do produtor rural, à indústria e ao comércio, chegando ao consumidor”, enfatizou o deputado federal na tribuna da Câmara aos demais colegas.

Em um ranking de 30 países, o Brasil é o 14° entre os que mais arrecadam impostos. Apesar disso, está em última colocação entre os que transformam estes recursos em benfeitorias para a população. “A pesada carga tributária brasileira alerta a todos para a urgência de uma reforma visando sua simplificação e redução, o que permitirá a melhoria do ambiente de negócios do País”, pontua Fernando Monteiro.

Uma proposta está em andamento na Câmara dos Deputados. A Comissão de Constituição e Justiça aprovou, na última semana, a questão constitucional da PEC. O texto em discussão substitui, de forma progressiva, cinco impostos em um. Agora a matéria vai para a Comissão Especial que será criada pela Presidência da Casa. “Precisamos gerar empregos e incentivar o consumo. Temos que pensar o Brasil independente de interesses políticos ou de grupos econômicos”, afirma Fernando Monteiro. A sessão solene na Câmara dos Deputados foi aberta ao público e teve também como requerente o deputado Charlles Evangelista (PSL-MG).

O deputado Romário Dias (PSD) concedeu a premiação para o município de Tacaratu, no Sertão.
O deputado Romário Dias (PSD) concedeu a premiação para o município de Tacaratu, no Sertão.Foto: Divulgação

A Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) entregou, na noite da última segunda-feira (27), o prêmio Prefeitura Amiga da Biblioteca a quatro cidades pernambucanas: Tacaratu, Tacaimbó, Ferreiros e Recife. A premiação reconhece as iniciativas das gestões municipais em instalar e promover a manutenção das bibliotecas públicas e escolares.

Presidente da Comissão de Educação e Cultura da Alepe, o deputado estadual Romário Dias (PSD), foi o responsável por indicar, ao lado do deputado licenciado e secretário de Turismo, Rodrigo Novaes, a cidade de Tacaratu, no Sertão do Estado. O município sertanejo é conhecido pelas fortes tradições indígenas, em especial do povo Pankararu, além do artesanato de barro e de danças e festejos religiosos de tradição secular.

De acordo com Romário, o prêmio é mais do que merecido para o município, pois, mesmo com restrições financeiras que atingem a maioria das cidades do Estado, a gestão municipal realizou grandes esforços para garantir o pleno funcionamento da biblioteca pública municipal Dom João de Souza Lima, promovendo, assim, o devido acesso ao saber.

“Fico muito feliz e honrado em poder indicar Tacaratu e em participar dessa solenidade, pois valorizamos muito esse tipo de ação. A única herança que não se discute nos tribunais é o saber; essa é a única herança que um pai pode deixar verdadeiramente para um filho. Quando a educação é prioridade, tudo melhora na vida da gente, no município, no Estado e no País”, afirmou o deputado, que ainda destacou o nome do ex-vereador do município, José Gomes de Araújo, que doou o terreno para a construção da escola na cidade.

Durante o evento na Alepe, as gestões premiadas foram agraciadas um troféu e um diploma. Quem recebeu a premiação do Recife foi o secretário municipal de Segurança Urbana, Murilo Cavalcanti, que representou o prefeito Geraldo Julio; de Ferreiros foi a secretária de Educação, Fernanda Machado; de Tacimbó, o prefeito Álvaro Alcântara Marques; e, de Tacaratu, o prefeito José Gerson da Silva. Os municípios foram indicados, respectivamente, pelos deputados estaduais Paulo Dutra (PSB), Simone Santana (PSB), Teresa Leitão (PT), além de Romário.

O prêmio Prefeitura Amiga da Biblioteca foi instituído na Alepe pela Resolução Nº 1317, de 2015. Anualmente, os parlamentares indicam a gestão a ser premiada e cabe à Comissão de Educação e Cultura a escolha dos quatro vencedores, sendo um município de cada uma das quatro regiões do Estado: Região Metropolitana, Zona da Mata, Agreste e Sertão.

assuntos

comece o dia bem informado: