Foram encontrados 96 resultados para "Recife":

O Recife Arretado é um processo de pesquisa lançado nas redes e nas ruas
O Recife Arretado é um processo de pesquisa lançado nas redes e nas ruasFoto: Divulgação

O projeto Recife Arretado, uma iniciativa do PSOL, Fundação Lauro Campos e Marielle Franco, junto com mais de 50 organizações da sociedade civil, apresenta nesse sábado (12) os resultados da primeira rodada de escuta da população sobre os principais problemas da cidade do Recife. O encontro acontece na sede do Sindicato dos Trabalhadores em Processamento de Dados (SINDPD-PE), das 9h ao meio dia, localizado na Rua Bispo Cardoso Ayres, 111, Boa Vista, Recife.

O Recife Arretado é um processo de pesquisa lançado nas redes e nas ruas no dia 22 de agosto e funcionou integralmente na base voluntária, com um protagonismo muito grande das pessoas, organizações e entidades que construíram a ideia desde o início. Ao logo deste período, os voluntários estiveram em 18 eventos colhendo as informações para preenchimento dos questionários, que também poderiam ser depositados em 12 urnas fixas distribuídas em estabelecimentos comerciais e organizações que se disponibilizaram a apoiar o projeto.

O final do processo de pesquisa-ação está planejado para o mês de março de 2020, mês de aniversário do Recife, quando apresentaremos todos os resultados da pesquisa e um projeto de cidade para toda a população, em um evento festivo.

O que é o Recife Arretado?

O Recife Arretado é uma iniciativa mobilizadora de pessoas, coletivos e movimentos, estruturada enquanto espaço de convergência de ideias e proposições da população recifense para a consolidação de um projeto de cidade.

É também um processo de escuta que pretende ser efetivamente participativo e capaz de gerar ideias, estimular diálogos, fortalecer autonomias, acolher pluralidades, ampliar resistências, definir estratégias e apontar prioridades.

O Recife Arretado tem também por objetivo a consolidação de um projeto de cidade capaz de apontar caminhos que contribuam para que o Recife escreva mais um capítulo na sua trajetória de participação popular e incidência política, se afirme enquanto um território que se articula em torno das demandas públicas, e se mobilize em defesa dos direitos de todas as pessoas.

Todas as contribuições coletadas no processo de escuta serão organizadas em quatro eixos. São eles:

'Recife Virado no Mói de Cuento':

Recife que se governa através de espaços democráticos de planejamento e gestão da cidade, de priorização das políticas públicas e racionalização dos gastos orçamentários, orientados pelo fortalecimento do papel do Estado, do serviço público e dos mecanismos de controle social. Neste eixo, a consulta abordará as dimensões da democratização do poder público; do acesso à informação; da participação e controle social; da democratização do orçamento municipal; da democracia radical, da descentralização dos mecanismos de poder; do fortalecimento do Estado Democrático e garantidor de direitos, e do antifisiologismo.

'Recife Rochedo':

Recife que proporciona condições dignas de moradia e infraestrutura adequada à demanda de abastecimento, de circulação e de destinação

de resíduos das atividades urbanas, orientados pelas estruturas e ecossistemas da cidade. As dimensões abordadas serão: moradia; uso de espaços públicos; planejamento urbano; mobilidade e acessibilidade; manutenção urbana; saneamento; abastecimento de água; espaços urbanos seguros; direito à paisagem; patrimônio histórico material e imaterial; territórios tradicionais; combate à especulação imobiliária e utilização do patrimônio edificado.


'Recife Massa':

Recife que oferta uma rede inclusiva e eficaz para efetivação das políticas sociais; que fortaleça identidades culturais; onde as pessoas se comunicam e se sentem seguras; com seus espaços públicos acessíveis, ordenados e utilizados por sua população e quem visita sua cidade. Neste eixo, a consulta abordará as dimensões da universalização dos direitos humanos e inclusão social; gênero, sexualidades e afetividades; anticapacitismo; antirracismo; direitos dos povos tradicionais, antiproibicionismo, segurança cidadã; lazer; esporte; assistência social; comunicação, educação, saúde e cultura.

'Recife Gerando':

Recife que cria oportunidades para o empreendedorismo em suas diversas vocações locais, com sustentabilidade ambiental e equidade de tratamento destinado aos arranjos corporativos e àqueles de base comunitária. São dimensões deste eixo: direito ao trabalho; bem viver; economia solidária; anticapitalismo e ecossocialismo, meio ambiente, economia feminista, agroecologia, direito ao território e direito animal.

recife arretado

Com investimento de R$ 34 milhões da Prefeitura do Recife, ação levará a luz em LED para áreas mapeadas pelo Pacto Pela Vida. Ao final da ação, o Recife terá 40% da Iluminação Pública da cidade em LED
Com investimento de R$ 34 milhões da Prefeitura do Recife, ação levará a luz em LED para áreas mapeadas pelo Pacto Pela Vida. Ao final da ação, o Recife terá 40% da Iluminação Pública da cidade em LEDFoto: Andrea Rego Barros / PCR

O Programa Ilumina Recife, que já está levando iluminação pública em LED para grandes corredores viários, túneis e acessos das principais comunidades da cidade ganha um novo capítulo com um grande objetivo: a prevenção à violência e melhoria da qualidade de vida nas áreas mais carentes da cidade. Na manhã desta quinta-feira (10), o prefeito Geraldo Julio, juntamente com o secretário de Planejamento e Gestão de Pernambuco, Alexandre Rebêlo - coordenador do Pacto Pela Vida, e do secretário de Defesa Social de Pernambuco, Alexandre de Pádua, anunciou a instalação de 30 mil novos pontos em LED, em locais apontados pelo Pacto Pela Vida como prioritários para a redução dos índices de criminalidade na capital.


O mapeamento feito pelo Pacto Pela Vida abrange 145 comunidades em 51 bairros da cidade. A ação representa um investimento de R$ 34 milhões. A iniciativa foi definida pelo prefeito Geraldo Julio como a maior parceria entre uma prefeitura e um governo estadual em todo o Brasil na área de Segurança Urbana, por meio da prevenção. "São 30 mil pontos de LED chegando na porta da casa das pessoas. Foram 145 comunidades escolhidas, sobretudo as mais vulneráveis apontadas pelo Pacto pela Vida. Essa ação vai possibilitar que as pessoas possam aproveitar mais o espaço público, ter mais convívio com os vizinhos, e muito mais segurança, por consequência. Já fizemos as grandes avenidas, com a instalação de 8 mil pontos, com os 30 mil desta etapa, chegaremos a 40% de todo o parque de iluminação pública da capital”, destacou o prefeito Geraldo Julio.

Até o final deste ano, 15 mil pontos já vão ser instalados nas comunidades, representando um investimento de R$ 17 Milhões. Os outros 15 mil pontos serão instalados até o final de abril de 2020. O Recife tem o 9º maior parque de iluminação pública do país, com aproximadamente 98 mil pontos luminosos. Coque, Comunidade do Papelão, Sítio do Berardo, Comunidade do Bode, Vila São Miguel e Vila dos Milagres são exemplos de localidades que serão contempladas na nova etapa. Entre os critérios para a escolha das beneficiadas está a vulnerabilidade da área para crimes violentos contra o patrimônio, baseada nos dados do Pacto Pela Vida e a avaliação qualitativa dos comandantes da Polícia Militar de Pernambuco (PMPE) quanto à iluminação deficiente de certas áreas enquanto fator determinante de ocorrências violentas.

Ao implementar a nova etapa do Ilumina Recife, a Emlurb aposta em inovação e eficiência para garantir não apenas mais segurança à população, sobretudo os grupos mais carentes, como também mais economia ao município e melhoria da trafegabilidade nas vias. Roberto Gusmão, secretário de Infraestrutura do Recife e presidente da Emlurb, explicou as vantagens da tecnologia LED. “A diferença do uso de lâmpadas LED não está só na economia. O tipo e a qualidade da luz que vai ser ofertada à toda a população pode ser sentida na cidade toda e o maior exemplo é a Agamenon Magalhães, onde foi instalada. A principal vantagem é qualidade da iluminação, dando mais segurança, conforto e trafegabilidade nas ruas do recife. Além disso, essa economia vai refletir em mais investimento para a população em outras áreas”, afirmou o secretário.

O Secretário de Defesa Social de Pernambuco, Antônio de Pádua também falou sobre a importância do programa. “O crime acontece por causa de três fatores, o criminoso, a vítima e o ambiente propício, e se você exclui um desses pontos, o crime não acontece. Isso é justamente o que estamos vendo hoje. Com base em dados técnicos, em áreas que necessitam efetivamente de uma melhoria na qualidade da iluminação, estamos reduzindo justamente um desses fatores para que o crime não aconteça”, destacou Pádua.

Em várias ruas do Coque, em Joana Bezerra a iluminação já chegou. Moradora da região, Paloma Martins de 25 anos contou que já sente mudanças no dia a dia da vizinhança. “A iluminação melhorou muito na nossa rua. A minha loja, que antes era muito escura, com a claridade melhorou até o movimento. As crianças também aproveitam mais a praça, então estamos todos muito felizes, só temos a agradecer”, contou Paloma.

A tecnologia LED representa inúmeras vantagens em relação à de vapor de sódio tais como a redução no consumo de energia elétrica de pelo menos 12,5%, podendo alcançar até 50,73% nas substituições de luminárias de maiores potências; maior resistência e proteção da luminária contra a penetração de partículas sólidas e líquidas, garantindo maior resistência dos efeitos das intempéries; e maior índice de reprodução de cores, o que significa dar mais visibilidade dos objetos na via. Além disso, os novos equipamentos em LED são 214,81% mais eficiente do que as luminárias vapor de sódio existentes; e permite que ao final de 50 mil horas de utilização ainda seja garantido pelo menos 70% do fluxo luminoso inicial projetado.

Ilumina Recife – Desde 2013 a Prefeitura vem modernizando o Parque de Iluminação Pública da cidade em locais como as avenidas Agamenom Magalhães, Norte, Boa Viagem e Recife, além de acesso a áreas de morros na cidade. A eficientização proposta pelo município busca justamente uma melhora da iluminação das vias atrelada a fatores sustentáveis, como a redução da potência das luminárias utilizadas. Dessa forma, utilizam-se lâmpadas com potência reduzida, mas que garantam a qualidade da iluminação da via. A consequência disso é a diminuição no consumo de energia. Na Avenida Boa Viagem, por exemplo, essa redução pode chegar a 70%. A implantação de LED nos morros também já beneficiou os acessos a diversas comunidades, como Morro da Conceição; Alto Santa Isabel; Alto José do Pinho; Alto José Bonifácio; Alto do Mandu; na Cohab/Ibura sendo contempladas Av. Pernambuco, Av. Rio São Francisco, Av. Engenho Serra Verde, Av. Engenho Muirbeca, Av. Engenho Muribara, Av. São Paulo, Av. Santa Fé, Av. Rio Largo e Av. 12 de Junho além de 13 luminárias no Jordão, instaladas na Rua Cristália. Outras localidades ainda serão atendidas com a ação.

recife

Crédito: Andrea Rego Barros / PCR

recife

Crédito: Andrea Rego Barros / PCR




Prefeito Geraldo Julio (PSB) participou da entrega do equipamento
Prefeito Geraldo Julio (PSB) participou da entrega do equipamentoFoto: Andrea Rego Barros / PCR

O Programa Chegando Junto, da Prefeitura do Recife, leva mais um Pertencer - Espaço de Convivência à população. Dessa vez os beneficiados são os moradores do Residencial Travessa do Gusmão, no bairro de São José. O prefeito Geraldo Julio esteve no local nesta terça-feira (8) para fazer a entrega do equipamento. Este é o segundo espaço do tipo entregue pelo programa, o primeiro foi no Habitacional Padre Miguel, em Afogados. Os Espaços são uma iniciativa da Secretaria de Habitação do Recife com foco na Primeira Infância e empregabilidade de mulheres.

No local, de um lado as crianças participavam de rodas de brincadeiras, no outro, vivenciavam momentos de leitura, enquanto outros subiam e desciam pelos escorregos. Em contrapartida, jovens mães demonstravam tranquilidade para ir a seus empregos ou para procurar oportunidades de trabalho. “O Espaço Conviver da Travessa do Gusmão acolhe hoje 40 crianças que vão poder passar o dia com segurança, bem alimentadas, com toda a parte de desenvolvimento trabalhada, enquanto as mães, podem sair para trabalhar sabendo que seus filhos estão em segurança. Alguma delas vão trabalhar aqui mesmo, cuidando das crianças do próprio conjunto”, explicou o prefeito Geraldo Julio.

O gestor também declarou que está identificando outros espaços e que o objetivo é implantar o modelo em outros locais. “Estamos identificando espaços que possam receber requalificação, e que tenham condições para se colocar a estrutura necessária, para que possamos aliviar e ajudar as famílias que precisam trabalhar e não tem onde deixar seus filhos. Esse espaço evita também que as crianças sejam levadas para o trabalho pelos pais”, destacou.

No total, a ação irá atender 40 crianças entre seis meses e seis anos de idade, que ficarão sob os cuidados de 16 moradoras-colaboradoras do próprio habitacional. As colaboradoras, por sua vez, estão devidamente matriculadas na modalidade de Educação de Jovens e Adultos (EJA) com o curso profissionalizantes de Brinquedista - curso com 360 horas-aula distribuídas em três módulos ao longo de 18 meses - e que irão auxiliar nas atividades de recreação sob a coordenação de uma arte-educadora.

O espaço de convivência, que fica dentro do próprio conjunto habitacional, foi totalmente reformado. Além do salão, onde serão desenvolvidas as atividades, o projeto conta com uma cozinha que servirá de apoio para a manipulação dos alimentos que serão servidos às crianças. No local, as crianças serão orientadas a brincar com qualidade através recursos como brinquedos e jogos lúdicos para o desenvolvimento integral no período da Primeira Infância.

A secretária de Habitação do Recife Isabella de Roldão explicou a importância da iniciativa. “Este é um local voltado para atender a população infantil, aqui especificamente atendemos crianças de seis meses a seis anos. Essa experiência tem um recorte muito legal, que além de oferecer um local para que os pais deixem seus filhos para poder trabalhar, também estimula que as mulheres voltem a estudar e assim poder trabalhar como colaboradora do projeto”, afirmou a secretária.

O Pertencer foi pensado para fortalecer a presença das mulheres no mercado de trabalho e criar espaços recreativos voltados para primeira infância, onde as mães que moram no local poderão contar com uma área para deixar seus filhos enquanto trabalham. Para participar da ação, as crianças acima de quatro anos devem estar regularmente matriculadas em rede de ensino formal, devendo seus representantes legais apresentarem, no ato da inscrição, declaração da instituição de ensino que ateste a matrícula e frequência escolar.

Valquíria da Silva de 19 anos é uma das beneficiadas do projeto. A jovem voltou à escola depois de saber da oportunidade de trabalho no Pertencer. “Eu gosto muito de criança e essa experiência está sendo muito legal. Voltei a estudar e faço o curso de Brinquedista e hoje tenho oportunidade de colaborar com o projeto. Aqui distraímos a mente, aprendemos novas coisas, estou muito feliz com a oportunidade”, pontuou.

Para o chefe do UNICEF para território do Semiárido, Dennis Larsen, presente no ato, a iniciativa da Prefeitura do Recife é extremamente importante e ações desenvolvidas no Recife são destaque no mundo todo. “Para a UNICEF a Primeira Infância é prioridade e os mil primeiros dias de vida são fundamentais para vida das crianças. Então o espaço é incrível, muito importante porque em áreas mais vulneráveis elas sofrem mais, então é essencial uma boa alimentação, estímulo a aprendizagem e apoio social. Nós estamos muito satisfeitos com o exemplo que a Prefeitura está dando para outras cidades”, declarou Larsen.


Prefeito do Recife, Geraldo Julio (PSB) participou da inauguração.
Prefeito do Recife, Geraldo Julio (PSB) participou da inauguração.Foto: Andrea Rego Barros / PCR

Um dos principais equipamentos de lazer da Zona Oeste, o Parque Doutor Arnaldo Assunção, foi requalificado. Na noite desta segunda-feira (30), o prefeito Geraldo Julio esteve no local para fazer a entrega. Com um investimento de R$ 140 mil, o parque recebeu intervenções executadas pela Autarquia de Manutenção e Limpeza Urbana (Emlurb).

O prefeito destacou a importância do espaço para a população. “O Parque era uma pedido antigo das pessoas daqui, precisava de uma requalificação completa e nós conseguimos fazer. Construímos um minicampo novo de areia, todo o parque infantil foi recuperado, mesas e bancos também, iluminação melhorada, uma reforma completa. Um equipamento para todo mundo que já usa o espaço, possa aproveitar ainda mais”, afirmou o prefeito.

O Parque Arnaldo Assunção foi Inaugurado em 1987 e tem uma área de 2,4 hectares. As intervenções contemplaram a requalificação de toda a iluminação, a construção de um minicampo de areia para as crianças, recuperação da quadra e alambrado, pintura do piso, recuperação do parque infantil com todos os brinquedos reformados, inclusão de uma gangorra, instalação de mesas e bancos. O parque também recebeu melhorias na acessibilidade e intervenção do projeto Colorindo o Recife.

parque

Crédito: Andrea Rego Barros / PCR

Câmara dos Vereadores do Recife
Câmara dos Vereadores do RecifeFoto: Bruno Campos/Arquivo Folha de Pernambuco

Agenda da semana (30 de setembro a 04 de outubro de 2019)

Segunda-feira (30)

10h - Audiência Pública: Avaliação do cumprimento das metas fiscais do 2º quadrimestre de 2019 - Presidida por Eriberto Rafael

10h - Reunião Solene: Título de Cidadão do Recife ao Treinador de Futebol Givanildo José de Oliveira - Promovida por Davi Muniz

15h - Reunião Plenária

17h – Reunião da Comissão de Legislação e Justiça – Presidida por Aerto Luna

17h- Reunião da Comissão de Finanças e Orçamento – Presidida por Eriberto Rafael

Terça-feira (01)

09h - Audiência Pública: Situação dos Mercados Públicos do Recife - Promovida por Aline Mariano

15h - Reunião Plenária

Quarta-feira (02)

09h - Reunião Pública: Educação Não Violenta - Promovida por Ivan Moraes

14h - Reunião da Comissão de Educação, Cultura, Turismo e Esportes - Presidida por Ana Lúcia

15h - Reunião Plenária


Quinta-feira (03)

17h - Reunião Solene: Homenagem ao Dia do Profissional do Secretariado - Promovida por Almir Fernando


Sexta-feira (04)

10h - Reunião Solene: Homenagem ao Dia dos Agentes Comunitários de Saúde e dos Agentes de Combate às Endemias - Promovida por Benjamim da Saúde

O RenovaBR se caracteriza por ser escola de formação e tem alunos de mais de 30 partidos diferentes
O RenovaBR se caracteriza por ser escola de formação e tem alunos de mais de 30 partidos diferentesFoto: Divulgação

De olho nas eleições municipais de 2020, o RenovaBR realizou, neste sábado (28), no Museu do Cais do Sertão, o último encontro do ciclo deste ano. Foram aulas que serviram tanto para quem quer se candidatar a vereador e prefeito como para quem deseja atuar em cargos técnicos.

Para capacitar cidadãos de todas as regiões do país, a escola de formação política optou por um modelo de aprendizado online e multiplataforma. O conteúdo é diversificado e a carga horária total é de 96 horas – 24 horas de exercícios e atividades eletivas. Gabriel Azevedo, professor do RenovaBR, explicou os objetivos do cursos ministrados.

“O Brasil é um país. Nós reunimos 1.411 pessoas completamente diferentes, mas unidas com um só propósito: renovar o Brasil com boas práticas na política indo para as urnas no ano que vem com conhecimento e como transformar a cidade. Como fazer estratégia eleitoral baseada na ética que ignore a compra de votos”, afirmou Gabriel Azevedo.

Os alunos selecionados estudam temas ligados aos principais desafios dos municípios brasileiros, além de comunicação política. As aulas incluem ética e liderança, como organizar uma campanha, saúde e educação pública, planejamento urbano, ocupação do solo, entre outras. As aulas começaram em agosto e vão até dezembro.

“Através de amigos que já eram do RenovaBR. O evento é sensacional. Tenho a pretensão de me candidatar a vereador no que vem. Tem cpontepudo acrescido de motivsação. A politica tem que ter gente honesta e capacitada. Costumo dizer que o Renova é completo por isso”, disse o aluno João Vítor Godoy, 19 anos, de Caruaru.

Segundo Gabriel Azevedo, O RenovaBR se identifica como uma escola de formação política e não se classifica como movimento porque é suprapartidário e não defendem pauta política específica.

O Chegando Junto é um programa municipal de assistência e geração de renda, implantado pelo prefeito Geraldo Julio, com o objetivo de reduzir a pobreza e a desigualdade
O Chegando Junto é um programa municipal de assistência e geração de renda, implantado pelo prefeito Geraldo Julio, com o objetivo de reduzir a pobreza e a desigualdadeFoto: Inaldo Lins/ PCR

A mais recente comunidade beneficiada foi a Cohab/Ibura de Cima, onde 77 pessoas receberam, nesta sexta (27), os kits com materiais de trabalho e os certificados de conclusão

O Programa Chegando Junto, lançado pela Prefeitura do Recife para reduzir a pobreza e a desigualdade social na cidade, atingiu a marca de 457 recifenses formados, em três meses, pelos minicursos de qualificação profissional. A mais nova comunidade beneficiada foi a Cohab/Ibura de Cima, onde 77 pessoas receberam, nesta sexta-feira (27), os kits com materiais de trabalho e os certificados de conclusão nas áreas de manutenção de bicicleta; manicure e pedicure; corte de cabelo masculino; e bijuteria artesanal.

Os próximos minicursos já começam na próxima segunda-feira (30). A Associação de Moradores da Vila Maria Lúcia e Vila Aliança, que fica na rua Erval, S/N, Ipsep, receberá as aulas de corte de cabelo masculino e bijuteria artesanal, enquanto que a atividades de manicure e pedicure e manutenção de bicicleta acontecerão na Associação dos Moradores do Entra Pulso, na Rua Jorge Couceiro da Costa Eiras, 110. As inscrições podem ser feitas nos locais e há 25 vagas para cada minicurso.

Além de aprender uma atividade, os concluintes recebem os equipamentos básicos para começar a trabalhar e empreender na área que estudaram. Os minicursos acontecem dentro das comunidades e têm 40 horas de aulas teóricas e práticas, com orientações sobre como empreender. “O Chegando Junto é um esforço da Prefeitura para diminuir a miséria e estimular a geração de renda nos bairros. Queremos que o dinheiro das pessoas rode dentro dos locais onde elas moram. Quem recebeu os certificados e os kits já pode começar a trabalhar”, afirma o secretário executivo de Articulação Política, Leonardo Bacelar.

Para participar dos minicursos, que são geridos pela Secretaria de Trabalho, Qualificação e Empreendedorismo, é preciso ter mais de 18 anos; ser beneficiário de programas sociais; e morar na região atendida. Os minicursos de qualificação profissional do programa Chegando Junto foram lançados em julho e já formaram 457 pessoas nos bairros da Torre, Santo Amaro (Ilha Santa Terezinha), Sancho, Dois Unidos, Macaxeira e Nova Descoberta, além da Cohab/Ibura de Cima.

O morador Thiago da Costa Figueirêdo, que concluiu o minicurso de corte de cabelo masculino, diz que agora pretende trabalhar dentro de casa e também em domicílio. “Gostei muito das aulas. Elas serviram como uma especialização para mim, porque eu já trabalhava cortando cabelo. Sem dúvida, com o certificado, minha clientela vai aumentar”, elogia. Por sua vez, Andréia Didier ganhou o certificado e o kit da área de bijuteria artesanal. “Adoro fazer artesanato e outros serviços manuais. Vou vender para os amigos e vizinhos, além de usar as redes sociais”, garante.

Os alunos que fizeram o curso de manutenção de bicicleta receberam kit com bomba de ar, espátulas para troca de pneu e conjunto de chaves; os profissionais de corte de cabelo estarão prontos para trabalhar, com tesoura, máquina, borrifador, navalha, caixa de lâmina e pente; quem cursou manicure e pedicure ganhará alicate, tesoura de unha, lixa de unha, palito, esmalte, base, afastador de dedo, acetona, toalha e algodão; e quem optou pela área de bijuteria artesanal ganha chita, feltro de duas cores, haste de brincos, argola, alicate de biju, agulhas, linha, tecido juta e cola de silicone.

Chegando Junto - O Chegando Junto é um programa municipal de assistência e geração de renda, implantado pelo prefeito Geraldo Julio, com o objetivo de reduzir a pobreza e a desigualdade, que vêm crescendo no Brasil. A iniciativa promove diversas ações divididas nas áreas de assistência à população e apoio à geração de renda.

Além dos minicursos profissionalizantes, já estão em andamento ações como o projeto Renda Por App, que vai sortear, a cada mês, 100 kits contendo uma bicicleta e um smartphone com pacote de dados, possibilitando que os beneficiados prestem serviços para aplicativos de entrega a domicílio; os mutirões de saúde; os Espaços de Convivência Pertencer (que proporcionam locais para as mulheres deixarem seus filhos enquanto trabalham); e as Frentes de Trabalho Miguel Arraes, que ofertam postos de trabalho nas escolas e unidades de saúde municipais.

Além disso, o Chegando Junto vai lançar o projeto VEM Meu Emprego; construir também três restaurantes populares e um abrigo noturno; o projeto Gera Cidadania vai oferecer oficinas pedagógicas e artísticas para crianças, adolescentes e jovens no contraturno escolar; e será dado auxílio e assistência técnica aos moradores para reformar e construir suas casas, entre outras iniciativas.

Proposta é do vereador Ivan Moraes (PSOL)
Proposta é do vereador Ivan Moraes (PSOL)Foto: Divulgação / Câmara Municipal do Recife

"Não se nega um copo d'água a ninguém". Assim argumentou o vereador Ivan Moraes (PSOL) para defenser a aprovação do Projeto de Lei Ordinária 188/2017, de sua autoria, que determina a restaurantes, pizzarias, churrascarias, bares, cafés, lanchonetes, casas de suco e de shows forneçam água filtrada gratuitamente aos seus clientes. "É um projeto voltado para o público consumidor", diz Ivan.

O estabelecimento que se negar a fornecer água filtrada pagará multa de R$ 500. O PL também se estende a utilização da mesma água para fabricação de gelo destinado aos de bebidas. A lei já existe no Sergipe, Distrito Federal, Rio de Janeiro, Tocantins e nos municípios de Serra, no Espírito Santo, além de Campinas, em São Paulo.

O projeto foi aprovado por 18 votos favoráveis contra apenas do vereador André Régis (PSDB). Na próxima segunda-feira (30), o PL deve retornar para a segunda discussão e, se aprovado de novo, vai pra a sansão.

"As vantagens de se introduzir tal prática na cidade do Recife são mais do que evidentes. Antes de tudo, por acentuar a natureza da água como bem essencial, cujo fornecimento não pode ser objeto de lucro. Além disso, por poupar o consumidor de gastos que poderá evitar, se for do seu interesse, já que a água filtrada não representa nenhum risco à saúde em relação à água mineral. E, não fosse o bastante, pelo benefício que tiraria o meio ambiente do menor consumo de recipientes plásticos, os mais empregados pela indústria da água mineral", diz o projeto.

No texto da lei, existem alguns pontos para serem esclarecidos sobre deveres do estabelecimento:

* A água deve ser filtrada

* É facultativo ao estabelecimento o fornecimento de água filtrada gelada

* A água fornecida deverá ser proveniente de filtros em conformidade com a Norma
Técnica NBR Nº 16.098, de agosto de 2012, e ter qualidade comprovada pelos órgãos da Vigilância Sanitária.

* A água utilizada para a fabricação de gelo destinado às bebidas em copo deverá ser
obrigatoriamente filtrada

* A gratuidade do fornecimento de água filtrada deverá ser fixada em placa ou cartaz
visível ao público, como também, em sistema braile: O tamanho do aviso não poderá ser inferior a uma folha de proporções A3, em fonte Arial 40.

* A recusa ao fornecimento de água filtrada sujeitará o infrator à multa de R$ 500,00
por cada infração

* Caberá ao Poder Executivo definir os meios de fiscalização

* Esta Lei entrará em vigor após 90 (noventa) dias da sua publicação, revogadas as
disposições em contrário

Leia o Projeto de Lei na íntegra aqui. 

Além da Capital Pernambucana, o evento também acontecerá no mesmo dia em outras localidades do Brasil
Além da Capital Pernambucana, o evento também acontecerá no mesmo dia em outras localidades do BrasilFoto: Divulgação

Associação de Mulheres Empreendedoras realiza evento em parceria com o Senado Federal, na próxima quinta-feira (26), o 2° Simpósio, que tem como tema: A importância da Mulher na Construção de um Parlamento Democrático. O evento reunirá parlamentares e mulheres que se destacam no mercado de trabalho, nas mais diversas áreas de atuação. O evento acontecerá no Auditório da Universidade Católica de Pernambuco, das 17h ás 21h.

Com sede na cidade de Boston, nos Estados Unidos, a AME tem atuação no território americano em Nova Iorque, Sul da Flórida, Orlando, Nova Jersey, Massachusetts, Connectcut e Carolina do Sul e, no Brasil, possui sede na Capital Pernambucana, no Recife. A AME é uma ONG que foi fundada pela atual presidente da instituição, a influenciadora Lilian Mageski, em novembro de 2014 e tem como objetivo realizar eventos, networking, exposições, workshop, apoio emocional e profissional, cursos, palestras, além de ações sociais. A vice-presidente é a delegada Tereza Nogueira, que coordena os trabalhos sociais da Organização, no Brasil.

Além da Capital Pernambucana, o evento também acontecerá no mesmo dia em outras localidades do Brasil. Brasília, Rio de Janeiro, São Paulo, Goiania e Jatai.
De acordo com Lilian Mageski, a finalidade da AME é proporcionar apoio e suporte às mulheres imigrantes brasileiras que vivem nos Estados Unidos e se encontram em situação de vulnerabilidade. “Precisamos nos unir e ajudar essas mulheres a se tornarem independente e empoderadas. Nos Estados Unidos, não existe um trabalho voltado para mulheres brasileiras que passam por inúmeras dificuldades”, destacou a presidente da AME.

Ainda segundo Lílian, a AME está sempre engajada em projetos sociais voltados para o público feminino, como o Bolsa de Mulher, que acontece na primeira semana de Dezembro. Assim como também, a entrega de lenços estampados em hospitais para aquelas que estão acometidas por doenças que predominam a queda de cabelo, entre outros.

Já a vice-presidente da Organização, Tereza Nogueira destacou a importância do desenvolvimento de ações sociais voltadas para ajudar mulheres que necessitam de suporte emocional, financeiro e de iniciativas que melhorem a autoestima, o empoderamento e autoconfiança.

“Em nossos encontros sempre realizamos palestras motivacionais com mulheres que se destacam em diversas áreas profissionais. Esperamos levar uma mensagem sempre positiva, em defesa de nossos direitos e estimulando o protagonismo feminino”, disse Tereza Nogueira.

Geraldo lança projeto Renda Por App, dentro do Programa Chegando Junto
Geraldo lança projeto Renda Por App, dentro do Programa Chegando JuntoFoto: Andrea Rego Barros / PCR

O motivo, o lançamento do projeto Renda por APP, na manhã desta quarta-feira (25), mais uma ação prevista no Programa Chegando Junto que busca estimular a geração de renda, combate à pobreza e assistência à população mais carente, da Prefeitura do Recife. O prefeito Geraldo Julio apresentou o projeto e destacou o compromisso da gestão em gerar renda para a população.

“No tempo de desemprego recorde no Brasil, de muita gente desempregada há mais de três anos, a prefeitura quer ajudar a população a ter sua própria renda. Com isso vamos inserir pessoas que não tem nem telefone e dar a eles a possibilidade de trabalhar com aplicativos, com entregas, e fazer renda para sustentar sua família”. O prefeito também destacou outras ações importantes do Chegando Junto. “Este projeto vem reforçar ações como o Pertencer, as Frentes de Trabalho Miguel Arraes, que foi criado para ajudar as pessoas a enfrentar esse momento difícil, garantindo sua renda”, pontuou.

Com a proposta de fomentar a geração de renda para a população desempregada, através de aplicativos, o Renda por APP, vai sortear a cada mês, 100 kits contendo uma bicicleta e um smartphone com pacote de dados, por 12 meses, possibilitando que os beneficiados aumentem sua renda prestando serviços para os diversos aplicativos de entrega a domicílio disponíveis no mercado. Até o final de 2020 serão distribuídos 1300 kits.

Para participar, os candidatos precisarão comprovar residência na capital pernambucana, ter mais de 18 anos e estar inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico). As inscrições começam no dia 1º de outubro e serão presenciais, nas agências de emprego situadas no Bairro do Recife, na Avenida Rio Branco e em Casa Amarela, na Avenida Norte, 5600.

O Secretário de Trabalho, Qualificação e Empreendedorismo do Recife, Antônio Júnior, explicou como vai funcionar o projeto. “Depois que o candidato completar a inscrição, eles receberão um número que será sorteado pela extração da Loteria Federal. No recebimento dos kits, eles assinarão um termo de compromisso com o regulamento do programa, que inclui a proibição de venda ou repasse dos kits a terceiros. Nós também vamos acompanhar mensalmente os beneficiados, e orientá-los com palestras de empreendedorismo e treinamento de como atender por meio de aplicativos”, afirmou.

João Henrique, 27 anos, foi um dos jovens que conheceram o projeto. “Estou há três anos desempregado e fiquei surpreso e feliz com a possibilidade de ser um beneficiado. Acho que é uma oportunidade que vai fazer muita gente não cair no caminho errado. Vou me inscrever e estou preparado para o que vier”, pontuou. Outro que se entusiasmou com a oportunidade foi Raimundo dos Santos (27), dois filhos “Esse é um projeto muito bom para gente que não aparece nenhuma oportunidade. Estamos correndo atrás, mas esta difícil. Estou a mais de dois anos sem trabalho”, contou.

As bicicletas contidas no kit têm aro 26, com 21 marchas, totalmente equipadas com capacete e os demais itens de segurança exigidos pelo Conselho Nacional de Trânsito (Contran). Com o smartphone, os sorteados poderão ter mais uma fonte de renda trabalhando para aplicativos de entrega como Rappi, Uber Eats, iFood, entre outros.

A população pode tirar dúvidas e obter mais informações sobre o projeto Renda por APP por meio dos telefones 3355-2901 e 3355-8053. O projeto será gerenciado pela Secretaria de Trabalho, Qualificação e Empreendedorismo (STQE).

Chegando junto - O Chegando Junto é o programa municipal de assistência e geração de renda, implantado pelo prefeito Geraldo Julio, com o objetivo de reduzir a pobreza e a desigualdade, que vem crescendo no Brasil. A iniciativa promove diversas ações divididas nas áreas de assistência à população e apoio à geração de renda.



Já estão em andamento ações como os minicursos profissionalizantes, que já formaram 380 pessoas em diversas comunidades, além de 80 atualmente cursando; os mutirões de saúde; os Espaços de Convivência Pertencer (que proporcionam locais para as mulheres deixarem seus filhos enquanto trabalham); e as Frentes de Trabalho Miguel Arraes, que ofertam postos de trabalho nas escolas e unidades de saúde municipais.

Além disso, o Chegando Junto vai lançar o projeto VEM Meu Emprego; construir também três restaurantes populares e um abrigo noturno; o projeto Gera Cidadania vai oferecer oficinas pedagógicas e artísticas para crianças, adolescentes e jovens no contraturno escolar; e será dado auxílio e assistência técnica aos moradores para reformar e construir suas casas, entre outras iniciativas.

comece o dia bem informado: