Foram encontrados 311 resultados para "Julho 2019":

De acordo com a Secretaria de Defesa Social, logo no início de 2020 os novos policiais estarão aptos a reforçar as equipes das delegacias em todo o Estado.
De acordo com a Secretaria de Defesa Social, logo no início de 2020 os novos policiais estarão aptos a reforçar as equipes das delegacias em todo o Estado.Foto: Hélia Scheppa/PSB

O governador Paulo Câmara assinou, na manhã desta quarta-feira (24.07), no Palácio do Campo das Princesas, a convocação da segunda turma de aprovados no concurso de agente da Polícia Civil. Ao todo, 511 candidatos iniciam no próximo dia 12 de agosto, o Curso de Formação Profissional de Agentes de Polícia Civil, no Campus de Ensino Recife da Academia Integrada de Defesa Social (Acides-SDS), no bairro da Boa Vista.

A iniciativa vem reforçar um importante conjunto de ações em favor da segurança pública no Estado dentro do Pacto pela Vida, que tem garantido reduções significativas dos índices de criminalidade há 19 meses consecutivos. Logo após a assinatura, um grupo de novos alunos da academia foi recebido no Palácio do Campo das Princesas pelo secretário de Defesa Social Antônio de Pádua e pelo chefe da Polícia Civil Joselito Kehrle.

O curso de formação de agentes terá duração de quatro meses e meio, com aulas de Investigação Policial; Inteligência de Polícia Judiciária; Abordagem Policial; Armamento, Munição e Tiro; Direitos Humanos; Criminalística; Prática Policial; e Gerenciamento de Crises e Desastres. Durante o período das aulas, os futuros agentes receberão uma bolsa no valor de R$ 1,1 mil.

De acordo com a Secretaria de Defesa Social, logo no início de 2020 os novos policiais estarão aptos a reforçar as equipes das delegacias em todo o Estado. A iniciativa vai ampliar ainda mais o contingente da Polícia Civil, que no início de 2018 já havia recebido o reforço de mais de 1,2 mil profissionais aprovados por concurso, sendo 822 para a Polícia Civil e 392 da Polícia Científica.

Secretário do Trabalho, Emprego e Qualificação, Alberes Lopes, aposta no produto para estimular crescimento do Sertão e do Agreste
Secretário do Trabalho, Emprego e Qualificação, Alberes Lopes, aposta no produto para estimular crescimento do Sertão e do AgresteFoto: Divulgação

O potencial do café especial produzido em Triunfo e Taquaritinga do Norte, respectivamente no Sertão e no Agreste de Pernambuco, foi apresentado, nesta quarta-feira (24), ao Instituto de Promoção do Comércio e do Investimento de Macau (IPIM), em Fuzhou, na Província de Fujian, na China. Quem falou sobre a qualidade e sobre a potencialidade de exportação do produto pernambucano - uma das principais apostas de crescimento econômico e geração de empregos para duas regiões do Estado - foi o secretário do Trabalho, Emprego e Qualificação de Pernambuco, Alberes Lopes.

O secretário estadual está em Fuzhou participando de seminário de intercâmbio com empreendedores nordestinos e brasileiros a convite do governo chinês, que tem interesse em estreitar as parcerias e negócios com Pernambuco. Alberes tem sido um dos protagonistas em divulgar a qualidade dos cafés plantados e colhidos no Estado.

“O Instituto de Promoção do Comércio e do Investimento de Macau (IPIM) mantém relações de interação entre empresários chineses e países de língua portuguesa, apresentando vantagens de negócios e investimentos. Aproveitamos a oportunidade para falar sobre o potencial e sabores únicos dos nossos cafés especiais de Triunfo e de Taquaritinga do Norte. Os cafés serão aprimorados com os cursos de qualificação que a Secretaria do Trabalho, Emprego e Qualificação de Pernambuco estão promovendo em parceria com as prefeituras e o Sebrae, beneficiando os pequenos produtores”, disse Alberes Lopes.

No mesmo encontro, Alberes Lopes também apresentou a cachaça produzida em três municípios pernambucanos: Chã Grande, Vitória de Santo Antão e Triunfo. Ele ressaltou a preferência dos chineses por bebidas fortes e disse haver um potencial imenso de exportação dos produtos pernambucanos para o país asiático. Chã Grande, por exemplo, produz uma das cachaças mais premiadas do Brasil, a Sanhaçu. Vitória é a Capital Pernambucana do Aguardente, enquanto Triunfo é conhecida por produzir a Cachaça Triumfho, destilada em alambique e envelhecida em barris de carvalho.

[1250] Manguezal
[1250] ManguezalFoto: Rafael Furtado/Folha de Pernambuco

Nesta sexta-feira (26) é comemorado o Dia do Mangue. Um dos ecossistemas mais presentes no Recife, os manguezais fazem parte da história e da paisagem da capital pernambucana. A Prefeitura do Recife celebra a data com palestra gratuita ministrada por Maíra Braga, gerente de Planos de Manejo da Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade, baseada no tema Mangue e Turismo de Base Sustentável, durante a programação do Mangue Day, nesta quinta-feira (25), das 9h às 12h, no Cinemark RioMar.

O Recife conta com 25 Unidades de Conservação da Natureza (UCNs), sendo que algumas delas protegem áreas de mangues, destacando-se o Parque Natural dos Manguezais Josue´ de Castro, com 320,34 hectares, abrangendo os bairros do Pina, Boa Viagem e Imbiribeira. Essas áreas são definidas por lei com o intuito de conservar suas características ambientais, protegendo a rica biodiversidade e contribuindo para a manutenção dos serviços ambientais e ecossistêmicos.

Durante o evento, Maíra Braga vai destacar os manguezais do Recife não apenas por sua importância para a conservação, mas também como ambientes que despertam interesse para visitação por turistas e moradores da cidade. “Os ambientes naturais do Recife, no diálogo com as paisagens urbanas e elementos culturais e sociais, constituem-se também como atrativos turísticos e como oportunidades para a sensibilização ambiental e percepção da cidade de uma forma diferenciada. Desta maneira, pode contribuir cada vez mais para a sustentabilidade local”, comenta Maíra.

Mangue Day – Evento promovido pelo Shopping Rio Mar, que este ano será realizado nos dias 25 e 26 de julho, contando com debates sobre os manguezais e atividades socioambientais, como peça teatral infantil, apresentações culturais e mutirão de limpeza. Nas palestras estarão presentes também representantes do Instituto BiomaBrasil, do Espaço Ciência e da Associação Peixe-Boi-AL.

Dia do Mangue - A Organização das Nações Unidas estabeleceu, em 6 de novembro de 2015, 26 de julho como o Dia Internacional para a Conservação do Manguezal. Nesta data é lembrada a morte, em 1998, do ativista do Greenpeace Hayhow Daniel Nanoto, durante um protesto em Muisne, no Equador. Em 2000, o país passou a celebrar na mesma data, o Dia de defesa do Mangue. O mundo celebrou pela primeira vez essa data de destaque ambiental em 2016.

Os manguezais, segundo a ONU, abrangem 15,2 milhões de hectares, o equivalente a 0,4% da superfície florestal do planeta. No Recife, se estendem por cerca de 535 hectares.

Entre os benefícios ambientais do manguezal estão a proteção da costa contra enchentes e a manutenção da vida marinha, uma vez que peixes e outros organismos dependem desse ecossistema para completar seu ciclo de vida. Além disso, os mangues retêm carbono, contribuindo para mitigar os efeitos das mudanças climáticas.

Câmara Municipal de Olinda
Câmara Municipal de OlindaFoto: Divulgação

A Câmara Municipal de Olinda decidiu suspender o expediente nesta quarta-feira (24), em virtude das fortes chuvas ocorridas, durante a madrugada e manhã, “dificultando o comparecimento dos servidores e o consequente funcionamento deste Poder Legislativo”.

Também através de portaria, o presidente Jorge Federal decretou luto oficial, por três dias, em virtude das mortes ocorridas em consequência de deslizamento de barreiras nos bairros de Águas Compridas e Passarinho.

Luciano Siqueira
Luciano SiqueiraFoto: Reprodução/Facebook

Por Luciano Siqueira

A ninguém interessa ver o Brasil ser submetido ao ridículo na cena internacional. Nem mesmo a quem se coloca na oposição ao atual governo.
Infelizmente, é o que acontece.

Não apenas pelas bizarrices sustentadas pelo precário chanceler Ernesto Araújo, para quem o mundo globalizado dos nossos dias não passa de invencionice marxista, mas, sobretudo, pelas trapalhadas diárias do capitão presidente, que repercutem negativamente aqui e mundo afora.

Antes, no Brasil não havia nada correto, tudo não passava de erros e espertezas dos petistas, segundo o candidato Bolsonaro.

Uma vez com os pés no Planalto, a surpresa: realmente, há muita coisa construída – que precisa ser desfeita para botar outras coisas no lugar. O quê exatamente nem ele próprio sabe.

Aos poucos, no curto espaço de tempo de seis meses, o capitão viu se fragilizarem seus ministros antes ditos “super”, o da Economia (atolado à beira da estagnação econômica) e da Justiça (desmascarado pelas revelações do Intercept).

Parece se sentir como um super herói a contar como escudeiros de confiança apenas seus três filhos – como nas antigas monarquias decadentes, cada um numa função supostamente estratégica, em posição de guarda.

Ao se dar conta da gravidade dos problemas que lhe cabe enfrentar – afinal é o chefe do governo -, e consciente da própria incompetência e da incapacidade de unir em torno de si quadros competentes, enveredou pelo caminho da negação da realidade.

Isto em sentido amplo.

Nega fatos, dados estatísticos, regras de conduta elementares, bom senso.

Briga publicamente com o IBGE, o INPE e a FIOCRUZ porque trazem à luz dados sobre o desemprego crônico e imediato alarmantes, sobre a rápida expansão do desmatamento na Amazônia (sob seu governo) e sobre o recrudescimento das chamadas doenças da pobreza.

Opa! Pobreza? O capitão diz que não há no Brasil.

Já pelos dados do IBGE, vivem abaixo da linha de pobreza extrema, com renda abaixo de 7 reais diários, são 15,2 milhões (dados de 2017).

O conflito em que se meteu com os governadores do Nordeste motivado por suas declarações preconceituosas e xenófobas contra os nordestinos e o ataque explicito ao bem sucedido governador do Maranhão, Flávio Dino, é mais um episódio revelador de que o presidente sequer tem noção do que venha a ser o espírito republicano.

(O oposto do tratamento dado a Pernambuco pelo presidente Lula, a despeito da oposição furiosa que lhe fazia o então governador Jarbas Vasconcelos).

Ora, se a linha de conduta do presidente é negar a realidade, ao invés de enfrentá-la, e a ocupação do cargo pelo próprio se mostra um problema crescente, para si e para o País, o passo seguinte será negar a própria existência...

Acesse e se inscreva no canal ‘Luciano Siqueira opina’, no YouTube http://goo.gl/6sWRPX

O evento é uma parceria da Alepe com a Prefeitura do município, a Adagro (Agência de Defesa e Fiscalização Agropecuária de Pernambuco), o Sindicato dos Produtores de Leite do Estado (Sinproleite) e o Instituto de Tecnologia de Pernambuco (ITEP).
O evento é uma parceria da Alepe com a Prefeitura do município, a Adagro (Agência de Defesa e Fiscalização Agropecuária de Pernambuco), o Sindicato dos Produtores de Leite do Estado (Sinproleite) e o Instituto de Tecnologia de Pernambuco (ITEP).Foto: Divulgação

A Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) realiza no próximo sábado (27), durante o Festival de Inverno de Garanhuns, a 2ª etapa do Circuito Pernambucano de Queijos Artesanais. O evento é uma parceria da Alepe com a Prefeitura do município, a Adagro (Agência de Defesa e Fiscalização Agropecuária de Pernambuco), o Sindicato dos Produtores de Leite do Estado (Sinproleite) e o Instituto de Tecnologia de Pernambuco (ITEP).

O circuito acontece no Parque Euclides Dourado, a partir das 9 horas, e tem por objetivo incentivar os produtores de queijo a melhorar a qualidade do produto e a aperfeiçoar sua comercialização. Segundo os organizadores, além de beneficiar a cadeia leiteira do estado, a iniciativa contribui para atender o consumidor com um produto de qualidade, dentro dos padrões exigidos pela vigilância sanitária.

A Assembleia Legislativa instalou este ano a Comissão Especial da Bacia Leiteira para tratar de questões e demandas do setor, presidida pelo deputado Claudiano Martins (PP). O parlamentar é autor de um Projeto de Lei, já sancionado pelo Executivo, que ajuda a desburocratizar a produção de queijos, com promoção de incentivos fiscais, e facilita a instalação de empresas no Estado.

A Comissão conta ainda com a participação dos deputados Fabrizio Ferraz (PHS), Clovis Paiva (PP), Henrique Queiroz Filho (PR), Aglailson Victor (PSB), Antonio Fernando (PSC) Roberta Arraes (PP) e Priscila Krause (DEM).

Além do Circuito de Queijos Artesanais, a Alepe tem marcado presença no Festival de Inverno de Garanhuns em outras ações. O presidente da Casa, deputado Eriberto Medeiros (PP), acompanhou o governador Paulo Câmara (PSB) em vários atos governamentais e, numa ação conjunta com o governo do Estado, contribuiu com o Projeto “Ouvidoria em Ação” que incluiu palestras e serviços como o de escuta ativa da população.

O ouvidor da Assembleia Legislativa, Douglas Moreno, foi um dos debatedores do painel. “Ouvidoria: um aporte necessário”. “De modo geral, os temas debatidos se referiram às ações realizadas por cada Ouvidoria em suas respectivas instituições e eventuais projetos a serem realizados no futuro”, informou o ouvidor. Também participaram da mesa ouvidores do Ministério Público de Pernambuco (MPPE) e do Tribunal de Contas do Estado (TCE).

Líder do PSB na Câmara Federal, Tadeu Alencar.
Líder do PSB na Câmara Federal, Tadeu Alencar.Foto: Sérgio Francês / Divulgação

Líder do PSB na câmara, o deputado federal Tadeu Alencar se posicionou, nesta terça-feira (23), sobre o julgamento de Felipe Carreras e outros dez parlamentares que votaram contra a orientação do partido e a favor da reforma da Previdência.

Para Tadeu, deve haver punição, porém, ele ressaltou que a expulsão “não está no horizonte” e só deve ser aplicada quando houver razões além do voto favorável à reforma da Previdência. “Não estou minimizando. Tem um fato, tem que haver alguma penalidade. Aquilo que não tem sanção não tem caráter pedagógico”, afirmou.

“Temos uma gradação. Em todo julgamento temos atenuantes e agravantes. E vai ter a “dosimetria”, que é a aplicação de determinada penalidade que pode ser advertência, censura, suspensão, cancelamento e expulsão”, acrescentou, ressaltando ainda que a expulsão seria uma punição para quem é reincidente na confrontação. “Eu não vejo, sinceramente, nesta bancada, nenhuma atitude desse tipo. Eu vejo pessoas incomodadas, dizendo que votaram por convicção, é muito diferente de outros momento que a gente viveu lá atrás na reforma trabalhista”.

Tadeu ainda celebrou o fato de Felipe Carreras ter reconsiderado sua posição inicial, e decidido apresentar defesa no julgamento do PSB. “Tenho certeza que ele tem motivos razoáveis para apresentar ao partido”, disse. A possibilidade de expulsão de Carreras fez com que diversas siglas tenham cortejado o deputado, apontado como um nome forte para a disputa da Prefeitura do Recife no ano que vem. Tadeu Alencar, entretanto, afirmou que o julgamento não será influenciado por essa questão. “Sinceramente, não vejo nenhuma vinculação (com as eleições de 2020). Isso é sinal que o PSB tem bons quadros. Ninguém vai deixar de ter um julgamento justo por uma conveniência de ordem local”, garantiu.

A prefeita de Camaragibe, Nadegi Queiroz, se reuniu com o presidente do Tribunal de Contas do Estado (TCE), Marcos Loreto, nesta terça-feira (23)
A prefeita de Camaragibe, Nadegi Queiroz, se reuniu com o presidente do Tribunal de Contas do Estado (TCE), Marcos Loreto, nesta terça-feira (23)Foto: Divulgação

A prefeita de Camaragibe, Nadegi Queiroz, se reuniu com o presidente do Tribunal de Contas do Estado (TCE), Marcos Loreto, nesta terça-feira (23), na sede da entidade, no Recife. Ao conselheiro, a gestora reforçou sua determinação de administrar o município de acordo com os limites da Lei de Responsabilidade Fiscal.

“Comuniquei ao conselheiro que a nossa gestão trabalhará em parceria com o tribunal, sempre dentro da legalidade, respeitando as boas práticas administrativas e jurídicas. Coloquei minha equipe à disposição do TCE para qualquer informação necessária. É assim que vamos trabalhar; com transparência e respeitando as instituições”, destacou Nadegi Queiroz.

Acompanharam a prefeita no encontro o deputado estadual licenciado e secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação de Pernambuco, Aluísio Lessa; e os secretários municipais Cilene Vasconcelos (Controladoria), Leonardo Neves (Procuradoria) e Arthur Cunha (Comunicaçao).

Reunião NAdegi

Equipamentos do aeroporto de Serra Talhada começaram a ser instalados
Equipamentos do aeroporto de Serra Talhada começaram a ser instaladosFoto: Divulgação

“A população sertaneja se aproxima cada vez mais de realizar o sonho de ver o Aeroporto de Serra Talhada em pleno funcionamento”, enfatizou o deputado federal Sebastião Oliveira. O parlamentar comemora a instalação do canal de inspeção, que conta com equipamentos de raio-x, detector de metal e esteira, atendendo as normas exigidas pelos órgãos que controlam a aviação brasileira.

Nesta quarta-feira (24), Sebastião, acompanhado da secretária de Infraestrutura de Pernambuco, Fernandha Batista, vai acompanhar de perto como está o andamento das intervenções que estão sendo realizadas pelo Governo de Pernambuco no aeroporto, visando concluir definitivamente as obras.

“Há um esforço coletivo para que o aeroporto comece servir à população o mais rápido possível. Os recursos para a execução dos serviços estão assegurados. No ano passado, consegui, junto ao Ministério dos Transportes, o repasse de R$ 20 milhões e, com isso, temos as condições de atender todas as exigências que foram feitas. Dezenas de cidades sertanejas serão beneficiadas, com a geração de renda e empregos. É o Sertão se interligando com o mundo por meio da aviação comercial, destacou Sebastião Oliveira.

César Caúla, procurador-geral do Estado de Pernambuco
César Caúla, procurador-geral do Estado de PernambucoFoto: Alfeu Tavares/arquivo folha

O procurador do Estado de Pernambuco César Caúla Reis foi designado, em 18 de julho, pelo presidente do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Felipe Santa Cruz, para integrar a Comissão Especial de Defesa da Federação, instituída pela Portaria 1044/2019. A Comissão será dirigida pelo ex-presidente da OAB Nacional e ex-procurador-geral do Estado do Pará, Ophir Cavalcante Filho.

A instituição da Comissão foi qualificada como muito relevante por César Caúla. Em sua opinião, “retomar a ideia do federalismo cooperativo é essencial para o desenvolvimento do país de modo a melhorar a prestação dos serviços públicos e a se cumprirem os objetivos constitucionais de redução das desigualdades sociais e regionais”, afirmou.

Além disso, Caúla salienta que, “uma distribuição mais adequada de poderes, competências e recursos financeiros entre União, Estados e Municípios é essencial para o aprimoramento da democracia nacional”.

assuntos

comece o dia bem informado: