Foram encontrados 6443 resultados para "Blog da Folha":

Igarassu é cidade destaque no acolhimento aos venezuelanos
Igarassu é cidade destaque no acolhimento aos venezuelanosFoto: Divulgação

Igarassu foi o primeiro município de Pernambuco a receber venezuelanos e tem acolhido os imigrantes desde julho de 2018. Para receber essas pessoas, a gestão se preparou para oferecer de forma igualitária os serviços públicos e garantir bem estar com suporte das secretarias de Saúde, Educação e Desenvolvimento Social e Habitação para as famílias chegadas na cidade.

O acolhimento aos refugiados venezuelanos faz parte do Programa de Interiorização do Governo Federal e é um financiamento da ONU-ACNUR (Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados) e das Aldeias Infantis. Para os imigrantes que não vierem através da ONU, a Secretaria de Políticas Sociais orienta que todos procurem o Centro de Referência de Assistência Social - CRAS para iniciar o acompanhamento e ter acesso aos serviços oferecidos pelo município.

Deputado estadual Antônio Coelho, deputado federal Fernando Filho, senador Fernando Bezerra Coelho e o prefeito de Petrolina Miguel Coelho
Deputado estadual Antônio Coelho, deputado federal Fernando Filho, senador Fernando Bezerra Coelho e o prefeito de Petrolina Miguel CoelhoFoto: Ivaldo Reges

Líder do Governo no Senado, Fernando Bezerra Coelho (MDB), revelou que o presidente da República Jair Bolsonaro deve visitar Pernambuco em fevereiro de 2020 para conhecer a obra do Ramal do Agreste, que tem 2.500 trabalhadores e deve atender a mais de 70 cidades agrestinas. "É uma obra de R$ 1,2 bi e foi (Jair) Bolsonaro quem desembolsou 500 milhões só esse ano e a obra vai concluída em fevereiro de 2021", disse o senador, nesta sexta-feira (13), durante café da manhã com jornalistas, em restaurante no bairro da Ilha do Leite.

Ações sociais provenientes do Governo Federal também foram lembradas por Fernando Bezerra Coelho, como a liberação do PIS, PASEPE e FGTS que "injetaram mais de R$ 900 milhões na economia de Pernambuco". "Foi o Governo Federal que salvou a economia de Pernambuco", avaliou o senador. "O problema da desigualdade social não é só do Brasil, é um problema mundial", afirmou.

Senador Fernando Bezerra Coelho
Senador Fernando Bezerra CoelhoFoto: Waldemir Barreto/Agência Senado

O senador Fernando Bezerra Coelho (MDB) faz uma previsão favorável ao campo das oposições nas eleições de 2020. Segundo as contas do senador, a oposição deve colocar mais de 100 candidaturas a prefeito em Pernambuco. Dentro do próprio MDB, comandado também pelo senador Jarbas Vasconcelos e o deputado federal Raul Henry, serão pelo menos 70 candidatos em todas as regiões do Estado.

Fernando Bezerra ainda conta com pelo menos 15 candidaturas do DEM, do seu filho e deputado federal Fernando Filho, e do ex-governador Mendonça Filho. Sem contar com outras forças políticas oposicionistas como o presidente nacional do PSDB, Bruno Araújo, além do prefeito de Jaboatão dos Guararapes, Anderson Ferreira (PL), que disputará a reeleição e pretende expandir seu grupo político com outras candidaturas. Além do PTB, que deve se posicionar novamente do lado da oposição.

"Eu prevejo que a oposição vai sair maior do processo de eleição municipal e evidentemente que as atenções vão estar voltadas para os grandes centros como Recife, Olinda, Jaboatão, Caruaru e Petrolina, que serão os locais aonde as atenções vão se concentrar e é onde o jogo vai ser jogado para podermos projetar 2022", disse o senador, nesta sexta-feira (13), em restaurante no bairro da Ilha do Leite, em café da manhã com jornalistas. 

Para ele, ainda é "prematuro falar em 2022". "Nós temos que jogar 2020. E a disposição para 2020 é justamente dar musculatura a oposição. A oposição saiu fragilizada da eleição de 2018 do ponto de vista de Assembleia, da Câmara dos Deputados, do número de prefeitos que integram a oposição, mas eu sinto que pela situação que a gente acompanha, das avaliações do governador, do prefeito da capital, dos erros de certa paralisia do desenvolvimento em Pernambuco a oposição vai crescer", argumentou.

Ato em defesa da democracia e em repúdio ao AI-5
Ato em defesa da democracia e em repúdio ao AI-5Foto: Divulgação

Nesta sexta-feira, 13 de dezembro, completa 51 anos desde a instituição de um dos atos mais abomináveis da história recente do Brasil e o símbolo maior da violação de direitos num dos períodos mais tenebrosos do nosso país: a edição do Ato Institucional nº 5 (AI-5). O AI-5 foi a autorização para a ditadura perseguir pessoas, cassar mandatos, sequestrar, torturar e matar cidadãos e cidadãs. Nesta sexta-feira, as Juntas Codeputadas realizam um ato em defesa da democracia e em repúdio ao AI-5, realizado em conjunto com diversas organizações da sociedade civil. 

No primeiro momento, vamos fixar placas em homenagem às pessoas perseguidas, mortas e desaparecidas no período da ditadura, no Monumento Tortura Nunca Mais. Em seguida, na Alepe, realizamos um seminário relembrando todo o processo de luta e resistência pela democracia em nosso país, bem como resgatando a importância de lutarmos contra medidas como o AI-5. Contamos com sua presença! 

Ato Público em Repúdo ao AI-5 e pela Defesa da Democracia
13 de dezembro de 2019
9h00: Fixação de placas no Monumento Tortura Nunca Mais
10h00: Seminário aberto na Alepe (Auditório Ênio Guerra - Rua da União, nº383)

Fernando Bezerra Coelho prestigia posse de Douglas Cintra na Sudene
Fernando Bezerra Coelho prestigia posse de Douglas Cintra na SudeneFoto: Ivaldo Reges / Divulgação

O senador Fernando Bezerra Coelho (MDB) participou, nesta quinta-feira (12), da solenidade de posse do novo superintendente da Sudene, Douglas Cintra. O evento ocorreu no Instituto Ricardo Brennand, no Recife, e contou com a presença do ministro do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto. Governadores de seis estados, incluindo a governadora em exercício de Pernambuco, Luciana Santos, além de parlamentares e autoridades regionais, acompanharam a solenidade, que também marcou a passagem dos 60 anos da instituição e contou com a entrega de medalhas comemorativas em homenagem aos servidores.

“Estamos chegando ao final de um ano difícil, mas hoje todos concordam que o Brasil preparou o terreno para ter uma economia mais pujante, mais vibrante, com um crescimento superior a 2% no próximo ano. Por isso, esse é um momento de nos reanimarmos e resgatarmos as nossas esperanças. Hoje, quando celebramos os 60 anos da Sudene, uma instituição tão querida ao povo nordestino, idealizada pelo paraibano Celso Furtado, que deu tantos frutos ao desenvolvimento do Nordeste, também pensamos em recuperar a força e o dinamismo desse órgão. E creio que o presidente Jair Bolsonaro não podia ter sido mais feliz, ao aceitar a indicação de parlamentares de Pernambuco para oferecer a oportunidade a Douglas Cintra de dirigir essa instituição”, destacou Fernando Bezerra.

O senador citou a experiência parlamentar de Cintra no Parlamento. O novo presidente da Sudene assumiu o mandato de senador por um ano e meio, durante o período em que o então titular, Armando Monteiro Neto (PTB), assumiu o Ministério de Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior. “Douglas Cintra tem uma grande trajetória empresarial, com presença em diversos municípios de Pernambuco, e também uma passagem marcante no Senado Federal. Tenho certeza de que ele será um colaborador efetivo para o ministro Gustavo Canuto no intuito de implementar o Plano Nacional de Desenvolvimento Regional, que foi lançado aqui em Pernambuco pelo presidente Bolsonaro. Douglas, portanto, será um grande parceiro para que a gente possa voltar a planejar, voltar a pensar no futuro e ter os instrumentos para que o Nordeste possa crescer mais que o Brasil”, completou o senador.

Eduardo da Fonte recebe vice-prefeito de  Quipapá
Eduardo da Fonte recebe vice-prefeito de QuipapáFoto: Divulgação

O deputado federal Eduardo da Fonte, recebeu o vice-prefeito de Quipapá, Celso de Azevedo (PP), e seu filho o vereador Celsinho, para discutir os rumos da política de Quipapá.

No encontro, foram discutidas demandas para o município nas áreas da saúde, educação e infraestrutura. E receberam uma grande notícia, que foi a liberação de uma emenda de R$ 850 mil reais, para o custeio da saúde da cidade, "esse valor é importantíssimo para a melhoria da saúde do município", afirma Da Fonte.

O deputado Eduardo da Fonte, vêm destinando emendas importantes para Quipapá, um total de R$1.882.449,00. Fazendo com que toda a população seja beneficiada e tenha um serviço de saúde com qualidade.

Livro sobre direito, tecnolodia e sociedade: Evoluamos_
Livro sobre direito, tecnolodia e sociedade: Evoluamos_Foto: Divulgação

Com o objetivo de promover uma reflexão sobre imersão tecnológica e seus desdobramentos nos ambientes sociais, os coordenadores da iniciativa PlacaMãe.Org_, do Recife, Paloma Mendes Saldanha, Alexandre Saldanha e Aline Taraziuk, lançam nesta quinta-feira (12), às 19h, no SinsPire da Praça do Arsenal, seu primeiro livro colaborativo: Evoluamos_. A obra reúne ensaios, textos científicos, fotos e manifestações artísticas de 20 colaboradores, tendo como ponto em comum a forma como a sociedade se relaciona com as inovações tecnológicas, em especial as associadas com as tecnologias da informação.

“O livro aborda Direito, Tecnologia e Sociedade de uma forma não convencional. Com um conteúdo dinâmico e acessível, a proposta é provocar a criticidade nos leitores por meio de um debate embasado e consciente sobre o entrelaçamento de diversas áreas dentro das tecnologias e seus impactos culturais. Essa é uma obra que representa a essência da PlacaMãe.Org”, explica Paloma Mendes Saldanha, uma das coordenadoras do projeto.

A obra é dividida em quatro episódios, traçando uma linha de pensamento que vai de um cenário no qual é preciso aceitar a inovação - e ao mesmo tempo resistir, até a produção e transmissão de conhecimento no ambiente imerso em tecnologia. No texto “Tecnologias digitais e novas economias”, presente no primeiro episódio do livro, o autor e também diretor de conteúdo da PlacaMãe.Org_, Alexandre Saldanha, reflete sobre a sociedade hiperconectada.

"É necessário repensar as dinâmicas econômicas no contexto da sociedade hiperconectada e analisar como as regras jurídicas tradicionais se adaptam, ou não, a tal circunstância para não haver incompatibilidades indesejadas", comenta Alexandre.
No primeiro episódio do livro, as reflexões se concentram em como a tecnologia se incorpora como elemento cultural, impactando as ações diárias como locomoção, pontualidade, acessibilidade e sustentabilidade. No segundo episódio, as discussões giram em torno da educação e suas relações com as tecnologias digitais. Há ainda espaço, nesse contexto, para uma reflexão sobre o uso da tecnologia para melhorar os processos educacionais de ensino e aprendizagem versus a necessidade de um preparo “orgânico” para digitalização.

O texto de Sérgio Xavier, ex-secretário de Meio Ambiente de Pernambuco e um dos colaboradores do projeto, propõe a reflexão sobre as ‘BioCidades CicloConectadas’. “A humanidade é uma grande teia, composta por redes plurais entrelaçados (sociais, econômicas, culturais, pessoais – físicas e virtuais), que têm os mesmos princípios das redes biogeológicas do ambiente natural. O desafio da sustentabilidade urbana é interconectar harmoniosamente os processos humanos com os processos naturais”, pontua Xavier.

Já no terceiro episódio da obra, os autores se expressam sobre a construção de valores éticos de uma pessoa e sobre a exposição por meio das inúmeras formas de reproduzir e compartilhar informações e pelas próprias alterações em padrões de comportamentos, fazendo surgir novas exigências, novas vontades e necessidades corporais. O episódio final do livro é dedicado às opiniões e estudos dos autores sobre como as inovações tecnológicas alteram nossos direitos, tanto criando novos quanto extinguindo outros, e reinterpretando alguns, e fazem surgir novos padrões de comportamento, inclusive padrões econômicos.

COLABORADORES DO LIVRO EVOLUAMOS_

Alexandre Saldanha
Ricardo Bicudo Marcelino
Sérgio Xavier
Aline Taraziuk Nicodemos
Lisangela Santos
Rosângela Vieira
Maria Gabriela Mendes Saldanha
Catarina Gonçalves
Ana Carla vogeley
Ernandes Rodrigues
Paloma Mendes Saldanha
Rosa Freitas
Paula Lima Oliveira Cavalcanti Rosa
Bárbara Santini
Genifer Andrade
Eduardo Magrani
Renan Medeiros de Oliveira
Gabriela Anacleto
Débora Buarque
Ticiano Torres Gadelha

Serviço:
Lançamento do livro “Evoluamos”
Data: Quinta-feira (12)
Horário: 19h
Local: SinsPire (Rua da Guia, 237 – Praça do Arsenal)
Vendas: No local – R$ 70,00 ou pelo site www.placamae.org/

Hely Ferreira, professor e cientista político
Hely Ferreira, professor e cientista políticoFoto: Kleyvson Santos / Folha de Pernambuco

Estamos chegando ao término de mais um ano e como sempre grande parte das pessoas aproveitam os últimos dias para fazer reflexão do que fez ou deixou de fazer. Muitos saem à procura de pessoas que em algum momento passou pelas turras, e procura reconciliação na esperança de iniciar mais um ano em paz.

Acontece que, os percalços que foram vividos, alguns não são facilmente superados, já que há aqueles que para se viver em espírito de bonança, não depende apenas de um lado, mas do desejo de outras pessoas envolvidas.

O quadro de querelas no Brasil tem crescido e parece que em curto prazo, não será arrefecido. Estamos em uma fase que todos são obrigados a pensarem da mesma maneira. Discordar é crime!

A falta de maturidade é tão visível que existem amigos, vizinhos e até familiares que se tornaram inimigos por causa de preferência futebolística, religiosa e nos últimos tempos por conta de posição política. É bom lembrar que as divergências políticas sempre existiram.

Acontece que agora, as celeumas parecem suscitar o ódio. Esquecem que via de regra, os “representantes” do povo, brigam na sala e se abraçam na cozinha. Basta lembrar que, quando o assunto é reajuste salarial para eles, as matizes partidárias se misturam ficando da mesma coloração. Será que vale a pena criar inimizade por causa da opção política?

Dizia Tancredo Neves que os homens não brigam quem brigam são as suas ideias.

Hely Ferreira é cientista político.

Joel da Harpa é deputado estadual
Joel da Harpa é deputado estadualFoto: Rafael Furtado/Folha de Pernambuco

O Deputado Joel da Harpa participa, neste momento, de Audiência Pública sobre o Sistema de Saúde dos Militares no Estado de Pernambuco ( SISMEPE). O evento acontece no auditório Ênio Guerra, na Assembleia Legislativa e reúne lideranças diversas dos policiais e bombeiros militares.

Joel esta atento às discussões. O Hospital passa por dificuldades e o agendamento de exames e consultas tem demandado tempo. O parlamentar destaca a necessidade de reestruturação do sistema. “É preciso a descentralização dos atendimentos para o interior, investindo na criação de policlínicas”, explica.

O deputado também pede que seja criado um grupo de fiscalização de usuários para da maior transparência aos investimentos. O estado de Pernambuco é um dos poucos no Brasil que possui rede própria de saúde voltada para policiais e bombeiros militares, incluindo o Centro Médico Hospitalar, conhecido conhecido como Hospital da PMPE. Na audiência, em pauta, reestruturação no sistema de atendimento, exames e consultas.

Atendimento cumpridor
Atendimento cumpridorFoto: Divulgação

A Gerência de Penas Alternativas e Integração Social (Gepais), órgão da Secretaria de Justiça e Direitos Humanos (SJDH), registrou, este ano, um aumento de 32%, no número de acolhimento aos cumpridores, que é feito através do acompanhamento pena ou medida e do encaminhamento à rede parceria de acordo com a necessidade de cada cumpridor. Atualmente contabiliza-se 23.042 atendimentos em 2019, contra 15.679, em 2018.

De acordo com a gerente da Gepais, Raquel Brandão, “o acréscimo se deve ao trabalho das Centrais de Apoio às Medidas e Penas Alternativas (Ceapa´s) que, não somente executam a Política Estadual de Alternativas Penais, mas acolhem os cumpridores com maior efetividade”.

Esse acolhimento é feito através de um levantamento das necessidades de cada cumpridor para inclusão nas políticas públicas oferecidas no município de atuação, como: serviços de saúde, documentação civil, empregabilidade, tratamento para uso de drogas.

O trabalho é realizado por equipes de psicólogos, assistentes sociais, advogados e assistentes administrativos, que atuam nas Ceapa’s. Elas ficam nas Comarcas de Belo Jardim, Caruaru, Garanhuns, Goiana, Petrolina; Recife ( I, III e IV Juizados Especiais Criminais - JECRIM’s, a de Audiência de Custódia, 2ª Vara de Violência Doméstica, e o Núcleo de Não Persecução Penal – NANPP); além das Ceapa´s de Sertânia, Santa Cruz do Capibaribe e Jaboatão dos Guararapes.

Entre os crimes praticados pelos cumpridores estão: furto, consumo de drogas e receptação. As alternativas penais aplicadas variam em: medidas cautelares diversa da prisão, grupos reflexivos para homens autores de violência contra a mulher, suspensão condicional do processo e da pena, prestação pecuniária e prestação de serviço à comunidade.

assuntos

comece o dia bem informado: