Polícia Federal
Polícia FederalFoto: Arquivo/Agência Brasil

Em novo desdobramento da Operação Torrentes, na tarde desta terça (21), a Polícia Federal (PF) cumpriu nove mandados de prisão preventiva e dois de prisão domiciliar. As prisões foram solicitadas pelo Ministério Público Federal, decorrentes de novos fatos que surgiram no decorrer das investigações, segundo a PF, principalmente após análises de documentos apreendidos na primeira fase da operação, no início deste mês. Mais informações devem ser divulgadas nesta quarta (22). 

Leia também:
Operação Torrentes: último suspeito está no Cotel
Operação Torrentes: PF encerra cumprimentos de mandados
Lista com alvos da Operação Torrentes é liberada
Presos da Operação Torrentes são soltos
Juíza nega prorrogação de prisões de alvos da Operação Torrentes
Operação Torrentes: governo abre investigação interna


Os oficiais presos preventivamente foram obrigados a entrega os seus passaportes, tiveram o afastamento das funções públicas e deverão pagar fiança posteriormente (valor a ser informado pela Justiça). Todos os presos passarão por audiência de custódia e deverão ser encaminhados, caso sejam confirmadas as ordens judicias, para o Centro de Observação Criminológica e Triagem Professor Everardo Luna (Cotel) e para a Colônia Penal Feminina Bom Pastor.

veja também

comentários

comece o dia bem informado: