Folha Política

Renata Bezerra de Melo

ver colunas anteriores
Júlio Lóssio é ex-prefeito do município de Petrolina
Júlio Lóssio é ex-prefeito do município de PetrolinaFoto: Alfeu Tavares/Folha de Pernambuco

A filiação do ex-prefeito de Petrolina, Júlio Lóssio, à Rede Sustentabilidade foi aprovada por unanimidade em reunião do Elo (diretório) estadual, realizada na última quinta-feira. Com isso, não se descarta nos bastidores da legenda que Lóssio possa vir a ser o candidato ao Governo de Pernambuco pela sigla. A militância da Rede anda cética em relação à possibilidade de o PSB sinalizar apoio à candidatura presidencial de Marina Silva. Já anotaram socialistas fazendo acenos ao governador Geraldo Alckmin, a Lula, a Ciro Gomes, mas não sentem inclinação ao nome da ex-ministra. Um apoio do PSB ao projeto presidencial de Marina é condição imposta pelos membros da Rede para estar no palanque de Paulo Câmara em 2018. Então, caso isso não se concretize, um desembarque do secretário de Meio Ambiente, Sérgio Xavier, já está no radar. Como a conferência estadual, que seria dia 25, foi adiada, a decisão sobre a conjuntura local deve esperar o lançamento da candidatura de Marina, marcada para o próximo domingo. Enquanto isso, a possibilidade concreta de Júlio Lóssio concorrer a governador, encabeçando um palanque para Marina no Estado, vai ser discutida. O nome dele tem boa receptividade. Caso a candidatura de Lóssio seja selada, a ideia é realizar um ato para anunciá-la.

Laços de Família

O deputado Danilo Cabral fez um resgate de projetos antigos contra a privatização da Chesf e, durante a 6ª edição do Prosa Política, ontem, observou: “Um dos projetos apresentados contra a privatização foi do irmão do senador Fernando Bezerra Coelho, Clementino Coelho”. Clementino foi deputado federal e presidiu a Codevasf. A privatização é uma proposta, hoje, do Ministério de Minas e Energia, comandado por Fernando Coelho Filho.

Casa de Gonzagão > A pedido de Lula, o líder da Oposição, Humberto Costa, vai destinar R$ 200 mil em emendas para o museu do Gonzagão, em Exu. Lula visitou o município ainda em agosto e se comoveu com a situação financeira. Humberto, que o acompanhou na comitiva, garantiu o apoio à instituição, que abriga parte do acervo de Luiz Gonzaga.

Pacificador > Em entrevista à coluna digital "No Cafezinho", o deputado Daniel Coelho cantara a pedra: "Se Alckmin disser que é o candidato à presidência do partido, não tem como Tasso disputar. Não haverá disputa". Ontem, o governador de São Paulo admtitiu assumir a presidência do PSDB, movimento que Bruno Araújo já defendia.

Primavera > Uma Nova Primavera para os Tribunais de Contas é o título do livro que o presidente Atricon, Valdecir Pascoal, lança, no dia 4, no TCE-PE, às 11h. Pascoal vem batendo na tecla do aprimoramento dos TCEs e do Controle Externo.

Tabelinha > Os deputados Lucas Ramos e Antônio Moraes deram o primeiro sinal público de que podem fazer uma dobradinha. No domingo, o socialista, que tentará vaga na Câmara Federal, promoveu mais um Jogo da Solidariedade, desta vez em Macaparana, reduto de Moraes. Juntos, arrecadaram mais de meia tonelada de alimentos para famílias do município.

Conferência >
Durante a Conferência Nacional da Advocacia Brasileira, que reúne, até a próxima quinta-feira, os principais nomes do Direito no País, a especialista em Direito Eleitoral, Diana Câmara, debaterá no painel “Perspectiva democrática em face do processo eleitoral de 2018: efeitos e eficácia da Reforma Política”. Ela aborda o tema hoje.

veja também

comentários

comece o dia bem informado: