Guilherme Uchôa, presidente da Assembleia Legislativa de Pernambuco
Guilherme Uchôa, presidente da Assembleia Legislativa de PernambucoFoto: Folha de Pernambuco

O deputado estadual e presidente da Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), Guilherme Uchoa (PSC), morreu, na manhã desta terça-feira (3), aos 71 anos. O parlamentar faleceu por volta das 4h em decorrência de um edema agudo de pulmão, seguido de parada cardíaca. O horário do enterro ainda não está definido, mas o velório começa ainda na manhã desta terça no plenário da Alepe, na rua da União, 397, no bairro da Boa Vista, no Recife. A última sessão plenária da Assembleia no semestre foi cancelada.

Uchoa deu entrada no Hospital Português, que fica no bairro do Paissandu, na área central da Capital, na madrugada do último domingo (1º). O governador Paulo Câmara (PSB) visitou o aliado no hospital antes de seguir para as agendas em Afogados da Ingazeira, no Sertão do Pajeú.

Leia também:
Paulo Câmara lamenta morte de Guilherme Uchoa e cancela agenda
Políticos e partidos se pronunciam sobre morte de Guilherme Uchoa
Governo de Pernambuco decreta cinco dias de luto pela morte de Guilherme Uchoa
Ainda na UTI, Guilherme Uchoa é diagnosticado com pneumonia
Guilherme Uchoa passa mal e é hospitalizado no Recife
Ao lado do filho, Guilherme Uchoa anuncia filiação ao PSC

Guilherme Uchoa estava no sexto mandato parlamentar e presidia a Assembleia Legislativa pela sexta vez consecutiva. Na Presidência da Alepe, foi governador em exercício do Estado por cinco vezes, em razão de viagens dos ex-governadores Eduardo Campos e João Lyra Neto e do atual governador Paulo Câmara.

   Carreira

Uchoa era bacharel em Direito pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e também formado em História (Licenciatura Plena) pela Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Caruaru. O deputado foi escrivão da Polícia Civil e era aposentado como juiz de Direito, tendo atuado nas Comarcas de Palmeirina, Angelim, Riacho das Almas, Caruaru, Cumaru, Goiana, Olinda e do Recife.

Foi na sua gestão que ocorreu a construção do Edifício Governador Miguel Arraes de Alencar, que abriga o novo Plenário da Alepe, assim como foi erguido o anexo do prédio-sede que abriga os gabinetes parlamentares, a Primeira Secretaria e a Presidência, e dado início à transformação do Palácio Joaquim Nabuco em museu e espaço de atividades culturais.

Bacharel em Direito pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) era também formado em História (Licenciatura Plena) pela Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Caruaru, no Agreste. Guilherme Uchoa foi escrivão da Polícia Civil e aposentado como juiz de Direito, tendo atuado nas Comarcas de Palmeirina, Angelim, Riacho das Almas, Caruaru, Cumaru, Goiana, Olinda e do Recife.

assuntos

comece o dia bem informado: