Foram encontrados 6 resultados para "Sustentabilidade":

A cervejaria vai garantir que embalagens de marcas como Guaraná Antárctica e Pepsi não gerem poluição plástica no meio ambiente
A cervejaria vai garantir que embalagens de marcas como Guaraná Antárctica e Pepsi não gerem poluição plástica no meio ambienteFoto: Divulgação

A Cervejaria Ambev divulgou, nesta segunda-feira (20), aquela que deve ser uma das mais ousadas metas de sua história: acabar com a poluição plástica de suas embalagens até 2025. Isso significa que a cervejaria, em parceria com outras empresas e universidades, vai tomar uma série de medidas e criar inovações para garantir esse compromisso. Além de suas marcas de cerveja, a Ambev trabalha com um extenso portfólio de refrigerantes, que têm plástico como principal material de suas embalagens. Hoje, 18% de todo o líquido produzido pela companhia é envasado em embalagens plásticas. Marcas como Guaraná Antárctica e Pepsi farão parte deste compromisso, que vai exigir esforço e a criação de novas tecnologias para ser cumprido.

Entre os parceiros que fazem parte do nosso ecossistema e que vão ajudar a Cervejaria Ambev neste desafio estão empresas como ValGroup, uma das maiores produtoras e recicladoras de embalagens plásticas, Associação Nacional de Catadores e Catadoras de Materiais Recicláveis (ANCAT) e Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

“Em 2018, a gente já tinha anunciado a meta de ter 100% dos nossos produtos em embalagens retornáveis ou que fossem majoritariamente feitas de conteúdo reciclado até 2025. Agora queremos ir além para ajudar a resolver o problema da poluição plástica, que preocupa o mundo todo” explica Jean Jereissati, presidente da Cervejaria Ambev. “Para darmos esse passo ainda maior, vamos nos unir aos nossos parceiros e fomentar ainda mais a inovação dentro do nosso ecossistema. Já estamos trabalhando com ValGroup, ANCAT e outros parceiros para trilharmos juntos um caminho de inovações para uma solução no longo prazo para o plástico”.

Para atingir o objetivo, a atuação será em três frentes: (I) eliminação e substituição de plástico desnecessário; (II) utilização de embalagens retornáveis ou conteúdo 100% reciclado na composição de novas embalagens; e (III) investimento em inovação e tecnologias para circularidade, reciclagem e novos materiais. Entre os projetos, estão investimentos em pesquisa & desenvolvimento, iniciativas de logística reversa, substituição de matérias primas, diminuição da gramatura, eliminação do plástico em algumas embalagens, parcerias com startups, fomento à reciclagem, conscientização da população, entre outras. São ações que a Cervejaria Ambev vem desenvolvendo, há alguns anos, junto a parceiros sob sua plataforma integrada de sustentabilidade e que, daqui para frente, serão expandidas e aprimoradas, tornando-se ainda mais essenciais para o negócio da companhia.

“Apostamos na inovação constante para garantir a sustentabilidade do nosso negócio. Estamos muito motivados em trabalhar junto com a Ambev nesse novo compromisso. A solução para tornar o plástico mais sustentável certamente demanda um trabalho em toda cadeia produtiva e pós consumo”, comenta César Sanches, Diretor de Sustentabilidade e Estratégia da ValGroup.

Cada ação conta

O compromisso da Cervejaria Ambev com a sustentabilidade já vem de vários anos e, por isso, cada vez mais são desenvolvidas ações neste sentido. Como uma forma de reduzir o consumo de plástico virgem, por exemplo, a companhia desenvolveu a primeira PET 100% reciclada. Lançada em 2012, a embalagem já é usada em 61% das garrafas de Guaraná Antarctica. Além disso, 37% da produção total de garrafas PET da Ambev já conta com material reciclado. No ano passado, a companhia anunciou o lançamento da primeira água em lata do Brasil. Feita de alumínio, a embalagem de AMA em lata é mais sustentável, já que 97,3% de todas as latinhas são recicladas no País. E as embalagens plásticas de packs de algumas cervejas como Budweiser, Stella Artois e Corona, agora, são de papel-cartão.

Quanto à reciclagem e logística reversa, a Ambev aposta em iniciativas de apoio à cadeia, como o Reciclar pelo Brasil – um programa em parceria com a Coca-Cola e outras empresas, que tem como objetivo otimizar e potencializar os investimentos em cooperativas de catadores no País. A plataforma completa dois anos em 2019, com 12 empresas parceiras, que apoiam 233 associações e cooperativas e 5 mil cooperados, em 81 cidades. Foram 133 mil toneladas de material reciclado, entre 2018 e 2019. Importante destacar que o uso de plástico reciclado fomenta e desenvolve a cadeia de reciclagem, inclusive com benefícios de inclusão socioeconômica.

“Há mais de dois anos somos parceiros da Cervejaria Ambev por meio do Reciclar pelo Brasil. Isso mostra a preocupação da empresa em fomentar o ecossistema de reciclagem no País não só para diminuir os seus impactos no meio ambiente, mas pensando no desenvolvimento social de milhares de famílias de catadores e catadoras. Com o novo compromisso, vamos poder colher juntos os benefícios dessa parceria: ambientais e sociais”, comenta Roberto Laureano da Rocha, presidente da ANCAT.

Além disso, a Ambev conta com a Aceleradora100+, um programa global pioneiro para encontrar empreendedores e startups com soluções inovadoras para os principais problemas socioambientais da atualidade. Até hoje, o programa já acelerou mais de 21 startups e a companhia já fechou negócios com 10 delas. A ideia é usar a Aceleradora100+ justamente como mais uma ferramenta de fomento à inovação para ajudar a atingir a meta de acabar com a poluição plástica.

A Cervejaria conta também com uma parceria com a UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro) desde 2018, voltada à inovação e desenvolvimento de novas tecnologias em embalagens. Lá é onde fica o seu CIT – Centro de Inovação Tecnológica, que irá abrigar estudos sobre novas tecnologias e materiais que gerem um impacto menor no meio ambiente.

“Foi pensando no legado de um mundo melhor que estabelecemos a meta de eliminar a poluição plástica de nossas embalagens até 2025. Para isso, contamos também com o engajamento das pessoas nessa causa. Afinal, quanto mais bem aceitas nossas mudanças forem, mais espaço teremos para implementá-las na nossa cadeia. Sabemos que, daqui em diante, vamos precisar trabalhar muito e encontrar soluções criativas. Mas se tem uma coisa que a gente sabe fazer é nos desafiar com objetivos ambiciosos e encontrar soluções inovadoras para os problemas”, conclui Jean.

Sobre a Cervejaria Ambev
Unir as pessoas por um mundo melhor. Esse é o sonho da Ambev, empresa brasileira, com sede em São Paulo, e presente em 18 países. No Brasil, somos mais de 32 mil pessoas que dividem a mesma paixão por produzir cerveja e trabalhamos juntos para garantir momentos de celebração e diversão. A Ambev é uma cervejaria inovadora e temos o consumidor no centro de nossas decisões e iniciativas. Nosso portfólio conta com cervejas, refrigerantes, chás, isotônicos, energéticos, sucos e água, de marcas reconhecidas como Skol, Brahma, Antarctica, Budweiser, Stella Artois, Wäls, Colorado, Guaraná Antarctica, Fusion, do bem e AMA, a água mineral que destina 100% de seu lucro para projetos que levam acesso à água potável para famílias do semiárido brasileiro. Somente nos últimos cinco anos, investimos R$ 17,5 bilhões no país e deixamos um legado além dos investimentos com nossa ampla plataforma de sustentabilidade socioambiental.

A Cervejaria conta também com uma parceria com a UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro) desde 2018

A Cervejaria conta também com uma parceria com a UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro) desde 2018 - Crédito: Divulgação

Somente nos últimos cinco anos, foram investidos R$ 17,5 bilhões no país e foi deixado um legado além dos investimentos com nossa ampla plataforma de sustentabilidade socioambiental

Somente nos últimos cinco anos, foram investidos R$ 17,5 bilhões no país e foi deixado um legado além dos investimentos com nossa ampla plataforma de sustentabilidade socioambiental - Crédito: Divulgação

Em 2012, como uma forma de reduzir o consumo de plástico virgem, por exemplo, a companhia desenvolveu a primeira PET 100% reciclada

Em 2012, como uma forma de reduzir o consumo de plástico virgem, por exemplo, a companhia desenvolveu a primeira PET 100% reciclada - Crédito: Divulgação

O prefeito Geraldo Julio destacou a participação popular, através da plataforma Colab, nas ações desenvolvidas na Prefeitura do Recife
O prefeito Geraldo Julio destacou a participação popular, através da plataforma Colab, nas ações desenvolvidas na Prefeitura do RecifeFoto: Gustavo Carvalho/Colab

O modelo de Consultas Públicas utilizado no Recife foi destaque neste sábado (9), no Welcome Tomorrow 2019, considerado o maior evento sobre o futuro já realizado no Brasil. No painel Colab Talks - Consultas Públicas: Cidades Sustentáveis, o prefeito Geraldo Julio destacou a participação popular, através da plataforma Colab, nas ações desenvolvidas na Prefeitura do Recife, como o Plano Diretor, Recife 500 Anos, avaliação dos Compaz, entre outros. A conferência aconteceu no São Paulo Expo, em São Paulo.

No Welcome Tomorrow, o prefeito Geraldo Julio destacou a inovação como forma de ampliar a participação popular. "O cidadão não quer só opinar. Ainda tem gente que entra na rede social, faz uma crítica e acha que fez seu papel. Tem muito mais gente querendo ir além de fazer a crítica pela crítica. O cidadão hoje quer que a solução passe por ele. Quando o cidadão é parte da solução, ele se envolve até o fim, se compromete", afirmou.

No painel, o gestor municipal apresentou o tema “Consultas Públicas como ferramenta para a construção de um governo democrático”, onde destacou ações importantes da gestão, e de como as consultas públicas e as pesquisas de opinião, apoiadas pela Colab, nortearam a administração para a construção de projetos mais eficientes para toda a cidade. O Colab, é uma ferramenta de gestão e instrumento de participação social, onde o usuário cadastra uma demanda e o órgão oficial responsável por ela responde.

O Plano Diretor foi um dos exemplos apresentados. Com o objetivo de traçar o ordenamento para o território da cidade, ele indica as diretrizes e os instrumentos urbanísticos necessários para o desenvolvimento do município de maneira planejada e equilibrada. Por indicação legal, a cada 10 anos esse documento precisa ser revisado. Para consolidação dos dados para a formulação de Projeto de Lei do Plano Diretor, a participação da sociedade se deu em um cronograma com cinco etapas. Foram seis consultas públicas nas Regiões Político-Administrativas (RPAs), nove oficinas temáticas, uma audiência pública sobre o diagnóstico propositivo, seis audiências públicas devolutivas nas RPAs e quatro oficinas por segmentos, além de conferências.

As pesquisas de avaliação também são importantes ferramentas. Nos Centros Comunitários da Paz – Compaz, que foi concebido com foco na prevenção à violência, inclusão social e fortalecimento comunitário através de atividades de esporte, lazer, educação e oferta de serviços, foi a partir da pesquisa de avaliação pelo público das comunidades frequentadoras, para medir os serviços e atividades prestadas, que possibilitou a revisão do acervo de livros da biblioteca.

"Falando como administrador de uma cidade que tem muitos desafios. Mas, por exemplo, quando iniciamos a reforma de uma praça pela escuta participativa de como a comunidade quer e precisa e trazendo elas para trabalhar juntos, pode ficar despreocupado que aquela praça vai ficar por 50 anos. Mas se chegarmos lá sem dizer nada a ninguém e terminar a obra do mesmo jeito, pode ter certeza que aquele local vai sofrer vandalismo e a população não vai se envolver", avaliou o prefeito Geraldo Julio. "A humildade é fundamental para continuarmos vendo o setor público como ponto importante, que resolve questões cotidianas e ajuda na qualidade de vida das pessoas, mas sempre com a ajuda da sociedade", pontuou.

O Welcome Tomorrow, reuniu sociedade civil, organizações internacionais e líderes governamentais, com o intuito de ajudar empresas e profissionais a repensarem o valor do tempo e da vida através do viés da mobilidade, da gestão de tempo e do futuro do trabalho. O objetivo é estimular a inovação tecnológica e humana através da organização de várias vilas que fomentem os temas marcantes de Cidades Inteligentes. O Welcome Tomorrow acontece até amanhã, 10.


Parlamentar adotou práticas sustentáveis em seu gabinete
Parlamentar adotou práticas sustentáveis em seu gabineteFoto: Divulgação

Na Semana Lixo Zero Recife, que ocorre de 18 a 27 de outubro, o vereador Samuel Salazar (sem partido) resolveu abraçar práticas de consumo consciente no gabinete da Câmara Municipal. O movimento faz parte de uma plataforma mobilizadora por nichos que tem como objetivo empoderar e trazer soluções para que a meta Lixo Zero seja alcançada, dessa maneira o parlamentar adotou o uso de informativo de conscientização, copos reutilizáveis, redução e reaproveitamento de papel e disponibilizou para a equipe copos pessoais de uso contínuo.

Com a ação, Salazar almeja englobar a equipe em uma rotina de uso consciente dos recursos no trabalho. “Queremos despertar a conscientização para a necessidade de aproveitamento máximo e correto dos resíduos recicláveis, além do grupo assumir a responsabilidade pelos resíduos que gera. É exercitar o dever como cidadão”, pontuou Salazar. Ainda de acordo com o vereador, “a difusão das ideias de preservação tem que ser abraçada por todos. Os impactos, afinal, não serão seletivos. A natureza cobra e o resultado é fruto das ações antrópicas, que são realizadas pelo homem. A gente tem trabalhado junto para definir um direcionamento estratégico mais sustentável. É fundamental que cada um faça sua parte, a começar pelo nosso local de trabalho, no sentido do consumo consciente”, explicou Salazar.

O vereador é autor de seis Projetos de Lei (PL) que versam sobre sustentabilidade, dentre eles o que dispõe sobre a proibição da distribuição de sacolas plásticas aos consumidores em todos os estabelecimentos comerciais do Recife, o PL que obriga os organizadores de eventos abertos ao público realizarem serviços de coleta seletiva dos resíduos sólidos secos gerados durante os eventos, destinando-os para as cooperativas de catadores regularmente inscritas na cidade e o que institui o Dia Municipal do educador ambiental. Como também o projeto que dispõe sobre a criação do programa de recuperação de rios, afluentes e canais do Recife e o que institui no calendário oficial de eventos do município do recife, o Dia Municipal do consumo consciente.

“É preciso ter senso de utilização, senso de organização, senso de limpeza, senso de saúde e senso de autodisciplina. Esses são os 5S da gestão de qualidade. Somado aos 3R de Reduzir, Reutilizar e Reciclar adotamos práticas que estabelecem uma relação mais harmônica entre o trabalhador e meio ambiente”, finalizou o vereador.

Presidente do ICLEI América do Sul, prefeito Geraldo Julio convocou as 75 cidades filiadas para a Mobilização e participou do ato no Recife na manhã desta sexta-feira (20)
Presidente do ICLEI América do Sul, prefeito Geraldo Julio convocou as 75 cidades filiadas para a Mobilização e participou do ato no Recife na manhã desta sexta-feira (20)Foto: Andrea Rego Barros / PCR

Recife participou da Mobilização Global pelo Clima, realizado na manhã desta sexta-feira (20), na Praça da República, no bairro de Santo Antônio. O prefeito Geraldo Julio (PSB) participou da atividade, que reuniu cerca de 500 crianças da rede municipal de ensino. “Todos os dias o planeta dá sinais de que precisamos habitá-lo de uma maneira diferente, trata-lo de uma maneira melhor e mais responsável”, disse o gestor.

As crianças reforçaram o coro em prol do meio ambiente e se juntaram a 125 países e milhares de pessoas que foram às ruas hoje para sensibilizar a sociedade sobre a emergência do assunto. Juntas passaram o recado na forma de um painel humano com a frase "Salvem o Planeta".

Presidente para a América do Sul do ICLEI - Governos Locais pela Sustentabilidade, o prefeito Geraldo Julio convocou as 75 cidades signatárias no continente para aderirem a ação. Durante a mobilização, o gestor também destacou as ações que o Recife tem realizado em relação às mudanças climáticas. “Desde o início da gestão firmamos um acordo para diminuir as emissões de gases do efeito estufa e criamos um plano de redução das emissões desses gases, que já deu resultados. Também acabamos de fazer uma Maratona Verde onde plantamos 10 mil árvores em apenas uma semana junto com a população”, afirmou o prefeito.

Na mobilização desta manhã na Praça da República, onze escolas da rede de municipal de ensino participaram de uma série de ações como apresentação de Rap, com letra criada pelos próprios estudantes e exposição fotográfica, com registros de trabalhos feitos em sala de aula. As atividades culminaram na formação de um painel humano em que, juntos, eles ficaram dispostos em pé ao lado uns dos outros de maneira a construir a frase ‘Salve o Planeta’, chamando a atenção da população para o dia.

A programação continuou em outros locais do Recife. No Centro de Convivência do Jardim Botânico do Recife, às 10h aconteceu uma Mesa Redonda, com o tema: Recife Resiliente – Trilhando caminhos à luz do ODS 13, que teve como objetivo discutir as medidas para combater as mudanças climáticas.

Mobilização Global Pelo Clima – A mobilização que acontece durante todo o dia de hoje, 20 de setembro, em defesa do ambiente está sendo convocada em 125 países, por milhares de organizações, redes internacionais, coletivos locais, grupos de cidadãos, entre outros. Presidente do ICLEI na América do Sul, o prefeito Geraldo Julio enviou comunicado para 75 cidades signatárias da rede para que promovam ações que chamem atenção para o aquecimento do planeta

As “greves” pelo clima são um fenômeno recente e em rápida expansão. Um movimento precursor ocorreu às vésperas da Conferência sobre o Clima em Paris, em novembro de 2015. Em mais de cem países, cerca de 50 mil pessoas foram às ruas, defendendo bandeiras que articulavam o ambiental com o social. Havia, então, três reivindicações básicas: redução drástica do uso de combustíveis fósseis, desenvolvimento de fontes energéticas alternativas e garantia dos direitos dos refugiados climáticos. Porém, em 2018, foi desencadeada uma nova cena por uma garota sueca chamada Greta Thumberg, então com 15 anos. Em agosto do ano passado, Greta iniciou um protesto pessoal. Durante as três semanas que precederam as eleições legislativas de seu país, ela dirigiu-se todos os dias ao Parlamento, no horário de aulas, portando um cartaz onde se lia “greve estudantil pelo clima”. Passado o pleito, anunciou que manteria a ação todas as sextas-feiras, e denominou-as Fridays for Future.


clima

Crédito: Andrea Rego Barros / PCR

Fórum Nordeste 2019 debate setor sucroenergético
Fórum Nordeste 2019 debate setor sucroenergéticoFoto: Rafael Furtado/Folha de Pernambuco

A 11ª edição do Fórum Nordeste 2019, realizada nesta segunda-feira (16), no Arcádia Paço Alfândega, no Bairro do Recife, área central da capital pernambucana, reúne empresários do segmento, parlamentares e representantes do poder público.

O encontro, que conta com o apoio do Sindaçúcar, através do seu presidente Renato Cunha, é comandado pelo presidente do Grupo EQM, Eduardo Monteiro, e conta com a presença do governador Paulo Câmara (PSB), de secretários estaduais, do prefeito do Recife, Geraldo Julio, e de representantes dos poderes Judiciário e do Legislativo. Em debate, os desafios e oportunidades nos setores de biocombustíveis e energias limpas.

Leia também:
Desafios do setor sucroenergético no foco da discussão do Fórum Nordeste
Fórum Nordeste busca descentralizar debate e lançar olhar sobre energias limpas


"Para nós é sempre uma iniciativa valorosa, na medida que a gente tira do eixo sul e trás para o Nordeste um debate tão contemporâneo que é o das energias renováveis para um mundo mais limpo e mais saudável", afirmou Eduardo Monteiro. O diretor executivo da Folha de Pernambuco, Paulo Pugliesi, destacou a importância do evento. "Sempre buscamos esse tema tão atual para o desenvolvimento do nosso país que são os biocombustíveis. É um evento que reúne todos os players do setor e é o maior evento fora do eixo Rio-São Paulo e maior evento do Nordeste", disse.

O governador Paulo Câmara deu as boas-vindas aos participantes e falou sobre a relevância do debate proposto pelo Fórum. "É uma grande honra o nosso Estado sediar e acolher um encontro em que autoridades e especialistas de setores estratégicos como o dos biocombustíveis e das energias limpas. O Brasil assumiu acertadamente metas ambiciosas ao assinar o Acordo de Paris, em 2016. Tenho consciência da relevância e urgência de todos esses tema sensíveis", destacou.

Ao lado da educação, a agenda ambiental é a que assume mais relevância. Nenhum governo pode subestimar os problemas e soluções que envolvem o meio ambiente. Investimentos em energia limpa podem significar desenvolvimento para a nossa região. Pernambuco está apto pois temos pessoal qualificado tecnologia e infraestrutura. Muito em breve assistiremos aqui uma grande revolução no campo da energia renovável. Tudo isso desencadeia um processo de melhorar na eficiência energética do nosso parque industrial que contribuirá na diminuição dos gases do efeito estufa e na substituição do petróleo e dos combustíveis fósseis", destacou o governador.

Já o líder do governo no Senado, Fernando Bezerra Coelho (MDB) lembrou que participa do evento desde sua origem."Esse Fórum ne se iniciou há 11 anos atrás e eu tive a alegria de participar do primeiro evento, como secretário de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco, no governo de Eduardo Campos. Ao longo do tempo tenho participado de todas as edições", lembrou.

O prefeito Geraldo Julio (PSB) afirmou que o tema está sendo discutido pelas cidades e que levará o debate aprofundado pelo Fórum Nordeste ao próximo encontro da 25ª Conferência do Clima (COP25) será realizada em Santiago, no Chile, entre 2 e 13 de dezembro. "Como prefeito da cidade quero agradecer a presença de todos e parabenizar o Grupo EQM pela 11ª edição do Fórum Nordeste. Para o Recife é muito importante receber pessoas de fora e fazer um debate tão qualificado. Estamos falando de biocombustíveis e de energia limpa num tempo e que o mundo indica todo dia que a precisamos mudar nosso comportamento", disse.

Pontos de coleta serão  distribuídos pela RMR. A coleta também pode ir até as casas das pessoas
Pontos de coleta serão distribuídos pela RMR. A coleta também pode ir até as casas das pessoasFoto: Léo Motta / arquivo Folha

O Plano de Resíduos Sólidos da Região de Desenvolvimento Metropolitana de Pernambuco (RDM/PE) é um dos seis finalistas do Prêmio Excelência em Competitividade - Destaque Boas Práticas deste ano, entre mais de 120 inscritos de todo o Brasil. A premiação é realizada pela CLP - Liderança Pública, organização sem fins lucrativos, responsável, entre outras publicações, pelo Ranking de Competitividade dos Estados.

Confira a íntegra do plano de resíduos sólidos

O documento foi produzido pela Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação (Seduh) em parceria com os municípios do Grande Recife e com o distrito de Fernando de Noronha. “O plano tem o objetivo de indicar ações para a adequada gestão dos resíduos sólidos em um horizonte de planejamento de 20 anos, em consonância com as diretrizes nacional, estadual e metropolitana. Estamos muito felizes com o resultado desse trabalho”, salienta o secretário de Desenvolvimento Urbano e Habitação, Marcelo Bruto.

A comissão do prêmio fez duas avaliações para determinar os indicados. A primeira consistiu em verificar se as boas práticas inscritas atendiam aos pré-requisitos, se eram estaduais e forneciam informações completas sobre sua execução. Já a segunda triagem abordou critérios como potencial de institucionalização ou legado, equidade, replicabilidade, inovação, competitividade e resultados.

Além do Plano de Resíduos Sólidos, concorrem ao prêmio as práticas: Cria - Criança Alagoana (AL), Paraíba Unida pela Paz (PB), Bom Prato (SP), Caminhos da Paraíba (PB) e Programa Telessaúde (MT). Os estados vencedores serão premiados na cerimônia de lançamento da 8ª Edição do Ranking de Competitividade dos Estados, no dia 18 de outubro, em São Paulo.

assuntos

comece o dia bem informado: