Joaquim Francisco sente preocupação com o extremismo político desta eleição
Joaquim Francisco sente preocupação com o extremismo político desta eleiçãoFoto: Jedson Nobre/Folha de Pernambuco

O ex-governador de Pernambuco, Joaquim Francisco (PSDB), afirmou que o ex-ministro da Educação e deputado federal Mendonça Filho (DEM) “é um grande nome” e pode ser escolhido para ser o candidato a governador pela oposição no estado. Sem citar o nome do senador Fernando Bezerra Coelho (MDB), que pretende encabeçar a chapa, o tucano falou que o senador Armando Monteiro (PTB) também pode ser ungido pelo grupo. Já o deputado federal Bruno Araújo (PSDB), na sua visão, deve ser, de fato, indicado para uma das vagas ao Senado.

Leia também
Oposição: entre Mendonça Filho e Armando Monteiro
Manifesto por candidatura de Joaquim Barbosa


Em entrevista ao programa Folha Política, da Rádio Folha 96,7 FM, nesta quinta-feira (26), Joaquim Francisco disse que a demora na definição da chapa majoritária oposicionista é influenciada pela conjuntura nacional. Porém, o tucano já tem alguns palpites: “Pode ser Armando. Mendonça é um grande nome para ser. Mas não haverá entre o conjunto discordâncias, porque ninguém joga no individual”.

Questionado sobre os planos do PSDB, colocou que o partido “pleiteia uma vaga no Senado, que provavelmente será Bruno Araújo. Ele poderá aceitar, mas não será objeto de discórdia. O que defendemos é que tudo seja feito com todas as condicionantes expostas”, ressaltou o ex-governador, que ainda não definiu se irá disputar uma vaga na Câmara Federal.

Ouça a íntegra da entrevista no Podcast Folhape:

assuntos

comece o dia bem informado: