Foram encontrados 370 resultados para "Setembro 2018":

Jarbas Vasconcelos (MDB) e Mendonça Filho (DEM)
Jarbas Vasconcelos (MDB) e Mendonça Filho (DEM)Foto: Divulgação

Após decisão do Pleno do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PE) de retirar 48 comerciais e 56 inserções de Jarbas Vasconcelos (MDB), atendendo a direito de resposta de Mendonça Filho (DEM), por "uso de trucagem e "fake news" sobre programas como Fies, ProUni e Pronatec feitos no Ministério da Educação (MEC).

A assessoria do emedebista informou que recorrerá da sentença. "A defesa de Jarbas já recorreu ao Tribunal Superior Eleitoral para reverter a decisão. A defesa lembra que o vídeo que motivou essa disputa jurídica é na verdade uma resposta de Jarbas aos ataques de Mendonça Filho, que provavelmente partiu para o ataque contra o emedebista por se sentir envergonhado de ter sido ministro de um governo que tanto mal fez aos brasileiros", diz a nota.

Frente Popular faz campanha em Paudalho
Frente Popular faz campanha em PaudalhoFoto: Hélia Scheppa/PSB

Após comandar uma caminhada no Córrego do Jenipapo, no Recife, o governador e candidato à reeleição, Paulo Câmara (PSB) levou a campanha a Paudalho, na Mata Norte. Ao lado de seu companheiro de chapa Humberto Costa (PT), do ex-prefeito Pereira e de lideranças políticas locais e do estado, Paulo participou de caminhada e discursou aos moradores. 

"Vamos vencer essas eleições porque o nosso compromisso e a nossa dedicação a Pernambuco é testado e aprovado todos os dias. Até o dia 07 de outubro, seguiremos visitando os municípios, conversando com as pessoas e mostrando que Pernambuco não pode e não vai andar para trás. Seguiremos olhando e andando para a frente", assegurou Paulo, durante ato em praça pública. 

Leia também:
Paulo Câmara permanece líder na pesquisa
Em reta final de campanha, candidatos partem para o ataque
Haddad lidera em Pernambuco


O candidato à reeleição destacou que o atual pleito coloca para o eleitor a opção de escolher entre dois lados bem distintos. "O que tem compromisso, que luta pela população, que é o lado de Miguel Arraes, de Eduardo Campos e do ex-presidente Lula. E tem aquele outro: que tira direito dos trabalhadores, que aumentou a conta de luz, o preço da gasolina, do gás de cozinha e que queria privatizar a Chesf e o Rio São Francisco. Isso está muito claro", frisou. 

Já o senador Humberto Costa pediu ao eleitor para que dê a resposta nas urnas ao Governo do presidente Michel Temer. "Colocando Fernando Haddad na Presidência da República, o Brasil voltará a ser feliz. Vamos mandar essa Turma do Temer para casa e retornar aos melhores momentos que o nosso País já experimentou, sob o comando de Lula", afirmou.

Jarbas Vasconcelos (MDB) e Mendonça Filho (DEM)
Jarbas Vasconcelos (MDB) e Mendonça Filho (DEM)Foto: Divulgação

O candidato a senador, Jarbas Vasconcelos (MDB), foi punido, nesta quarta-feira (26), pelo pleno do Tribunal Regional Eleitoral com a perda de 48 comerciais e 56 inserções, por direito de resposta para o adversário e candidato a senador, Mendonça Filho (DEM). A Justiça entendeu que houve uso notícias falsas sobre cortes de programas como Fies, ProUni e Pronatec feitos no Ministério da Educação (MEC).

Na decisão, a desembargadora Karina Albuquerque Aragão de Amorim observa que houve trucagem e montagem para prejudicar o candidato democrata. “Observa-se que a peça publicitária utilizando de divulgação de fatos sabidamente inverídicos, e o uso de montagem e trucagem possuiu o condão de injuriar o representante numa tentativa de imputar ao mesmo uma atuação desastrosa junto ao Ministério da Educação, além de responsabilizá-lo por um falacioso corte na educação para quem precisa. Reconheço a existência de mensagem inverídica na propaganda veiculada e o uso de montagem nos áudios com o fim de degradar o candidato José Mendonça”, afirma a desembargadora, relatora de cinco representações feitas pelo jurídico da Coligação Pernambuco Vai Mudar.

Leia também:
Após nova pesquisa Ipespe/Folha PE, candidatos ao Senado definem estratégia para reta final
Na 4ª colocação na disputa pelo Senado, Bruno e Silvio não desistem
Órgãos de fiscalização emitem recomendação para coibir abuso de poder nas eleições

A punição a Jarbas foi decidida pelo pleno do TRE que julgou as cinco representações referentes aos ataques feitos por Jarbas a Mendonça. O candidato do MDB já havia sido punido pela Justiça Eleitoral com retirada do comercial do ar. O TRE julgou as informações contidas nos comerciais de Jarbas como “fake news".

“O Tribunal, ao julgar as cinco representações contra Jarbas, reconheceu as irregularidades de sua propaganda eleitoral, com informações sabidamente inverídicas, ao afirmar que Mendonça teria cortado verba quando ministro da Educação. Com isso, Jarbas perdeu o dobro do tempo das inserções utilizadas anteriormente, mostrando que ele ultrapassou os limites do debate político e atingiu a honra de Mendonça”, comenta o advogado Paulo Fernandes Pinto, que ao lado do advogado Eduardo Porto coordena o jurídico do candidato democrata.

Corrida eleitoral para Presidência da República
Corrida eleitoral para Presidência da RepúblicaFoto: arte/Folha de Pernambuco

Na corrida pela Presidência da República, o ex-ministro Fernando Haddad (PT) lidera as intenções de votos com boa vantagem em Pernmabuco, de acordo com a pesquisa realizada pelo Instituto de Pesquisas Sociais, Políticas e Econômicas (Ipespe), divulgada em parceria com a Folha de Pernambuco, na última terça-feira. O petista aparece com 32% das menções dos pernambucanos, cinco pontos percentuais a mais do que o apresentado no último resultado, em que aparecia como candidato apoiado por Lula. Na segunda colocação, o deputado federal Jair Bolsonaro (PSL) registra 17%, seguido pelo ex-governador Ciro Gomes (PDT), que tem 12%.

Marina Silva (Rede), que aparece na quarta colocação, conta com 7% das manifestações, sendo a presidenciável com a maior redução do percentual de intenções de votos. Na rodada anterior, ela tinha 15%. Geraldo Alckmin tem 5%, mantendo o índice anterior.

Se comparado com a última amostragem, realizada entre os dias 11 e 13 de agosto, o resultado demonstra uma redução no número de entrevistados que afirmaram que votariam em branco, nulo ou nenhum. Antes eram 20%, agora são 16%. A pontuação dos que não sabem ou não opinaram, por outro lado, apresenta um aumento de 4% para 8%. Porém, a soma do quantitativo desses votos ainda é maior do que o segundo colocado, 24%.

Henrique Meirelles (MDB), João Amoêdo (Novo) e Álvaro Dias (Podemos), aparecem com 1%, cada. Guilherme Boulos (PSOL), Eymael (DC) e Vera Lúcia (PSTU), tem 0%.

Raio X
Em todos os detalhamentos da pesquisa Ipespe/Folha de Pernambuco, o candidato apadrinhado pelo ex-presidente Lula (PT), Fernando Haddad, lidera as manifestações. No recorte por condição do município, ele apresenta o seu melhor desempenho entre os eleitores do interior, 35%. Já o melhor índice de Bolsonaro é registrado na periferia, 20%. O de Ciro é apontado na capital, 19%. Marina e Alckmin possuem mais intenções de votos na periferia, 11% e 6%, respectivamente.
De acordo com a sondagem, a maior concentração de votos no petista está entre as mulheres , 32%, com idade entre 16 e 24 anos e com 60 anos ou mais, 34%, cada, que possuem o ensino fundamental, 35%, e renda de até dois salários mínimos, 33%.

Já o eleitorado do militar de Bolsonaro é composto em sua maioria por homens, 26%, que têm idade entre 25 e 44 anos, 19%, com ensino superior, 24%, e que recebe mais do que cinco salários mínimos.

Ciro tem mais manifestações entre os eleitores do sexo masculino, 14%, com idade entre 25 e 44 anos, 14%, com ensino superior, 19%, e renda superior a cinco salários mínimos, 16%. Com mais eleitores do sexo feminino, 10%, Marina tem a maior parcela de intenções de voto registrada entre os que possuem 60 anos ou mais, 13%, com ensino médio, 8%, e renda de até dois salários mínimos.

Alckmin tem mais representados do sexo masculino, 5%, com idade entre 45 e 49 anos, 7%, que possuem o ensino fundamental, 6%, e recebem até dois salários mínimos.

Usando uma metodologia face a face, o Ipespe ouviu 800 pessoas. A margem de erro é de 3,5 pontos percentuais, para mais ou para menos, e o índice de confiança é de 95%, o que significa que a pesquisa tem uma probabilidade de 95% de representar a realidade. O levantamento foi registrado no TSE sob o protocolo PE-04472/2018.

Pesquisa Ipespe para presidente

Pesquisa Ipespe para presidente - Crédito: arte/Folha de Pernambuco

 

 

Agenda dos candidatos ao Governo de Pernambuco 2018
Agenda dos candidatos ao Governo de Pernambuco 2018Foto: Arte: Folha de Pernambuco

Agenda do candidato Maurício Rands (Pros)

10h Recebimento das propostas do Fórum da Segurança Pública (Boa Vista, Recife)

15h Entrevista CBN Total (Boa Viagem, Recife)

17h Caminhada em Santo Amaro (Santo Amaro, Recife)

Agenda do candidato Julio Lossio (Rede)

9h - Apresentação do Plano de Governo para os membros da Associação de Delegados de Polícia de Pernambuco - ADEPPE
Local: Rua da União, 210, Boa Vista - Recife - PE

12h - Almoço com lideranças em Olinda

14h - Reunião na Associação de Escrivães de Polícia de Pernambuco - Uneppe
Local: Rua da Aurora, 175, Ed. Duarte Coelho, Bloco C, 7° andar, sala 704 - Boa Vista - Recife - PE

20h - Live: Papo 18 na cidade de Barreiros

Agenda do candidato Paulo Câmara (PSB)

RECIFE

14h - Visita ao Projeto Juventude Presente
Local: Centro Social Urbano (Rua Manoel Serafim Couto, s/n, Imbiribeira (próximo à Estação do Metrô)

ITAMBÉ

17h - Visita à prefeita Graça Carrazone
Local: Engenho Monge (Zona Rural)
GOIANA

18h30 - Caminhada da Frente Popular
Local: Concentração na Praça das Crianças

NAZARÉ DA MATA

20h - Caminhada com o prefeito Nino
Local: Concentração na Rua Coelho Neto S/N (Praça da GRE/Praça dos Lanceiros)
Agenda da candidata Dani Portela (PSol)

07h30 - Debate no Colégio Ideia
Colégio IDEIA | R. Real da Torre, 206, Madalena

10h - Ato de entrega das propostas da 1° Conferência Popular de Segurança Pública de Pernambuco
R. do Sossego, 432 - Boa Vista

12h30 - Entrevista para a Rádio Naza FM 91.1

15h30 - Ciclo de Provocações Mulheres na Política
Vicalli | R. Maria Carolina, 574, Boa Viagem

19h - Reunião de estudo de campanha

20h30 - Caminhada na Comunidade Carolina de Jesus
Comunidade Carolina de Jesus (ao lado da Estação do Barro)

Agenda do candidato Armando Monteiro (PTB)

6h10 – Entrevista na Rádio Maranata, em Jaboatão

8h - Visita ao comércio de Prazeres

10h - Visita ao Mercado de São José

19h20 – Entrevista no Jornal da Clube/TV Clube

20h - Entrevista ao Portal OP9

21h30 - Caminhada em Moreno

Ciro Gomes (PDT) em debate nesta quarta-feira (26)
Ciro Gomes (PDT) em debate nesta quarta-feira (26)Foto: Reprodução/Youtube

O presidenciável Ciro Gomes (PDT) explicou, em debate ao SBT, nesta quarta-feira (26), como fará suas políticas de aliança para compor seu governo, caso seja eleito. O pedetista se colocou contra uma composição com o Partido dos Trabalhadores. "Se eu puder governar sem o PT, eu prefiro", disse.

Já sobre o MDB, Ciro disse que "destruirá" o partido "pelas vias democráticas que puder", mas abriu exceções, citando alguns quadros da legenda, como o senador Roberto Requião, do Paraná, e o deputado federal Jarbas Vasconcelos. "Jarbas Vasconcelos é um homem decente", ponderou.

Cientista e pesquisadora Priscila Lapa
Cientista e pesquisadora Priscila LapaFoto: Pedro Farias

O desemprego e a geração de empregos é uma das principais exigências da população para os candidatos ao Governo de Pernambuco, deputados federais e estaduais, além dos presidenciáveis. Nesta quarta-feira (26), no Programa Folha Política, entrevistamos a analista do Sebrae e cientista política, Priscila Lapa, que fez um mapeamento das principais necessidades para o ingresso das pessoas no mercado de microempreendedor individual.

Como estimular pessoas em condição de desalento, ou seja, aquelas que desistiram de procurar emprego. As grandes empresas e os incentivos que recebem para colocar suas práticas de mercado. "Muitas vezes o ambiente tributário é confuso e hostil. Precisamos educar as crianças a despertarem para empreenderem no futuro", disse Priscila Lapa.

Ouça e compartilhe:

Candidatos ao Senado pela Rede, Adriana Rocha e Pastor Jairinho
Candidatos ao Senado pela Rede, Adriana Rocha e Pastor JairinhoFoto: Michelly Nunes/Divulgação

Em debate com candidatos ao Senado promovido por uma faculdade particular, na manhã desta quarta-feira(26), os postulantes da Rede, Pastor Jairinho e Adriana Rocha falaram sobre educação para um público de estudantes e jornalistas.

Professora e conselheira federal da OAB, Adriana defendeu a importância da federalização do ensino básico para a juventude brasileira. “Quando federalizamos o ensino, asseguramos aos estudantes o acesso a uma educação básica de qualidade, independentemente de seu local de residência ou classe social”, explicou Adriana Rocha.

Leia também:
Adriana Rocha define eixos de sua plataforma ao Senado
[Podcast] Pastor Jairinho acompanha Rede e permanece apoiando Marina Silva


Sobre a importância de mais participação feminina na política, Adriana lembrou que a mudança no atual cenário, bem como a exclusão de cargo laranja, depende também do posicionamento das mulheres. “Somos maioria do eleitorado e precisamos dar voz e ter vez na política. Essa é a maneira de nos sentirmos de fato e de direito representadas. Chega de candidatura laranja na política”, concluiu.

Silvio Costa (Avante) e Bruno Araújo (PSDB)
Silvio Costa (Avante) e Bruno Araújo (PSDB)Foto: Divulgação

Dividindo a quarta colocação na corrida pelas duas vagas destinadas ao Senado pelo estado de Pernambuco, os deputados federais Bruno Araújo (PSDB) e Silvio Costa (Avante), começam a contagem regressiva para tentarem uma reação praticamente meteórica rumo à Casa Alta. Ambos, contabilizam 10% das intenções de votos, segundo a pesquisa Ipespe/Folha de Pernambuco.

Bruno apresentou um crescimento nos últimos levantamentos, subindo de 8% para 10%, e continua utilizando a estratégia de mostrar suas realizações enquanto foi ministro das Cidades do Governo Temer. Segundo ele, mais de 4700 novas unidades habitacionais do Programa Minha Casa, Minha Vida (MCMV), em Pernambuco, vai atender 65 municípios da área rural e seis municípios da área urbana, incluindo a capital, num investimento de R$ 230 milhões.

As unidades vão beneficiar a faixa 1 do programa, que atende famílias com renda mensal de até R$ 1,8 mil. Serão investidos R$ 105 milhões para unidades habitacionais da área rural e R$ 125 milhões para área urbana. “Fico muito feliz em ajudar as pessoas que mais precisam aqui em Pernambuco. O anúncio de hoje garante a construção de 4703 casas populares em 65 cidades do estado. Em pouco mais de um ano, trouxemos 25 mil casas para os pernambucanos", disse Bruno Araújo.

Enquanto isso, Silvio manteve seu índice de 10%, e tenta vincular sua imagem cada vez mais aos Governos Dilma e Lula. A ex-presidente chegou a gravar uma mensagem o chamando de "leal", além do seu material de campanha trazer diretamente mensagens e imagens que o colocam ao lado de Lula e do presidenciável Fernando Haddad (PT).

Restam apenas 12 dias, a contar com esta quarta-feira (26), para que os eleitores decidam quais serão os próximos dois senadores que representarão nosso Estado junto ao senador Fernando Bezerra Coelho (MDB). Sem cantar vitória, Jarbas Vasconcelos (MDB) lidera, com 37%; seguido por Humberto, com 30%; e Mendonça Filho em terceiro colocado, com 24%.

Tem muita água para rolar, mas pouco tempo para reagir em tempo de alterar os números. Interessante mesmo é a variação, mesmo que dentro da margem de erro de 3,5%, dos eleitores dos votos brancos e nulos, que foram de 22% a 23%, ou seja, houve crescimento enquanto que o normal seria que esse percentual de eleitores tivesse uma tendência de queda após ter conhecimento dos candidatos.

 Deputado Silvio Costa, do Avanta, tenta colar sua imagem ao ex-presidente Lula para na disputa pelo Senado

Deputado Silvio Costa, do Avanta, tenta colar sua imagem ao ex-presidente Lula para na disputa pelo Senado - Crédito: Divulgação


Bruno Araújo continua mostrando ações realizadas enquanto ministro das Cidades do Governo Temer

Bruno Araújo continua mostrando ações realizadas enquanto ministro das Cidades do Governo Temer - Crédito: Divulgação

Depois de tomarem conhecimento do resultado da terceira rodada da pesquisa eleitoral realizada pelo Instituto de Pesquisas Sociais, Políticas e Econômicas (Ipespe), em parceria com a Folha de Pernambuco, divulgada nesta terça (25), os candidatos ao Senado já mostram como serão suas estratégias para os últimos dias de campanha. Com a primeira vaga bem encaminhada, a disputa está acirrada pela segunda cadeira à Casa Alta.

Com 37% das intenções de voto, o deputado federal e candidato a senador pela Frente Popular, Jarbas Vasconcelos (MDB) permanece na liderança e ao que tudo indica tem as maiores chances entre os postulantes de ficar com uma das vagas. Nesta quinta (26), ele esteve em Itapissuma e, ao lado do prefeito José Tenório (PSD), e do candidato a deputado estadual, Cal Volia (PP), participou de ato de campanha nas ruas cidade, com caminhada pelas vias do loteamento Cidade Criança, encerrada com um comício na área central do município.

Jarbas Vasconcelos (MDB), em Itapissuma

Jarbas Vasconcelos (MDB), em Itapissuma - Crédito: Thiago Lemos/Divulgação

A disputa pela segunda cadeira do Senado está sendo protagonizada pelo senador e candidato à reeleição Humberto Costa (PT), e o deputado federal Mendonça Filho (DEM). No entanto, a tendência demonstrada na pesquisa anterior, com queda de ambos, de cinco pontos para o petista e sete para o democrata, com empate técnico dentro da margem de erro, se repetiu, mas agora com a ascenção de ambos. Nesta rodada, Humberto apareceu com 30%, e Mendonça com 24%.

O Ipespe ouviu 800 pessoas, usando uma metodologia face a face. A margem de erro é de 3,5 pontos percentuais, para mais ou para menos, e o índice de confiança é de 95.45%. O levantamento foi registrado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o protocolo PE-04472/2018.

Leia também:
Pesquisa Ipespe/Folha de Pernambuco para o Senado sai às 19h desta terça
Confira a nova pesquisa Ipespe/Folha de Pernambuco ao Governo de PE
Rejeição segue alta entre os candidatos ao governo

Diante desse novo cenário, Humberto Costa evitou entrar no confronto direto com Mendonça, seu principal concorrente. Ao lado do governador Paulo Câmara (PSB), o senador esteve em Palmares, na noite dessa terça-feira (25), para participar de uma carreata e caminhada no município. "Por onde passamos, a recepção do povo tem sido sempre em grande estilo. O povo já escolheu o lado certo que é o nosso, o da Turma de Lula", afirmou Humberto.

Humberto Costa (PT), em ato de campanha, no município de Palmares

Humberto Costa (PT), em ato de campanha, em Palmares - Crédito: Assessoria Humberto 130

Já Mendonça Filho tem adotado a estratégia de desconstruir a imagem do petista para tirar dele votos preciosos que poderão fazer a diferença na contagem final. “Quero ser senador para trabalhar por Pernambuco e não para ter uma aposentadoria ou para me proteger de processo na lava jato", alfinetou Mendonça, em evento na noite desta terça (25), falando para sua militância ao lado do senador e candidato ao Governo de Pernambuco Armando Monteiro (PTB) e de colegas de chapa.

Na oportunidade, democrata reclamou das notícias falsas que a campanha de Humberto estaria divulgando. "Mesmo sendo punidos pela Justiça Eleitoral por prática de fake news e trucagem, meus adversários insistem na mentira. "“ Alguns se incomodam porque a verdade é dita. Mas nós vamos enfrentar os nossos adversários colocando sempre a verdade em primeiro lugar", disse. A rivalidade deve se intensificar nessa reta final, principalmente se os resultados continuarem a apontar o petista na segunda colocação.

Mendonça Filho (DEM), ao lado de Armando Monteiro (PDT), em evento com a militância

Mendonça Filho (DEM), ao lado de Armando Monteiro (PTB), em evento com a militância - Crédito: Bruno Campos/Divulgação

Correndo por fora - Os deputados federais Sílvio Costa (Avante) e Bruno Araújo (PSDB) aparecem empatados, com 10%, cada. Enquanto o petista manteve o seu percentual, o tucano oscilou dois pontos para mais. Pastor Jairinho (Rede) tem 4%, Albanise Pires (PSOL), Adriana Rocha (Rede), Hélio Cabral (PSTU) e Lídia Brunes (Pros) registraram 1%, cada. Alex Rola Lima (PCO) e Eugênia Lima (PSOL) , 0%. Os nulos ou brancos somam 23% no primeiro voto e 30% no segundo voto. Os entrevistados que declararam que não sabem ou não opinaram são 27%, seis pontos percentuais a menos do que o último levantamento.

assuntos

comece o dia bem informado: