Paulo Câmara
Paulo CâmaraFoto: Paullo Allmeida/Folha de Perambuco

Com apenas o governador do Piauí, Wellington Dias (PT), como representante do Nordeste na reunião com o presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) nesta quarta-feira (14), os chefes do Executivo do Nordeste entregaram uma carta ao capitão reformado do Exército. A entrega foi feita pelo próprio petista - que foi escolhido como porta-voz do grupo. A justificativa dada na carta é que a maioria dos gestores estão em missão no exterior. No texto, os gestores pedem diálogo com Bolsonaro e solicitam uma audiência com o presidente eleito.

"Sentimos a necessidade de que tais questões sejam amplamente discutidas e tenham uma atenção especial da futura gestão do Governo Federal, uma vez que a Região representa um grande potencial para o País, mas carece de investimentos e ajustes para que seu desenvolvimento seja acelerado e beneficie toda uma população."

Leia também:
Governadores eleitos se reúnem em Brasília
Presença dos governadores do Nordeste incerta em reunião com Onyx e Guedes
Bolsonaro se reúne nesta quarta com Maia, embaixadores e governadores

Os governadores nordestinos fazem um apelo por ações integradas de enfrentamento à violência. Também tratam da necessidade de aprimorar a "sustentabilidade dos regimes próprios de previdência social dos estados da região". Os administradores querem um sistema que "não penalize pobres e mulheres".

Leia na íntegra a carta:

Carta dos Governadores do Nordeste ao Presidente Eleito Jair Messias Bolsonaro

assuntos

comece o dia bem informado: