Foram encontrados 47 resultados para "Política e Cultura":

Prefeito Geraldo Julio lançou Sistema de Incentivo à Cultura no Recife
Prefeito Geraldo Julio lançou Sistema de Incentivo à Cultura no RecifeFoto: Divulgação

Após anunciar o lançamento do Sistema de Incentivo à Cultura (SIC), que prevê investimento de R$ 5,6 milhões para a área, nesta sexta -feira (11), o prefeito Geraldo Júlio fez um contraponto com a política cultural do Governo Federal. O lançamento reuniu produtores culturais do Recife e artistas envolvidos com música, teatro, audiovisual e contou com a presença do deputado federal João Campos.

"O ato hoje é em defesa da cultura do País. É um ato nacional. Valorizar a arte é construir vidas e a assinatura do SIC é um dos mais marcantea da gestão, para mim. Temos um âmbito federal que tenta destruir a cultura, ameaça a democracia. Mas o Recife fala e a palavra de ordem é resistência", afirmou o prefeito Geraldo Julio.

"Ação como essa, em tempos de crise, mostra o quanto cultura é prioridade. Desde o meu pai, enquanto governador, Permambuco se destacou como fomentador das artes, o nosso audiviosual que o diga", discursou o deputado federal Joâo Campos, que adiantou sobre emendas de sua autoria que devem chegar em breve ao Estado, para incrementar o fundo de cultura", destacou João Campos.

SIC

Criado pela lei municipal 16.215, o SIC objetiva "incentivar, difundir, valorizar e preservar as artes e o patrimônio cultural do Recife", utilizando dois mecanismos: o Fundo de Incentivo à Cultura (com aporte direto da prefeitura) e o Mecenato de Incentivo à Cultutura (com renúncia fiscal), o primeiro com teto de R$ 3,5 milhões e o segundo de R$ 2,1 milhões.

As inscrições iniciam na próxima segunda (14) e seguem até o dia 29 de jovembro. A publicação dos aprovados será feita no dia 17 de dezembro. Entre as regras para os projetos culturais, é de que todos sejam realizados no munícipio.

*Com informações de Germana Macambira, da editoria Diversão & Arte.

Ex-deputado Osvaldo Coelho
Ex-deputado Osvaldo CoelhoFoto: Divulgação

O consultor legislativo da Câmara dos Deputados, José Ricardo Pereira Rodrigues, estará lançando na próxima sexta-feira (11) às 17h e sábado (12) às 15h no Centro de Convenções de Pernambuco, em Olinda, o livro Perfil Parlamentar de Osvaldo Coelho. As sessões de autógrafos acontecem no estande do Congresso Nacional, durante a XII Bienal Internacional do Livro de Pernambuco.

Na publicação, que faz parte da série Perfis Parlamentares da Edições Câmara, o leitor poderá conferir os mais de 30 anos dedicados à vida pública deste deputado federal cuja a principal marca de luta foi a região Nordeste através de um trabalho ímpar nos segmentos da irrigação e educação.

O livro biografia também expõe com depoimentos e histórias surpreendentes o legado do político pautado pela responsabilidade com a população sofrida do sertão. Um verdadeiro exemplo de parlamentar comprometido com sua região e com o Brasil.

Considerado um dos maiores eventos literários do Nordeste, a Bienal de Pernambuco oferece uma vasta programação com o tema 'Histórias para Resistir'. O homenageado desta edição é o escritor pernambucano Solano Trindade.

bienal

Prefeita participou da reinauguração do equipamento, nesta quinta (03)
Prefeita participou da reinauguração do equipamento, nesta quinta (03)Foto: Divulgação

A reabertura do Cine Teatro Bianor Mendonça Monteiro, na Vila da Fábrica, marcou a noite desta quinta-feira (03). A prefeita de Camaragibe, Doutura Nadegi Queiroz participou da reabertura do equipamento, realização da Prefeitura de Camaragibe, por meio da Fundação de Cultura do município. O evento reuniu artistas, membros da sociedade civil e lideranças do municípío.

“É muito gratificante ver o povo camaragibense ocupando as poltronas e o palco deste Cine Teatro. Por aqui passaram prefeitos, vereadores e secretários, mas entre idas e vindas, hoje celebramos esse espaço, que vai resgatar a vontade da população de estar junto e fazer arte", declarou Nadegi.

Para o presidente da Fundação de Cultura de Camaragibe, Olímpio Costa, o momento reforça a resistência da cultura no país. "Estamos realizando um gesto de ousadia, abrindo esse espaço não apenas para os artistas de Camaragibe e população, mas também para os demais artistas do Brasil. Que o Cine sirva de expoente para a cultura em geral", falou Olímpio.

Moradora de Camaragibe, a produtora cultural Eliz Galvão comemorou a iniciativa da gestão atual. "Essa era uma luta antiga de toda a classe teatral. O Cine é uma casa que reabre as portas num momento de plena recessão em todos os aspectos de educação e cultura, por isso parabenizo a Doutora Nadegi por abraçar essa causa dos artistas locais, e nos devolver esse espaço tão importante para a cidade", concluiu.

Com 402 lugares, palco italiano, e sede de vários eventos nos últimos anos, como o Festival Varilux de Cinema, Palco Preto, Animage e Encontro de Artes Cênicas de Camaragibe, o reformado espaço cultural irá proporcionar aos munícipes geração de renda, momento de lazer e, ainda, promover mais visibilidade aos artistas locais.

Atividades

Com entrada gratuita, a "Periférica - II Mostra de Cinema de Camaragibe" exibirá, até domingo (6), das 14h às 22h, uma diversificada programação, que inclui roda de debates e apresentação de produções brasileiras. A lista conta com 46 filmes, sendo 43 curtas e três longa-metragens, com destaque para filmes pernambucanos e obras realizadas por mulheres, indígenas e negros.

As obras são nas categorias ficção, animação, documentário e experimental, produzidas nos estados da Bahia, Espírito Santo, Goiás, Minas Gerais, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Rio Grande do Sul, Sergipe, São Paulo. Uma feira de economia criativa também integra a programação, funcionando das 16h às 21h, na Praça do Guarany, em frente ao Cine Teatro.

Serviço

II PERIFÉRICA – MOSTRA DE CINEMA DE CAMARAGIBE
Data: de 04 a 06/10/ 2019

Local: Cine Teatro Bianor Mendonça Monteiro – Av. Dr. Pierre Collier, 441, Vila da Fábrica, Camaragibe.

*Entrada gratuita


bianor

Fundação Joaquim Nabuco
Fundação Joaquim NabucoFoto: Divulgação

Em comemoração ao Dia Mundial do Turismo, a Escola de Inovação e Políticas Públicas (EIPP) da Fundação Joaquim Nabuco (Fundaj) realiza uma mesa redonda com o tema “Turismo Cultural, Inovação e Políticas Públicas para Geração de Trabalho e Renda”. O evento é gratuito e acontece no próximo dia 4 de outubro, no Cinema da Fundação/Museu, em Casa Forte. Gestores e servidores públicos, estudantes e membros da sociedade civil podem se inscrever enviando o nome completo e o e-mail para o endereço: [email protected]

“Faz parte do papel da Fundação Joaquim Nabuco como vetor de crescimento do Nordeste centralizar olhares para o que a região tem a oferecer. O turismo cultural é uma área extensa, que merece ter seu potencial estudado para que as melhores estratégias de políticas públicas sejam traçadas e resultem em um crescimento inteligente do setor”, afirmou Antônio Campos, presidente da Fundaj.

Com o objetivo de movimentar a atividade, o Dia Mundial do Turismo é celebrado anualmente em 27 de setembro. Representando 10% dos postos de trabalho no mundo e cerca de 11% do PIB mundial, podendo crescer a partir da definição e efetivação de Políticas Públicas adequadas, o turismo possui capacidade também de ser um transformador social. Em reconhecimento, a Fundaj promove o debate a respeito de suas inter-relações, entendendo que o Nordeste brasileiro exerce o papel de celeiro cultural e que o turismo deve ser estimulado como vetor de geração de emprego e renda para a população.

A programação começa com uma apresentação cultural no hall do Museu do Homem do Nordeste (Muhne), em seguida, segue para o Cinema do Museu para dar início ao seminário. O primeiro momento do debate contará com participação do presidente da Fundaj, Antônio Campos, diretor de Formação Profissional e Inovação (Difor), Wagner Maciel, O diretor de Memória, Cultura, Educação e Arte, Mário Hélio Gomes, e o presidente do Instituto Brasileiro de Turismo, autarquia especial do Ministério do Turismo, Gilson Machado Neto.

“Entendendo que turismo e cultura são grandes ferramentas de geração de trabalho e renda, sobretudo na região Nordeste do país, pelas nossas vocações, pela posição geográfica e por nossas ricas tradições culturais e gastronômicas, vamos discutir políticas públicas inovadoras voltadas para a área”, afirmou Wagner Maciel, diretor da Difor.

Em um segundo momento o pesquisador da Diretoria de Pesquisa da Fundaj, Sérgio Kelner, vai mediar o debate entre a mestre em administração e turismóloga, Roberta Albuquerque, o administrador e turismólogo, mestre em PI e Transferência Tecnológica para Inovação, Eduardo Bemfica, e doutor em Recursos Pesqueiros e Aquicultura, professor do do Instituto Federal de Pernambuco (IFPE) em disciplinas de Ecoturismo e Gestão Ambiental, Thales Ramon de Queiroz Bezerra. “O grande objetivo é trazer especialistas para que possamos fazer uma análise, diagnosticar a situação atual e pensar como podemos nos inserir em um mundo que é inovador e tecnológico”, destacou Wagner.

Programação:

8h30 - 9h30: Café da manhã e apresentação cultural

9h30 - 10h30: Abertura da mesa redonda

Antônio Campos (Presidente da Fundaj)
Wagner Maciel (Diretor da Difor/Fundaj)
Mário Hélio Gomes (Diretor da Dimeca/Fundaj)
Gilson Machado Neto (Presidente do Embratur)

10h30 - 11h30:

Roberta Albuquerque (Mestre em administração pela UFPE, turismóloga pelo IFPE, professora de administração e turismo, foco em turismo cultural, consumo e identidade) - Sobre Turismo Cultural e Políticas para Geração de Trabalho e Renda.

Eduardo Bemfica (Administrador pela UPE e turismólogo pela Unicap. Mestre em PI e Transferência Tecnológica para Inovação pela UFPE. Servidor público desde 2007 pelo Inpi como Analista em PI e, atualmente, está como chefe do escritório do Instituto Nacional da Propriedade Industrial [Inpi] em Pernambuco) - Sobre Políticas Públicas para Inovação no Turismo Cultural.

Thales Ramon de Queiroz Bezerra (Doutor em Recursos Pesqueiros e Aquicultura, professor do IFPE em disciplinas de Ecoturismo e Gestão Ambiental) - Sobre Políticas Públicas e Sustentabilidade no Turismo Cultural.

Sérgio Kelner (Graduado em Ciências Econômicas e mestre em Engenharia de Produção pela UFPE. Atualmente é pesquisador da Diretoria de Pesquisas Sociais [Dipes], no Núcleo de Inovação Social e Análise de Políticas Públicas [Nisp] da Fundaj) - Mediador do debate.

Telefone para contato - diretor de Formação Profissional e Inovação (Difor), Wagner Maciel: (81) 9 9911-3651

Serviço:

Data: 04.10.2019
Hora: 8h30 às 11h30
Local: Cinema da Fundação/Museu - Avenida Dezessete de Agosto, 2187, Casa Forte.
Inscrições: [email protected] (enviar nome e e-mail)

fundaj
fundaj

Requerimento foi do deputado federal Túlio Gadêlha (PDT)
Requerimento foi do deputado federal Túlio Gadêlha (PDT)Foto: Reila Maria/Câmara dos Deputados

A Comissão de Cultura da Câmara Federal aprovou, nesta quarta-feira (18), requerimento de autoria do deputado federal Túlio Gadêlha (PDT-PE) para conceder voto de louvor ao filme Bacural, dos diretores Kléber Mendonça Filho e Juliano Dornelles.

"Bacurau é uma mistura sagaz entre distopia e realismo social contemporâneo. O longa venceu o Prêmio do Júri no Festival de Cannes, foi premiado como Melhor Filme no Festival de Munique e no Festival de Lima, no qual também, recebeu o prêmio de Melhor Direção.
.
O filme - sensível e forte - tem muitas nuances e pode até ser compreendido como uma metáfora ao país de hoje, com inúmeras alusões e referências a problemas atuais. Bacurau é, sobretudo, um relato de resistência, com perspicazes referências de gêneros cinematográficos e que trabalha fora das margens do sistema estabelecido.
.
A aprovação do voto de regozijo e louvor ao filme e seus diretores é uma forma de reconhecimento e valorização de uma obra que, além de inteligente, pode ser considerada um dos trabalhos artísticos recentes mais emblemáticos.
.
Parabéns aos, produtores, assistentes, equipe de fotografia, equipe de arte, equipe técnica de som, diretores e atores pela obra, genuinamente, brasileira!", postou o parlamentar em suas redes sociais.

Confira:

tulio

.
E vc, não assistiu? Corre lá que ainda dá tempo!

Tadeu Alencar (PSB) recebeu, em seu escritório político no Recife, um grupo de profissionais, entre produtores, advogados e membros de grupos representativos do segmento.
Tadeu Alencar (PSB) recebeu, em seu escritório político no Recife, um grupo de profissionais, entre produtores, advogados e membros de grupos representativos do segmento.Foto: Divulgação

“É urgente a mobilização da sociedade e do Legislativo contra, não só o descaso, mas os ataques do governo Bolsonaro ao setor cultural, em particular ao cinema”. A conclusão é do deputado federal Tadeu Alencar, líder do PSB na Câmara, ao comentar os cortes de 43% anunciados pelo governo para o setor audiovisual. Ele recebeu, em seu escritório político no Recife, um grupo de profissionais, entre produtores, advogados e membros de grupos representativos do segmento.

Estiveram na reunião Carla Francine, Emilie Lesclaux, Cynthia Falcão, Pollyana Melo, Marco Bonachela e Diego Medeiros. Na ocasião, Tadeu Alencar, que tem na defesa da produção e das políticas públicas voltadas para o setor cultural um dos pilares da sua atuação parlamentar, colocou, mais uma vez, o seu mandato à disposição do setor audiovisual.

“O setor tem o nosso apoio irrestrito contra os cortes promovidos no Fundo Setorial do Audiovisual (FSA), bem como contra toda a sorte de ataques que o governo federal vem assacando contra a cultura e, particularmente, contra o cinema brasileiro” assinalou o líder socialista.

Tadeu lembrou a má vontade do presidente da República e da equipe governamental para com a cultura, a indústria cinematográfica brasileira, produtores e artistas, alvos constantes de “declarações desastrosas e ideologicamente contaminadas” de Jair Bolsonaro e de alguns dos seus ministros.

Para o parlamentar, são inadmissíveis os desmandos praticados contra a Agência Nacional de Cinema (Ancine) e contra o FSA, principal fonte de fomento da nossa indústria cinematográfica. “Estamos nessa luta junto com o setor. A mobilização do parlamento e da sociedade é o antídoto contra a irresponsabilidade de um governo que despreza a cultura, dado o seu caráter essencialmente libertário”, concluiu Tadeu Alencar.

Presidente do PSL e deputado federal, Luciano Bivar
Presidente do PSL e deputado federal, Luciano BivarFoto: Ed Machado/Folha de Pernambuco

O escritor e deputado federal Luciano Bivar (PSL-PE) lançará, no Recife, nesta quinta-feira (05), o seu mais novo livro “50 formas de amar. Uma é matar”. O evento será realizado no Arcádia de Boa Viagem, às 18h30, com uma sessão de autógrafos seguido de Coquetel.

O romance foi lançado em forma física no início de julho, em São Paulo, pela Editora Althaea Books, e já está disponível no formato digital também nos Estados Unidos e nas bancas das principais livrarias do País.

A obra conta a história de um empresário, Rick Benelli, que aos 60 anos recebe um diagnóstico terminal de aneurisma em seu cérebro que pode se romper a qualquer momento. Atordoado, ele procura ajuda de uma psicóloga para lidar com a notícia, por recomendação de sua amiga e ex-mulher. Rick, então, conhece Suzie Flexmer, uma bela mulher de 35 anos.

Nas primeiras páginas do romance, Rick e Suzie sentem-se impedidos de se conhecer melhor por causa da relação entre médica e paciente. Mas ela decide encaminhar o caso dele a um colega e abre espaço para um envolvimento com o charmoso empresário. Os dois descobrem, assim, o muito que têm em comum: a paixão por Nova York e seus simpáticos restaurantes, Paris, o teatro, a pitoresca história de suas famílias que imigraram para a América. E se apaixonam. Intensamente.

A vida dos dois ganha novas dimensões. Rick e Suzie deixam a paixão os levar a experiências que despertam as mais profundas e estimulantes sensações e sentimentos, numa história de amor narrada a partir do olhar dos dois personagens. Juntos descobrem que há muitas e diferentes formas de amar, de cultuar o belo e de viver um romance extasiante. O casal percorre ruas e hotéis da Nova York onde moram, de Veneza e Paris. Não deixam de experimentar os dramas familiares, o ciúme, a dúvida, mas seguem em frente com sua paixão.

O autor 

Luciano Bivar, nascido em Recife, é bacharel em Ciências Jurídicas e Sociais pela Faculdade de Direito da Universidade Católica de Pernambuco e Faculdade Brasileira de Ciências Jurídicas do Rio de Janeiro, pós-graduado pelo Institute of Financial Education da Northwestern, Estados Unidos e membro de diversas associações de classe para maior aproximação entre os povos da América.

Autor de outras cinco obras publicadas, como "Brasil Alerta, Psicoses Socialistas" (1985), "Cuba, Num Retrato Sem Retoques" (1987 Barrister’s, Rio), "Passagem Para a Vida" (1989 Barrister’s, Rio), "Burocratocia, A Invasão Invisível (1983 M.Books, São Paulo)", "Intuição, A Terceira Mente" (2016 M.Books, São Paulo).

Lançamento

Data: 05 de setembro (quinta-feira)
Horário: 18h30
Local: Arcádia de Boa Viagem

A publicação da Fundação Perseu Abramo (FPA) aborda as experiências petistas na área da Cultura
A publicação da Fundação Perseu Abramo (FPA) aborda as experiências petistas na área da CulturaFoto: Divulgação

O livro "Política cultural e gestão democrática no Brasil", será lançado nesta quinta-feiram (05), a partir das 18h, no Armazém do Campo, Avenida Martins de Barros, 387, Santo Antônio, Recife. A publicação da Fundação Perseu Abramo (FPA) aborda as experiências petistas na área da Cultura em administrações municipais, estaduais e no Governo Federal. Resgata também, a discussão interna sobre Cultura no partido.

“É muito importante revisitarmos nossas preocupações sobre a centralidade da Cultura nas nossas estratégias partidárias, que estão presentes desde a fundação do PT, principalmente em um momento que a cultura está sendo atacada no país pelo atual governo”, afirma Teresa Huang, secretária de cultura do PT Pernambuco.

Entre os coautores da obra está o ex-secretário de Articulação Institucional do Ministério da Cultura (Minc) João Roberto Peixe, ex-secretário de cultura da prefeitura do Recife. O livro tem como organizador Albino Rubim, autor de diversas publicações na área de comunicação, cultura e política de cultural. Rubim é professor da Universidade Federal da Bahia e foi secretário estadual de Cultura daquele estado. Ambos estarão presentes na cerimônia de lançamento e participarão de uma roda debate ao lado da secretária de cultura do PTPE, Teresa Huang e de Vívian Farias, que estará representando a Fundação Perseu Abramo.

Serviço:

Lançamento do livro Política cultural e gestão democrática no Brasil
Data: Quinta-feira, 05/09
Local: Armazém do Campo, Avenida Martins de Barros, 387, Santo Antônio, Recife.
Horário: 18h.

Deputado estadual Wanderson Florêncio (PSC)
Deputado estadual Wanderson Florêncio (PSC)Foto: Jarbas Araújo



O deputado estadual Wanderson Florêncio (PSC), durante o discurso no Plenário da Assembleia Legislativa de Pernambuco, exaltou o bom momento que vive o cinema pernambucano. O parlamentar destacou a estreia de Bacurau, dirigido por Kleber Mendonça Filho e Juliano Dornelles, que está em cartaz em 290 salas de 83 cidades brasileiras.

“Pernambuco é um estado que sempre deu valor a sua cultura e as suas tradições. E assim como na música e na literatura sempre tivemos excelentes cineastas. Boa parte dos atores e da equipe de produção também é pernambucana. O sucesso de Bacurau nos festivais internacionais mostra o quanto estamos no caminho certo e também serve de inspiração para que mais pessoas desenvolvam seus projetos no audiovisual”, afirmou Wanderson Florêncio, que através da Alepe concedeu um Voto de Congratulação aos diretores do filme.

Lançado no Festival de Cannes, na França, onde ganhou o Prêmio de Melhor Filme do Júri, Bacurau também foi premiado como Melhor Filme no Festival de Munique, na Alemanha. Além disso, a obra foi elogiada durante as exibições na Austrália e em Portugal. Durante as pré-estreias em São Paulo, no Recife, no Rio de Janeiro, em Barra/RN, local das filmagens, no Recife e em Fortaleza a repercussão foi bastante positiva.

“O investimento no cinema também é uma forma de incentivar a economia. Bacurau gerou mais de 800 empregos, além de despertar nos jovens de Barra e Parelhas o interesse pelo cinema. O turismo na região também está melhorando, inclusive com pacotes de viagens para conhecer os locais das filmagens. É um exemplo a ser seguido”, afirmou Wanderson Florêncio.

Ocupa Política reúne ativistas no Recife com programação de debates e apresentações culturais
Ocupa Política reúne ativistas no Recife com programação de debates e apresentações culturaisFoto: ocupa política

Parlamentares e ativistas nacionais e internacionais estarão no Recife para participar
do 3º Encontro Nacional Ocupa Política, que, de 29 de agosto a 01 de setembro, vai
debater, de forma inspiradora e engajada, a política e a participação popular nos
espaços institucionais de poder, a partir do tema: Pra todo mundo viver bem! Mais de
500 pessoas já estão inscritas no evento, que pela primeira vez será realizado no
Nordeste, depois de ter passado por Minas Gerais e São Paulo. No Recife, o Ocupa será
realizado em diversos pontos da cidade, com o objetivo de ressignificar a política,
estimular lideranças locais a renovar as candidaturas nas próximas eleições.

A realização local é do coletivo Agora é Com a Gente, dos mandatos das Juntas
CoDeputadas e do vereador Ivan Moraes, em parceria com diversos coletivos e
organizações da sociedade civil. Conquista inegociável para os ativistas e o Ocupa, a
defesa e promoção dos Direitos Humanos serão pactuados, ao final do encontro, na
Carta do Recife.

O encontro pretende mostrar que a política é importante, interessante e necessária. O
evento começa com um aquecimento do debate, nos dias 24, 25, 27 e 28 de agosto em
Igarassu e no Recife (Alto Santa Terezinha, Água Fria e Ibura). Para os três dias
principais, nomes do ativismo como Constanza Schon, da Frente Ampla do Chile;
Marcelo Expósito, ativista político espanhol; Jocasta Zarripa, deputada norte
americana; Alberto de Belaunde, deputado do Peru, já estão confirmados.
Do Brasil, participarão 16 mandatos eleitos de diversos partidos do campo
progressista, que serão recebidos por ativistas e parlamentares locais para uma
agenda intensa composta por debates, seminários, feiras, oficinas autogestionadas,
ações culturais e performances. Entre os nomes nacionais estão Áurea Carolina,
Mônica Francisco, Bancada Ativista e Bella Gonçalves.

HISTÓRICO - O movimento Ocupa Política nasce em 2017, numa ocupação em um
prédio no centro de Belo Horizonte (MG), como confluência e proposta de alternativa
à política vigente, a partir de ativistas e mandatos eleitos em 2016, como as Muitas e a
experiência da Gabinetona na Câmara de BH, Marielle Franco no Rio, Talíria Petrone
em Niterói, Sâmia Bonfim em São Paulo, Fernanda Melchionna em Porto Alegre,
Marquito em Florianópolis e, no Recife, Ivan Moraes.

Em 2018 o encontrou foi para São Paulo e foi responsável pelo lançamento de mais de
50 candidaturas, que estiveram reunidas para um potente espaço de
compartilhamento de aprendizados, conhecimentos e forças. Agora o Ocupa se
desloca para o Nordeste, sendo Recife a cidade escolhida por sua força de renovação
política, especialmente nos últimos anos.


Confira a programação:


comece o dia bem informado: