Foram encontrados 370 resultados para "Setembro 2018":

Rands apresentou propostas para infraestrutura
Rands apresentou propostas para infraestruturaFoto: Divulgação

O candidato da coligação O Pernambuco que você quer (PROS, PDT, Avante), Maurício Rands, falou, nesta sexta-feira (28), sobre os programas sociais que fazem parte do seu plano de governo e das obras estruturadoras que propõe para o desenvolvimento do Estado. Rands anunciou alguns de seus projetos para geração de empregos, para atender ao que querem a primeira colocação, mas também para os mais experientes.

“Vamos ter uma atenção especial para aqueles com mais de 50 anos que desejam retornar ao mercado de trabalho e estão encontrando dificuldades”, garantiu Rands.
As ideias de Rands para malha rodoviária do Estado, com a duplicação da BR-232, a partir de São Caetano e em direção a Petrolina, foram as propostas mais debatidas. “Vamos usar o patrimônio do Estado como garantia, do mesmo jeito que um trabalhador, quando perde o emprego, penhora um anel de formatura”, exemplificou o candidato a governador. O trecho da BR-232 que liga Caruaru ao Recife também esteve na pauta.

A Ferrovia Goiânia-Suape também foi proposta como projeto estruturador importante, uma vez que vai aproximar as indústrias cervejeiras, os polos automotivo, vidreiro e fármaco-químico do Porto de Suape. “São ideias capazes de fazer o Estado crescer, gerar mais empregos e arrecadar mais”, explicou. “Com mais arrecadação, podemos pagar o financiamento que foi tomado para construir a ferrovia”.

Militância aguarda o início do debate, em frente à emissora
Militância aguarda o início do debate, em frente à emissoraFoto: Anderson Stevens/Folha de Pernambuco

As militâncias de Paulo Câmara (PSB) e Armando Monteiro (PTB) estão concentradas em frente à TV Clube se preparando para mais um debate entre os candidatos ao Governo de Pernambuco, que começa dentro de instantes. Dois blocos, de amarelos e azuis, entoam gritos de incentivo aos seus candidatos.

Também participarão do debate Dani Portela (PSol), Maurício Rands (Pros) e Julio Lossio (Rede), este último participando pela primeira vez de um debate com os candidatos ao Governo de Pernambuco.

Paulo Câmara e Armando Monteiro. Distância entre candidatos permaneceu a mesma em relação a última pesquisa
Paulo Câmara e Armando Monteiro. Distância entre candidatos permaneceu a mesma em relação a última pesquisaFoto: Folha de Pernambuco

A coligação da Frente Popular, do governador e candidato à reeleição, Paulo Câmara (PSB), obteve vitória diante da coligação Pernambuco Vai Mudar, do senador e candidato ao Governo de Pernambuco, Armando Monteiro (PTB), no campo jurídico dentro do espaço da propaganda eleitoral gratuita.
  
Desta vez, a disputa gira em torno do posicionamento do socialista em torno da Reforma Trabalhista. Cita a ação impetrada pela coligação de Paulo Câmara:
"Declinam que, na referida peça publicitária, se utiliza de montagem e trucagem com o objetivo de distorcer a realidade dos fatos:
  
a) a partir de imagens antigas como se fossem atuais, que representavam a conjectura partidária de sua coligação à época;

b) de que o Representante Paulo Câmara teria ajudado o Presidente Temer no impeachment da ex-Presidente Dilma; e,

c) ofende a honra do Representado com divulgação de fato sabidamente inverídico, de que o mesmo foi a favor da reforma trabalhista"

Segundo a decisão a decisão do desembargador-relator Itamar Pereira Silva Júnior que:

"Da simples leitura do acima reproduzido, resta clara a proibição de utilização de trucagem, montagem e efeitos especiais de vídeo na propaganda eleitoral....Isto posto, CONCEDO PARCIALMENTE A LIMINAR, apenas para determinar que os Representados PERNAMBUCO VAI MUDAR, (PTB /PPS / PSDB / DEM / PSC / PRB / PV / PODE / PRTB / PSL / PHS / DC / PMB), e de seus candidatos ao cargo de Governador de Pernambuco, o Sr. ARMANDO DE QUEIROZ MONTEIRO NETO, e ao cargo de Vice-Governador, o Sr. FRED FERREIRA (Frederico Menezes de Moura Sobrinho) se abstenham de veicular a propaganda eleitoral que instrui a representação, sob pena de pagamento de multa de R$ 10.000,00 (dez mil reais) por cada veiculação irregular, sem prejuízo da adoção de outras medidas que visem dar efetividade a este pronunciamento. Notifiquem-se as emissoras para a retirada imediata da propaganda aqui questionada. Em razão de presente decisão ser em caráter liminar, podendo ser revista, autorizo os Representados a substituírem a mídia da propaganda atacada. Citem-se os representados para, querendo, apresentar defesa no prazo de 02 (dois dias), nos termos do artigo 8º, da Lei nº 9.504/97. Após, vista ao Ministério Público Eleitoral de Pernambuco para oferta de parecer no prazo de 01 (um) dia.", diz o relator Itamar Pereira da Silva Junior.

Dani Portela (PSol) se reúne com setor de tecnologia para discutir economia criativa
Dani Portela (PSol) se reúne com setor de tecnologia para discutir economia criativaFoto: Divulgação

A candidata ao Governo de Pernambuco da coligação "a esperança não tem medo", Dani Portela, participou de um ciclo de encontros com empresários do ramo de Tecnologia e Informação da Comunicação (TIC), no Porto Digital. Antes do evento, Portela esteve em reunião para assinar um protocolo de intenções sobre medidas preventivas e ações governamentais no Centro Integrado da Criança e do Adolescente (CICA).

O encontro de tecnologia foi realizado pela Associação das Empresas Brasileiras de Tecnologia da Informação de Pernambuco (Assespro) em parceria com o Centro de Excelência em Tecnologia de Software do Recife (Softex) e o Sindicato das Empresas de Tecnologia da Informação (Seprope).

Durante o discurso sobre o poder da tecnologia para o bem da sociedade, Portela afirmou que "a gente não tem informação e acessibilidade comunicacional para todas as pessoas. Precisamos descentralizar os complexos tecnológicos. Existir um pólo de empresas como o porto digital que tem um modelo diferente com uma capacidade criativa, com o desafio de, ao mesmo tempo que aproxima as pessoas, tem que se preocupar com as consequências disso na sociedade. Pernambuco investe muito pouco na área de tecnologia".

Leia também:
Confira a cobertura completa da entrevista de Dani Portela
Dani Portela (PSOL): auditoria das contas, enxugamento do estado e combate à sonegação
Dani Portela cobra transparência em concessões de transporte público

Dani Portela destacou três desafios no ramo: "o primeiro é fazer com que a legislação acompanhe a velocidade das mudanças tecnológicas. Outra questão primordial, é a descentralização desse modelo de negócio, pois a economia de Pernambuco não pode ser resumida a monocultura açucareira. O terceiro ponto são as contrapartidas sociais, pensando em um modelo de desenvolvimento que diminua as desigualdades sociais, porque existe uma pluralidade em nosso estado, gerando mais emprego e renda". A candidata salientou ainda que tem que ser feita uma parceria entre o estado e as start-ups para a soluções criativas para problemas estruturais, como o monitoramento do transporte público, por exemplo.

Última carreata em apoio a Bolsonaro será neste domingo (30)
Última carreata em apoio a Bolsonaro será neste domingo (30)Foto: Divulgação

Apoiadores do presidenciável Jair Bolsonaro (PSL) farão a última carreata da campanha em Recife, neste domingo (30), a partir das 9h, na avenida Boa Viagem. A concentração será em frente ao Hospital da Aeronáutica e seguirá até o comitê do candidato, no Pina. Para os motoristas que transitam pela Avenida Bernardo Vieira de Melo, em Piedade em direção a Boa Viagem, o trânsito sofrerá alterações, naquelas imediações por conta da carreata.

O comando da Polícia Militar de Pernambuco disponibilizará uma equipe com 100 policiais, entre oficiais do 19º Batalhão da Polícia Militar, do Batalhão de choque e do BPTran e praças, que ficarão distribuídos nas imediações do evento e em toda a avenida Conselheiro Aguiar, na altura da Praça de Boa Viagem, na Avenida Antônio Falcão e na Rua Tomé Gibson. Haverá ainda efetivos da Rocam na Rua dos Navegantes e 10 conjuntos da cavalaria do Regimento de Polícia Montada (RPMon), na faixa de areia da orla do Pina até o Hotel Marante. O evento também será monitorado através das 16 câmaras instaladas na orla e contará com diversas viaturas da Polícia Militar, durante todo trajeto.

A carreata marca a reta final da campanha do candidato a presidente em Pernambuco, nas eleições do primeiro turno. Em outras cidades do país e no interior do Estado também estão sendo organizadas cerca de 40 carreatas em prol do capitão da reserva.

Para esta carreta do domingo (30), no Recife, o candidato a deputado federal Luciano Bivar está mobilizando toda sua militância e disponibilizando material de propaganda para adesivar carros e motos dos participantes. Além dele, outros candidatos do PSL também mobilizarão suas militâncias em prol desta última grande carreata.

O candidato Jair Bolsonaro permanece internado no Hospital Albert Einstein, em São Paulo, desde 7 de setembro, um dia após o atentado político que sofreu ao levar uma facada no abdômen, em Juiz de Fora (MG) e passar por duas cirurgias.

Movimento das Mulheres contra Bolsonaro se concentrará, neste sábado (29), na Praça do Derby
Movimento das Mulheres contra Bolsonaro se concentrará, neste sábado (29), na Praça do DerbyFoto: Rafa Furtado/Folha de Pernambuco

No final de semana que antecede o 1º turno das eleições, o Podcast Folhape conversou com uma das organizadoras do marcha suprapartidária do Movimento das Mulheres Contra Bolsonaro, Nathália Lemoine, que vão realizar, neste sábado (30), a partir das 14h, com concentração da Praça do Derby. "O ato começou numa movimentação do Facebook, do grupo criado por mulheres, e esse grupo esse grupo atingiu uma quantidade muito grande de adesão. Há necessidade de promover até descentralizar e levar para estados era importante. quando lançamos essa ideia e criamos a ideia. Na primeira hora, foram 500 mulheres. Temos 31 mil pessoas com interesse e 12 mil confirmaram presença", explicou.

Ainda no programa, uma entrevista com a especialista em mudanças climáticas, Francis Lacerda, que avaliou a realidade da seca no nosso estado e comentar o que os candidatos ao Governo de Pernambuco e da República podem fazer para futuras gerações. 

 

Ouça e Compartilhe:


Bruno Araújo (PSDB)
Bruno Araújo (PSDB)Foto: Arthur Mota/Folha de Pernambuco

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) de Pernambuco decidiu que a propaganda da Frente Popular que afirmava que o candidato ao Senado pela Coligação “Pernambuco vai mudar”, Bruno Araújo (PSDB), reduziu o Minha Casa Minha Vida é "fake news". A decisão do Pleno do Tribunal determinou a imediata retirada da propaganda na televisão e no rádio. Em caso de descumprimento, o colegiado fixou o pagamento de multa de R$ 50 mil, bem como a perda do dobro do tempo em caso de reincidência.

Leia também:
Bruno fala sobre sistema que reduz 40% das multas durante encontro com motociclistas em Caruaru
Bruno Araújo critica "discursos falsos" dos adversários
Bruno Araújo assina termo de compromisso da Unicef


“A decisão da Justiça Eleitoral reconheceu que com relação ao mérito, a propaganda da Frente Popular faltou com a verdade, o que aponta para a incoerência política de quem usa a mentira para tentar enganar o eleitor, o que deve ser combatido como foi pela Justiça Eleitoral ”, comemorou o advogado Paulo Fernandes Pinto, que, juntamente com o advogado Eduardo Porto, coordena o jurídico dos candidatos ao Senado Bruno Araújo e Mendonça Filho (DEM).

Armando Monteiro (PTB) recebeu apoio de candidato da Frente Popular
Armando Monteiro (PTB) recebeu apoio de candidato da Frente PopularFoto: Leo Caldas/Divulgação

O candidato ao governo do Estado da coligação Pernambuco Vai Mudar, Armando Monteiro (PTB), recebeu, nesta quinta-feira (27), o apoio do candidato a deputado federal pelo Partido Republicano Progressista (PRP) Albérisson Carlos, que é presidente da Associação de Cabos e Soldados e de Pernambuco (ACS). Mesmo sendo de um partido que integra a coligação do governador Paulo Câmara, Albérisson reafirmou o voto em Armando.

“É fundamental essa valorização e o diálogo com a categoria. Nós vamos corrigir injustiças. O que aconteceu no passado, nós vamos virar a página e nós vamos inaugurar um novo tempo. Um primeiro compromisso é reexaminar as diferenças, o plano de cargo e carreiras, que é um elemento fundamental. Em suma, remuneração e as condições que são oferecidas aos policiais”, destacou Armando. Para o candidato a governador, garantir a segurança das pessoas será um dos seus desafios à frente do governo. Para isso, Armando vai criar o Comando Cidadão, vinculado diretamente ao gabinete do governador, implantando centrais de comando e inteligência e as patrulhas rurais.

Leia também:
Pesquisa Ibope: Paulo lidera, com 35%; Armando, 27%
Paulo e Armando polarizam debate em torno da reforma trabalhista
Armando pondera crescimento em pesquisa de intenção de voto


“Sabemos do medo que a população de Pernambuco vive hoje e como os policiais estão desmerecidos pela atual gestão. Por isso, acredito que Armando vá olhar para esse problema de frente. Neste governo nós tivemos muita perseguição. Eles não quiseram ouvir a categoria, além de tirar direitos que são fundamentais para nós”, declarou o representante dos policiais. Segundo Albérisson, entre os problemas enfrentados pela categoria, estão o uso de coletes a prova de balas vencidos e a falta de material de comunicação. "O PM precisa utilizar o próprio celular para fazer chamadas de apoio", acrescentou.

Jarbas Vasconcelos (MDB) e Mendonça Filho (DEM)
Jarbas Vasconcelos (MDB) e Mendonça Filho (DEM)Foto: Divulgação

O candidato a senador, Jarbas Vasconcelos, perdeu mais duas ações na Justiça Eleitoral por usar o tempo da propaganda para afirmar que seu adversário e candidato a senador, Mendonça Filho (DEM), teria cortado recursos para a Educação e vagas em programas como FIES, ProUni e Pronatec. Após ser punido pelo Pleno do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PE) por ataques a Mendonça com a perda de 104 inserções de rádio e televisão com supressão de propaganda e direito de resposta, Jarbas recorreu ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE). O TSE negou a ação cautelar e manteve a decisão do TRE que considerou irregular a propaganda.

Mesmo obrigado pelo TRE com retirada de propaganda, direito de resposta e supressão de propaganda, Jarbas Vasconcelos voltou a exibir propaganda sobre o suposto corte de recursos para a educação e programas do MEC, reeditando um comercial. Ontem à noite a Justiça Eleitoral determinou a retirada de novo comercial de Jarbas, sob pena de pagamento de multa de R$ 100 mil por dia.

O desembargador do TSE, Tarcísio Vieira de Carvalho Neto, ao julgar a ação cautelar, ratificou o uso de montagem e trucagem na propaganda eleitoral. “Não há dúvidas de que ao retirar-se uma frase que foi dita em uma determinada circunstância para incluí-la em um contexto totalmente diferente, distorce a realidade, atenta contra a boa-fé, macula a verdade da informação, induzindo o eleitor a uma errônea interpretação do que lhe é apresentado”, explica o desembargador, negando, assim, o pedido de cancelamento do direito de resposta.

Leia também:
Senado: Humberto Costa agora é líder, com 32%, segundo Ibope
Jarbas recorrerá de decisão que tirou 104 inserções de sua propaganda no rádio e TV
Por ataques a Mendonça, Jarbas perde inserções de rádio e televisão

Na decisão, a desembargadora Karina Albuquerque Aragão de Amorim observa que houve trucagem e montagem para prejudicar o candidato democrata. “Observa-se que a peça publicitária utilizando de divulgação de fatos sabidamente inverídicos, e o uso de montagem e trucagem possuiu o condão de injuriar o representante numa tentativa de imputar ao mesmo uma atuação desastrosa junto ao Ministério da Educação, além de responsabilizá-lo por um falacioso corte na educação para quem precisa. Reconheço a existência de mensagem inverídica na propaganda veiculada e o uso de montagem nos áudios com o fim de degradar o candidato José Mendonça”, afirma a desembargadora, relatora de cinco representações feitas pelo jurídico da Coligação Pernambuco Vai Mudar.

Adriana Rocha (Rede) defende federalização do ensino básico
Adriana Rocha (Rede) defende federalização do ensino básicoFoto: Lucas Alves/Divulgação

Em debate com as candidatas e candidatos ao Senado, realizado por uma universidade particular em parceria com o projeto Genti-ilesa, a advogada e professora de Direito Adriana Rocha (Rede) defendeu federalização do ensino básico e da valorização dos professores. O encontro aconteceu nesta quinta-feira (27), no auditório da instituição de ensino, no bairro do Ipsep, Recife.

Para Adriana, o acesso à educação básica de qualidade é um dos direitos fundamentais que não pode ser desprezado. “Em uma sociedade que pretende evoluir, assegurar aos estudantes o acesso a uma educação básica de qualidade, independentemente de seu local de residência ou classe social, é preciso se garantir o exercício pleno da cidadania”, explicou.

O ensino básico federalizado está entre as 18 propostas da candidata. Conselheira federal da OAB, Adriana Rocha também marcou presença num almoço que contou com a presença de representantes da Ordem de Pernambuco. O encontro aconteceu no bairro das Graças, em Recife.

MULHERES NA POLÍTICA – Em Boa Viagem, à tarde, a candidata participou do ciclo de provocações mulheres na política, projeto “Elas por elas”, do Instituto IADIS. Na ocasião, Adriana Rocha ratificou a força da mulher no cenário político. “Somos protagonistas nestas eleições de 2018 e precisamos ocupar os espaços na política; porque só assim teremos mais voz e nos sentiremos representadas no processo democrático”, completou.

assuntos

comece o dia bem informado: