Foram encontrados 22 resultados para "Luto":

Empresário Antônio de Queiroz Galvão, um dos fundadores da empresa Queiroz Galvão
Empresário Antônio de Queiroz Galvão, um dos fundadores da empresa Queiroz GalvãoFoto: Divulgação / Queiroz Galvão

O governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB) e o prefeito do Recife, Geraldo Julio (PSB) divulgaram notas de pesar pelo falecimento do empresário Antônio de Queiroz Galvão, na madrugada deste domingo (19), na capital pernambucana. Após sofrer de um aneurisma, o empresário foi internado e não resistiu. 

Leia mais:
Aos 96 anos, morre empresário Antônio de Queiroz Galvão


Confira as notas:

"Foi com muito pesar que recebi a notícia do falecimento do engenheiro Antônio Queiroz Galvão. Filho da Zona da Mata Norte, deixa um legado importante na área da construção civil do nosso Estado e do País. Neste momento, quero me solidarizar com seus familiares e amigos.

Paulo Câmara
Governador de Pernambuco"

"Recebi com muita tristeza a notícia do falecimento do engenheiro e empresário pernambucano Antônio de Queiroz Galvão. Ele foi Diretor de Obras da Prefeitura do Recife e tem sua história de vida ligada ao desenvolvimento de Pernambuco e do Brasil, sendo responsável por criar a construtora responsável por algumas das principais obras estruturadoras que colocaram nosso estado no caminho do crescimento e pela geração de milhares de empregos. Envio meu abraço e profundo pesar para sua família e amigos."

Geraldo Julio
Prefeito do Recife"


Francisco Brennand
Francisco BrennandFoto: Folha de SP|Reprodução

Governador de Pernambuco decreta luto oficial de três dias pelo falecimento de Francisco Brennand

Paulo Câmara


“Francisco Brennand foi um artista notável, um homem à frente do seu tempo, como mostra o reconhecimento que obteve, ao longo da sua trajetória, no Brasil e no exterior. Ele pertence a uma geração de artistas que elevaram Pernambuco ao topo. Em meio ao imenso legado que Brennand nos deixa, dois são muito especiais: sua oficina-museu, na Várzea, e o Parque das Esculturas, hoje parte indelével do cenário do Bairro do Recife . São obras que vão perpetuar a memória desse artista na história do nosso Estado. Quero expressar meu profundo pesar a todos os seus familiares, amigos e admiradores neste momento de dor e tristeza.”

Prefeito Geraldo Julio decreta Luto Oficial de três dias em homenagem a Francisco Brennand

Em virtude do falecimento do artista plástico Francisco Brennand, ocorrido nesta quinta-feira (19), o prefeito Geraldo Julio decretou Luto Oficial de três dias no Recife. O artista é o responsável pelo Parque das Esculturas do Recife Antigo e sua Oficina, no bairro da Várzea, que são importantes pontos turísticos e culturais da cidade, além de ter obras espalhadas por todo o Recife. Em junho de 2017, Francisco Brennand recebeu a Medalha do Mérito Capibaribe, a maior comenda oferecida pela Prefeitura do Recife, pela sua contribuição para a cidade.

“Foi com enorme tristeza que recebi a notícia do descanso eterno de Francisco Brennand. O Recife perde um de seus mais talentosos artistas, reconhecido em todo o mundo pela qualidade de seu trabalho. Sua obra, espalhada por toda a cidade em esculturas e painéis, no Parque das Esculturas, no Recife Antigo, e na sua Oficina, no bairro da Várzea, fazem parte do patrimônio cultural e afetivo de toda a cidade. Uma perda irreparável, só reconfortada pela certeza que Brennand permanecerá entre nós nas boas memórias e pela sua obra. Em nome do povo do Recife, tive a alegria de reconhecer seu legado para a cidade com a Medalha do Mérito Capibaribe e ouvi dele da alegria e do amor que tinha de ser recifense e do seu carinho especial pelo bairro da Várzea. Que a família e os amigos encontrem conforto nesse momento de dor”.

João da Costa
Vereador e ex-prefeito do Recife

"A cultura pernambucana perde uma referência com o falecimento do artista Francisco Brennand. Francisco é um dos ícones das artes visuais do Brasil e do mundo, sendo reconhecido por seu trabalho em cerâmica com contornos únicos. Recife teve a sorte de ser agraciado pelo artista com diversas artes expostas ao ar livre com painéis e outras manifestações, a exemplo de uma das mais famosas, a do Parque das Esculturas, no Marco Zero. Sua oficina, na Várzea, é um dos mais belos passeios de nossa cidade e respira cultura. Seu desaparecimento representa um vácuo em nossa sociedade. Desejamos que Deus conforte sua família e amigos.”

Deputado Eriberto Medeiros
Presidente da Assembleia Legislativa de Pernambuco 

É com pesar que recebemos a notícia do falecimento do amigo Francisco Brennand, grande artista plástico e um dos maiores nomes da arte pernambucana. Francisco foi, e para sempre será, imortalizado em suas obras e em cada monumento que ele ilustrou sua individualidade artística, mas nunca deixando de exaltar seu lado nordestino. Sua ausência será sentida, mas nunca esquecida, seu legado será marcado para sempre na identidade pernambucana. Que Deus conforte seus familiares e amigos. Em nome da Assembleia Legislativa de Pernambuco, manifestamos nossas condolências.

Bruno Araújo
Presidente Nacional do PSDB

O Brasil perdeu hoje um dos mais importantes artistas plásticos brasileiros, o pernambucano Francisco Brennand. A sua arte reconhecida nacional e internacionalmente, faz parte da vida do Recife e projetou nossa cultura para o mundo. Sua arte sobreviverá incorporada à cultura de Pernambuco e do Brasil. Deixo aqui minha solidariedade à família, amigos e ao povo de Pernambuco.

Wanderson Florêncio
Deputado estadual

Referência para entusiastas e admiradores da cultura pernambucana, o artista plástico Francisco Brennand deixa um imenso legado para o nosso estado. O Mestre dos Sonhos, que trabalhou com ícones de nosso estado como Aberlado da Hora e Ariano Suassuna, deixa um espetacular acervo, em especial seu brilhante trabalho como ceramista em dois importantes espaços culturais do Recife que são a Oficina Cerâmica Francisco Brennand e o Parque das Esculturas Francisco Brennand. Como amante da cultura do nosso estado, lamento profundamente sua perda e nos solidarizamos com toda família nesse triste momento

André Ferreira (PSC-PE) 
Deputado federal

Com a morte de Francisco Brennand, Pernambuco perde uma das mais brilhantes mentes criativas que já tivemos. Com sua obra, ele levou o nome do nosso Estado para além das fronteiras do nosso País. Deixo meus sentimentos à família para que encontre conforto em Deus.

Célia Sales
Prefeita de Ipojuca

Minha solidariedade à família de Francisco Brennand pela perda irreparável deste artista que fez a diferença no nosso estado e que levou Pernambuco, com sua arte, ao cenário internacional.

Mario Ricardo
Prefeito de Igarassu


Perdemos o grande artista plástico pernambucano Francisco Brennand, um orgulho da nossa gente pernambucana que partiu e deixa um grande legado e arquivo cultural que poderá ser visto por várias gerações. Meus sinceros sentimentos a toda a família e amigos de Brennand . Descansa em paz nosso Mestre dos Sonhos.

Anderson Ferreira
Prefeito de Jaboatão dos Guararapes


"Francisco Brennand foi um ícone e uma referência no mundo das artes plásticas. Por meio de suas mãos, a cerâmica foi sempre trabalhada com status de joia rara, técnica que levou o nome e a presença da cultura pernambucana para museus mundo afora. Aos familiares e amigos, toda nossa solidariedade."

Desembargador Adalberto de Oliveira Melo
Presidente do Tribunal de Justiça de Pernambuco


“Francisco Brennand é um homem eterno, artista singular, reconhecido nacional e internacionalmente. Temos, nos prédios do Tribunal de Justiça de Pernambuco, a honra de abrigar importantíssimas obras de arte feitas por ele, um dos maiores artistas plásticos de nossa história. São, pelo menos, três murais com temas relacionados ao Judiciário, 32 gravuras e o grandioso mural 'Sol e Lua', instalado no átrio do Fórum do Recife, por onde passam diariamente 5 mil pessoas. Nossa tristeza aumenta, porque, em janeiro do próximo ano, através do Centro de Estudos Judiciários, pretendemos lançar um livro sobre as peças de arte expostas no TJPE, e Francisco Brennand é um dos homenageados. Porém, fica a gratidão pela honra de termos sido contemporâneos de tão importante personalidade, com desejo de conforto a familiares, amigos e admiradores desse ser imortalizado pelas atitudes e pelas obras.”

Raul Henry
Deputado federal


"Perdemos, hoje, Francisco Brennand. Brennand foi um artista genial: sua obra foi seminal, absolutamente genuína. Inovou, inclusive, ao utilizar o barro como principal suporte do seu trabalho. A partir dele, construiu formas arrebatadoras, impactantes e monumentais. Já ocupa um lugar de destaque na galeria dos maiores artistas brasileiros de todos os tempos. Tive o grande privilégio de ser seu amigo. Manifesto meu mais profundo sentimento de pesar às suas filhas, Neném e Helena, e a todos os seus", deputado federal Raul Henry.

Danilo Cabral
Deputado federal


"É com pesar que recebemos a notícia do falecimento do artista plástico Francisco Brennand. É uma grande perda para o Brasil, especialmente para nosso estado. Ele deixa um valioso legado cultural que se espraia pela cidade, desde os painéis e pinturas do Parque das Esculturas, no Bairro do Recife, a sua Oficina, na Várzea. Sua arte, reconhecida nacional e internacionalmente, será eternizada na nossa memória e na nossa história. Quero me solidarizar com seus familiares, amigos e admiradores neste momento de tristeza."




Prefeitura do Recife
Prefeitura do RecifeFoto: Reprodução/Google Street View

O prefeito Geraldo Julio assinou decreto de Luto Oficial de três dias em homenagem ao vereador Carlos Gueiros, que faleceu neste domingo (24). Vereador de sete mandatos, Gueiros era considerado o decano da Câmara Municipal do Recife, presidiu diversas Comissões Permanentes e foi secretário de Habitação do Recife. O decreto será publicado na edição desta terça (26) do Diário Oficial do Município.

A Câmara Municipal do Recife suspendeu todas as atividades parlamentares desta segunda-feira (25) e decretou luto oficial de três dias.
A Câmara Municipal do Recife suspendeu todas as atividades parlamentares desta segunda-feira (25) e decretou luto oficial de três dias.Foto: Divulgação / Câmara Municipal do Recife

O corpo do vereador Carlos Gueiros está sendo velado das 8h às 13h hoje (25), na Igreja Episcopal Catedral da Reconciliação (Recon), Zona Sul do Recife. À tarde, às 14h, terá início o velório no plenário da Câmara Municipal, onde o parlamentar dedicou boa parte da sua vida, durante sete mandatos consecutivos, servindo ao povo do Recife. O sepultamento está marcado para às 16h, no Cemitério Morada da Paz.

“Será mais uma justa homenagem ao nosso saudoso professor, amigo e companheiro”, salientou o presidente da Câmara Municipal, vereador Eduardo Marques (PSB). Ele considera importante que os parlamentares possam se despedir de Carlos Gueiros no mesmo lugar em que ele tantas vezes defendeu as causas da cidade.

Leia também:
Políticos lamentam falecimento de Carlos Gueiros
Vereador Carlos Gueiros morre aos 78 anos
PCR decreta Luto Oficial de três dias em homenagem a Carlos Gueiros


O vereador Carlos Gueiros faleceu na manhã deste domingo (24) por complicações cardíacas resultantes da insuficiência da válvula mitral. Ele estava internado no Hospital Mirante da Beneficência Portuguesa de São Paulo (SP). Aos 78 anos, deixa a esposa, Magaly Monteiro Gueiros, três filhos, sete netos, além de inúmeros amigos e admiradores do seu trabalho.

A Câmara Municipal do Recife suspendeu todas as atividades parlamentares desta segunda-feira (25) e decretou luto oficial de três dias.

Decano da Casa de José Mariano - Carlos Gueiros exercia seu sétimo mandato consecutivo como vereador do Recife, tendo sido eleito pela primeira vez em 1992. Empresário do setor de transportes e com formação em Contabilidade e Administração de Empresas, ele presidiu durante seis anos consecutivos a Comissão de Redação da Câmara. Durante 12 anos, exerceu a presidência da Comissão de Finanças e Orçamento da Casa, sendo, cumulativamente, o vice-presidente da Comissão de Meio Ambiente, Transporte e Trânsito. Atualmente, além de primeiro vice-presidente da Comissão Executiva do Poder Legislativo, Carlos Gueiros foi, também, presidente da comissão de Desenvolvimento Econômico.

No Executivo Municipal, ocupou por 15 meses a Secretaria de Habitação da Prefeitura do Recife.

Carlos Gueiros
Carlos GueirosFoto: Câmara Municipal do Recife/ Divulgação

Personalidades do mundo político do Estado, de várias colorações partidárias, publicaram notas de pesar pelo falecimento do vereador do Recife, Carlos Gueiros (PSB) Confira as notas:

Paulo Câmara (PSB), governador de Pernambuco

"Pernambuco e o Legislativo perdem muito com o falecimento do vereador Carlos Gueiros. Decano da Câmara do Recife, foi referência de atuação na defesa dos avanços que ajudaram a melhorar a vida do recifense. Meus sentimentos e minha solidariedade à família e aos amigos".

Geraldo Julio (PSB), prefeito do Recife

"Lamento profundamente o falecimento do amigo Carlos Gueiros. Com sete mandatos, era o decano da Casa de José Mariano e um profundo conhecedor do legislativo municipal e defensor do municipalismo. Gueiros dedicou sua vida ao Recife. Deixo meus votos de profundo pesar à sua família".

Eriberto Medeiros (PP), presidente da Assembleia Legislativa de Pernambuco

"É com pesar que recebemos a notícia do falecimento do amigo Carlos Gueiros, grande regimentalista da Câmara de Vereadores do Recife. Vereador desde 1992, decano da Casa José Mariano, extremamente dedicado ao Recife, Gueiros foi nosso colega quando passamos pela Câmara e essa convivência que tivemos faz com que a sua ausência seja ainda mais sentida. Que Deus conforte seus familiares e amigos. Em nome da Assembleia Legislativa de Pernambuco, manifestamos nossas condolências".

Eduardo Marques (PSB), presidente da Câmara do Recife

"Foi com o mais profundo pesar que recebemos a notícia do falecimento do vereador Carlos Gueiros. Uma referência de homem público para o Recife, Carlos Gueiros sempre se pautou pela ética, moralidade e amor por esta cidade. Pessoalmente, perco um companheiro com o qual convivi nos últimos 27 anos. Um parlamentar sempre pronto a ajudar e guiar nos caminhos do Legislativo. À família deixo mais profundos sentimentos. Que possam encontrar em Deus o conforto para esse momento tão duro".

João da Costa (PT), vereador e ex-prefeito do Recife

“O domingo traz uma notícia triste com o falecimento do vereador Carlos Gueiros. Quero prestar minha solidariedade a todos que conviveram com Gueiros. Ao longo dos últimos anos, convivemos juntos enquanto fui secretário, prefeito do Recife e, agora, como vereador e nesse período, embora tivéssemos posições políticas antagônicas, construímos uma relação pautada pelo respeito mútuo e pelo bem-estar de nossa população. Desejo que Deus dê conforto aos seus familiares e amigos”.

Sebastião Oliveira (PL), deputado federal

"Neste domingo perdi mais que um aliado, perdi um grande amigo. Já o Recife, fica órfão de um homem público possuidor de elevado espírito cívico. Pessoa de bom caráter e exemplar pai de família, Carlos Gueiros trabalhou durante décadas em prol do povo recifense. Conhecia e amava a cidade como poucos. A Deus, peço-lhe que o acolha nas muitas moradas celestiais preparadas pra os que nele creem!"

Silvio Costa Filho (Republicanos), deputado federal

"Foi com tristeza que recebi a notícia do falecimento do amigo vereador do Recife Carlos Gueiros. Decano da Casa, ele sempre fez política com seriedade e compromisso com o povo do Recife. Em 2005, tive o privilégio de exercer o mandato de vereador ao seu lado, onde aprendi muito. Gueiros sempre teve um papel importante nos temas sociais e econômicos da cidade. Não tenho dúvidas que o trabalho que ele realizou ficará na memória de todos nós. Meus sentimentos ao seu filho Beto Gueiros, à família, além dos amigos que ele reuniu ao longo de sua vida pública".

Aline Mariano (PP), vereadora do Recife

"É com muita tristeza e dor que recebo a notícia do falecimento do amigo querido, colega de parlamento e político de uma trajetória irretocável, Carlos Gueiros, que faleceu de complicações cardíacas. Desejo os mais sinceros sentimentos à família, amigos, colegas de parlamento e ao povo recifense, que perde um exemplo de homem público, que sempre se pautou pela ética, moralidade e amor por esta cidade. Tive a satisfação de conviver com ele nesses meus três mandatos e a sorte de estar no rol dos colegas queridos na Casa José Mariano. Gueiros para mim sempre foi alguém que se podia ouvir e seguir. Que Deus conforte todos nós para suportar a saudade. Descansa em paz meu amigo".

Jayme Asfora (sem partido), vereador do Recife

"Ao longo dos últimos 7 anos, tive o privilégio de conviver e aprender muito com o Vereador e amigo Carlos Alberto Gueiros. Tivemos inúmeras divergências - sempre no campo das ideias. No entanto, isso jamais impediu o respeito e apreço mútuos que cultivamos durante todo esse tempo. A Câmara do Recife perde não só o seu decano, como um dos seus mais talentosos membros. Gueiros era ainda um dos mais árduos defensores da independência do Legislativo. Tinha minha admiração. Fará muita falta, sobretudo nesses dias difíceis que assolam a política brasileira. A toda família, amigos e equipe, meus mais profundos sentimentos".

Professor Lupércio (SD), prefeito de Olinda

"O prefeito de Olinda, Professor Lupércio, recebe com imensa tristeza a notícia do falecimento do vereador recifense Carlos Gueiros. Um homem com grande representatividade na política e na área empresarial, pautando sempre sua trajetória pelo desenvolvimento e pela ética. Lupércio se solidariza com todos os familiares, amigos e colegas que tiveram a honra de trabalhar com o parlamentar".


Danilo Cabral (PSB), deputado federal

“Fui vereador do Recife junto com Gueiros. Sempre admirei sua forma de exercer seus mandatos, com muito trabalho e dedicação aos seus eleitores e qualificando o nível dos debates na Câmara de Vereadores. Recife e Pernambuco perdem um grande quadro político. Que Deus o guarde num lugar especial e conforte toda a família e amigos”.


Wanderson Florêncio (PSC), deputado estadual

É com imensa tristeza que recebi a notícia da partida do vereador Carlos Gueiros, decano da Câmara do Recife. Gueiros, além de amigo, era referência, para aqueles que tiveram a oportunidade de com ele compartilhar na atuação parlamentar. Seus ensinamentos de fazer a política com altivez, com respeito ao poder legislativo e especialmente com amor ao Recife sempre estará em mim guardado. Fica também a saudade, o exemplo e a referência de um homem público da mais elevada estatura. Minhas condolências a sua família e amigos.

Inaldo Sampaio
Inaldo SampaioFoto: Arthur Mota/Folha de Pernambuco

Políticos do Estado lamentaram a morte do jornalista e colunista político Inaldo Sampaio. Inaldo, que assinou a coluna Fogo Cruzado na Folha de Pernambuco, morreu na madrugada desta segunda-feira (11). Ele, que estava no Real Hospital Português do Recife (RHP), lutava há anos contra um câncer e sofreu uma parada cardíaca.

Atualmente, Inaldo Sampaio era colunista político da rádio CBN Recife, assinava coluna política no Diario de Pernambuco e era assessor de imprensa do Tribunal de Contas do Estado (TCE-PE). O velório será realizado no Cemitério Morada da Paz, em Paulista, na Região Metropolitana do Recife, onde será realizado também o enterro, às 17h.

Leia também:
Morre jornalista e colunista político Inaldo Sampaio, aos 64 anos


Eduardo de Queiroz Monteiro, presidente do Grupo EQM
"Inaldo Sampaio nos deixou e um imenso deserto fica em nossos corações e mentes.

Filho do amado Pajeú das Flores, terra dos poetas e cantadores excepcionais, que ele amava e valorizava, ele mesmo um poeta nas suas Colunas no Jornal do Comércio,na FolhaPE e no Diário de Pernambuco, mais recentemente. Utilizava-se das mídias digitais, com competência e maestria, inserindo-se modernamente na nova realidade do jornalismo online. Conhecia, como ninguém, a geografia política do Estado, com relações honradas e republicanas com os entes políticos de Pernambuco. Deixa saudade e uma reputação de um homem honrado e correto, de bom filho, marido, pai e amigo fraterno da sua imensa legião de amigos e admiradores, entre os quais, modestamente, me incluo".  

Paulo Câmara (PSB) - Governador
Com profundo pesar recebi a noticia do falecimento do jornalista Inaldo Sampaio. Inaldo era um profundo conhecedor da política pernambucana e defensor intransigente da democracia. Do litoral ao sertão, nada escapava ao seu olhar preciso e marcante. Emprestou seu talento aos três principais jornais da capital, além de várias rádios e páginas da internet. Expresso minha solidariedade à família e aos amigos.

Luciana Santos - Vice-governadora e presidente nacional do PCdoB
Começamos esta segunda com a lamentável notícia do falecimento de Inaldo Sampaio, um dos mais renomados jornalistas e comentaristas político de PE. A esposa Teresa Cristina e aos filho Joana e João Marcelo, bem como aos amigos e colegas de trabalho, expresso minha solidariedade.

Geraldo Julio (PSB) - Prefeito do Recife
Recebi com muita tristeza a notícia do falecimento do jornalista Inaldo Sampaio. Ele cumpriu por muitos anos a missão de informar a população com correção e grande competência. Era um profundo conhecedor da política de Pernambuco e vai fazer muita falta. Aos tantos parentes e amigos, quero deixar meu abraço e sinceros pêsames.

Anderson Ferreira (PR) - Prefeito de Jaboatão dos Guararapes
Inaldo Sampaio sabia como poucos fazer análises sobre o cenário político. Ao longo da sua trajetória, construiu amigos e ganhou respeito de todos pelo trabalho ético e sincero. E é por isso que seu nome continuará sempre lembrado no jornalismo. Aos familiares desejo meus sinceros sentimentos nesse momento de perda.

Nadegi Queiroz - Prefeita de Camaragibe
Recebi com tristeza a notícia do falecimento de Inaldo Sampaio, uma referência do nosso Jornalismo Político, com passagens, entre outros, pelos três principais jornais do Estado. Inaldo fazia Jornalismo com decência, ouvindo todos os lados; tinha elevada consciência social. Fica a lacuna. Peço que Deus nosso senhor o receba em sua infinita misericórdia e que conforte sua família neste momento tão difícil.

Miguel Coelho - Prefeito de Petrolina
O jornalismo perde um talento imenso. Inaldo Sampaio teve sua última coluna publicada, nesta segunda-feira (11), deixando milhares de leitores, admiradores e amigos sem suas opiniões coerentes. Inaldo era um profissional respeitadíssimo no universo da política e fará muita falta em tempos nos quais vozes sensatas precisam ser ouvidas. Lamento profundamente a perda desse grande formador de opinião e expresso meus sinceros sentimentos de solidariedade a todos familiares e amigos de Inaldo Sampaio.

Ângelo Ferreira - Prefeito de Sertânia
O jornalismo está de luto. O estado de Pernambuco perdeu uma das maiores referências dessa área. Perdemos o amigo Inaldo Sampaio, reconhecido por sua responsabilidade e ética com a notícia. Esse grande homem e profissional sai de cena em um momento em que essas características são cada vez mais necessárias ao país. Inaldo Sampaio deixa como legado o compromisso com a verdade. Nos juntamos, neste momento, aos demais amigos e familiares, a quem desejamos os nossos mais sinceros sentimentos de solidariedade.

Bruno Pereira - Prefeito de São Lourenço da Mata
"Amanhecemos nesta segunda com uma notícia muito triste, a do falecimento do querido Inaldo Sampaio na madrugada. Inaldo era dos bons; fazia um respeitado Jornalismo com espírito público, ouvindo os dois e ajudando os leitores a se elucidarem nos caminhos da Política. No campo pessoal, Inaldo era um amigo com quem convivi desde a época que meu pai era prefeito. Nosso último encontro foi um animado almoço no dia do meu aniversário, em 11 de julho, quando trocamos impressões sobre os cenários local e nacional. Uma grande perda! Deixa aqui registado meus pêsames à família e peço que Deus os conforte nesta hora de passagem".

Fernando Bezerra Coelho (MDB) - Senador
"Recebi com muita tristeza a notícia da morte do jornalista Inaldo Sampaio, com quem convivi nos meus 37 anos de vida pública. O jornalismo pernambucano perde um de seus principais articulistas, um profissional dedicado que tanto contribuiu para levar informação de qualidade, sempre com muita isenção. Expresso minhas condolências a seus familiares e amigos nesta hora tão difícil"

Eriberto Medeiros (PP) - Presidente da Assembleia Legislativa de Pernambuco
Hoje lamentamos a partida do jornalista e colunista político Inaldo Sampaio. Sua reconhecida atuação à frente das colunas Fogo Cruzado e Pinga-Fogo, sua passagem pelos três jornais da capital, sem contar o trabalho exercido no rádio e no Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco, por 24 anos, são marcas indeléveis que servem de exemplo para os jornalistas do futuro, cientes de que informar é a base de qualquer democracia. Em nome de todos que fazem a Assembleia Legislativa, manifestamos nossas condolências, tendo certeza de que sua ausência é sentida pela sociedade pernambucana. Nos solidarizamos à dor da sua família e amigos".

Antonio Coelho (DEM) - Deputado estadual
"A política de Pernambuco está de luto hoje após a notícia da morte do jornalista Inaldo Sampaio. Um dos formadores de opinião mais respeitados do nosso estado, que acompanhou momentos importantes da história política pernambucana e brasileira. Gostaria de expressar meus sentimentos de pesar a todos os seus familiares e amigos".

Dulcicleide Amorim (PT) - Deputada estadual
Com profundo pesar recebi a notícia do falecimento de Inaldo Sampaio, um dos grandes jornalistas do nosso país. Inaldo atuou com competência nos principais jornais pernambucanos, demonstrando um enorme conhecimento acerca da política nacional e estadual. Deixo o meu abraço a todos os amigos, familiares e admiradores. Que Deus conforte a todos.

Diogo Moraes - Deputado estadual
O jornalismo pernambucano e a sociedade perderam nesta madrugada uma grande referência de profissional e ser humano, o jornalista Inaldo Sampaio. Sertanejo, Inaldo era muito talentoso no campo da música e da escrita política. Meus sinceros votos de pesar a toda família e amigos. A memória dele e seu exemplo de profissionalismo ficam marcados na nossa história.

Sivaldo Albino - Deputado Estadual

É com profundo pesar que recebemos a notícia da morte precoce de um dos mais respeitados e inteligentes colunistas políticos de Pernambuco e do Brasil, o jornalista Inaldo Sampaio. Sertanejo autêntico, de São José do Egito, a seriedade e o talento de Inaldo deixará uma grande lacuna no jornalismo do nosso estado. Desde já, nos solidarizamos com sua esposa, filhos, familiares e amigos, e rogamos ao Criador para que os conforte e os conceda a serenidade que precisam neste momento de dor.

Manoel Ferreira (PSC) - Deputado estadual
A morte Inaldo Sampaio é uma grande perda para o jornalismo em nosso Estado. Com suas análises profundas e corretas tínhamos o panorama do que estava ocorrendo em nosso País. Meus sentimentos aos familiares e que Deus os ajude neste momento de dor.

Wanderson Florêncio - Deputado estadual
O jornalismo pernambucano perdeu hoje uma de suas referências. Inaldo Sampaio dedicou a vida a prestar serviço a nossa sociedade através da informação e assim o fez de forma brilhante, passando por veículos como os jornais O Globo, Diário de Pernambuco, Folha de Pernambuco, Jornal do Commercio, a TV Globo, e a rádio CBN, comentando, principalmente, os assuntos relacionados a política pernambucana e nacional. Há mais de duas décadas atuava também na comunicação do Tribunal de Contas do Estado. Meus sentimentos aos familiares.

Rogério Leão - Deputado estadual
Recebi com muita tristeza a notícia do falecimento do jornalista Inaldo Sampaio. Referência da Comunicação em nosso Estado, Inaldo representava a imparcialidade e honestidade dos fatos com interpretações autênticas e verdadeiras. Sertanejo de São José do Egito, o jornalista Inaldo Sampaio cumpriu seu papel de apresentar as versões dos acontecimentos, sejam elas na política ou no cotidiano dos pernambucanos. Meus sinceros sentimos aos familiares do nosso querido Inaldo Sampaio.

Silvio Costa Filho (Republicanos) - Deputado federal
O jornalismo pernambucano e brasileiro perdeu uma das suas principais vozes, o colunista e comentarista político Inaldo Sampaio. Ele sempre será admirado pela disposição em suas análises. Suas colunas diárias sempre trouxeram informações importantes para Pernambuco e para o Brasil. Com ele, morre não apenas um grande ser humano, mas um estilo de jornalismo. Não tenho dúvida que ele fará muita falta a todos nós. Neste momento de dor, nossa solidariedade à esposa Teresa Cristina e filhos, além dos amigos que ele reuniu ao longo da vida.

Daniel Coelho (Cidadania) - Deputado federal
É com profunda tristeza que recebemos a notícia do falecimento do jornalista Inaldo Sampaio, nesta segunda-feira, 11 de novembro. Jornalista competente, de muita experiência, Inaldo atuava de maneira independente, além de ser um profundo conhecedor da política local e nacional. Seu desaparecimento deixa uma grande lacuna no jornalismo pernambucano. Solidarizamo-nos com a família por esta perda irreparável.

André Ferreira (PSC) - Deputado federal
Pernambuco perde um dos seus mestres do jornalismo político, um homem que sabia, como poucos, o mapa político do nosso Estado. Atuando em várias plataformas de comunicação, Inaldo Sampaio soube como poucos fazer a transição do analógico para o digital, levando as suas análises, tão necessárias para entendermos o momento conturbado que vive o País, para todas as novas mídias que surgiram com a internet. Deixo minhas condolências à família e que encontrem em Deus o conforto necessário para atravessar este momento.

Marília Arraes (PT) - Deputada federal
O jornalismo político pernambucano perdeu um dos principais nomes. Inaldo Sampaio, tinha um "faro" especial para a notícia e uma forma peculiar de tratar o cenário político local. Lia os cenários com muita inteligência. Eu e tantos outros perdemos um amigo. Inaldo, segue em paz!

Fernando Monteiro (PP) – Deputado federal
Inaldo Sampaio foi um jornalista competente e crítico, com excelente trânsito entre todos os que fazem a política em Pernambuco. Seu olhar sempre atento e suas análises, que alcançaram todas as regiões do Estado, em veículos diversos, farão falta. Minhas condolências a todos os seus familiares e amigos neste momento de perda.

Fernando Filho (DEM) - Deputado federal
"A morte do jornalista Inaldo Sampaio deixa uma enorme lacuna no jornalismo político de Pernambuco. Meus votos de solidariedade a seus familiares e amigos para que possam superar este momento difícil."

Gonzaga Patriota (PSB) - Deputado federal
"Considerado um dos mais sérios e esclarecidos analistas políticos no país, Inaldo Sampaio, apesar de bastante reservado em sua vida pessoal, tinha como uma das características, a solidariedade para com o próximo. Era daquelas pessoas que praticavam o bem, sem pensar em retribuição. Vai muita fazer falta para o mundo do jornalismo, da política e, sobretudo, na vida daqueles que tiveram o prazer de conviver com ele". (Trecho do discurso proferido na Câmara Federal)

Presidentes nacional e estadual do PSDB, Bruno Araújo e Alessandra Vieira
“Pernambuco perdeu hoje uma de suas maiores referências no jornalismo político, o colunista e também músico Inaldo Sampaio. Pessoa de muitos amigos, ao longo de sua carreira foi uma das principais fontes de informação com credibilidade do estado. Deixo aqui meu abraço a seus familiares e muitos amigos”, lamentou o presidente nacional do PSDB. “O PSDB de Pernambuco presta solidariedade neste momento de despedida à sua família, amigos, colegas de profissão e seus milhares de leitores e ouvintes”, declarou Vieira.

Associação Municipalista de Pernambuco (Amupe)
A Amupe lamente a morte do jornalista político Inaldo Sampaio, que esta manhã, nos surpreendeu com a triste notícia. Aos seus familiares e amigos nossos sinceros sentimentos pela grande perda.

Vereadora Aline Mariano (PP)
É com muito pesar que recebemos a triste notícia do falecimento do amigo querido e jornalista Inaldo Sampaio, nesta segunda-feira, 11 de novembro de 2019. Perdemos mais um grande profissional da comunicação de Pernambuco, cuja responsabilidade e apuro com os princípios do bom jornalismo eram marcas registradas da sua profícua trajetória profissional. O jornalista e colunista político, que assinou a coluna Fogo Cruzado na Folha de Pernambuco, no Jornal do Commercio e, atualmente também atuando na Rádio CBN, deixa um vazio enorme. Neste momento de dor e consternação, só nos cabe pedir a Deus que ilumine, dê paz e conforto a todos os seus familiares para que possam enfrentar esta imensurável dor com serenidade, força e fé. 

Jayme Asfora - Vereador do Recife
Inaldo Sampaio faz parte de uma geração de jornalistas que colocou Pernambuco em destaque na imprensa nacional com seu trabalho de excelência. Ajudou a formar centenas de outros cronistas e analistas políticos que ajudarão a manter o seu legado. Ao longo dos anos, seu nome sempre foi sinônimo de bom jornalismo e um grande exemplo disso foram suas passagens pelo jornais O Globo, Jornal do Commercio, Folha de Pernambuco e Diário de Pernambuco. A todos os familiares, em especial, ao seu irmão Ivanildo Sampaio deixo meu abraço, registro toda minha gratidão e transmito minha solidariedade nesta hora tão dura e difícil.

Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco
É com extremo e profundo pesar que comunicamos o falecimento do nosso amigo e colega, jornalista Inaldo Sampaio. Inaldo tinha 64 anos e dedicou parte da vida ao trabalho à área de Comunicação do Tribunal de Contas onde ingressou em 1995. 
Nossa solidariedade à esposa Teresa Cristina e aos filhos, Joana e João Marcelo neste momento de tanta dor. 

Câmara de Vereadores de Olinda
Inaldo Sampaio como jornalista político sempre representou uma opinião ponderada, acompanhou os fatos da política pernambucana nas últimas décadas com competência e conhecimento de causa. Assinou colunas políticas no Jornal do Commercio e Folha de Pernambuco, comentarista da Rádio CBN, repórter político da Sucursal de O Globo, criador do Blog do Inaldo Sampaio, um jornalista que se destacou nos maiores veículos de comunicação de Pernambuco e do Brasil", destacou o vereador Jorge Federal.

Odacy Amorim - presidente do IPA
É com enorme tristeza que recebo a notícia do falecimento do jornalista Inaldo Sampaio. Tratava-se de um dos mais talentosos profissionais deste país, com passagens pelo Jornal do Comércio, Folha de Pernambuco e Diário de Pernambuco. Inaldo deixará um grande legado na vida dos amantes do jornalismo político. Apresento meus sentimentos a toda família e amigos. Que Deus os conforte.

Sileno Guedes - Secretário de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude e Presidente estadual do PSB
Com pesar, recebemos hoje a notícia do falecimento do jornalista Inaldo Sampaio. De origem sertaneja, natural de São José do Egito, Inaldo se tornou referência no jornalismo político pernambucano como colunista do Jornal do Commercio, Folha de Pernambuco e, por último, do Diário de Pernambuco, além de ter sido também repórter de O Globo. Durante sua trajetória, buscou a imparcialidade, fazendo a leitura dos fatos com perspicácia e isenção. O jornalismo de Pernambuco perde com sua morte. A todos seus familiares, amigos e leitores, nossa solidariedade nesse momento.

Eduardo da Fonte - deputado federal pelo PP
"O jornalismo pernambucano perdeu, hoje, um dos seus grandes nomes. E eu perdi um grande amigo. Conheci Inaldo Sampaio antes mesmo de eu entrar na vida pública. Sempre solícito, dava-me sugestões e conselhos. O equilíbrio era uma das grandes virtudes de Inaldo. Era um jornalista de bom-senso, que prezava pela correção constantemente. Quando ele saiu do hospital há poucos dias, liguei para ele. A  ligação o surpreendeu, porque fui a primeira pessoa a ligar após sua saída do hospital. Inaldo Sampaio brilhou no jornalismo e o seu nome servirá de exemplo para futuras gerações. Que Deus conforte seus familiares e que os abençoe sempre".

Tadeu Alencar - Líder do PSB na Câmara dos Deputados
O jornalismo pernambucano está de luto com a partida precoce do colunista e músico Inaldo Sampaio, uma referência da imprensa do nosso Estado. Expresso as minhas condolências à família de Inaldo, a Ivanildo Sampaio, seu irmão, e ao povo de São José do Egito que, neste momento, chora a morte do seu filho ilustre.

Prefeito de Igarassu, Mario Ricardo

Pernambuco amanheceu triste e calado, perdemos um profissional de grande expressão da Comunicação com a repentina partida do jornalista Inaldo Sampaio, grande entendedor da política brasileira. Meus sentimentos a toda família e amigos deste talentoso jornalista.

Luiz Lacerda, ex-presidente do Central
Luiz Lacerda, ex-presidente do CentralFoto: Reprodução/TV Asa Branca

Em razão do falecimento, na tarde desta terça-feira (15), do empresário Luiz Lacerda, políticos pernambucanos publicaram nota de pesar. Luiz Lacerda, pai da ex-deputada Miriam Lacerda e sogro do deputado Tony Gel, tinha 94 anos de idade e dava nome ao estádio do Central em Caruaru.

"Foi com grande pesar que recebi a notícia do falecimento do comunicador Luiz Lacerda. Empresário de sucesso e um dos pioneiros do rádio no interior de Pernambuco, deixou também sua marca como torcedor-símbolo do Central de Caruaru, time que defendeu como jogador e que presidiu por vários anos, cujo estádio leva seu nome. Quero externar meus sentimentos e minha solidariedade aos seus amigos e familiares, em especial à sua filha, a ex-deputada Miriam Lacerda, e ao seu genro, o deputado Tony Gel.

Paulo Câmara, governador de Pernambuco.


"Foi com pesar que recebi a notícia da morte do empresário Luiz José de Lacerda, aos 94 anos. Ele dedicou sua vida e força de trabalho a Caruaru, nas áreas do comércio, com o tradicional Armazém Lacerda; e de comunicação, com a Rádio Liberdade, contribuindo para o crescimento da nossa cidade. Caruaru também perde um torcedor apaixonado pelo Central Sport Club. Minha solidariedade a todos os amigos e familiares por esta perda.

Raquel Lyra (PSDB), prefeita de Caruaru.


"Foi com muito pesar que recebi a notícia do falecimento do amigo Luiz Lacerda, uma referência de cidadão, empresário e pai de família não só para mim, mas para todos que tiveram o privilégio de sua convivência. Uma grande perda para Caruaru – que fez uma justa homenagem batizando o estádio da cidade com o nome Luiz Lacerda –, e para todo o Estado de Pernambuco.

Meus sinceros sentimentos a toda a sua família.

Jarbas vasconcelos (MDB), senador.

Ex-prefeito de Igarassu, Gesimário Pessoa Baracho (PT), faleceu na manhã desta quinta (25)
Ex-prefeito de Igarassu, Gesimário Pessoa Baracho (PT), faleceu na manhã desta quinta (25)Foto: Divulgação

O prefeito de Igarassu, Mario Ricardo, decretou luto oficial de três dias no município, devido à morte do ex-prefeito da cidade Gesimário Pessoa Baracho (PT), que faleceu na manhã desta quinta (25). Gesimário foi prefeito de Igarassu entre 2009 e 2012.

Nota de pesar do prefeito Mario Ricardo:

"Com tristeza recebo a notícia do falecimento ex-prefeito de Igarassu, Gesimário Baracho, que conduziu a cidade por um período . Lamento e Transmito os meus sinceros sentimentos aos familiares e amigos".

Cemitério Morada da Paz
Cemitério Morada da PazFoto: Divulgação

O corpo de Mauro Campos, último irmão vivo do escritor Maximiano Campos, pai do ex-governador Eduardo Campos e do presidente da Fundaj, Antônio Campos, está sendo velado na manhã desta quinta-feira (18), no cemitério Morada da Paz, em Paulista. Mauro Campos, 86 anos, era agrônomo e casado com Solange Bivar. 

O presidente da Fundaj, Antônio Campos, sobrinho de Mauro Campos, enviou à Folha de Pernambuco uma nota de pesar. "A família de Maximiano Campos comunica com grande pesar o falecimento do irmao Mauro Campos , que está sendo velado no morada da paz essa manhã . Mauro Campos , 86 anos , era o último irmão vivo de Renato , Maximiano e Flávio Campos . Agrônomo, muito querido pela família e por meu irmão eduardo, deixa muitas saudades . Era casado com Solange Bivar e deixa filhos a quem externamos nossos profundos sentimentos. Recife , 18 de julho de 2019". 

Elmo Freitas também era professor da rede municipal de ensino do Cabo de Santo Agostinho e deixa esposa e dois filhos.
Elmo Freitas também era professor da rede municipal de ensino do Cabo de Santo Agostinho e deixa esposa e dois filhos.Foto: Divulgação / Prefeitura de Moreno

Faleceu na tarde desta terça-feira (09), o secretário de Ordem Pública e Segurança Cidadã de Moreno, Elmo Freitas. Ele estava internado na UTI do Memorial Jaboatão desde o dia 27 de maio. Elmo era professor da rede municipal de ensino do Cabo de Santo Agostinho e deixa esposa e dois filhos.

A primeira parte do velório será em sua comunidade, Maria das Mercês, durante toda noite. Amanhã, quarta-feira (10/07), após às 10h, o corpo seguirá para o velório do Plano SAFPE, próximo ao Hospital Infantil do Cabo de Santo Agostinho. A missa de corpo presente será realizada às 16h e, após a missa, segue-se o sepultamento, que acontecerá no Cemitério do Cabo de Santo Agostinho.

A trajetória política de Elmo Freitas foi marca pelo desejo constante de ajudar o próximo. Foi líder comunitário na comunidade de Mercês, no Cabo de Santo Agostinho, local onde viveu maior parte de sua vida. Ainda no Cabo, foi secretário de Infraestrutura, esportes e regional e ocupava a primeira suplência de vereador.

Em Jaboatão dos Guararapes, foi secretário de Obras e segurança. Também ocupou o cargo de administrador de Fernando de Noronha por 9 meses na gestão de Miguel Arraes. No campo político era uma das pessoas de confiança do ex-prefeito de Jaboatão dos Guararapes e do Cabo de Santo Agostinho, Elias Gomes.

Segundo Elias Gomes, Elmo tinha um característica peculiar de gostar de ajudar a todos em sua volta. “Elmo era um servidor apaixonado pelo que fazia e era um soldado disciplinado, resiliente, que nunca desistiu da luta. Partiu e deixou o exemplo de quem combateu sem trégua e cumpriu entre nós a sua missão”, comentou.

Para Vavá Rufino, prefeito de Moreno, Elmo deixa um legado marcado pela honra e honestidade. “Amigo e líder íntegro, fiel e de uma decência sem limites. Sua firmeza, às vezes, se confundia com arrogância, mas era terno e profundamente comprometido com os princípios de justiça e com as causas do povo”, salientou.

Já para Betinho Gomes, ex-deputado federal, Elmo Freitas, era como um pai para os amigos mais próximos. “Para os amigos mais próximo era como um pai, protegia a todos. Nunca deixou ninguém na mão. Solidariedade era uma de suas marcas” disse.

assuntos

comece o dia bem informado: