Foram encontrados 221 resultados para "Governo do Estado":

Luciana Santos e a cônsul-geral da China, Yan Yuqing.
Luciana Santos e a cônsul-geral da China, Yan Yuqing.Foto: Diego Galba

a vice-governadora Luciana Santos (PCdoB) embarca nesta sexta-feira (11), para a República Popular da China, onde participa do Fórum Internacional dos Governadores dos Estados-Irmãos do Cinturão e Rota, que acontece de 14 a 17 de outubro, na província de Sichuan.

A iniciativa do Cinturão e Rota, protagonizada pelo governo chinês, procura promover novos aspectos do desenvolvimento nas áreas de transporte, economia, comércio e investimento para os países participantes e servirá para fortalecer parcerias já existentes entre Pernambuco e o estado chinês. Além da vice-governadora, integram a comitiva de representantes do governo de Pernambuco os secretários de Ciência, Tecnologia e Inovação, Aluísio Lessa; de Turismo, Rodrigo Novaes; e de Desenvolvimento Agrário, Dilson Peixoto.

No primeiro dia de atividades em Sichuan, Luciana Santos faz a saudação de abertura em nome dos convidados estrangeiros. Na tarde da terça-feira (15), acontecerão os fóruns temáticos. A vice-governadora participará do fórum sobre Energia e Infraestrutura, os secretários dividem-se nos debates afins: Tecnologia e Inovação, Rural e Agricultura, e, Turismo e Cultura. Na programação estão previstos, ainda, debates sobre medicina tradicional e visitas a cidades da região para conhecer um pouco mais sobre a cultura local, sobretudo na confecção de lanternas, caligrafia e pintura, bem como experiências exitosas de gestão em desenvolvimento agrícola e industrial, entre outras.

A província de Sichuan está situada bem ao centro do país, em uma região rica e conhecida pela sua beleza e recursos naturais. É também a província natal de um dos mais importantes líderes da história recente da Nação – Deng Xiao Ping – que teve o mérito de inaugurar, a partir de 1978, a Política de Reformas e Abertura que propiciou o maior desenvolvimento contínuo de um país nos últimos 40 anos.

O projeto “Cinturão e Rota” faz parte desse processo de desenvolvimento que abarca, na verdade, a construção de grandes corredores internacionais e o aprofundamento da cooperação, a fim de simplificar os controles alfandegários entre as Nações parceiras. No mesmo sentido, a iniciativa ajuda a aumentar a capacidade de cooperação na expansão industrial e dá acesso às cadeias globais de suprimentos, indústria, serviços e valor.

Procurador Leonardo Osório Mendonça, se reuniu com o secretário estadual de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude, Sileno Guedes.
Procurador Leonardo Osório Mendonça, se reuniu com o secretário estadual de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude, Sileno Guedes.Foto: Divulgação

Na manhã da última terça-feira (8), o Ministério Público do Trabalho (MPT) em Pernambuco, representado pelo procurador Leonardo Osório Mendonça, realizou reunião interinstitucional com o secretário estadual de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude, Sileno Guedes. O encontro teve o objetivo de articular parceria, entre o MPT e a Secretaria, para ofertar a servidores estaduais formação em Língua Brasileira de Sinais (Libras). O encontro foi no edifício-sede da Secretaria, em Santo Amaro, no Recife.

O procurador Leonardo Osório Mendonça expressou satisfação ante à cooperação entre as instituições. “Com mais servidores no estado estando aptos se comunicar em Libras e assim atender diretamente os cidadãos surdos, estaremos levando cidadania e acesso aos serviços públicos a pessoas que em geral ficam esquecidas”, afirmou.

Também estiveram presentes a secretária executiva de Segmentos Sociais, Laura Gomes; a secretária executiva de Gestão, Hélida Campos, e o chefe de gabinete Eurico Freire.




Projeto PCD Legal

A ação pela capacitação dos servidores estaduais em Libras é parte das ações do MPT no tocante à inclusão social da pessoa com deficiência. Produto de destaque nessas ações é o Projeto PCD Legal, por meio do qual o órgão criou uma biblioteca virtual gratuita que oferece pop-ups de acessibilidade para surdos e cegos. Ela oferece um acervo de temas voltados ao direito à cidadania, de modo consiga se informar de maneira autônoma e assim se fazer capaz de exigir outros direitos, como acessibilidade, trabalho, educação e transporte.


O projeto foi criado pelo MPT no Espírito Santo e oferece liberdade e conforto ao usuário no acesso à informação, já que as consultas podem ser feitas por computador, tablet ou smartphone. Os arquivos podem ser baixados para leitura offline, bem como compartilhados em redes sociais.

A ideia surgiu a partir de relatos feitos por pessoas com deficiência das barreiras encontradas para acessar variados conteúdos, em especial jurídicos. O processo de elaboração da página na internet contou com a participação de pessoas cegas, surdas e com outros tipos de deficiência, e da ONG Movimento Down.

Decreto assinado pelo governador Paulo Câmara na manhã desta sexta-feira, instituindo o Sistema de Transporte Coletivo de Passageiros Intermunicipal Complementar
Decreto assinado pelo governador Paulo Câmara na manhã desta sexta-feira, instituindo o Sistema de Transporte Coletivo de Passageiros Intermunicipal ComplementarFoto: Heudes Regis

O governador Paulo Câmara assinou, nesta sexta-feira (4), o decreto que institui o Sistema de Transporte Coletivo de Passageiros Intermunicipal Complementar no Estado de Pernambuco, excetuando a Região Metropolitana do Recife (RMR). A medida, que autoriza a circulação dessa modalidade, ocorreu durante o Seminário Todos por Pernambuco, realizado neste município do Agreste Setentrional.

"Ficamos cientes dessa questão do transporte e dessa legislação que foi sancionada pelo presidente da República no mês de agosto. É, claramente, uma lei feita por pessoas que não conhecem o Nordeste, nem Pernambuco, e não sabem da importância de um trabalho feito com dignidade, por pessoas que chegam a locais que ninguém chega, garantindo o ir e vir da população. Diante disso, nós não tivemos dúvidas: vamos fazer diferente do que a gente está vendo acontecer no Brasil. Através desse decreto, todos vão poder atuar dentro da lei e, acima de tudo, com a garantia do Estado de que eles vão ter tranquilidade para exercer sua função em Pernambuco", afirmou o governador.

De acordo com o Artigo 2º contido no decreto: “O transporte complementar intermunicipal caracteriza-se pelo serviço de transporte de usuários prestado, mediante autorização prévia do Poder Público, entre municípios distintos, exceto na circunscrição da Região Metropolitana do Recife – RMR, independentemente de suas localizações no território estadual, com origem, paradas e destino.” O documento também define que somente estarão autorizados a prestar o serviço de transporte complementar intermunicipal os veículos micro-ônibus, mini ônibus, mini bus e micro bus.

“O decreto do transporte alternativo complementar representa um grande avanço para o Estado, tendo em vista que é o ganha pão de muitos nordestinos, além de ser bastante utilizado para circulação pelos trabalhadores e famílias pernambucanas. Apesar das alterações do Artigo 231 do Código de Trânsito Brasileiro, sancionado pela Presidência da República, o governador Paulo Câmara garantiu a regularidade do serviço“, explicou o secretário Sileno Guedes, integrante da comissão especial interdisciplinar que promoveu estudos, propostas e encaminhamentos referentes à regulamentação.

Defensor da regulamentação do transporte alternativo, o deputado estadual Diogo Moraes (PSB) comemorou a assinatura do decreto. Na última quinta-feira, o deputado Diogo Moraes articulou um encontro com o O superintendente da Polícia Rodoviária Federal (PRF) em Pernambuco, Alexandre Rodrigues da Silva, e representantes do Governo do Estado com o objetivo de apresentar às normas ao órgão de trânsito, o que viabilizou a celeridade da autorização.

Além disso, o parlamentar também integrou o grupo que participou da audiência pública realizada em Santa Cruz do Capibaribe, no último dia 10 de setembro, que reuniu toyoteiros e loteiros para discutir a regulamentação no âmbito estadual. Antes disso, o deputado já havia feito pronunciamentos na tribuna da Alepe falando da importância dessa categoria para economia do Estado.

“A regulamentação do transporte complementar em Pernambuco foi tema de Audiências Públicas promovidas pela Alepe, inclusive em Santa Cruz do Capibaribe. Em diálogo com a categoria, representantes do governo Estadual e diversas entidades e segmentos da sociedade civil acompanharam a questão. Estive defendendo os interesses da categoria e buscando alternativas para resolver a questão desde o anúncio do Governo Federal, quando percebi que afetaria muito a nossa região do Polo de Confecções e outras regiões muito produtivas do Estado. Defender não só a categoria de toyoteiros e motoristas de transporte alternativo, mas também um Polo inteiro de Confecções. Acrescentando ainda zonas da Paraíba, zonas rurais, estudantes”, afirma Diogo.

A normatização do Transporte Complementar é resultado dos trabalhos da Comissão Especial instituída pelo Decreto 47.807, de 19 de agosto de 2019, que percorreu todo o Estado discutindo com os representantes do segmento a melhor forma para a regulamentação. As regras de atuação para quem realiza o transporte remunerado de passageiros intermunicipal no interior do Estado serão apresentadas por meio de resolução da Empresa Pernambucana de Transporte Intermunicipal (EPTI) – órgão fiscalizador do sistema - prevista para ser publicada no Diário Oficial na próxima terça-feira (8). 

Caso a regulamentação não fosse realizada em Pernambuco, a partir do dia 09 de outubro esse tipo de serviço seria proibido, depois das alterações do Artigo 231 do Código de Trânsito Brasileiro – CTB, pela lei 13.855, sancionada pela Presidência da República este ano. A mudança na legislação determina que o transporte alternativo (ônibus ou van escolar sem autorização ou transporte remunerado de pessoas) passa a ser considerado como infração gravíssima, com multa e perda de sete pontos na Carteira Nacional de Habilitação. Além disso, a regra federal prevê a remoção do veículo como medida administrativa.

Secretário estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação, Aluísio Lessa participa da inauguração.
Secretário estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação, Aluísio Lessa participa da inauguração.Foto: Divulgação

O secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação, Aluisio Lessa realiza segunda (07), às 11h, a inauguração de mais telecentro de informática. Dessa fez a unidade de inclusão digital será instalada na Escola Municipal Sagrado Coração de Jesus, da rede municipal de Olinda, localizada no Bairro de Amaro Branco. O Local funcionará como espaço público para a comunidade utilizar os computadores, com acesso à internet e outras tecnologias digitais.

A iniciativa, que faz parte da emenda parlamentar da então deputada federal, Luciana Santos, hoje vice-governadora de Pernambuco, gerou uma parceria entre o Ministério de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) e a Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti). O investimento total é de R$ 1,1 milhão e já beneficiou 26 escolas, em oito municípios. São eles: Olinda, Paulista, Sanharó, Custódia, Correntes, Pesqueira, Mirandiba e Chã de Alegria. Até o final de 2019 serão entregues mais cinco telecentros na Região Metropolitana. “Incentivar a inclusão digital é uma das diretrizes do poder público. Esses equipamentos ajudam nesta direção. A ideia é colocar a tecnologia mais perto de todos e a serviço da população”, ressalta o secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação de Pernambuco, Aluísio Lessa.

Voltados para a inclusão digital, os espaços vão oferecer ainda cursos básicos de informática. Cada unidade beneficiada vai receber equipamentos e mobiliários, além de computadores (Servidor e Estações de Trabalho), um roteador, uma impressora multifuncional, switch, projetor multimídia, câmera IP, tela de projeção, televisor de 42 polegadas e ar condicionado.

A ação, que beneficia não somente os alunos e, sim, os jovens, adultos e idosos moradores da comunidade próxima à unidade de ensino, visa ampliar o nível de conhecimento e informações do público beneficiado. O telecentro vai oportunizar comunicação e interação entre as pessoas e melhorar a capacidade de articulação de grupos e entidades locais.

[1250] Mancha de óleo
[1250] Mancha de óleoFoto: Brenda Dantas/Divulgação

O Governo de Pernambuco se reunirá, nesta terça-feira (01), às 14h, com representantes da área ambiental de outros cinco Estados do Nordeste, para tratar sobre o aparecimento de manchas de piche no litoral. Coordenado pelo secretário estadual de Meio Ambiente e Sustentabilidade, José Bertotti, o encontro contará com a participação de gestores públicos de Alagoas, Sergipe, Rio Grande do Norte, Ceará e Paraíba. Também estarão representantes da Agência CPRH, Secretaria de Turismos de Pernambuco, Ibama, Capitania dos Portos, Universidade Federal e Federal Rural de Pernambuco e Porto de Suape. A reunião acontecerá no prédio da vice-governadoria, no Bairro do Recife.

Serviço

O que: Governo de Pernambuco se reúne com representantes da área ambiental de estados do Nordeste
Quando: nesta terça-feira (01/10), às 14 horas.
Onde: prédio da vice-governadoria, no Bairro do Recife.

Entre as principais ações a serem desenvolvidas no programa está a aquisição de um sistema integrado de gestão de folha de pagamentos e pessoal, no valor de US$ 11,5 mi, para os servidores do Estado está
Entre as principais ações a serem desenvolvidas no programa está a aquisição de um sistema integrado de gestão de folha de pagamentos e pessoal, no valor de US$ 11,5 mi, para os servidores do Estado estáFoto: Eduardo Machado/SEI

O governador Paulo Câmara assinou, nesta segunda-feira (30), o Projeto de Aperfeiçoamento da Gestão Fiscal do Estado de Pernambuco (Profisco II PE), com financiamento de US$ 37 milhões pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e contrapartida estadual de US$ 7,4 milhões. A iniciativa vai disponibilizar uma linha de crédito de fundamental importância, promovendo a manutenção e atualização da estrutura da gestão tributária e financeira estadual. A assinatura foi realizada na representação da instituição internacional na capital federal.

"Estamos assinando com o BID essa operação de crédito que vai possibilitar um investimento na eficiência da nossa gestão. O objetivo não é apenas modernizar processos e agilizar o atendimento, mas também proporcionar uma melhoria na qualidade do serviço prestado à população", afirmou o governador.

Entre as principais ações a serem desenvolvidas no programa está a aquisição de um sistema integrado de gestão de folha de pagamentos e pessoal, no valor de US$ 11,5 mi, para os servidores do Estado, considerada a despesa de maior valor e de alta complexidade. A utilização de um sistema mais moderno de gestão possibilitará um controle mais efetivo e consequente redução de gastos.

Outro projeto de destaque é a atualização da infraestrutura tecnológica e de inteligência para tratamento de grande volume de dados (Big Data), no valor de US$ 2,8 mi, para os dados administrados pela Secretaria da Fazenda (SEFAZ). Essa iniciativa nasceu da necessidade de cruzamentos de informações e inteligência, pós-advento da Nota Fiscal ao Consumidor Eletrônica (NFC-e), que fez com que a quantidade de informações obtidas seja dificilmente suportada pela capacidade dos equipamentos existentes.

O investimento na modernização do Atendimento e da Fiscalização de Contribuintes tem um orçamento previsto de US$ 9,2 mi. Destacando-se ainda a implantação do Sistema Público de Escrituração Contábil (SPED), em substituição ao Sistema de Escrituração Fiscal (SEF); uma iniciativa de Pernambuco, que hoje não mantém sintonia com os demais Estados.

A implantação de uma nova sistemática de Régua de Cobrança para recuperação dos créditos tributários também será um projeto de destaque para a gestão fiscal do Estado, representando um valor de US$ 2,4 mi. Utilizando meios mais eficientes e inteligentes de cobrança será possível ampliar a taxa de recuperação da dívida administrativa e melhorar o desempenho na recuperação da dívida ativa, aumentando as receitas disponíveis ao Estado.

O Profisco II ainda investirá US$ 10,9 mi na modernização da gestão fazendária e na atualização do Parque tecnológico e Data Center da SEFAZ.

Em parceria com o Espaço Ciência, evento reúne cerca de 80 projetos de escolas públicas e privadas da cidade
Em parceria com o Espaço Ciência, evento reúne cerca de 80 projetos de escolas públicas e privadas da cidadeFoto: Hélia Scheppa/SEI

A governadora em exercício Luciana Santos esteve no município de Olinda, na manhã desta quinta-feira (26), comandando a abertura da Feira Ciência Jovem Olinda. Em parceria com o Espaço Ciência, o evento acontece no Shopping Patteo até esta sexta (27) e reúne cerca de 80 projetos de escolas públicas e privadas da cidade. A solenidade contou ainda com a presença do secretário estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação Aluísio Lessa, do diretor do Espaço Ciência, Antônio Carlos Pavão, e do prefeito de Olinda, Professor Lupércio.

“Precisamos sempre acreditar na capacidade que nossas crianças possuem. A melhor forma de aprender é colocar a mão na massa, e é isso que eles estão fazendo aqui. Essas experiências marcam muito a vida das crianças, ainda mais pelo esforço dos professores, que vão junto com elas produzindo esse conhecimento”, afirmou Luciana Santos.

Os projetos dos alunos estarão em exposição até a tarde desta sexta-feira, quando será realizada a cerimônia de premiação. Os melhores trabalhos serão credenciados para a 25ª Ciência Jovem, que reúne projetos de todos os Estados do País.

“Primeiramente, quero parabenizar o município de Olinda por esta Feira de Ciências. Em novembro, vamos realizar a versão estadual no Shopping RioMar, que é exatamente para fechar com chave de ouro o ano de 2019 e começar a preparar 2020. Nosso planejamento futuro contará com um orçamento mais robusto na área de ciência e tecnologia, de forma que seja possível trazer muita inovação e muita inclusão digital para nossos jovens”, disse o secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação, Aluísio Lessa.

"Temos que estar constantemente em busca de aprender, e esse evento proporciona aos nossos jovens justamente essa busca pelo conhecimento. Só tenho a agradecer pela parceria de todos os envolvidos que fizeram a feira acontecer", agradeceu o prefeito de Olinda, Professor Lupércio.

A Ciência Jovem Olinda é resultado do projeto “Feira de Ciências em Toda Parte”, que vem sendo desenvolvido desde o início do ano pelo Espaço Ciência com o objetivo de estimular o uso da experimentação científica como ferramenta pedagógica. Já participaram do projeto, além de Olinda, os municípios de Timbaúba, Araripina, Camaragibe, Recife, São Lourenço, Salgueiro, Serra Talhada, São Vicente Férrer, Poção, Caruaru, Itambé, Macaparana e Vicência.

Os projetos dos alunos estarão em exposição até a tarde desta sexta-feira, quando será realizada a cerimônia de premiação

Os projetos dos alunos estarão em exposição até a tarde desta sexta-feira, quando será realizada a cerimônia de premiação - Crédito: Hélia Scheppa/SEI

Luciana Santos recebeu a visita de representantes dos Núcleos de Gênero das escolas estaduais, que já somam 226 em Pernambuco
Luciana Santos recebeu a visita de representantes dos Núcleos de Gênero das escolas estaduais, que já somam 226 em PernambucoFoto: Heudes Regis/SEI

Piloto de motovelocidade, árbitra, cientista, professoras, estudantes e governadora em exercício. Essas foram as personagens principais de uma roda de conversa sobre empoderamento feminino que ocorreu na tarde desta quarta-feira (25), no Salão das Bandeiras do Palácio do Campo das Princesas. Luciana Santos recebeu a visita de representantes dos Núcleos de Gênero das escolas estaduais, que já somam 226 em Pernambuco, promovendo escuta e formação em busca de uma sociedade melhor.

Na contramão do retrocesso nacional, o Estado é o único da Federação a possuir essa política nas escolas. Na discussão, temas como preconceito, conquistas na legislação, inversão de valores e até o parâmetro atual de felicidade da mulher.

“É uma maneira de valorizarmos um esforço que tem grande impacto na qualidade de vida das pessoas, porque o machismo é uma cultura muito perversa que causa sofrimento, depressão, violência e que mata. Então, precisamos fazer com que as pessoas adquiram a consciência desse fenômeno da opressão e da desigualdade que existe entre homens e mulheres”, afirmou Luciana Santos, ratificando sua fala com dados alarmantes. Segundo ela, 70% dos assassinatos de mulheres são motivados pelo machismo. “Precisamos dar visibilidade para que as pessoas assumam esse debate e reflitam sobre isso”, finalizou.

A secretária executiva da Mulher de Pernambuco, Ana Callou, participou da mesa de debates, defendendo a atitude do atual governo, que sempre optou pela permanência da pasta em seu organograma. “Nós somos o Estado que nunca abriu mão depois da implantação da Secretaria da Mulher. O ex-governador Eduardo Campos implantou e o governador Paulo Câmara, com a nossa vice-governadora, só tem fortalecido a nossa secretaria, o que é fundamental. Fizemos 182 conferências municipais recentemente. Isso é um dado importante de mobilização, escuta da sociedade, discussão e troca. Esse lugar de empoderamento e de qualificação é um lugar que Pernambuco ocupa com muita maestria”, apontou.

Convidada para o debate, a piloto de motovelocidade Akyare Thaygla disse já ter sofrido muito preconceito por ser uma mulher, nordestina, trabalhando em um ambiente predominantemente masculino no Sul e Sudeste do País. No entanto, ela valorizou o momento de conversa e encorajou as mulheres.

“A discussão aqui é importantíssima. Se eu tivesse ido pela pressão dos outros, eu nunca nem tinha subido numa moto. Dizem que moto é perigoso, mas você pode cair lavando um prato ou limpando uma janela. Tem que perder o medo mesmo, se é isso que você quer fazer e se é o que você gosta”, argumentou a piloto.

Também estiveram presentes Maria Medeiros, representando a Secretaria de Educação e Esportes, Mayara Bernardo Silva, do Coletivo Mulher e Ciência, Priscila Fernandes, árbitra assistente da Federação Pernambucana de Futebol, Melissa Giovanna Phietra, do Projeto Empodera e estudantes de nove escolas estaduais.

Na discussão, temas como preconceito, conquistas na legislação, inversão de valores e até o parâmetro atual de felicidade da mulher

Na discussão, temas como preconceito, conquistas na legislação, inversão de valores e até o parâmetro atual de felicidade da mulher - Crédito: Heudis Regis/ SEI

Governador encerra sua passagem por Nova Iorque, em uma semana produtiva de troca de experiências
Governador encerra sua passagem por Nova Iorque, em uma semana produtiva de troca de experiênciasFoto: Divulgação

Nova Iorque - O governador Paulo Câmara (PSB) encerrou, nesta quarta-feira (25), sua passagem pela cidade de Nova Iorque, nos Estados Unidos, onde participou, como representante dos nove Estados do Nordeste e do Espírito Santo, da Semana do Clima. Após uma intensa agenda de trabalho, o gestor considerou que o exemplo de Pernambuco pode ajudar o Brasil a ser um País mais sustentável.

“Mostramos a experiência de Pernambuco na sustentabilidade, na preservação do meio ambiente, no planejamento do futuro das novas gerações de pernambucanos. Mostramos ainda como se faz a conservação de áreas ambientais, como é nosso trabalho na atração de empreendimentos para energia limpa, seja éolica ou solar, e que é possível ter um mundo mais limpo, mais equilibrado e que o exemplo do nosso Estado possa ajudar o Brasil a ser o país que nós queremos”, apresentou Paulo Câmara.

Ainda nesta quarta, o chefe do Executivo Estadual participou de um café da manhã, oferecido pela Engie Impacto, com representantes de alto nível de governos e empresas. Encontrou ainda com governadores daquele País e esteve presente no debate “O caso de negócios: como as empresas estão transformando os compromissos com a energia”.

O gestor avaliou positivamente a participação de um representante nordestino no evento internacional com temas tão relevantes. “Foi uma semana muito proveitosa, de muito trabalho, mas Pernambuco mostrou que com dedicação e, principalmente, com ajuda do seu povo é possível fazer grandes transformações”, avaliou.

A iniciativa é uma ação da Polícia Militar de Pernambuco junto às famílias e à comunidade
A iniciativa é uma ação da Polícia Militar de Pernambuco junto às famílias e à comunidadeFoto: Hélia Scheppa/SEI

Na manhã desta quarta-feira (25), a governadora em exercício Luciana Santos prestigiou a aula inaugural da nova turma do Patrulheiro Mirim, projeto coordenado pelo 11° Batalhão da Polícia Militar de Pernambuco. A iniciativa atende cerca de 30 crianças, entre 10 e 14 anos, da comunidade Chagas Ferreira, que agrega moradores dos bairros de Dois Unidos e Linha do Tiro, no Recife.

O objetivo principal é complementar a formação escolar dos participantes, contribuindo na formação de jovens responsáveis e comprometidos com a construção de uma sociedade mais justa e igualitária. “Particularmente, uma das coisas que pude aprender desde cedo foi o exercício da cidadania e o respeito ao próximo. São conceitos básicos que devemos aprender desde muito jovens. E aqui, essas crianças vão ter a oportunidade de acesso a ensinamentos como esses, através do diálogo entre escola, família e Polícia Militar”, afirmou Luciana Santos.

Com duração de três meses, o programa prevê atividades voltadas para a capacitação dos jovens, além de promover a integração da instituição militar com a sociedade civil. Entre os temas trabalhados estão: atribuições das Forças Armadas e da Polícia Militar, educação física, relações interpessoais, educação ambiental e de trânsito, prevenção contra drogas e violência doméstica, estatuto da criança e do adolescente, além de dicas de segurança preventiva e campanhas educativas do Alerta Celular e de combate à dengue.

“Gostaria de agradecer a todos os colaboradores desse projeto, porque ele é uma benção nas nossas vidas. Torço para que outras comunidades também possam ter acesso a programas assim, que só acrescentam coisas positivas na vida dos nossos filhos”, declarou dona Rosângela, mãe de um dos patrulheiros da nova turma.

A iniciativa atende cerca de 30 crianças, entre 10 e 14 anos, da comunidade Chagas Ferreira, que agrega moradores dos bairros de Dois Unidos e Linha do Tiro, no Recife

A iniciativa atende cerca de 30 crianças, entre 10 e 14 anos, da comunidade Chagas Ferreira, que agrega moradores dos bairros de Dois Unidos e Linha do Tiro, no Recife - Crédito: Hélia Scheppa/SEI

comece o dia bem informado: