Michel Temer
Michel TemerFoto: Wilson Dias/Agência Brasil

Em afago ao presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL), o presidente Michel Temer (MDB) disse nesta sexta-feira (14) que tem absoluta certeza que seu sucessor e sua equipe farão um governo extraordinário.

"Não só pelo que revelaram nas suas falas, mas pela história de Bolsonaro e dos que compõem sua equipe", afirmou na cerimônia de lançamento do submarino Riachuelo, no Complexo Naval de Itaguaí, no Rio de Janeiro.

Temer também defendeu o legado de seu governo, dizendo que conseguiu virar o jogo e superar a crise econômica que atingiu a administração de sua antecessora, Dilma Rousseff (PT), por meio de uma agenda de reformas que está "modernizando" o país.

Leia também:
Bolsonaro diz que revisará contratos de publicidade da Caixa
Bolsonaro diz que Itália pode contar com ele para extradição de Battisti
Bolsonaro quer doar mais de R$ 1 mi de sobras de campanha


Bolsonaro também participou da cerimônia, mas não discursou. Em meio à polêmica envolvendo Fabricio Queiroz, seu amigo e ex-assessor de seu filho Flávio, o presidente eleito decidiu não falar com a imprensa. Em relatório, o Coaf identificou movimentações financeiras atípicas na conta de Queiroz.

veja também

comentários

comece o dia bem informado: