Folha Política

Renata Bezerra de Melo

ver colunas anteriores
Geraldo Júlio e Jarbas Vasconcelos
Geraldo Júlio e Jarbas VasconcelosFoto: Paullo Allmeida

Em política, os gestos têm peso. Embora a chapa majoritária da Frente Popular não tenha sido formalizada ainda. O deputado federal Jarbas Vasconcelos, que tem o nome entre os cotados para ocupar uma das vagas do Senado, passou em investir em movimentos visíveis no sentido de marcar posição, mirando o pleito de outubro. Hoje, vai à mesa, no almoço, com o prefeito do Recife, Geraldo Julio, no Bar do Garoto, em Brasília Teimosa. Aliado de primeira hora do governador Paulo Câmara, o gestor da Capital tem atuação na construção das alianças do PSB. É ainda relevante cabo eleitoral e pode votar no emedebista. O encontro público dos dois se dá uma semana depois de Jarbas ter visitado o Mercado da Encruzilhada em outro almoço de visita a bairros do Recife. Em 2014, na corrida pela Câmara Federal, Jarbas obteve 227.470 votos, sendo o terceiro mais votado, atrás apenas de Eduardo da Fonte (283.567) e de Pastor Eurico (233.762), ambos com inserção no segmento evangélico. No ranking de mais votados, Jarbas ficou na frente ainda de Felipe Carreras, que foi o candidato apoiado pelo prefeito do Recife, Geraldo Julio, mas Carreras foi líder de votos na Capital. Nessa construção, o fato de o presidente nacional do MDB, Romero Jucá, ter liberado os diretórios estaduais para consolidarem os palanques da forma como julgarem adequado foi visto por alguns socialistas como um obstáculo a menos para que o MDB consolide-se como componente da chapa do governador Paulo Câmara. Formalização da chapa ainda não há, mas Jarbas vai acenando como pré-candidato.

Cardápio: retomada da pauta
Foi na casa do deputado federal pernambucano Wolney Queiroz que deu-se, ontem, um almoço dos líderes da Câmara Federal com o presidente da Casa, Rodrigo Maia. Estiveram reunidos representantes de partidos como o PR, PP, PCoB, PSB e PDT, além do líder do governo, André Moura, e da minoria, Weverton Rocha

Day after > Depois da prisão de Lula, os partidos de esquerda entraram em obstrução total e isso estava paralisando os trabalhos no parlamento. Com a retirada de pauta da MP 814, da privatização da Eletrobras, abriu-se o diálogo para retomada de uma pauta.

Duas vias > A retirada da MP foi uma sinalização do governo no sentido de distensionar e a oposição acenou, então, na direção da retomada do diálogo. O almoço durou até as 16h. Estabeleceu-se uma linha que começou, ontem, com a votação do projeto de reoneração da folha de pagamento, relatado por Orlando Silva.

Eleições > Ranilson Ramos, do Tribunal de Contas do Estado, e Cristiano Pimentel, do Ministério Público de Contas, estarão em Petrolina, hoje, para palestra, na Facape, sobre corrupção e uso de recursos públicos em período eleitoral.

Prevenção 1 > O Secretário estadual de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude, Cloves Benevides, comemora os números da décima-primeira Ação de Cidadania, umas das linhas de atuação do Programa Governo Presente, realizada no último fim de semana, no Cabo de Santo Agostinho.

Prevenção 2 > "Tivemos um total de 9.472 atendimentos, realizados por 13 secretarias e órgãos estaduais e municipais e foram ofertados 108 serviços para a comunidade local. É uma iniciativa importante por levar ações diversas que vão desde orientação sobre prevenção ao uso de drogas, como exames médicos e expedição de documentos", destacou Benevides.

veja também

comentários

comece o dia bem informado: