Foram encontrados 136 resultados para "Recife":

O seminário vai reunir cerca de 200 mulheres e contará com a presença do presidente estadual do DEM, o ex-ministro Mendonça Filho, e da líder do partido na Assembleia Legislativa, Priscila Krause
O seminário vai reunir cerca de 200 mulheres e contará com a presença do presidente estadual do DEM, o ex-ministro Mendonça Filho, e da líder do partido na Assembleia Legislativa, Priscila KrauseFoto: Divulgação

O Democratas reúne, neste sábado (14), no Mar Hotel, pré-candidatas às eleições municipais de 2020, de todas as regiões do Estado, no Seminário Nacional promovido pelo DEM Mulher. “As mulheres e pré-candidatas pernambucanas se integram à mobilização nacional que o partido está fazendo para formar lideranças femininas e capacitá-las para pleito em 2020. Queremos também sensibilizar as ainda não filiadas e que tenham intenção de entrar na política”, afirmou a presidente estadual do Democratas Mulher, Lucielle Laurentino.

Durante todo o dia, haverá debates sobre a política brasileira, estratégias de comunicação para fortalecimento de capital político, questões jurídicas e oficinas com atividades práticas.

O seminário vai reunir cerca de 200 mulheres e contará com a presença do presidente estadual do DEM, o ex-ministro Mendonça Filho, e da líder do partido na Assembleia Legislativa, Priscila Krause. “É fundamental a participação da mulher no processo político. O partido está trabalhando para ampliar o acesso das mulheres aos seus quadros. Essa mobilização nacional faz parte desse trabalho e visa dar suporte e levar conhecimentos essenciais para o desenvolvimento de uma campanha eleitoral”, disse Priscila Krause.

Mendonça Filho que é também presidente do Instituto Liberdade e Cidadania (ILEC), braço de formação política do DEM, afirmou que os seminários nacionais realizados neste segundo semestre em todo o País integram a Estratégia Nacional de Formação Política para Mulheres implementada pelo partido, junto ao Mulher Democratas e ao ILEC. Paralelo aos seminários, o Democratas está promovendo cursos de formação, como o que está sendo realizado com líderes femininas no Recife e Região Metropolitana.

No curso do Recife, realizado em três etapas, as mulheres estão debatendo o protagonismo feminino dentro das comunidades e a necessidade da inserção das mulheres na política. “Em 2020, o Instituto Liberdade e Cidadania lançará a Escola de Formação com plataforma de educação à distância para ampliar e facilitar o acesso das mulheres e dos filiados em geral aos nossos cursos de formação”, afirmou Mendonça.

O prefeito Geraldo Julio teve um encontro com o presidente do BEI, Werner Hoyer
O prefeito Geraldo Julio teve um encontro com o presidente do BEI, Werner HoyerFoto: Cortesia

O prefeito Geraldo Julio volta da Conferência das Partes da ONU sobre o Clima (COP25) com boas notícias para o Recife. O Projeto Parque Capibaribe, da Prefeitura do Recife, foi reconhecido entre mais de 140 trabalhos de todo o mundo e vai receber apoio técnico e financeiro do Banco Europeu de Investimentos (BEI). O aporte, na ordem de 300 mil euros faz parte do Desafio das Cidades para o Clima Global (GCCC) e será focado na parte de projetos para o Parque. O Recife foi um dos cinco selecionados por seus projetos ambiciosos de clima urbano potencialmente transformadores.
  
O prefeito Geraldo Julio comemorou a notícia. “Tivemos uma reunião com o Banco Europeu de Investimentos, onde eles anunciaram o financiamento do Parque Capibaribe, 300 mil euros para a parte de projetos. Nós apresentamos um projeto orçado em R$90 milhões, e eles vão participar neste primeiro momento na área de projetos, com a possibilidade concreta de captação também de recursos para obras, já em um volume muito maior de investimento, para fazer obras de peso no rio Capibaribe. Mas um dia produtivo aqui na Conferência do Clima da ONU”, destacou o prefeito.
  
O projeto apresentado focou na reabilitação e expansão do parque urbano, com o objetivo de melhorar a mobilidade sustentável, reduzir o risco de inundações e o impacto das ondas de calor, além de contribuir para o seqüestro de carbono. O Parque Capibaribe compreende um sistema de parques integrados ao longo das duas margens do Rio Capibaribe no Recife, revolucionando assim a forma como as pessoas vivem a cidade ao reconectá-las com as águas do rio, resgatando a bacia hidrográfica como espinha dorsal da cidade através de áreas de lazer, descanso e bem estar. A primeira etapa do parque já foi entregue, o Jardim Baobá. Também já foi concluída a revitalização da Praça Otávio de Freitas, no Derby, dentro do conceito do Parque.

Os projetos escolhidos pelo Desafio das Cidades para o Clima Global (GCCC) se concentram em ações críticas sobre o clima urbano, incluindo a melhoria da gestão de resíduos, a redução da poluição dos rios e dos oceanos, o transporte urbano sustentável, o esverdeamento de espaços urbanos e o aumento da resiliência urbana aos efeitos das mudanças climáticas.O GCCC faz parte de uma abordagem estratégica geral para ajudar as cidades a tirar do papel, seus projetos de ação climática.

O presidente do BEI, Werner Hoyer, falou sobre a importância do investimento. “As cidades precisam de apoio para lançar seus projetos climáticos e, à medida que fortalecemos nosso papel como banco climático da UE, nós do BEI precisamos de ótimos modelos. Por isso a parceria entre o Global Climate City Challenge com o GCOM, é imensamente importante. Nos mostra líderes climáticos como os cinco anunciados hoje, mas também ajuda a identificar o que é realmente necessário localmente para torná-los lucrativos, melhorar a vida das pessoas locais e combater as alterações climáticas”, concluiu.

O Parque, que se estenderá por 30 km, todo o percurso do Rio Capibaribe, irá articular espaços públicos existentes em uma área de influência de 42 bairros e promover transformações para que Recife se torne uma Cidade-Parque capaz de oferecer novas oportunidades e maior qualidade de vida a seus habitantes. O Parque Capibaribe é o ponto de partida para que o Recife se torne uma Cidade-Parque em 2037, quando a cidade comemora 500 anos.

Parque Capibaribe em números
* 30 km de extensão
* 445 mil pessoas beneficiadas
* 7.444 hectares de área de influência
* 45 quilômetros de cicloviários
* 51 quilômetros de ruas parque
* 42 bairros impactados
* 12 passarelas

Sobre o Banco Europeu de Investimento (BEI) - Ativo em cerca de 160 países ao redor do mundo, o Banco Europeu de Investimento (BEI) é a instituição de empréstimos de longo prazo da União Europeia e pertence aos Estados-Membros da UE. Disponibiliza financiamento a longo prazo para investimentos sólidos, a fim de contribuir para os objetivos políticos da UE, tanto na Europa como fora dela. O Grupo BEI terá como objetivo apoiar 1 trilhão de euros em investimentos em ações climáticas e sustentabilidade ambiental na década crítica de 2021 a 2030. Além disso, o Grupo BEI alinhará todas as suas atividades de financiamento com os princípios e objetivos do acordo de Paris pelo final de 2020.

Tim Gill participou de uma aula sobre meio ambiente junto com crianças da rede municipal
Tim Gill participou de uma aula sobre meio ambiente junto com crianças da rede municipalFoto: Divulgação

O especialista e pesquisador inglês em Primeira Infância, Tim Gill, esteve na tarde desta segunda-feira(09) a bordo do Barco Escola Águas do Capibaribe. Ele assistiu a uma aula sobre meio ambiente junto com alunos do 5º ano da Escola Novo Mangue, localizada na Joana Bezerra. Tim teve a oportunidade de navegar do Marco Zero, no Porto do Recife, até a Bacia do Pina, passando pelo Parque dos Manguezais (na altura do Shopping RioMar) seguindo até a Ilha de Deus.

Tim Gill é referência internacional em espaços urbanos para crianças e criador do dia Mundial do Aprender Brincando. Gill, que está realizando uma pesquisa mundial junto ao Churchill Fellowship project sobre experiências e projetos na área, escolheu a capital pernambucana como uma das referências em relação à Primeira Infância e, durante esta semana, irá conhecer as iniciativas locais voltadas para o tema. Recife possui mais de 70 ações voltadas para crianças de 0 a 6 anos.
}
No trajeto de barco, ele ficou impressionado com a beleza da cidade vista de um outro ângulo e afirmou que esse tipo de experiência é a melhor maneira de estudantes e a população dar importância para o rio. “Ver o rio de perto, sentir seu cheiro e conhecer as vidas que dependem dele é uma boa maneira de reconhecer sua importância para a cidade”, comentou Gill. Ele esteve acompanhado de representantes da Agência Recife para Inovação (ARIES) e da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação.

No Parque dos Manguezais no trecho do Shopping Rio Mar, acontece o encontro de cinco Rios: Ipojuca, Pina, Jiquiá, Tejipio e Jordão. A professora Mônica Coelho, que também é autora de livros infantis que tratam de meio ambiente, foi uma das que ministrou a aula durante o percurso e destacou que todas as vezes que as pessoas descartam o lixo em local incorreto, ele acaba nos rios e segue para os oceanos, prejudicando centenas de animais. “O manguezal serve de maternidade, berçário, refeitório e lar para muitos animais”, enfatizou.

Barco - Recife é pioneira na criação de um barco-escola, Águas do Capibaribe, que foi fundado há 16 anos com foco em ecopedagogia. Nele são realizados passeios-aula com até 50 pessoas nos turnos da manhã e tarde e a embarcação já atendeu mais 140 mil estudantes.

Penúltimo dia da Festa do Morro 2019
Penúltimo dia da Festa do Morro 2019Foto: Andréa Rêgo Barros/PCR

Na primeira missa da Festa do Morro do dia, neste sábado (7), o prefeito do Recife, Geraldo Julio (PSB), esteve acompanhado da sua esposa, Cristina Melo, pelo deputado federal João Campos (PSB) e por Renata Campos, além de vereadores da base socialista, como o vice-presidente da Câmara Aerto Luna (PSB), Rodrigo Coutinho (SD), Hélio da Guabiraba (Sem partido), Chico Kiko (PP) e Aderaldo Pinto (PSB).

De agenda marcada ainda este mês com o presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, e o presidenciável Ciro Gomes (PDT), conforme adiantado pela coluna Folha Política, Geraldo Julio foi conciso ao ser questionado sobre as reuniões realizadas por lideranças do partido, como ele próprio e o governador Paulo Câmara (PSB) com figuras proeminentes de outras legendas, como o PSD e o PT. "As conversas das eleições de 2020 ainda não iniciaram, só vamos iniciar no próximo ano, mais perto da eleição", garantiu.

Leia também:
Ciro terá agendas com Geraldo e Túlio Gadêlha no Recife
Festa do Morro: Fiéis lotam santuário na véspera do dia de Nossa Senhora da Conceição


João Campos, por sua vez, disse que as conversas "são normais" e que os socialistas têm como desejo o diálogo com "forças progressistas", independentemente de eleição. "A política é uma arte do diálogo contínuo, a gente não deve pensar em política só pensando em eleição, ou só fazer em tempo de eleição. Então, essas conversas são normais, elas acontecem e acho que o PSB tem sim o desejo de dialogar com as forças do campo da centro-esquerda, com forças progressistas", afirmou.

O deputado frisou ainda que as parcerias da centro-esquerda visam se contrapor ao "grande inimigo" do Brasil. "Hoje, o grande inimigo que existe no Brasil, o grande adversário do povo Brasileiro é Jair Bolsonaro e a onda conservadora. Então, quanto mais as forças de esquerda puderem conversar para garantir as conquistas sociais e esse estado de bem-estar social que a gente vem construindo nesses últimos tempos para o nosso povo é importante".

Encontro tratou sobre o movimento sindical na atualidade com participação de diversas entidades sindicais
Encontro tratou sobre o movimento sindical na atualidade com participação de diversas entidades sindicaisFoto: Vitor Gabriel/Abbc Comunicação

A unidade das Centrais Sindicais, formadas pela Força Sindical de Pernambuco, UGT e Nova Central Sindical receberam na sede da Força Sindical nesta sexta (6) o Prefeito da Cidade do Recife, Geraldo Júlio em um café da manhã para dialogar sobre movimento sindical do Recife e do país. Participaram do encontro as centrais Força Sindical, UGT, Nova Central PE e mais de 80 sindicatos. Temas como Reforma Trabalhista, Reforma da Previdência protagonizaram o encontro.

"Estamos vivenciando um tempo que é necessário a unidade para defender o povo. Nunca vi um ataque tão violento e acelerado como é o ataque no que se refere à classe trabalhadora que está acontecendo em nosso país. Precisamos continuar o embate político porque os ataques tendem a continuar, precisamos travar tudo o que for contra o trabalhador, com combate e enfrentamento", ressaltou Geraldo Júlio.

"Este encontro demonstra a união da classe trabalhadora e chama à responsabilidade do nosso prefeito. Foi fundamental dialogarmos sobre a classe em um momento politicamente difícil para os trabalhadores. O companheiro Rinaldo está de parabéns pela iniciativa e espero que outros encontros aconteçam”, explica Israel Ferreira de Torres, presidente da Nova Central PE. Para Gustavo Walfrido, presidente da UGT PE, o movimento sindical precisa de parcerias que tenham compromisso com a classe trabalhadora. "Vivemos um momento de dificuldade para os trabalhadores e as centrais e sindicatos tem o compromisso de defender os interesses da classe".

Presidente da Força Sindical de Pernambuco e vereador do Recife, Rinaldo Júnior, avalia o encontro como positivo. "Recebemos várias entidades sindicais de diversos segmentos. O prefeito de mostrou sensível aos altos índices de desemprego, trazendo um panorama da situação nacional. Através deste encontro, abriu-se um canal entre diversas categorias e o poder público. A partir de agora o movimento sindical pode contribuir para o crescimento econômico da cidade do Recife com geração de emprego e renda", destacou Rinaldo Júnior.


Temas como Reforma Trabalhista, Reforma da Previdência protagonizaram o encontro

Temas como Reforma Trabalhista, Reforma da Previdência protagonizaram o encontro - Crédito: Vitor Gabriel/Abbc Comunicação

Decreto assinado pelo prefeito Geraldo Julio reúne um conjunto de medidas de combate a atos lesivos contra a administração pública
Decreto assinado pelo prefeito Geraldo Julio reúne um conjunto de medidas de combate a atos lesivos contra a administração públicaFoto: Andréa Rêgo Barros/ PCR

A Prefeitura do Recife deu um importante passo no cuidado com o dinheiro público e no combate a corrupção. O Prefeito Geraldo Julio assinou nesta sexta-feira (6), o decreto que regulamenta, no âmbito do Município do Recife, a responsabilização das pessoas jurídicas que praticam atos lesivos contra a administração pública. O decreto é baseado na Lei Federal Nº 12.846 conhecida como Lei Anticorrupção. Na cerimônia, estiveram presentes ainda o secretário do Tribunal de Contas da União em Pernambuco Evaldo José da Silva Araújo e o superintendente da Controladoria Regional da União em Pernambuco, Fábio da Silva Araújo.

O prefeito Geraldo Julio destacou a importância do decreto como mais um avanço no combate a corrupção na Prefeitura e que o objetivo é sempre a redução das injustiças sociais. “A assinatura desse decreto é mais um passo importante. Formaliza algo que a gente já tem como princípio, mas a nossa busca principal é combater as injustiças sociais e o combate as desigualdade, no país mais desigual do mundo”, afirmou o prefeito. Geraldo Julio lembrou outras ações propostas pela gestão em busca da transparência na administração municipal.

“Nossa gestão criou o Portal da Transparência, que hoje é reconhecido como o melhor do país, criamos a Controladoria Geral do Município, a carreira de gestor governamental na área de controle interno e vamos passo a passo aprimorando as ações, para que cada vez mais cada real que seja arrecadado tenha mais eficiência e entregue a população para combater as injustiças sociais”, pontuou.

O secretário do Tribunal de Contas da União em Pernambuco, Evaldo da Silva Araújo, lembrou a principal função do decreto para a gestão municipal. “O decreto possibilita que o ambiente negocial no Recife, a partir das compras realizadas pela Prefeitura sejam um ambiente mais limpo, porque ele cria a possibilidade de punir empresas que cometem atos delituosos”, afirmou. Já o superintendente da Controladoria Regional de Pernambuco Fábio da Silva Araújo falou que outras prefeituras podem se espelhar no exemplo recifense. “A Prefeitura do Recife mostra com o decreto sobretudo a preocupação que tem em modernizar todo o arcabouço em torno do combate mais efetivo à corrupção e serve de exemplo para que demais prefeituras também o façam”, finalizou.

Com a publicação do decreto, o Recife inaugura norma que possui um conjunto de medidas de combate atos lesivos contra a administração pública por parte de empresas privadas, como: a Responsabilidade Objetiva, quando empresas podem ser responsabilizadas em casos de corrupção, podendo ser estendidas a seus gestores. O decreto entra também na aplicação de multas, que prevê como isso deve ser feito tendo atenuantes e agravantes, dependendo do ato praticado. O ato prevê ainda o incentivo a contratação de empresas com Programa de Integridade. Os programas que servem para evitar que essas empresas e mal gestores atuem lesando o patrimônio público; Acordo de Leniência, se uma empresa cooperar com as investigações, ela pode conseguir uma redução das penalidades e por fim os Cadastros, onde vão ser criadas uma lista de empresas punidas para que toda a administração possa verificar se a empresa que foi punida fez acordo de leniência, por exemplo.

O Controlador Geral do Município André Nunes falou sobre a iniciativa. “A regulamentação do decreto vai possibilitar que a administração pública contrate melhor e evite que o recurso público seja desviado, não indo para o fim principal que é atingir a população que mais precisa”, destacou Nunes. Com a publicação do Decreto, a Prefeitura do Recife incentiva a implementação de Programa de Integridade no âmbito das pessoas jurídicas, que consiste no conjunto de mecanismos e procedimentos internos de integridade, auditoria e incentivo à denúncia de irregularidades e na aplicação e códigos de ética, políticas e diretrizes com o objetivo de detectar e sanar desvios, fraudes, irregularidades e atos ilícitos contra a Administração Pública.

Dia Internacional Contra a Corrupção - Na próxima segunda-feira (09). Por meio da Controladoria-Geral do Município, em parceria com o Fórum Permanente de Combate à Corrupção em Pernambuco (Focco-PE), realiza um evento para celebrar o Dia Internacional Contra a Corrupção. O controlador-geral do Município, André Nunes, apresentará as etapas para a implementação de Programa de Integridade da Prefeitura.

As atividades, abertas ao público, serão iniciadas às 9h, no auditório da PCR, no 15º andar. O evento contará com apresentações de representantes de órgãos integrantes do Focco-PE, da Controladoria Geral da União, Tribunal de Contas da União, Ministério Público Federal, Secretaria da Controladoria-Geral do Estado e Tribunal de Contas de Pernambuco.

Gerson Camarotti é um dos convidados
Gerson Camarotti é um dos convidadosFoto: Divulgação

O economista Gustavo Franco e o jornalista Gerson Camarotti estarão no Recife na próxima segunda (9) para comandar um bate-papo sobre as “Perspectivas Econômicas para o Brasil de 2020” no III Encontro Unimed Recife. A partir das 18h30, no Teatro RioMar, os convidados conversam sobre a conjuntura nacional, fazendo uma análise dos cenários político e econômico, a partir de temas como recuperação econômica, previdência e a necessidade de novas reformas.

Ex-presidente do Banco Central e sócio-fundador e estrategista-chefe da Rio Bravo Investimentos, Gustavo Franco é dos protagonistas do Plano Real, que completou 25 anos este ano. Camarotti, que também é escritor, é um dos principais comentaristas de política do país.

O economista Gustavo Franco também vai falar sobre  “Perspectivas Econômicas para o Brasil de 2020”

O economista Gustavo Franco também vai falar sobre “Perspectivas Econômicas para o Brasil de 2020” - Crédito: Divulgação

O prefeito Geraldo Julio apresentou os 30 embaixadores do Programa
O prefeito Geraldo Julio apresentou os 30 embaixadores do ProgramaFoto: Inaldo Lins/ PCR

Nesta quarta (4), o prefeito Geraldo Julio apresentou os 30 embaixadores do Programa. A primeira missão do grupo será a mobilização para o Mega Mutirão, que acontecerá dia 14 de dezembro simultaneamente em 12 locais espalhados por toda a cidade


Desde que foi criado, em 2016, o Programa Mais Vida nos Morros já transformou 32 comunidades do Recife e a vida de mais de 15 mil pessoas. Com cores, artes espalhadas por todos os lados, jardins, novos espaços para recreação, melhorias na infraestrutura, por exemplo, a Prefeitura do Recife vem repensando e redesenhando os espaços públicos. Mas a participação e o engajamento da população é determinante para o sucesso do programa. Buscando reforçar esse time, o prefeito Geraldo Julio ao lado da primeira dama Cristina Mello, apresentou nesta quarta-feira (4), os embaixadores do Mais Vida nos Morros, que se dedicarão voluntariamente a mobilizar, engajar e inspirar pessoas a fazerem a diferença nas comunidades.

“A mobilização de hoje vai dar uma escala ainda maior ao programa. Com o engajamento dessas pessoas que são lideres, admirados e referência em suas comunidades e na cidade, a gente vai aumentando a participação das pessoas, dando cada vez mais visibilidade a ação. O Mais Vida transforma o espaço público através dos próprios moradores, que decidem como e o que fazer e os embaixadores vêm para aumentar esse engajamento e assim levar mais qualidade de vida para essas comunidades”, afirmou o prefeito Geraldo Julio. O prefeito destacou ainda que a iniciativa, incentiva o turismo na cidade.

Os embaixadores tem a missão de angariar o maior número possível de voluntários. Ao todo foram 30 nomes escolhidos em conjunto com entidades do terceiro setor e da sociedade civil. São representantes da cultura, do esporte, da gastronomia, do ativismo social entre outros, além de moradores já beneficiados pelo programa, como Nena Queiroga, Geraldinho Lins, Cannibal, Lula Queiroga, Silvério Pessoa, Michele Mello, Schevchenko e Elloco, os chefs Thiago das Chagas e Carmen Virginia, e atletas como Kuki, Carlinhos Bala e Zé do Carmo.

A primeira missão do grupo será a mobilização para o Mega Mutirão Mais Vida nos Morros, que acontecerá dia 14 de dezembro, simultaneamente em 12 locais espalhados por toda a cidade. O Mais Vida nos Morros, foi apontado em maio deste ano pela ONU-Habitat como referência de inovação em políticas públicas por apostar no engajamento e no protagonismo dos moradores. Para o Mega Mutirão, os embaixadores tem como objetivo engajar cada vez mais pessoas para que participem ativamente da transformação das comunidade.

O secretário executivo de Inovação Urbana, Túlio Ponzi falou a preparação para a mega ação. “A expectativa é muito grande para esse mega mutirão. Queremos mobilizar todo o Recife para chegar junto, fazer diferença na vida da população que mais precisa. Serão 12 comunidades diretamente impactadas com a ação, levando mais auto estima, orgulho, pertencimento para os moradores e para a gente também. Tenho certeza que será um dia muito especial”, avaliou o Ponzi.

Dessa vez, a ação irá transformar a realidade de aproximadamente 4,8 mil moradores das comunidades de Santo Amaro, Vila União (Iputinga), Bola na Rede (Guabiraba), Arruda, Borborema (Setúbal), Dois Rios (Ibura), Jordão, Rio da Prata (Ibura), Sancho, Bela Vista (Ibura), Vila São Miguel (Afogados), UR-1 (Cohab). Também fazem parte do time Dj 440, Gerlane Lops, Michelle Melo, Romero Ferro, Adriana B, João do Morro, os ativistas Fábio Silva (Porto Social), Bruna Monteiro e Dulce Gaioso (nomes à frente do Mãetamorfose), o educador João Correia (nome à frente do Cognitivo), o consultor Francisco Cunha, o fotógrafo Max Levay e o atleta Gilberto Félix. Como representantes das comunidades que tiveram suas vidas transformadas também foram chamados os moradores: Hamon Donnavan do Alto José do Pinho; Flávia Cristina de Pedra Bonita, no Vasco da Gama; Laura Miranda, da Vila Burity, na Macaxeira; e Marcos Batatinha, da UR-10, da Cohab.

A emoção marcou o anuncio dos embaixadores. Angélica Nobre, moradora do Alto Santa Isabel, era uma das mais tocadas. “Eu tenho uma gratidão muito grande pelo que o projeto fez e faz pela minha comunidade. Foi assim que eu conheci e abracei o projeto. Hoje eu faço parte dessa história. Como embaixadora vou intensificar meu trabalho com culinária sustentável, educação ambiental e como empreendedora social no Angu das Artes vou poder levar minha experiência para outras comunidades”, comemorou Angélica. Nena Queiroga, entusiasta do projeto, vai representar Santo Amaro. “É uma emoção muito grande em fazer parte do projeto e de conhecer de perto a transformação que o Mais Vida esta fazendo na vida dos moradores”, afirmou.

Schevchenko dos MCs Schevchenko e Elloco era só orgulho por poder representar a comunidade de Rio da Prata. “Vou me empenhar assim como me dedico ao meu trabalho. Estou feliz e orgulhoso por poder ajudar e fico feliz em ver o trabalho que eles estão fazendo nos morros. Quando chegou na minha comunidade no Arruda, foi massa, melhorou a autoestima do povo. A gente hoje usa os espaços para gravar clipe, é muito gratificante”, afirmou. O jogador Kuki também falou sobre a nova missão como embaixador do Ibura. “Para mim é um privilégio. Acho que eu sou o único que não é recifense, mas todo mundo sabe que sou apaixonado pela cidade, pelo povo, que sempre me acolheu com amor e por isso procuro retribuir. Agora é arregaçar as mangas”, finalizou.

Quem quiser se candidatar e participar da ação poderá fazê-lo através de inscrição na Plataforma Transforma Recife (https://www.transformarecife.com.br/). Através do programa Chegando Junto, o Mais Vida nos Morros vem se espalhando por toda a cidade. O primeiro Megamutirão aconteceu em agosto deste ano, em 16 comunidades e beneficiou 2,4 mil moradores de regiões vulneráveis. Dessa vez, a ação irá transformar a realidade de aproximadamente 4,8 mil moradores das comunidades de Santo Amaro, Vila União (Iputinga), Bola na Rede (Guabiraba), Arruda, Borborema (Setúbal), Dois Rios (Ibura), Jordão, Rio da Prata (Ibura), Sancho, Bela Vista (Ibura), Vila São Miguel (Afogados), UR-1 (Cohab).

O Programa Mais Vida nos Morros já transformou  32 comunidades do Recife e a vida de mais de 15 mil pessoas, lembrou o prefeito

O Programa Mais Vida nos Morros já transformou 32 comunidades do Recife e a vida de mais de 15 mil pessoas, lembrou o prefeito - Crédito: Inaldo Lins/ PCR

O novo primeiro vice-presidente vai ocupar vaga até dezembro de 2020, quando se encerra o segundo biênio da 17ª Legislatura
O novo primeiro vice-presidente vai ocupar vaga até dezembro de 2020, quando se encerra o segundo biênio da 17ª LegislaturaFoto: Carlos Lima

Em reunião extraordinária na tarde desta segunda-feira (3), o vereador Aerto Luna (PSB) foi eleito com 26 votos para ser o novo vice-presidente da Câmara Municipal do Recife. Aerto Luna já havia sido indicado pelo Partido Socialista Brasileiro (PSB) após a morte do vereador Carlos Gueiros. O novo primeiro vice-presidente vai ocupar vaga até dezembro de 2020, quando se encerra o segundo biênio da 17ª Legislatura.

“Agradeço a Deus por esta oportunidade de representar meus pares na comissão executiva desta Casa. Agradeço aos vereadores e vereadoras pelo voto de confiança. Agradeço, também, a minha família que esteve sempre comigo nos momentos de decisão me apoiando e incentivando. Agradeço a minha equipe de gabinete e a todos que torceram por este momento. Tratarei da mesma, com muita coerência e ética esta nova missão que a mim foi delegada”, disse o vereador Aerto Luna.

O parlamentar finalizou seu discurso afirmando que toda comissão executiva pode contar com sua dedicação, comprometimento. “Darei o meu máximo para o bom êxito desta gestão”, concluiu o vice-presidente.

Em 2018, projeto de sustentabilidade e reciclagem ganhou o primeiro lugar na Feira de Conhecimentos do Recife
Em 2018, projeto de sustentabilidade e reciclagem ganhou o primeiro lugar na Feira de Conhecimentos do RecifeFoto: Ze Britto/Folha de Pernambuco

Nos próximos dias 3 e 4 de dezembro, acontece a maior feira de ciências de projetos de escolas públicas do Brasil, a 5ª Feira de Conhecimentos da Rede Municipal de Ensino do Recife (Fecon 2019). O evento reunirá 300 projetos de ciências, de 900 estudantes, de 106 Escolas Municipais e Unidades Tecnologia (Utecs).

A Feira é promovida pela Prefeitura do Recife, por meio da Secretaria de Educação do Município, e acontece no Centro de Convenções (portões G e H) de 9h às 17h. A entrada é gratuita e o evento aberto ao público. No primeiro dia (03), participarão projetos de unidades das Regiões Político-Administrativa (RPA) 2, 3, e 5. E no segundo e último dia, estarão presentes as unidades das RPAs 1, 4, e 6.

O objetivo da Fecon é fomentar o pensamento crítico e promover a troca de experiências de conteúdo científico, mobilizando os saberes produzidos pela rede escolar do Recife e o intercâmbio entre as unidades. Este ano, haverá nove projetos de visitantes, entre eles, dois do Maranhão e um do Pará. Participam alunos do 1º ao 9º ano do Ensino Fundamental, de Educação de Jovens e Adultos (EJA) e Travessia. São 10 categorias de projetos.

Os anos finais (6º ao 9º) apresentam projetos em cinco categorias de ciências: da saúde; biológicas; exatas e da terra; humanas; e sociais aplicadas; além de linguagem e meio ambiente. Os projetos dos alunos dos anos iniciais (1º ao 5º ano) são nas categorias de desenvolvimento científico; iniciação a pesquisa; e iniciação científica.

Cada projeto (representado por três alunos) concorre a 1º, 2º e 3º lugares, que receberão medalhas de ouro, prata e bronze. Os projetos que obtiverem 1º lugar, além de receber a medalha, levarão para escola de origem um troféu. O secretário de educação do Recife, Bernardo D’Almeida, informa que os projetos que obtiverem o 1º lugar receberão credenciamento para feiras internacionais, os segundos e terceiros lugares ganharão credenciais para feiras nacionais. No total, 34 projetos receberão credenciamento.

A Fecon é uma feira que tem se destacado cada vez mais no cenário científico do país. E é a partir dela que muitos projetos de alunos da rede têm sido credenciados para eventos internacionais. “Entre 2018 e 2019, a Prefeitura do Recife enviou 50 estudantes para feiras no Chile, México, Colômbia, Peru, Paraguai, EUA, Abu Dhabi e Argentina”, afirmou Bernardo.

A Feira conta com espaço de Ciência, Astronomia, Mind Lab, FabLab, e um lounge com o programa Manuel Bandeira de Formação de Leitores , que promoverá sessões de contação de histórias, também haverá exposição de projetos de educação assistiva.

Projetos

Entre os projetos estão o “Permacultura: uma alternativa para evitar a extinção das abelhas”, da Escola Antônio Brito Alves (Mustardinha). Segundo a professora Taciane Santos, a Permacultura é um estilo de vida que ensina as pessoas a viverem de forma harmoniosa com a natureza. “É uma cultura permanente que utiliza princípios agrícolas e sociais focados no respeito e observação dos padrões dos ecossistemas naturais. “É uma resposta e alternativa para enfrentar as mudanças climáticas e o aquecimento global”, afirma a professora.

Numa maquete construída com lego, a turma do 5º ano, mostra o modelo de captação e aproveitamento de águas da chuva, uso de painéis solares para geração de energia limpa e um sistema de lavagem de pratos que além de permitir a economia de água, deixa-os mais limpos e livres de bactérias. Nele, primeiro é separado os restos de alimentos para a compostagem, em seguida as louças passam por uma bacia com sabão, passa por uma segunda lavagem com sabão, na terceira etapa o material é enxaguado numa bacia contendo uma solução de água sanitária e, por último, passam por um recipiente com água e um pouco de vinagre, o que garante um utensílio limpo e livre de bactérias.

Essa turma de alunos da Escola Antônio de Brito Alves já está estudando o tema das mudanças climáticas e o que pode ser feito para minimizar seus efeitos. Os alunos assistiram e debateram o documentário “Uma verdade inconveniente”, que mostra o ex-vice-presidente dos Estados Unidos, Al Gore, realizando palestra para conscientizar os cidadãos sobre o aquecimento global. Os estudantes têm feito sua parte para atenuar as mudanças climáticas plantando árvores no entorno do Canal do ABC (na Mustardinha) e distribuindo mudas de murta (jasmim laranja),pitanga , goiaba na vizinhança do local.

Os estudantes também produzem casas para abelhas solitárias (aquelas que não fazem parte de colmeias) com pedaços de troncos de árvores caídos. Depois, as casas são distribuídas pelo terreno da escola para estimular o trabalho de polinização das abelhas nas plantas da região e aumento da cobertura vegetal.

Serviço: Feira de Conhecimentos do Recife (Fecon 2019)
Quando: terça(03) e quarta-feira(04)
Horário: 9h às 17h

assuntos

comece o dia bem informado: