A campanha foi iniciada em 2014, com o objetivo de atender as mulheres do campo
A campanha foi iniciada em 2014, com o objetivo de atender as mulheres do campoFoto: Divulgação

A Campanha Violência contra Mulher Não Dá Frutos continua no Agreste, de 15 a 17 de outubro. As unidades móveis da campanha conhecida como o Ônibus Lilás, integrando uma equipe de multiprofissionais farão atendimento jurídico, psicossocial e rodas de diálogo com os diversos segmentos femininos, capacitando e orientando as mulheres para o enfrentamento da violência doméstica e familiar.

A partir desta terça-feira (15), o atendimento se inicia em Taquaritinga do Norte nas Comunidades de Vila do Socorro, às 9h, e Gravatá, às 13h. Na quarta (16) acontece em Jataúban, no Sítio Mimoso, pela manhã (9h), e no Sítio Impoeiras, à tarde (13h). Em Santa Cruz do Capibaribe, o atendimento ocorre no dia 17, nas comunidades de Carrapicho no período da manhã, às 9h, e, às 13h, em Malhadinha. Finalizando o atendimento da semana no dia 18, é a vez do município de Cumaru, com atendimento nas Comunidades de Umari, às 9h, e Pedra Branca, às 13h.

As mulheres acompanhadas de crianças dispõem de recreadoras, disponibilizadas pelo município, para desenvolver atividades lúdicas e pedagógicas com as filhas e filhos menores. Em Pernambuco, a Campanha Violência contra a Mulher Não Dá Frutos articulada com as Gestoras dos Organismos Municipais de Política para as Mulheres vem intensificando o acesso das mulheres rurais às ações disponibilizadas pelas unidades móveis.

A campanha foi iniciada em 2014, com o objetivo de atender as mulheres do campo, da floresta e das águas, residentes em comunidades quilombolas, ciganas, indígenas, assentamentos e acampamentos rurais do Estado de Pernambuco. As comunidades são indicadas através dos movimentos sociais que compõem a Comissão Permanente de Mulheres Rurais de Pernambuco - CPMR/PE.



assuntos

comece o dia bem informado: